MENU

quarta-feira, 25 de junho de 2008 - 0:52Carros, Imprensa

NÃO É POSSÍVEL…

SÃO PAULO (mas é provável) – Recebi, e vendo o peixe como comprei, porque há anos cancelei minha assinatura de “Playboy”. Consta que foi publicada uma reportagem sobre os 60 anos da Porsche. E a foto que ilustra a abertura da matéria é de uma… Ferrari!

Será possível que ninguém na revista percebeu? Será possível que nenhum estagiário é capaz de de diferenciar um Porsche de uma Ferrari? Será que é todo mundo cego, ninguém viu o cavalinho rampante na lateral? Será que só porque está escrito “Porsche” na placa dos boxes o cara que publicou a foto não teve a menor dúvida? Será que nem o vermelho do carrão levou alguém a desconfiar de que alguma cagada estava prestes a acontecer? Será que ninguém pensou em, pelo menos, consultar alguém na “4 Rodas”?

E será que saiu assim mesmo na revista? Como disse, estou vendendo o peixe do jeitinho mesmo que comprei. Se alguém aí tem a “Playboy”, comprada “por causa daquela entrevista”, por favor confira.

Porque nós, colecionadores de VWs, estamos irritadíssimos com esse terrível equívoco. Detestamos ter nossos carros confundidos com essas variações de Fiat 147.

No mês que vem, vamos ver se a revista assume o erro. Porque essa foi demais.

 

 

90 comentários

  1. Leonardo disse:

    Olhem, me desculpem ressuscitar o assunto, porém como caí aqui de gaiato fazendo uma outra pesquisa, outros ainda podem parar aqui, não posso deixar de dar minha resposta a super defensora dos editoriais abril, Cristina Albuquerque.

    Em primeiro lugar, todos sabemos que as pessoas são passíveis de erros, porém existem proporções a serem seguidas, no caso de uma revista de nivel nacional com a playboy brasil, deve-se tomar muito cuidado para que não aconteça esse tipo de erro pífio.

    Em segundo lugar, EU pago o salário das pessoas que estão fazendo tais reportagens (e cá entre nós muito bem pago, pois os preços de tais revistas estão cada vez mais exorbitantes) então no MÍNIMO espero que me prestem um trabalho a altura.

    Se o erro foi do editor de arte pouco me importa, se não sei o trabalho que dá “fechar uma revista”, pouco me importa, independente do trabalho que tenha ao exercer minha profissão, tenho de assumir os erros por mim cometidos, então justamente por não saber o trabalho que dá “fechar uma revista” (o que indica que não tenho conhecimento na área), é que somente a compro em vez de faze-la, em vez de ficar justificando um erro que nem é seu, simplesmente assuma que pisaram na bola.

    De boas intenções o inferno está cheio, não basta ter respostas para tudo, tem que ser competente.

  2. The Sir Manfred disse:

    Engraçado eu dizer isso, mas essa italianinha ai parece um Porsche 904. Depois confiram no google imagens. Abçs.

  3. The Sir Manfred disse:

    Tem uma frase que eu gosto muito: Existem carros e existem Porsche! Os Porsches são superiores. Os carro alemães são inquestionavelmente melhores. E confundir uma Ferrari com um Porsche é obsceno.

  4. Milton Toshiba disse:

    Onde já se viu confundir um Porsche com uma Ferrari 512S.

  5. Marco disse:

    O que eu vejo é que cada vez o nível da Playboy cai mais e sendo assim não podemos tê-la como referência de nada………
    E muito boas os comentários acima!
    Parabéns à todos!

  6. Cristina Albuquerque disse:

    Sinceramente, se vc pretende escrever um livro com falhas editoriais deveria trabalhar um pouquinho q seja dentro de uma editora p/ talvez aprender alguma coisa.
    Queridos sou produtora e não conheço nenhum dos envolvidos, mas trabalho com a abril há muitos anos e seria útil vcs saberem que hoje em dia, em função da vaidade dos garotinhos que saem da faculdade de arte ou jornalismo um jornalista freela não recebe mais os textos finais, o que antigamente impedia um bocado de erros.
    Provavelmente vários de vcs não tenham a menor noção do que é fechar uma revista e por isso não sabem que existem várias pessoas no processo inclusive várias vaidosas e limitadas como tantos que escreveram algumas asneiras acima.
    Olha gente hoje em dia é muito difícil trabalhar em uma grande editora, pq tem uma molecada vaidosa e limitada, por tanto antes de massacrar o trabalho de uma pessoa pensem um pouco pq seja em qual área for vcs tbm podem errar, cuidado com a inveja e o tipo de seres humanos que vcs estão se tornando.
    O autor do texto acima, se precisar entender como funciona uma revista pode entrar em contato comigo que lhe ensinarei, e um toque quem coloca a imagem na revista normalmente é o editor de arte ok.

