O carro da minha vida | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sábado, 25 de março de 2006 - 1:34Automobilismo brasileiro

O carro da minha vida

SÃO PAULO (calada noite preta) – Lapidar a coluna de Luiz Alberto Pandini no GPTotal, contando a história dos incríves Karmann-Ghia Porsche.

De aperitivo, seu final:

Os Karmann-Ghia Porsche não apenas fizeram história como ganharam o coração de seus pilotos. Em 1975, José Carlos Pace já tinha em seu currículo uma vitória na Fórmula 1 (havia vencido o GP do Brasil daquele ano com um Brabham BT44), o segundo lugar na 24 Horas de Le Mans (com uma Ferrari 312 PB) e experiência em esporte-protótipos como o Gulf-Mirage e o Shadow da Can-Am. Perguntado sobre o carro de corrida que mais havia gostado de pilotar, respondeu sem hesitar: “O Karmann-Ghia Porsche”.

Agora, leiam a íntegra e lambuzem-se com mais uma doce história do automobilimo brasileiro (abaixo, Moco num dos primeiros KG-Dacon).

37 comentários

  1. Aldemir disse:

    Adoraria saber o preço,mesmo q não esteja à venda,poderia ao menos me informar?Obrigado!

  2. Marcos disse:

    Para Milton:
    Este seu Porsche 904 deve ter sido um 1/32 da Monogram !
    Você deveria ter guardado !
    Hoje tb é uma raridade !

    Aproveite para ver de onde os irmãos Fittipaldi tiraram a inspiração para oFitti Porsche !
    Parecido demais, né ?

    Para alguém que citou a Dino.
    Dino está para Ferrari, assim como o 914 está para Porsche = Prêmio de consolação !

  3. Milton de Mello Bona disse:

    Marcos,

    Esse Site é muito bom.
    Meu primeiro carrinho importado de autorama foi um Porsche 904. Demais.

  4. Filipe W disse:

    Obrigado Luis,

    quem bom que aquele KG foi salvo então, iria ser uma pena ele ter sumido por completo.
    Quanto ao Zé Miloski realmente era um doido muito legal, e a oficina dele preparava os carros de um monte de gente para os pegas na serra, me lembro dele dizer que chegou até a preparar uma Kombi !
    Foi lá tb que vi minha primeira Ferrari de perto, era uma Dino vermelha com placa de roma, que tb ficou lá um tempão, quando ele me deixou entrar dentro dela fiquei doido, era moleque na época e nunca tinha visto uma Ferrari de verdade, eh época boa !!!!
    O Miloski é um daqueles que faz falta.

  5. luiz salomão disse:

    Vc acertou Felipe…o KG-Manguia que esta com o Paulo Trevisan é o mesmo que o Paulo Lomba, recuperou e que estava em Petropolis jogado num canto. É o mesmo que vc viu no posto do Zé Miloski. Esse gordo era louco de pedra, tinha uma Variant azul com amortecedores Koni e ia sempre nos nossos pegas na serra. Mas o que lançava a traseira aquela Variant. Uma vez de carona com ele, fazendo a curva da catedral, ela deu uma estinligada de traseira que quase fomos para o rio…mas o gordo era legal. Era estusiasta do assunto, tanto que foi por muitos anos do departamento técnico da Federação Carioca. O KG em questão, tambem passou pela mão de um mecânico de Petropolis, Bird ou Passarinho, que tambem participava dos pegas com a gente e só dava ele. Na época tinha motor Porsche 1600, andei várias vezes com ele, a barata era uma caeira elétrica, mas dava um tesão guiar…o Pace sabia das coisas, salve Pace!!!!

  6. Marcos disse:

    QUEM QUER COMPRAR 1 MOTOR PORSCHE CARRERA GS 2.0 ?

    http://www.the904store.com/engine.htm

  7. Marcos disse:

    Para Cláudio:
    O último motor Carrera GS 2.0 que eu ví, foi vendido por US$ 25.000,00 ! E não esquentou nem 24 horas na prateleira !
    E desculpe-me ! A informação que passei sobre a existência de algum destes motores aqui no Brasil está errada.
    Existe sim pelo menos um:
    É o do Porsche 904 do André Lara Resende.

