NAS ASAS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 27 de junho de 2008 - 2:59Nas asas

NAS ASAS

RIO DE JANEIRO (já que é aqui mesmo) – Um DC4 da saudosa VASP em Santos Dumont, da série de fotos enviadas pelo Alfredo Gehre (tadinho do Dodginho…). Falando em VASP, esta semana, dando uma limpa no armário do banheiro, encontrei uma pequena nécéssaire da VASP, daquelas que davam em todos os vôos, mesmo na Ponte Aérea: escovinha de dente, pasta anti-cárie (tem hífen?) Xavier e um pente.

Não joguei fora, claro.

13 comentários

  1. Alfredo Gehre disse:

    Agora fui eu que não entendi !
    Coitadinho por que ???
    O DODGE 1800 SE ano 1975 está se preparando e tomando vitaminas para combater eventuais entrusos em pistas NACIONAIS…

    Espere….e perceberás….

    Piloto de Dodginho

  2. João LK disse:

    Viajei mentalmente à minha infância com essa da pasta Xavier… lembro até como era ruim o gosto que ela tinha!…

  3. Paulo Roberto Filomeno disse:

    Caro Cesar Costa, uma vez fiz um vôo de Brasilia a SP, serviram prato quente (2 opções!), com talheres de metal, vinhos e whisky… sabe quanto tempo faz? Foi no ano 2000! Não sei se foi a concorrência feroz que introduziu as malfadadas barrinhas ou a falta do Comandante Rolim… porque os preços continuam os mesmos.

  4. pedro arnaldo disse:

    Se esse boato do 1800 se confirmar….Flavio Gomes seja bem vindo a confraria dos adoradores das polacas e dos Polaras……..rs

  5. Claudio Ceregatti disse:

    Essa história de “coitado do Dodginho…”
    Só quero ver.
    Prepare-se para as críticas ferozes, FG.
    Não vou perdoar aqueles famosos 2 metros de pista sobrando, olhe lá….

  6. Rick Lucas disse:

    Na foto, o Douglas DC-4 prefixo PP-LEY, em 1° de maio de 1969.

    Fonte: http://www.airliners.net

  7. Cesar Costa disse:

    Não sou muito chegado a aviões, mas adoro uma velharia. Aqui em casa, por exemplo, tenho um monte de talheres e pratos da finada Panair. Outro dia mesmo estava comentando com um amigo: nos dias de hoje, com barrinhas de cereais pra lá e prá cá, fico impressionado com os talheres da Panair. Tudo pesadão e de prata, com logotipo e nome da empresa… Outros tempos, né?

    • JOAO CATARINO disse:

      TENHO UM REFRATARIO NA COR BRANCA FABRICAÇAO ALEMÃ QUE ERA UTILIZADO PARA SERVIR AS REFEIÇÕES NOS VÔOS , E ESTOU QUERENDO VENDER SE VC TIVER O INTERESSE SÕ ME CONTACTAR QUE TE ENVIO AS FOTOS.

  8. Tohmé disse:

    Não é um Samurai ???
    Cadê o Joca para desvendar esses mistérios?

  9. Marcelo Liberatori disse:

    Outro dia descobri porque estes modelos se chamavam DC-4:

    É assim, no embarque são 50 passageiros e no desembarque só DesCem 4.

    Depois veio o DC-10 tb, uma evolução e tanto!!!

    Abs …

  10. Pé de Chumbo disse:

    Será que não é um DC-6, não?

  11. ferreirovitch disse:

    Taxiando. Um dos motores já “embandeirado”. Belo avião.Voei em alguns, inclusive nos do Loide Aéreo.

  12. Fabio disse:

    So nao vao “me escovar” os dentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>