    RESPOSTA DO FG

    Já trabalhei na Abril. Era novinho. E já sabia distinguir uma Ferrari de um Porsche…

    • José disse:

      Pena que só li esse comentário agora. Adoraria responder na época. Uma pessoa que diz trabalhar em uma revista, na editora Abril e julga a “molecada vaidosa e limitada”, deveria no mínimo saber usar a “vírgula”. Além de parar com os “pq’s”, “vcs’s” e “tbm’s”.

  7. +Rafael+ disse:

    E mais uma coisa: equipe não oficial por não oficial, um Ford Escort MKII já foi Campeão Mundial de Rally em uma equipe não oficial em 81! Tomar pau de Escort é feio né!

  8. Eric disse:

    14 Makes and Team World Championship (1964, 1969, 1970, 1971, 1976, 1977, 1978, 1979, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1994)

    8 Long Distance World Championship

    3 IMSA Supercar-Series (1991, 1992, 1993)

    6 German Racing Championship (1977, 1979, 1982, 1983, 1984, 1985)

    20 European Hill Climbing Championship

    20 Daytona 24 Hours (1968, 1970, 1971, 1973, 1975, 1977, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1989, 1991, 1995, 2003)

    15 IMSA Supercar-Race (USA)

    16 24 Hours of Le Mans (1970, 1971, 1976, 1977, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1994, 1996, 1997, 1998)

    18 12 Hours of Sebring (1960, 1968, 1971, 1973, 1976, 1977, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 2008)

    11 Targa Florio (1956, 1959, 1960, 1963, 1964, 1966, 1967, 1968, 1969, 1970, 1973)

    4 Rallye Monte Carlo (1968, 1969, 1970, 1978)ou seja,quando quis,ganhou.

    2 Paris-Dakar Rally (1984, 1986)

    Ai na F-1,correu 3 anos e foi tricampeão(84,85 e 86)

    Sorry…

  9. Eric disse:

    Ahhh só mais uma coisa….todos os Porsches que aí correram eram de equipes não oficiais…..

  10. Eric disse:

    Tá bom Rafael…..
    só copiei uma frase do link que VOCÊ mandou e nem vou me dar o trabalho de traduzir…..

    1, the 911 was the only Porsche that was ever any use in rallying and 2, they were only really interested in the Monte Carlo and Safari, of which only at Monte Carlo they could score victories.

    Chega vai…..

  11. +Rafael+ disse:

    Eu vivo no planeta Terra.

    Se você não sabe a Porsche competiu no Mundial de Rally com o porsche 911. E o Lancia Stratos foi tri mundial, o Delta S4 foi campeão e o HF Integrale também. Então antes de vir falar que carro italiano quebra você tem que respeitar os italianos que foram campeões mundias do WRC, coisa que a Porsche nunca foi.

    Aliás o Lancia Stratos usava um V6 da Ferrari Dino.

    Mais informações sobre o Porsches de Rally:

    http://www.rallye-info.com/carmake_profile.asp?make=25

  12. Eric disse:

    +Rafael+

    Em qual planeta você viu Porsche no WRC…..ou no Gruppe B???Quando terminaram o carro em 1985,a categoria estava acabada.

    Tanto que só para não perder viagem fomos ao Dakar…..e ganhamos de 911….2 anos seguidos….eita….Paris Dakar de 911????

    É isso mesmo…..

    A propósito,na F-1 eu torço para o Massa e seu Fiat….não tem outra opção…

  13. +Rafael+ disse:

    E o que brinco tem a ver com orelha? Quantas vezes a Porsche tomou pau de Lancia no WRC. isso não tira mérito nenhum da marca.

