Porsche e Audi | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 7 de abril de 2006 - 17:04Automobilismo internacional, Carros

Porsche e Audi

SÃO PAULO (dupla do barulho) – Dúvida pertinente: o que Audi e Porsche andaram fazendo juntas no passado? Esse 917 tem Audi no bico. O desenho do Maurício de Souza também tem essa inscrição.

Há uns anos, acho que em 1996, a Audi colocou no mercado peruas Avant com motor Porsche. Mas em corridas, nunca atentei para o fato.

A VG do blog que explique…

88 comentários

  1. Pedro Jungbluth disse:

    Bem, a Audi certa vez pediu um projeto para a Porsche de um esportivo com motor dianteiro.
    A Audi acabou desistindo da produção, então a Porsche comprou o seu próprio projeto (eu sei, é confuso).
    E fabricou o 924, um carrinho com motor bem parecido com o AP na própria fábrica da Audi, sob licença.

    Quer dizer, a Audi contratou a Porsche para fazer um carro que a Porsche comprou e contratou a Audi para produzí-lo.

    Depois a Porsche fez um motor melhor que até hoje é considerado o melhor 4 cilindros em linha já produzido, que chegou nos 3,0 litros de cilindradas.
    A Porsche também desenvolveu um motor V8 refrigerado a água, para equipar o 928, o irmão do 924, e esse motor hoje em dia equipa o Cayenne, que foi desenvolvido em parceria com a Volkswagen.

    Na verdade essas duas fábricas sempre estiveram próximas, desde a origem.

  2. Marcos disse:

    Para o Eduardo S:
    Meu amigo, não faço a mínima idéia como esta %!@$&@#veio parar aqui !
    Aposto que o pessoal da Receita tb não faz !
    Para você ver que estas coisas misteriosas não acontecem apenas em Brasília…

  3. Marcos disse:

    Para Filipe:
    O vídeo é excelente !
    Pena que as fotos do LM são fracas.
    O 917/10 número 6 era pilotado pelo George Folmer.
    Mas não recomende mais este link para os amigos !
    Este Turbo é humilhante demais.
    Meu 1967, coitadinho, está chorando na garagem…

  4. Eduardo S SP disse:

    onde está experise, leia se expertise

  5. Eduardo S SP disse:

    Alguem aí com mais experise em 956 e afins, poderia entrar nesse site aí da Lucchesi e checar se é “vero” o carro que tá lá, ou “vero ma non troppo” se for de fato o carro mesmo, é uma peça de valor histórico muito signifcante

  6. Eduardo S SP disse:

    Entre no site da Lucchesi (lucchesiturbo.com.br) tem um 956 na oficina deles, está na seção projetos em andamento, de quem será que é esse carro, é aquele 956 com patrocinio New Man

  7. Filipe W disse:

    Grande Marcos,

    Eu sabia que não era um simples ajuntamento de dois motores pois a Porsche não ia fazer um “sirviço” desses, mas realmente não lembrava desse lance dos satélites, imagina 1200 cavalinhois bem nutridos e fazer uma curvinha sem um blocante, nem diferencial, tinha que ser bom mesmo.
    Para dar uma olhada no 917/10 com o patrocinio da LM, e mais um pouquinho de história do 911 turbo de uma olhada no link http://www.porsche.com/all/masterwerk/germany.aspx e depois clique em LOGE (DSL) e aproveite.

    depois me diz o que achou ! hehehe

  8. Sucrilhos disse:

    Realmente muito instrutivo este post. Mas só pra não perder o costume: Hamilton foi segundo na estréia…

  9. Lawrence disse:

    Ainda sobre a Stock…
    E agora todas as equipes podem usar telemetria… Isso tb contribuiu pra equalizar os rendimentos…

  10. Lawrence disse:

    Sobre a Stock…
    Vale a velha máxima q o FG sempre fala aqui… Todo mundo rouba no automobilismo… Só fica mau quem é pego… Rs…
    A categoria está mais equilibrada pq agora a organização tem um gabarito pra verificar se as equipes mantiveram a aerodinâmica das bolhas dos carros feita de fibra intacta…
    Não dá mais pra dar aquele “tapa” na carenagem e ganhar alguns décimos….
    T+

  11. Edison Guerra disse:

    Já que estamos falando do carrão alemão,passo uma dica aos colegas que gostam de corridas de turismo:visitem o site http://www.frankuhlig.de e se deliciarão com o culto dos alemães à pista de Nurburgring(full).Neste site tem horas de vídeos de alta resolução e,principalmente free.
    Divirtam-se.

