LADALAND CHINESA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 18 de agosto de 2008 - 6:06Ladaland, Pequim 2008

LADALAND CHINESA

PEQUIM (só podia) – Já que é para tribupiar nossa pátria varonil, mais um pódio que, sozinho, representa mais do que a delegação brasileira conseguiu em Pequim até agora (mas vai conseguir mais, tem o vôlei de praia, o vôlei de quadra, a vela, o hipismo, os “futebóis” e o atletismo ainda com chances; não se desesperem).

As três russas encaçaparam o resto do mundo no tênis: ouro para Elena Dementieva, prata para Dinara Safina e bronze para Vera Zvonareva.

Eufórico, perguntei a um jornalista russo que por acaso foi meu vizinho de mesa ontem o que elas tinham em comum e ele me respondeu que todas começaram cedo, tomavam muito iogurte na infância e seus pais andavam de Lada, o que me fez compreender imediatamente o sucesso do trio.

Aliás, continuo fazendo minha contagem particular e a URSS, se ainda existisse, estaria liderando o quadro pelo critério americano, de total de medalhas, com 77 — 16 de ouro, 25 de prata e 36 de bronze. Pelo método de classificação mais popular, o ouro mandando, os soviéticos estariam em terceiro até agora. Falando nisso, a briga EUA x China está boa no total, 65 x 61 para os americanos, mas os chineses estão goleando, ou “medalhando”, nos ouros: 35 x 19. Já foram distribuídas 536 medalhas nestes Jogos, sendo 170 de ouro, 171 de prata e 195 de bronze. Uma curiosidade: os medalhados dos 50 m livre na natação receberam medalhas erradas no pódio, as reservadas ao feminino. Depois trocaram. Foi o Cesar Cielo que contou.

5 comentários

  1. Luciano Falkowski disse:

    Poxa GOmes… Até você indo por esse ‘critério americano’??????

    Esse critério só vale quando eles estão atrás. Só existe um critério de medalhas, e é o do COI. É a separação pelo número de medalhas de ouro.

    E a China está dando um banho.

  2. Gustavo Lucena disse:

    Isso sim é uma prova cabal de superação.

    Enquanto Michael Phelps teve todo o paparico tecnológico financeiro e logístico ao seu dispor (além de é claro ter um físico privilegiado e uma determinação metódica de fazer inveja a Ayrton Senna), essas meninas tiveram que enfrentar as dificuldades de empurrar um Lada quando seus pais a levavam pra treinar.

    Ou seja, apesar do Lada, o trio de tenistas russas chegaram lá.

  3. Marcelim disse:

    É, e você se esqueceu da delicadeza dos russos com seus filhos, né FG?

    Notórios por pressionar seus filhos, fico imaginando os russos colocando as Marias Pekenovas nos Ladas e determinando:
    “-Dê a partida, quero ver esse carro pegar na primeira tentativa!”

    Se os brasileiros fizessem isso com suas crianças, jamais veríamos amareladas monumentais como estamos vendo…

  4. Belair disse:

    É …. é bom pra forma física. Papai ao volante do Lada e mamã e filho(a)s empurrando. Dá nisso . Viram as pernas das meninas ?

  5. Eric disse:

    Elas devem ser as Little Miss Sunshine da Rússia.

    A americana empurrava a Kombi….e elas….já viram né….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>