MENU

domingo, 10 de agosto de 2008 - 3:01Pequim 2008

ENQUANTO ISSO, NA OSSÉTIA…

PEQUIM (choveu, mas nem molhou) – Começou uma nova guerra, que se não for estancada rapidamente, pode se transformar no maior conflito europeu desde a guerra civil na Bósnia, entre 1992 e 1995, que deixou mais de 200 mil mortos na antiga Iugoslávia.

Na sexta-feira, tropas da Geórgia ocuparam a Ossétia do Sul, uma região que faz fronteira com a Rússia e que em 1992, logo depois da dissolução da URSS, deu um pé nela, a Geórgia. Isso porque seus 70 mil habitantes são de outra etnia, muito mais próximos aos russos, têm o rublo como moeda, usam passaportes russos e falam uma língua semelhante ao persa. Em resumo, querem que os georgianos vão à merda.

Mas, legalmente, a Ossétia do Sul pertence à Geórgia. É um pedaço de terra no Cáucaso de quatro mil quilômetros quadrados que fica a 100 km de Tblisi, a capital georgiana. Sua independência nunca foi reconhecida por país algum, nem pelos russos. A Ossétia não é um país. É uma região que goza de alguma autonomia e que, se pudesse, seria anexada pela Rússia e se juntaria à Ossétia do Norte, já incorporada pelo país.

Aí a Geórgia resolveu retomar o controle sobre a Ossétia do Sul e a Rússia reagiu. Com a delicadeza de sempre. Mandou aviões e tanques e os primeiros relatos dão conta de quase dois mil mortos, já. Em dois dias. Mas ainda não são relatos muito confiáveis.

O presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili, declarou estado de guerra contra a Rússia, chegou a pedir para os atletas georgianos abandonarem os Jogos Olímpicos (depois voltou atrás)  e agora conta com o apoio dos EUA para expulsar os invasores. Apoio diplomático, claro. Os EUA têm interesse na região, que é estrategicamente importante, e são aliados de Saakashvili.

Os ossétios não querem ficar sob a tutela da Geórgia, se acham russos, têm cidadania russa. A Rússia, por sua vez, não tem direito algum a esse território. Não pretende anexá-lo, nem tomá-lo à força, mas está reagindo ao que considera um ataque a cidadãos de seu país — que vivem em outro. Sim, é confuso. Toda essa região do planeta é muito confusa, todos têm razão, e ninguém tem.

E quando é assim, se resolve tudo na bomba.

Enquanto isso, por aqui, o Michael Phelps vai começando sua caminhada para se tornar o maior atleta olímpico de todos os tempos. E nessas horas eu fico sempre me perguntando: e daí?

19 comentários

  1. Alvaro disse:

    Os Georgiano não são nenhuns santinhos, e esse presidente deles é o capeta tb, tem tudo que é porcaria nessa Georgia, até perseguição religiosa ainda existe por la

  2. sergio disse:

    Esse enrosco me lembra do filme “O Rato que Ruge” com o Peter Selers. Eu acho que o nome do filme é esse, mas essa guerra não tem nada de comédia. A capacidade militar da Georgia é semelhante
    ao do “país” que declarou guerra ao EUA para depois ser anexado e ,
    então se dar bem. Digo mais uma vez, o filme nada tem a ver com a realidade, que acaba sendo cruel com as vitimas de sempre:
    crianças e idosos.

  3. alceu disse:

    e daí?
    e daí que o mundo é um grande teatro, onde alguns se apresentam, alguns assistem e muitos e na sua maioria batem palmas, só isso.

  4. Ricardo-ABTOBA3 disse:

    Um detalhe talvez tenha passado em branco em meio a toda essa loucura, Os Nivas “gentilmente” enviados pelos russos em meio aos land rovers do exército da Georgia….

  5. Calvin disse:

    ….quantas vidas serão ceifadas por questões mal resolvidas pelo “poderosos”, que declaram a guerra mas dela não participam….colocam humanos em combate, como peças descartáveis, peões em um jogo de xadrez…….Pq não aproveitar o momento e pedir a “esse poderosos” que tomem como exemplo os jogos olimpicos, a união dos povos, assim como em qualquer esporte…o tempo da barbárie e da força ja acabou…
    um grande abraço aos amigos que compartilham esse momento

  6. Rodrigo Moraes disse:

    Já dizia meu amigo Sting: “eu nunca vi uma solução militar”.

  7. Ronald disse:

    Para todos os pais, feliz dia dos pais.olha, já foram 3 dias de olimpíadas, e eu, já estou com saudades…das notícias de corridas, F1, etc……

  8. André Luiz disse:

    Lamentável todo esse conflito . Apenas para amenizar : é muito comum ver durante as reportagens da zona de guerra em telejornais um Lada passando na rua ,qdo vi isso ontem me lembrei do blog imediatamente .