  12. Edison Guerra disse:

    Vou de carona com a Silvânia Silvia.Só elogios à galera que enriquece este blig.Fiquei puxando pela memória,tentando lembrar de algo mais para acrescentar à quente pauta,desisti assombrado,pois esgotaram o tema.Obrigado por estarem sempre aqui, e continuem assim galera.
    Abraços…

  13. Aldo R Soares disse:

    Vou falar sobre Stock.
    31 carros no mesmo segundo, com 42 na disputa, deve ser um recorde.
    E viva a competição!
    Agora, pela regularidade em que andam na frente Cacá Bueno, Hoover Orsi e o Giuliano Losacco, será que eles não estão no lugar errado?
    Acho que qualquer um destes na ferrari faria melhor que o Massa.
    Mas, a formula 1 deveria ser o objetivo deles, mesmo considerando as diferenças dos tipos de pilotagem e carro.

  14. Marcos disse:

    Para VELOZ:
    Um detalhe interessante sobre o 917 era o chassis tubular de alumínio, extremamente leve – 47 kg, e flexível !
    A fábrica indicava com enormes setas, os lugares onde colocar os macacos !
    A sofisticação é que estes chassis tinha 4 secções estanques, onde era injetado gas freon.
    E no painel, os 4 manômetros eram os instrumentos mais importantes !
    Se a pressão em qualquer um deles caisse, era sinal de alguma trinca no chassis !
    Era muito útil vc ficar de olho neles, principalmente se estivesse em Mulsane, a 360 km / hora, e quisesse voltar para casa inteiro !

  15. Marcos disse:

    Para Filipe:
    O motor 912 não foi uma simples ajuntação, mas pode sair rápido do forno, porque os cabeçotes do 916 já estavam exaustivamente desenvolvidos, assim como tudo o mais !
    Só ‘foi necessário fundir uma nova carcaça, e obviamente, o giracambota !
    A curiosidade é que para os primeiros testes no banco de fluxo, eles usaram um giracambota de madeira, já que os verdadeiros ainda não estavam prontos.
    A Porsche fez realmente 2 motores 16 cilindros. Eram protótipos para o Campeonato de Esporte Protótipo de 1972.
    Mas a FIA, mais uma vez puxou o tapete no regulamento dos Grupo 5, o que levou a fábrica a dar uma banana para o Mundial e voltar todas as baterias para o Grupo 7, ainda mais porque o mercado americano era o grande interesse !
    E para usar os 2 turbos, o motor 12 era mais interessante, por causa dos pistões de maior diâmetro.
    Em 1972, o Jo Siffert com o 917/10 PA – olha a Porsche-Audi ai novamente – fez barba e cabelo na Can Am !
    E o Jost fez o mesmo na Interseries, que era o Campeonato Europeu de Grupo 7.
    Uma curiosidade sobre o 917/10 e que pouca gente sabe, é que estes carros não tinham diferencial blocante e nem caixas de satélites !
    Todos os que a fábrica testou voaram em pedaços !
    Então, partindo do princípio que o que o-que-não-tem-não-quebra, eles simplesmente tiraram !
    E a tocada do monstro era como um Kart ! Mesmo assim, se os turbos pegassem no breu no meio da curva, era rodada na certa !

  16. Silvânia Silvia disse:

    Isso sim é que é tópico digno desse blog.
    Meninos, tou adorando, aqui se encontraram os figuras que conhecem bem o traçado.
    Não vou citar todos, pois posso fezer a injustiça da esquecer alguns de vocês, mas a galera que escreveu abaixo é FERA.
    Valeu, rapazes, parabéns.

    Quero um Porsche Cabriolet, um dia chego lá.