  8. Claudio Ceregatti disse:

    Para o Marcos:
    Curiosidade…
    Quanto “custaria” um motor Porsche 2.0?
    Só pra ter uma idéia, quem sabe…

  9. IRL means disse:

    Idiots Retardeds League
    Ind Racing Lixo

  10. Marcos disse:

    Cara Mayara,
    Um fato interessante que a maior parte dos apreciadores do Karmann-Ghia não sabe, é que o primeiro protótipo nasceu em 1950, por encomenda da Chrysler !!!
    É isto mesmo !
    O Karmann-Ghia quase foi fabricado com a marca Dodge !
    Em 1954, quando a VW encomendou um carro bonito para a
    Karmann, eles foram buscar a ajuda do Studio Ghia, que adaptou o protótipo da Chrysler para a plataforma do VW.
    É um desenho com mais de 50 anos, e que permanece atual !
    Um verdadeiro clássico !

  11. Fernando Gitirana disse:

    Concordo com o amigo que colocou no comentário… Se o acidente fosse com a Danica… Já era a F-Indy… Iria dar uma M… maior ainda…

  12. Eduardo S SP disse:

    E depois tem alguns cretinos que cirticaram quando este que vos escreve e mais alguns chamamos as categorias americanas de “carrosseis insanos” no antigo Blig

  13. Mayara disse:

    O tal de fabiocw sei lá o que, acha o KG feio pra kct, mas talvez desconheça que esse carro faz parte do acervo do MOMA, considerado um dos design mais bonitos do seculo XX. Respeito a opnião dele mas fico com a dos melhores curadores do mundo…

  14. Luciano do Valle disse:

    O Marco Andretti largou a queimada e por isso recebeu a punição!

  15. Fernando Gitirana disse:

    Desculpe mudar de assunto… Flávio, você viu a prova da F-Indy que acabou de terminar? O Luciano do Valle que não narrava desde os tempos de Emerson ficou Perplexo com o Helinho e o Dan Weldon lado a lado. Se for assim até o final do campeonato, ele vai enfartar… Infelizmente faleceu um piloto. Os carros estão andando a 350Km de média… Isso no circuito de Miami. E o avião da BRA decola com menos velocidade… Abraços!

  16. Marcos disse:

    Para o Cláudio:
    Tem razão ! Os motores Porsche Carrera GS 2.0 não são assim tão difíceis de encontrar !
    São mesmo é difíceis de pagar !!!!
    Acho que não justificaria o investimento para fazer uma réplica do KG Dacon.
    E fazer um KG Dacon sem a mecânica própria, seria um absurdo !
    Como dizia o Paulo Goulart:
    - Professor, ressucitar cadáveres é coisa para o JC !

  17. Sucrilhos disse:

    Carrossel da morte. Link pro video do acidente:
    http://www.band.com.br/formulaindy/videos.asp?ID=33
    Lamentável. Nessas horas que agente tem que lembrar da F-1 e ficar contente pq faz tempo que não acontece uma coisa dessas por lá. Mas imagina a repercussão negativa que teria se isso tivesse acontecido com o outro carro da Rahal… Aiaiai viu.

  18. Marcelo disse:

    Faz tempo que o Flavio nao coloca comentario de politica no blog. Sera que ta com vergonha da dança da gordinha mensaleira e do governo tentando calar a boca do caseiro???

    Abraco a todos e mantenham o bom humor

  19. Ricardo Fonseca disse:

    Eu gostaria de saber sobre as suspensões que o KG-Dacon usava.
    Será que era a normal, rebaixada e com tensores e estabilizadores, ou tinha mais mumunha, como molas helicoidais, por exemplo? Quem souber, responda. Abraços.

  20. Claudio Ceregatti disse:

    Ao FG e Marcos (do texto sobre motores abaixo):
    Taí, senhores!
    Certamente existem muito mais peças de Fusca e Porsche pelo mundo do que de DKW 2 tempos…
    Por mais raros e cobiçados que esses motores Porsche sejam, não devem ser muito difícil de encontrar, principalmente ao Flávio, que é cidadão do mundo por profissão…
    Tá cheio de gente no Brasil que faz milagres com fibra de vidro, o próprio Flávio já mostrou no Limite…
    Chassis de fusca, aos montes pelos desmanches, ou carros inteiros nas lojas da Zona Leste de São Paulo…
    Motores Porsche, se não disponíveis, poderiam ser substituídos por motores brabos da antiga Divisão 3…
    Pistões, camisas, bronzinas, virabrequins, comando de vávulas, cabeçotes, cambios muito mais longos, tudo isso tem aos montes na Internet. Tá cheio de mecanicos por aí com muita experiencia… Porque não ter uma “quase réplica” dos Porsche Dacon?

  21. Filipe W disse:

    Foi Mal Wendel,

    escrevi seu nome errado !

    fiquei disléxico na hora de digitar !

  22. Filipe W disse:

    Wenedel,
    vc já disse tudo, a VW fornecia o chassis do fusca para Karmann e está apenas punha a carroceria do KG em cima sem nenhuma alteração mecânica..