  9. Tony disse:

    Eu tenho visitado varias vezes os dois paises. Isso tudo nao passa de um arrombo daquele lacaio dos EUA (Saakashvili) que estava com a popularidade em baixa e procurando um pretexto para “unir” o pais. Os lacos entre os povos russo e georgiano sao fortes, mas sempre tem que ter politicos para baguncar. Eu fico e’ com pena dos milhoes de georgianos que ganham o seu pao na Russia (porque na Georgia nao teriam o que comer) e agora vao sentir de novo o peso da reacao do povo russo, como ja aconteceu uns meses atras. E enquanto isso, os EUA interessados nas suas bases militares na Georgia ficam afagando o presidentinho de araque que e’ um belo modelo de democracia para a regiao.

  10. Peixe disse:

    Exatamente…
    E daí?
    Essa olimpíada realizda na China já é uma coisa absurda. E agora essa guerra…
    Olimpíadas são, na teoria, eventos incríveis! Imaginem só, o mundo todo unido, disputando apenas para ver quem é mais forte, mais rápido ou vai mais longe!
    Uma pena que seja realizada pelos humanos.

  11. Ademir disse:

    “Em resumo, querem que os georgianos vão à merda.”

    Foi a melhor definição que encontrei sobre isso tudo até agora

  12. Ricardo Botto disse:

    E daí se for para falar só do número de medalhas. O que eu acho mais interessante são as hist´rias de dedicação desde o medalhista até o mais humilde atleta.

  13. Regi Nat Rock disse:

    Olha Flávio. Ainda não chegamos ao ponto de resolver diferenças apenas pela conversa. Veja vc que, por aqui, nosso ilustrado MInistro da Justiça (da Justiça !!) prega descaradamente uma caça as bruxas contra gente que exagerou (e muito) na repressão na terra brasilis. e lá se vão 30 anos de uma Lei de anistia que contemplou os DOIS lados, mas não tem jeito. Há coisas que devem ser arquivadas, não esquecidas para que a harmonia impere por aqui, o que não é fácil de se conseguir. Ao invés de ter uma postura equilibrada, sai com essa.
    Bonito fizeram as meninas da Russia e da Georgia que se abraçaram, não no pódio (o que é proibido) mas na sequência. E irônicamente são atletas de tiro!!! palmas pra elas. Com quase nada, deram show!

    Off post. Ontem foi uma farra no templo, grid não muito grande mas superando em muito todas as outras categorias. O RR registrou um festival de rodadas. E o coral ao bandeirinha foi cômico, capitaneado por esse maluco beleza do Dú que abriu a guarda e mostrou que era o aniversário dele, com direito a musiquinha tradicional no bar da Emilia.
    Abração.

  14. Tiago S. disse:

    Pois é me fez lembrar o post sobre Mark Spitz.

  15. Carmem disse:

    Desculpas, pessoal!
    Ainda sonolenta por ter passado a madrugada vendo Olimpíadas, confundi a tenista sérvia Ivanovic com a russa Yelena Isinbayeva, esta, sim do salto com vara.
    E daí que me confundi, né?
    Abraços a todos e um feliz dia dos pais!!!!

  16. vivi disse:

    é o espírito olímpico sendo difundido pelo mundo né?

    uma tristeza isso que está acontecendo. E o pior é pensar que por mais repulsa que as guerras causam, elas sempre estarão por aí.

  17. Helio disse:

    Eu tb me pergunto sempre. Sim e daí? E daí que o cara é muito rico, muito bonito, muito pobre, muito atleta, et coetera, et coetera, et coetera. Para onde vamos todos? Para onde vamos, vamos poder levar dinheiro e fama? Ouvi um atleta todo contente, explicando que os patrocinadores acreditaram nele e então ele não pode decepcioná-los. Coitado, ele não é um atleta, é uma máquina de vender coisas. Resumindo: tudo vaidade. Enfim, cést la vie.

  18. Carmem disse:

    E Putin foi pessoalmente à uma localidade que pertence à Rússia, próxima à região do conflito, e declarou que “a guerra está só começando”.

    E Anna Ivanovic (não sei se escreve assim) acabou de anunciar que desistiu de competir no salto com vara, por causa de uma contusão na mão.

    Realmente, FG, fica a pergunta: e daí?

  19. Wagner Scaglione disse:

    Aqui neste fórum tem algumas fotos dos brinquedinhos usados nesta guerra estupida.

    http://www.alide.com.br/wforum/viewtopic.php?f=15&t=1502&start=0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>