    Se você fala o que quer escuta o que não quer. Fique feliz com o seu plástico alemão e deixem os carros vermelhos vencerem no domingo em paz.

  14. Eric disse:

    Vitão…
    Sem contar que quem inventou uma caixa de marchas com anel sincronizado foi Ferdinand Ford,Ferdinand Ferrari ou Ferdinand Porsche???

    Ao +Rafael+volte ao mundo real….estamos discutindo Porsche VS Ferrari….
    A Renault(vixe…..)já foi campea em cima da Ferrari na F-1 várias vezes….

  15. Luis F. disse:

    Brandão …

    não se deve discutir religião …
    você é xiíta radical com relação as Ferraris …

    mas eu continuo fiel ao Porsche , e claro, ao motor a ar …

    mas sem exageros pois não vivemos mais sob a lei da inquisição …

  16. Luis F. disse:

    Um pouco de cultura agora…

    A 13 de Junho de 1970 disputou-se a 38ª edição das 24 Horas de Le mans – circuito de 13.469 km. Nesta edição, apenas 7 viaturas cruzaram a linha de chegada, das 51 que iniciaram a prova, tendo sido vencedor o Porsche 917 K inscrito pela Porsche KG Salzburg, com o número 23, e conduzido pela dupla Hans Herrmann e Richard Attwood.

    A Ferrari fez alinhar, entre a sua equipa oficial e os seus clientes, onze modelos 512S, todos equipados com um bloco V12 de 5 litros. Depois de lhe termos apresentado em Maio dois desses participantes (Ferrari 512S Ecurie Francorchamps, 5º classificado e Ferrari 512S SpA Ferrari, abandono por acidente), trazemos-lhe mais cinco modelos 512S, presentes nesse ano em la Sarthe.

    Começamos pela viatura pilotada pelos norte-americanos Ronnie Bucknum e Sam Posey, com o número 11, inscrita pela NART- North American Racing Team (châssis n° 1014), e que foi o melhor representante da Ferrari tendo-se classificado no quarto lugar final. Seguem-se duas viaturas da Scuderia Filipinetti, com o número 14, Joakim Bonnier e Reine Wisell, e com o número15, Mike Parkes e Herbert Müller. Por último, dois modelos inscritos pela equipa SpA Ferrari SEFAC, com o número 5 Jacky Ickx e Peter Schetty, e com o número 7 Derek Bell e Ronnie Peterson. Nenhuma destas viaturas terminou a corrida.

    é, é uma Ferrari mesmo…

  17. MSM disse:

    A Playboy é especializada em mulher. Outros assuntos são questionáveis e duvidosos.

  18. Adriano Caron disse:

    Meu filho de 13 anos olhou a fotografia e comentou: “Isto é uma Ferrari e não um Porsche”

  19. reginaldo nat rock disse:

    É isso aí Brandão.
    Corretíssimo.
    Acrescento:
    Tem também que saber envelhecer com serenidade, desfilando sua experiência e despertando boas invejas.
    Os outros vão direto para a reciclagem.
    Com a já excelente competência germânica.
    A única excessão admitida é a tecnologia 2 T.
    Não quer dizer que não teria uma, podendo.
    Quem não quer na garagem um ‘utilitário’ que não dá oficina?

  20. vitão disse:

    é Brands, mas dá para explicar porque a Ferrari usou a patente da Porche nos anéis sicronizados da 312P?

  21. Eric disse:

    Brandão…..

    Olha….respeito sim os mais velhos,nem por isso mais sábios é porque o carro “ultilitário”que eu sou apaixonado como outros que aqui escrevem desde 1964 tem a mesma silhueta,portanto,um clássico e nunca precisou se globalizar com “design japones”.
    Não discuto que a Ferrari é uma lenda,uma paixão.
    Não discuto também que Porsche é um Porsche é um Porsche.

  22. Roberto Brandão disse:

    Eric,
    Além de mais respeito aos mais velhos e, portanto, mais sábios, você deveria reverenciar a Ferrari, por fomentar na Porsche a vontade de vencê-la.
    Como diria Vinicius de Moraes, um carro, como uma mulher, tem de ter algo além da perfeição: tem de falhar, de errar, para atingir a dimensão humana.
    Essas coisas alemãs seguem o verbete “utilitário” ao pé da letra.
    Funcionam muito bem, não falham, não quebram, tem muita tecnologia, mas são apenas autômatos, uma coisa.
    Ferrari é uma paixão, não uma coisa.
    Morra de inveja e aprenda com os mais velhos.