  23. Wendel disse:

    @ Psic – F1
    Kra, até onde eu saiba, os karman eram fuscas de fraque, ou seja, toda a mecanica era baseada nos bons e velhos Vw´s BOXER4, mas eu acho que o pessoal aqui pode ajudar mais vc e dar mais noticiase informações,

  24. Psic- F 1 disse:

    Olá Flávio..gostaria de saber um pouco mais sobre o KG. Motor, câmbio, etc. Meu pai teve um desses, lá vai-se tempo…e acabou trocando por uma máquina fotográfica….abraços

  25. Eduardo S SP disse:

    Ta, o Flavio não quer que comente fora de tópico mas não tem jeito

    O aerofolio da Rossa já tá configurando algo muito mais complexo, como a propria chamada do Site fala, é uma “peça movel” não é uma peça flexivel, aí a coisa já fica mais complexa, afinal nota se claramente uma fina barra de metal na qual o aerofolio “corre”
    Mesmo que o efeito seja pequeno, fica ainda mais feio pra imagem da equipe

    Mas o ams estranho não é isso, e sim a “descoberta” da RTL e do Lauda, sobre a Renault e seu “fantastico controle de largada” proibido por regulamento, isso tem interferido de forma direta no resultado das corridas, a pelo menos um ano, muito mais explicitamente que o tal aerofolio,e ninguem toma atitude

  26. Wendel disse:

    Sobre os karman, fuçando aqui em casa eu achei o especial da Revista MEcanica sobre fusca.. e olha soh , tem a adaptação de um v8 no karman… hehehe tirando as entradas de ar do kadett no campo, o resto ta igual ao da foto.. mesma cor de azul.. bem legal.. ehhehe e deveria andar DEMAIS!!!

  27. Pedro Gomes disse:

    Po Flavio, esse blog seu ta miando. Quase ninguem coloca mais comentario e os assuntos que vc esta se referindo recentemente nao ajudam muito. Fala um pouco mais de F1, Stock, IRL… sei la’… essa mania de DKW ja deu

  28. Wendel disse:

    Acabei de ver o video da aza do shumacker… alguem me diz se aquilo ali realmente daria TANTA diferença p/ gerar TANTA publicidade em cima disso?

  29. Marcos disse:

    2 CARROS BEM DIFERENTES:
    A diferença entre os 2 carros era como da água para o vinho.
    O motor Porsche 1.6 é bem parecido com um VW 1.200 vitaminado (isto mesmo 1.200 !!! )
    A parte de baixo é praticamente a mesma. Usa-se as mesmas bronzinas nos 2. E os comandos de ‘válvulas só se diferenciam pela duração.
    A potência aparece, além da cilindrada, nos cabeçotes, que tem câmaras de combustão hemisféricas, e alimentados por 2 carburadores duplos SOLEX 40 PII4.
    O demônio era o motor 2.0 Carrera, que era o mesmo do Porsche 904. Uma jóia com 4 comandos nos cabeçotes de câmaras hemisféricas, acionando válvulas de 48 mm, 2 carburadores duplos 44 mm, e 2 distribuidores para acender as 8 velas ! Encrenca das grossas !
    Estes motores 2.0 , hoje, são muito raros e cobiçados.
    Pelo meu conhecimento, não há mais nenhum no braZil.
    Se alguém souber de algum, por favor, avise-me !
    Os motores 1.6 são os mesmos dos Porsche 356 e 912.
    Ainda tenho uns 2 ou 3. Hehehehhh..
    Mas NÃO estão a venda e NÃO vou montar nenhum KG !!!

  30. Filipe W disse:

    Olá Joaquim,

    Realmente não sei dizer, mas pode ser que sim, afinal era só tirar a casca de KG e colocar a do Lorena, vou dar uma pesquisada para ver o que eu encontro.
    Sei que tenho uma foto dele na quatro-rodas da época, era vermelho com um logotipo da ZF em azul na lateral traseira, bem achando a foto e quaquer outra informação eu mando.

    abs a todos os “garimpeiros”

  31. joaquim disse:

    Para Filipe W,
    Por acaso este KG não é o mesmo que serviu de base para montagem do Lorena-Porsche do Sydney Cardoso, que venceu os 1000 Km da Guanabara de 69, nas mãos do Giu Ferreira e do Heitor Peixoto de Castro? Aproveitando o embalo, muito obrigado pela foto do DKW bimotor e por acaso alguém sabe do Geraldes Especial, aquele protótipo DKW do Neudy geraldes, de motor traseiro? Mãos à obra, Antigo, Veloz HP, Filipe e associados… Abs.

