UM DIA EM NITERÓI | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 27 de junho de 2008 - 3:21DKW & cia.

UM DIA EM NITERÓI

RIO DE JANEIRO (corre, o DKW) – Depois de anos, finalmente conheci a Bat-caverna de Doctor Helius Marques, provavelmente o maior colecionador de DKWs do Brasil, certamente o maior entusiasta da marca no país. São 22 no total, e tem de tudo: Pracinha, Vemaguet, Belcar, Grande DKW-Vemag, Candango, Jipe DKW-Vemag, Puma, Junior, 1000SP, Schnellaster, Fissore, um conversível, um Valmac (série especial feita por uma revenda do Vale do Paraíba), uma coleção encantadora.

Como foi encantador ser recebido na estátua de Araribóia, na saída das Barcas, pelo conversível, para dar umas bandas pela cidade, com direito, claro, a um stop no Museu de Arte Moderna de Oscar Niemeyer.

 Na garagem, “um vago cheiro de óleo e de glória”, para usar expressão do lindo livro “Esta história” (Companhia das Letras), de Alessandro Baricco, recomendado pelo Nelson Pasini.

Fiquem com algumas fotos. Não sei que hora eu volto, porque terei um dia cheio e, à noite, sigo para Porto Alegre para ver se lá embaixo faz frio de verdade no inverno.

30 comentários

  1. marney disse:

    dr helio gostaria de saber se preçisa de mecanico de dkw? obg

  2. JAIME NORTE disse:

    Sou carioca da gema e amante dos carros antigos como eu(6.3 trbo..lento….) E como todo bom brasileiro, já tve minhas Vemaguetes e fiz minha viagens com elas e minha paixão são os Candangos.
    Se possivel alguem me manar o contato do vizinho de Niteroy para que pudesse preciar estas 22 raridades, ficaria imensamente grato.
    Um abração.

  3. Pô cara! Esteve na minha terra e nem falou nada pra gente poder fazer uma visita a Lapa e jogar uma sinuca….

  4. Apenas dando minha opinião quanto ao fato de ser ou não egoismo manter 22 DKW e teoricamente privar outras 21 pessoas de também possuirem o seu… Tenho outro ponto de vista. Não acho egoísmo. Provavelmente muitos destes DKW nem existiriam mais se não tivessem encontrado em algum lugar no passado um proprietário interessado em mantê-los (ou muitas vezes comprá-los em más condições e iniciar uma restauração).

    Quantos carros antigos ou raros já não foram perdidos porque alguém sem o menor interesse (ou conhecimento) sobre a história dos mesmos não teve os cuidados devidos em sua manutenção, ou alterou drasticamente suas características? Quantos já não foram colocados (e são ainda) pra carregar tijolos, madeira, escadas, etc? Quantos já foram parar nos desmanches porque ninguém se interessou por eles?

    Isso vale não apenas para o Sr. Hélio, mas para diversos colecionadores que dedicam seu tempo e $$$ na conservação destas preciosidades sobre rodas.

    De maneira alguma quero criar alguma polêmica, mas apenas mostrar um outro ponto de vista sobre o assunto. ;-)

  5. joao vitor disse:

    nossa!!! tão brilhando!! lindos

  6. Harry disse:

    Gomes, duas estão sem calota. Ficou a curiosidade é dificil de encontra-las? (acredito que sim). Não seria a solução forjar um molde e “fabricar umas calotas?”. Talvez isso fuja aos padroes para uma chapa preta (o que sou leigo) .
    Mas destesto carro sem calota…

  7. Romeu disse:

    Só o cheiro produzido pela garagem do Dr. Helio, ja valeria uma visita.
    Imagino como deve ser encontrar juntas, tres raridades como o Schnellaster, o 1000SP e o Valmac.
    O Flavio deve estar nas nuvens…

  8. Frederico Cesar disse:

    Legal uma cara ter 22 DKW, porém existe um lado negativo, pois vinte e uma pessoas poderiam ter uma grande satisfação de consigo um carro tão espetacular como este. É um pouco de egoísmo, você não acha?

  9. pedro arnaldo disse:

    Tem coisas lindas mesmo, mas da obra de arte dessa fábrica de sonhos só aparece a pontinha do capot… e esse verde do Fissore embora tenha mais de 40 anos é tão atual que da até pena dos designers contemporâneos…..

  10. Ubaldir jr. disse:

    Não aprendeu a por respostas ainda no blog novo não Gomes? Estou sentindo falta delas…rs
    Estranhei não ter nenhuma no post dos “racheiros”.
    Sem dúvida elas são das melhores coisas do blog. Quando se sabe levar a esportiva, é claro…rs

  11. Claudio Ceregatti disse:

    O falecido Jamelão diria:
    “Mais feliz que pinto no lixo”

  12. marcello baviera disse:

    Gomes,vc passou pela minha terra?Pena eu não ter lhe encontrado pq te levaria a conhecer uma oficina na Rodovia Amaral Peixoto,onde o dono só mexe em LADA!Fantástica essa coleção do Sr Hellius,que fica na Fagundes de Varella,prox Hospital são Paulo!Se vc tivesse avisado te levaria na casa do colecionador de motos sodré que tem mais de duzentas,todas impecáveis,com raridades como SUZUKI RE5 WANKEL!