  17. marcio disse:

    Sr. Flavio Gomes, isto é uma ameaça…
    Te cuida !!!
    estou montando uma vemaguete para corridas, você já era !!!

  18. VELOZ-HP disse:

    Marcão, você deve ter assistido mas vou contar para a galera.
    A umas semanas atráz passou no canal Discovery um programa meio besta sobre carros de competição legendários e dentre êles, é lógico, o 917 foi a atração maior, e nos depoimentos de várias pessoas o mais engraçado foi o do Emerson Fittipaldi que contou que uma vêz êle colocou a sua mãe, dona Juze, para dar umas voltas com êle em Interlagos à bordo do seu 917, e que depois de algum tempo, percebeu que ela estava muito quieta, e quando olhou para o lado viu que a velha tinha desmaiado.
    É mole ?
    Botar a velha no 917 para andar em Interlagos, descendo a lenha ?
    Que maravilhoso filho ingrato.

  19. Cassio Gripp disse:

    aliás, 99% da imprensa o considera arrogante e antipático, e quebrar microfones e gravadores era uma especialidade do tricampeão…

  20. Filipe W disse:

    Grande Marcos,

    O motorzão boxer 12 realmente foi á sacada da Porsche, realmente só pegar dois 6 cilindros e juntar num só, tanto que a saída de força do motor se não me engando era no meio, na junção dos dos seis cilindros, legal era que eles construiram tb um motor de 16 cilindros 7,2 litros estimados 850 CV (outros falam em 6,9 litros e 755 CV) que era um primor, compacto ao ponto de ser do mesmo tamanho do de 12, esse motor foi construído para o Can-Am mas no final eles optaram por correr com o 12 cilindros bi-turbo de 1200 CV.

  21. Cássio Gripp disse:

    off topic:

    nelsinho foi pole e venceu hoje de manhã em valência!!
    não sei pq, mas acho que FG não tem muita simpatia pela família PIQUET!
    por acaso, tem a ver com os ´esporros´ que ele(Piquet) te dava na época que era piloto, FG?!

    como vc mesmo diz, perguntar não ofende…

  22. Marcos disse:

    E dá-lhe mais Porsche !
    Quemmandou vocês começarem…
    Em 1976 eu costumava baixar no depto. de competições da fábrica, onde sempre fui muito bem recebido.
    Na época, eu tinha um 2.8 RSR, com bielas de titânio, Kits de Nicasil, dupla allumage e injeção de guilhotina ! E o câmbio com as relações Nurburgring ! Um foguete !
    O pessoal, que não acreditava que eu tinha isto para andar na rua, sempre me aturava alguns dias fuçando em tudo.
    O departamente de competições da Porsche era chefiado por uma mulher ! Mrs. Johanna Baer, um amor de pessoa !
    O mais pitoresco é que, todos os meses eu mandava US$400 para ela, e quando eu precisava de alguma peça, era só passar um telex – não existia fax ainda, que ela despachava via Varig.
    E junto ela mandava um extrato do noss conta-corrente, feito a mão, mas com o carimbão do Depto. de Competição da Porsche !
    Curiosidade: O RSR usava um distribuidor Marelli de 4 platinados.
    Se você parasse no speed-shop da fábrica e pedisse aquela revisão básica, do tipo: Trocar óleo, as 12 velas e os 4 platinados, recebia uma modesta conta de U$900 !

  23. Marcos disse:

    Para João Valim !
    Meu amigo, a fonte que você citou está errada !
    O 917 só foi apresentado em abril de 1969, e o PA só baixou nos USA em agosto de 1969.
    O peso e a potência tb estão errados !
    Pode rasgar este troço !
    Hehehehehh….

  24. Pedro Jungbluth disse:

    Pois é, eu desconheço essa história de RS2 com motor Porsche.
    Um motor Audi, preparado pela Porsche, me parece muito mais viável.
    Afinal o RS2, se não muito me engano, tinha motor em linha 5 cilindros, bloco desenvolvido pela Audi. Já os porsche usam motores de cilindros contrapostos, tipo “boxeadores”.