  32. Filipe W disse:

    Essa foto, se não me engano, era quando ainda eles não tinham feito a carroceria de fibra, correndo com uma normal de chapa, que era meio pesada, pois a Karmann do Brasil ao receber os chassis para encarroçar, punha solda de estanho, o que não contribuia muito para leveza, mas quando botou aquela “casquinha” de fibra, virou um canhão.
    Me lembro bem de quando era moleque de ver um dos KG-Porsche completinho, abandonado em Petrópolis na oficina do Zé Miloski, que ficava no posto de gasolina logo depois do Quitandinha, lá era o meu point preferido quando estava de férias na cidade, o figuraça do Miloski ficou com ele por muitos anos depois sumiu, nunca mais vi, ainda bem que encontraram recentemente um dos KG no Rio (talvez seja o mesmo que eu vi), antes de sumir por completo, pena que naquela época eu não podia comprar o bicho !

  33. Romeu disse:

    Esse KG era muito lindo!
    Essa pintura lembrava (e muito) os carros que no Exterior corriam patrocinados pela Gulf.
    Esse carro da foto é a primeira versão, com poucas partes “aliviadas” de peso.
    Posteriormente o carro foi feito todo em fibra superleve (seu capô dianteiro costuma ir pelos ares sob ação do vento) e pintado de Azul marinho, conseguindo então vitórias memoráveis para a Equipe Dacon.
    Uma linda imagem de Pace na semana que completa os 28 anos da sua partida pro autódromo lá de cima.

  34. VELOZ-HP disse:

    Realmente esses KG-Porsche da Dacon estão entre os mais sensacionais carros de corrida feitos no Brasil, sendo o melhor carro que pilotou, na opinião hiper-abalisadíssima de niguém menos que o Pace, que falou isso já como piloto consagrado e vitorioso na F1 e tendo também pilotado Alfa Romeo P-33, Ferrari Esporte Protótipo, Mirage, Shadow Can Am, e sabe-se lá mais o quê. Tá pouco ou querem mais ?
    Quero apenas acrescentar que faltaram as fotos dos KG dos primos Jõao e Aylton Varanda de Petrópolis que ficaram com 2 dêles, motor 1.6 e 2.0 após o triste fim da Dacon.
    Os Fittipaldi ficaram com um 2.0, pintaram nas cores da equipe, vermelho-coral, participaram de uma corrida e depois usaram a mecânica para montar o Fitti-Porsche. Esse KG foi, na minha opinião, o mais bonito e bem acabado dêles. A foto está aí na coluna do Pandini, mas falta uma foto dos KG dos Varanda que eram também muito bonitos, pintados de branco com a parte superior da frente do carro em vermelho, com faixas duplas vermelhas no teto e laterais, sendo o carro do Aylton de nº2 (acho que era o 2.0) e o carro do João nº7 (creio que era o 1.6).
    Tenho, inclusive, uma foto colorida do carro do João na corrida do circuito de rua de Petrópolis em 1967, que decora, junto com outras carangas e motos, as paredes da minha biblioteca em casa.
    Nessa corrida, infelizmente, êle sofreu um acidente batendo num poste, mas mesmo assim chegou em 3º e o Aylton em 2º.
    É isso aí galera, não vamos esquecer dessas máquinas e nem de quem as construiram e pilotaram porque o presente é nojento e o passado é glorioso além do quê, a ignorância é uma pobreza, e pobreza não é crime, mas ajuda muito a chegar lá.

  35. Claudio Ceregatti disse:

    FG:
    Este é o carro!
    Se voce quiser disputar corridas de fato e não andar atrás do pelotão, porque não montar um desses?
    è um canhão e não sai tão caro…
    Todo Porsche é meio Fusca, voce sabe…

  36. FabioCWB disse:

    FG, vc provavelmente vai me amaldiçoar, dizer que eu nao entendo nada de carro, que eu devia voltar pra escola e estudar mais, que eu devia ficar com a boca fechada, que vc entende muito mais de automobilismo do que eu, que gosto nao se discute, que eu devia ir plantar batata na descida debaixo de chuva….e vc provavelmente esta certissimo em tudo, hehe, mas eu acho os Karmann-Ghia carrinhos feios pra KCT.
    Sou novo aqui pelos lados do seu blog, nao sei se alguem ja disse isso, mas tai’ minha opiniao.

  37. Thomas Visani disse:

    Como disse pro Panda e já disse para você: meu carro dos sonhos. Que BMW, Audi, Ferrari que nada! É um Karmann-Ghia Porsche, um azul marinho e um azul calcinha!

Deixe uma resposta para luiz salomão Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>