  23. +Rafael+ disse:

    Sucata italiana essa que bota 30 segundos no lixo alemão e japonês com o escape quebrado.

  24. Ricardo disse:

    Isto é que é literalmente trocar as bolas, também para quem já fez ensaio fotográfico com o Roberta Close espera-se tudo. Deviam arder na bancada do Inferno.

  25. pauloaidar disse:

    Depois de ver o escapamento da sucata italiana quebrar na ultima prova de F1 ainda somos obrigados a conviver com a troca de nossa identidade de sangue azul com esse veículo de quinta categoria..tenha dó de novo !!!

  26. ABresser disse:

    Hum, nao entendi o porque da ironia em relacao a prestigiosa industria autobilistica de Torino. Alguns automoveis tao amados nao tem DNA de Torino antes de nascerem no Leste ? Mas concordo com voce, bom mesmo è Ingolstadt e nao Torino.

  27. Rafael Mello disse:

    Não é possivel…

    Deve ser sacanagem…. coisa de revista que nem mulher pelada consegue mostrar… :-)

  28. Vanderlei disse:

    Vi a revista. Realmente foi essa vergonha que vocês estão dizendo. O pior é que o autor da matéria se diz um jornalista especializado no assunto e também escreve para a 4 Rodas. É lamentável. Eu sei porque leio as duas. Quer dizer, lia.

  29. Romeu disse:

    O Fernando Valeika de Barros sempre faz materias sobre moda.
    Não sei porque cismou de assinar essa matéria.
    Atualmente as revistas estão cheias de erros, principalmente as tratam de carros antigos.
    Mas a Playboy não precisava caprichar tanto no “chimpanzé”.
    No fundo no fundo, ficou legal uma foto da Ferrari para homenagear os 60 anos da Porsche…
    Poderiamos comemorar tomando umas Brahmas da Antarctica (sorry, Matheus).

  30. Antonio Jose disse:

    “É compreensível, os caras da Playboy ficam vendo mulheres gostosas o dia inteiro e depois misturam estação na cabeça”. Mas, então não deveriam falar de coisas sérias, como a comemoração dos 60 anos de Porsche, ainda mais confundindo-o com uma Ferrari 512 S. É gafe das maiores e mereceria uma retratação pública.

  31. Luiz Eduardo disse:

    Vergonha. Ignorância sem tamanho.

  32. Braulio Gerhardt disse:

    Eu vi a revista, saiu assim mesmo.
    Quando eu vi, não acreditei! A logo da Ferrari enorme na lateral do carro e me colocam que é um Porsche, putz… sem comentários…

  33. Paulo Uzêda disse:

    Flavio,

    Nunca dei tanto credito , nem para a Playboy , nem para a 4Rodas, mas essa foi de doer .

    Eu como um adorador dos veiculos alemães me sinto humilhado.

    Um Abraço

  34. Gustavo Stricagnolo disse:

    Realmente o fim da picada. Carro montado com restos de Fusca foi boa… até parece que o cara estava no Brasil.

  35. Abreu disse:

    Não é só a PlayBoy que dá esses vacilos. A Quatro Rodas que é “especializada “, dá uns foras vez ou outra. Só lembrando uma, publicaram uma foto de Niki Lauda em 1975, sob chuva, dizendo que a foto seria de 77, ano do bi-campeonato do austríaco. Dei uma lida também no livro do Lemyr Martins – Os Arquivos da F1 – E tem umas falhas bem destacadas nele. Tudo da Abril.

  36. Claudio disse:

    Li em um dos posts anteriores que o “autor” da proeza que assina a matéria é o Fernando Waleika de Barros que já foi diretor da Playboy. Vale lembrar que a primeira edição da F1 Racing lançada no Brasil e que tinha vários erros que não passariam por alguém especializado ou mesmo um aficionado bem informado, também foi feita por ele. Apenas para efeito memória.

  37. Alcioni Amorim disse:

    Por que a culpa sempre é do estagiário ?? [2]

  38. Joao disse:

    Flavio, olha só por que os caras deram essa bola fora: http://playboy.abril.com.br/blog/playblog/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>