  25. Marcos disse:

    Mais 917…
    Em 1968, o regulamento do Grupo 5 passou a admitir motores de 5 litros, o que pegou a Porsche meio de calça curta.
    E o vitorioso 908, de 3 litros passou a ter que enfrentar as Lola e os GT40, equipados com os V8 americanos – dizem que rolou muita grana nesta estória…
    Mas o comedores de salsicha deram a volta por cima, e em tempo record projetaram e construiram o 917.
    E em abril de 1969 apresentaram os 25 carros necessários para a sua homologação ! É mole ?
    O mais engraçado foi a construção do motor.
    A fábrica já tinha o motor 916, um 6 cilindros, com 4 comandos, muito eficiente e para lá de testado.
    Eles simplemente emendaram 2 916 !
    Fundiram uma carcaça nova e pronto – motor novo de 12 cilindros !
    Este motor foi batizado de 912, e logo no primeiro teste de dinamômetro já mostrou 542 HP DIN !

  26. Marcos disse:

    OBA !!!! PORSCHE 917 !!!!
    Eu gosto disto !
    Bom, vamos lá:
    Para variar, já lí um monte de delírios, tipo joint-ventures, controle acionário e acordo hipotéticos !
    TUDO ERRADO !!!
    Porsche-Audi era só uma empresa dos USA que importava os Porsche e os Audi para vender no mercado americano !!!!!
    Em 1969, a Porsche construiu um 917 spyder, o 917 027, batizado de 917 PA, especialmente para a Porsche-Audi inscrever nas provas da Can Am.
    Era basicamente o 917, só que ainda mais leve – 775 kg, porque puderam retirar o estepe, buzina, macaco, faróis e pisca-pisca, que eram equipamentos obrigatórios para a homologação de um Grupo 5.
    Os regulamentos da Can Am, muito mais liberais, dispensavam estes apêndices.
    A fábrica não esperava grandes resultados do PA, com seus modestos 4,5 litros e 550 HP, enfrentando os poderosos MacLaren equipados com monstros de 8 litros e 1.000 HP.
    Mas o carro foi além das expectativas ! Obteve o 2nd lugar em uma das etapas, e, apesar de só ter participado da metade das provas, ainda emplacou o 4 lugar no campeonato !

  27. kopolla disse:

    A Porsche bem que poderia voltar à fórmula 1.

  28. Henrique L. Rocha disse:

    Vitão, excelente síntese da história da Porsche, marca da qual sou fã. No entanto, tenho uma dúvida: em 1973 a Porsche quase faliu. Pergunto: o Carrera RS 2.7 fazia parte de uma tentativa de recuperação da marca ou a data de lançamento é coincidência? Abraços!

  29. Cristiano Vicente disse:

    Para quem quiser saber mais, as peruas Audi com motor porsche eram o modelo RS2.

  30. OFF TOPIC - www.usin disse:

    SCOOT SPEED

    “Eu sou o americano que tem ali, não vou receber isso de ninguém. É muito importante, especialmente no automobilismo, que você se estabeleça desde o começo. Senão vão tirar vantagem de você a carreira toda”, afirmou Speed.

    O Rubinho tinha q te tido a mesma postura quando entrou na F-1, Hj é um eterno 2º PILOTO!!

    PRA QUEM GOSTA DE F-1 NAO PODE DEIXAR DE BAXAR AS CORRIDAS DA F-1 no site http://WWW.USINAVIRTUAL.COM que presta esse serviço de utilidade publica para os amantes da VELOCIDADE!!

  31. vitão disse:

    Grande Felipe W , talvez só um 707 das antigas com turbina jet-fan , de cano cheio pronto para decolagem.
    Dizem que o W-16 urrava como 1.000 leões esfomeados vendo um rebanho de gnus na savana africana. (hoje eu to poético pra KCT)

  32. Filipe W disse:

    Hehehehe

    O Piech realmente não estava para brincadeira, tive um amigo que trabalhou no studio de design da VW alemã por uns cinco anos justamente durante a maior parte da gestão dele, inclusive viu a encrenca que o time responsável pelo Veyron passou pois o carro foi concebido como conceito e quando decidiram fazer ele prá valer foi um deus nos acuda , ainda mais com as diretrizes que o Piech impôs ao projeto, de no minimo 400Km/h e 1000Cv.
    Me lembro quando ele telefonou dizendo que tinha ouvido o w16 quadriturbo sem abafadores, não existe coisa igual no mundo aquele barulho.