  13. Caíque. disse:

    FG você é um tremendo MANÉ, por que não avisou a vinda, eu te levaria praver o GT Piquet e o Cabo Rust.

  14. drmarcos disse:

    Ao ver as fotos dos DKS’s voltei para minha infância, pois foi num Candango que eu fiz as maiores estripulias ao volante em 1962, em ruas de terra em Brasília. Meu pai trabalhava na Vemag na época, e eu viajei prá lá com ele nas minhas férias escolares. Ele estava orientando os proprietários de uma revenda que lá iria ser inaugurada, era um sábado de manhã e eu não tinha nada para fazer porque o local era ermo. De tanto que eu aporrinhei o “velho”, ele acabou de dando as chaves do Candango para eu dar algumas voltas por aqueles imensos quarteirões desabitados. No início não apertei muito o pedal da direita, mas aos poucos passei a aumentar a velocidade, até que acabei “rodando”. Eu tinha 09 anos de idade.

  15. fe disse:

    Nem sei dizer qual é o mais bonito…

  16. Essa coleção é, no mínimo, de dar água na boca! E o Sr. Hélio uma pessoa fora de série. Já daria pra abrir facilmente um museu temático sobre DKW.

    O único “defeito” dessa coleção é não embelezar com maior frequência as ruas daqui de Niterói. Como o dia começaria bem melhor se, ao sair do meu prédio, eu desse de cara com um DKW parado no sinal…

  17. Cranio disse:

    Boa Gomes… Legal saber que existe gente que ainda gosta dessas coisas… Pelas fotos percebemos que o cuidado é máximo!

    Queria aproveitar para lhe pedir para o pessoal do Grande Prêmio alterar o seu link na página deles. É que ainda consta o endereço antigo por lá e não vem direto para esse novo endereço aqui… O Bridgestone também…

    grande abraço!

  18. Luana Marino disse:

    Rs, muito boa Flávio. Agora, quem disse que não está fazendo frio nessa cidade? rs. Ah, paulistas…

    bjs!

  19. Demerval Caixeta Jr disse:

    Esse conversível é muito bacana!

  20. Gustavo disse:

    Se por acaso subir a Serra Gaúcha neste findi, dá um toque que te entrego o livro com a foto rara do Emerson (presente) , de todo modo, mando pelo email também. Bom passeio!

  21. Jhonny Brito disse:

    Ahhh….. Niterói…. que saudade da minha cidade querida, como era bom curtir o pôr do sol passeando pelo calçadão da praia das flexas e fazer sempre um pit stop no “disco voador”…

    Bons tempos que eu espero que voltem novamente…

  22. Rodrigo Meira RJ disse:

    Flávio,

    Vc esteve na minha terrinha e nem pra deixar um aviso aqui no Blog hein.

    Ia te mostrar o Fusca 72 do Meu Pai Marrom com Farol Amarelo mega Inteiro

    POxa, que prazer e que bom q vc gostou da terrinha.

    AEu não sou muito fã da estátua de araribóia… nem das barcasa, já que sofri durante anos nessa travessia para trabalhar no RJ.

    Mauro cézar Pereira, outro jornalista que admiro muito de meus tempos de cronista esportivo no maraca, tambem mora na terrinha (ou nasceu lá)

    Grande Abraço Gomnes

  23. Raul disse:

    Já está em Porto Alegre Flávio? Foi você quem trouxe esse calor?!?! Quase 20ºC!!!

  24. Lucas Carioli disse:

    Quero ter uma bela coleção assim de Kadetts, rsrs!

    Hey, vai vir aqui passar no Museu da Ulbra ou não? Se vier, me liga, tenho um amigo que está a 6 meses querendo ir lá também. Meu tel é (51)81135766!

    Abraço!

  25. jota disse:

    Flávio em Porto Alegre? Podem anotar, o Grêmio ganha o grenal domingo….

  26. Eric disse:

    Simplesmente divino.
    Essa garagem deve cheirar muito bem….

  27. Bruno Lopes disse:

    Bem FG, eu imagino como você ficou feliz!!! Poar ter encontrado “tamanho tesouro” em forma de DKWs!

    Belissimos!!

  28. ferreirovitch disse:

    Bom dia Gomes,
    Moro no Rio e desconhecia a “mina de DKWs” em Niteroi.
    Aguardo uma foto do Fissore.Desde já agradeço

  29. Ike Nodari disse:

    Após ver estas belezuras com certeza terei um sono tranqüilo e com bons sonhos. Uma Deca conversível, achei demais. Para mim, e sei que tem mais bloqueiros como eu, seria como estar andando nas nuvens o fato de poder desfrutar de alguns momentos junto a estas maravilhas. Parabéns ao Dr. Hélio, pessoa muito inteligente e de uma simplicidade, que tive a oportunidade de conhecer e ouvir suas histórias. Abraços

  30. disse:

    Maluco mór! Eu vi isso o ano passado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>