  33. vitão disse:

    Para o Veloz-HP e o Felipe W, obrigado.
    Realmente o Piech é neto do Ferdinand e sobrinho do Butzi. Ele foi o engenheiro chefe de competições – 904,906,908,917. Quando a empresa quase faliu em 1.973, decidiu-se profissionalizar a administraçào e afastaram todos os membros da famíla Porsche no comando, e ele então foi para a área de projeto e manufatura da VW.
    Mas o apetite dele por velocidade explica o W-12 de recorde e o Bugatti Veryon 16-4 . Cáspite, o homem não tem gasolina nas veias, ele tem nitrometano….

  34. Guilherme Barroso disse:

    Caro Flávio,
    A Porche é uma das principais acionistas da VW, principal acionista da Audi.

  35. Filipe W disse:

    Vitão , matou a pau,

    Completo ainda mais o que o Vitão disse pois me lembro que até a pouco tempo, a VW era dirigida pelo Piech que é neto do Porsche.

  36. vitão disse:

    Para completar : a VW pagou a conta do desenvolvimento do 917, mas depois alguém acho que não ficava bem colocar o logo VW em um carro de corrida, principalmente sendo um foquete como este, era contra a imagem de robustez ( e se o carro quebra?) e economia que a VW vendia (carro de corrida parece um disperdício para quem fala em sensatez- vide anúncios da VW nos EUA e Europa na época). Intonces, para contornar o imbroglio, decidiram colocar o patrocínio Porsche + Audi para aproveitar a grana já investida, como aliás era o plano original de associação da distribuição das marcas.
    Para completar , aquele 917 long-tail que aparece no filme Le MAns era da Scuderia Salzburg, onde ficava a distribuidora VW para a Austria da irmã do Butzi, e foi ela quem bancou o desenvolvimento em tunel de vento na Universidade de Salzburg do LT.
    Em tempo: Ferdinand era austríaco, e grande parte da sua familia decidiu residir na Austria, para fugir de eventuais processos ligados aos crimes de guerra, e porque os impostos eram menores lá (eles eram investidores austriacos com empresas alemãs, e o leão era mais generoso com as empresas estrangeiras).

  37. vitão disse:

    SUNOCO é petrolera, produz e distribui gasolina , a da NASCAR por exemplo.
    SUNOCO = SUN OIL COMPANY .

  38. Tohmé disse:

    Luciano, a Sunoco patrocinava o 917/30 que era um porsche audi da equipe de Roger Penske.
    Papou muita coisa na Can-Am e quebrou a hegemonia das McLaren em 1972, salvo engano, com o porche audi patrocinado pela LM. Muita gente deve se lembrar, pois a matchbox fez esse carro e muuuita gente brincou com ele.

  39. vitão disse:

    Com a aquisiçào da Auto Union, acho que em 1.967, a distribuiçào dos carros AU, com o nome mudado para Audi, passou a operar em conjunto com a distribuição da Porsche na Europa e USA. A idéia era “glamurizar” , dar um upgrade mercadológico na marca, dissociando-a da VW e associando com a esportividade dos Porsche.
    Em paralelo, a Porsche negociou com a VW o “paitrocínio” do desenvolvimento do 917, com a desculpa de que a Porsche demonstraria na pista a superioridade do motor refrigerado a ar. Dizem que a VW bancou 80% do custo de engenharia e desenvolvimento dos 917, algo em torno de US$ 4 m na época, até que o 917 foi banido pelo regulamento e o suporte da VW cessou, sendo o desenvolvimento de competição baseado no 911 , mais por falta de recursos do que por decisão mercadológica e de engenharia.

  40. VELOZ-HP disse:

    Grande Vitão, matador.

  41. vitão disse:

    Putz, a história é antiga. No final da Segunda guerra o major inglês que foi a Wolfsburg assumir a fábrica da VW, foi convencido pelo filho do Ferdinand, o Butzi, a voltar produzir o fusca porque a Alemanha ia precisar de um carro barato econômico e confiável para rodar. O major peitou os superiores que queriam a demoliçào fábrica e começou a produzir carros. O Butzi negociou também um pagamento de royalties 40 Marcos por carro vendido ( daí vem a grana da Porsche, que bnacou até o desenvolvimento do 908 e 917), além de contratos de distribuição dos carros VW atra’ves de empresas atacadistas das irmãs e parentes. Portanto, até a década de 90, grande parte dos VW vendidos na Alemanha passaram pelas mãos da família Porsche, que ganhou muita grana com isto e investiu na Porsche fábrica, que era deficitária até meados da década de 60.

  42. Arnaldo disse:

    A audi, faz parte do grupo VW que abriga outras marcas como Bentley, skoda, seat, bugatti e lambo… É umaespécie de consórcio onde a VW é a marca “mae”.Hoje em dia, VW e Porsche, controen juntas os Jipes(SUV) VW Touareg e Porsche Cayene. Sao o mesmo carro. Muda a frente e traseira. O conjunto mecanico também é diferente. Até mesmo as portas sao as mesmas. Recursos para salvar dinheiro… A pouco tempo, a porsche comprou 20% das acoes da VW, e passou a ser majoritária da marca…

  43. Mateus Longo disse:

    O relacionamento Porsche-VW eh antigo. Desde que Ferndinand Porsche criou o fusca.
    Depois, muito depois disso teve a colaboraçao entre ambas na fabricaçao do (na minha opiniao) mais feio porsche de todos os tempos: o 914. Fora outras parcerias ja citadas.

  44. Lucas disse:

    É bem provável. Aliás, aquelas perua Audi Avant, eram um espetáculo de carro!

  45. Luciano Balarotti disse:

    Flavio:

    Se não em engano, o Porsche tem a marca Audi no bico porque o principal patrocinador da equipe era uma revenda das duas marcas nos EUA ou algo do gênero (Sunoco)

  46. João Valim disse:

    “CANAM SERIES 1969 – In 1969 John van Neuman, the American Porsche distributor of Porsche-Audi USA asked Zuffenhausen to build an open 917 to compete in the CANAM Series. Two weeks later a flat-12 engined 590HP 4.5 Porsche 917PA – 740 kg light – was ready on August 17, 1967. ”

    “Meanwhile the American Audi-Porsche importer, John von Neuman insisted to receive full work’s cars for his team from Zuffenhausen. He made a racing joint venture with KG Salzburg and obtained that two other factory cars could be raced – in the 3 American Rounds of FIA’s Manufacturer’s Championship for “Porsche-Audi USA”, in the other rounds for KG Salzburg Austria.” – http://www.imca-slotracing.com/Porsche917-1970.htm

  47. Flavio Chinini disse:

    Este carro, assim como McLaren-Audi, entre outros, participaram exclusivamente da Can-Am, anos 70.

  48. Pablo disse:

    Na verdade, a RS2 tem o motor 5 cilindros AUDI, derivado do motor do Quattro. Do mesmo modo que a Cosworth deu um tapa no V6 2.7 biturbo da RS4, a porsche preparou o motor, suspensão e freios do Audi S2, nascendo a RS2.
    E a colaboração Porsche-Audi é antiga, desde que Ferdinand Piech, que chegou até a presidente do grupo VW, ainda constava na folha de pagamento da Audi. A aproximação com a Porsche aconteceu porque Piech é bisneto do outro Ferdinand, de quem herdou 51% das ações Porsche.

  49. zé dirceu disse:

    a perua com motor porsche era RS2 uma versão derivada da linha 80,com motor porsche de 315 cv de potência,deu na revista quatro rodas ,salvo engano na edição de julho de 1996,tenho essa revista ,ela tem um Palio verde na capa

  50. Leandro disse:

    Está se superando hein Gomes,uma foto mais linda que a outra…Êta Porsche maravilhoso…êta indústria automobilística alemâ…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>