BELGICANAS (10) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 7 de setembro de 2008 - 11:30F-1

BELGICANAS (10)

SÃO PAULO (e como!) – Precisa ser macho para trocar pneu na penúltima volta. Alonso e Heidfeld fizeram isso. Voltaram feito foguetes com intermediários e foram passando todo mundo. O prêmio? Heidfeld, que passou a corrida toda empacado atrás de Vettel, da Toro Rosso, subiu ao pódio em uma volta. Alonso, que fez uma boa corrida andando um bom tempo em quarto, arriscou para beliscar um pódio e quase deu certo. Caiu para oitavo e terminou em quarto, mesmo, mas ao menos tentou algo.

Tristeza para os meninos da Toro, especialmente Bourdais. O francês fez sua melhor corrida no ano. Terminaria em terceiro, com o abandono de Kimi. Andou em quarto um bom tempo, segurou sem dificuldade Kubica e quem mais tentasse chegar perto. No fim, por causa da chuva, acabou em sétimo, atrás até de Vettel, o quinto colocado.

Mas que não se desespere, o simpático Bourdais. Em Spa, ele mostrou à Toro Rosso que pode ser um piloto de F-1 e que merece uma chance de continuar no ano que vem.

12 comentários

  1. MSM disse:

    Bourdais foi o outro nome da corrida, pena que como o Kimi, a chuva tenha estragado a corrida dele. Ficou encaixotado na largada, mas conseguiu sair ileso e fez a melhor corrida dele na F1, sempre rápido não parecia aquele piloto que cometeu erros em vários GPs deste ano, estava em 3º até a metade da última volta, mas foi surpreendido por Heidfeld e Alonso, que numa jogada de mestre trocaram os pneus no apagar das luzes e conseguiram passar todos como se não tivesse ninguém na frente (a imagem de dentro do carro do Heidfeld passando todos foi impressionante). E o Alonso ainda conseguiu passar o Vettel por meio carro, na linha de chegada. Mesmo assim os 2 pilotos da Toro foram muito bem e o BOurdais, assim como o Kimi, merecia mais sorte.

  2. JP, Ross Braun mandou a troca de pneus das duas Hondas há algumas corridasatrás por causa da chuva, lembra-se?

    Jobson, disse tudo: Raikkönen e Bordais foram os nomes da corrida.

    JP, de novo: Hamilton foi muito esperto ao passar Raikkönen. Ele sabia que a Ferrari estava mais lenta e, quando perdeu a tangente, deixou passar “ma non troppo”. Raikkönen passou em primeiro na linha de chegada mas antes da curva estava atrás.

  3. …mas Bordais é protagonista da filosofia esportiva da Toro Rosso, o que eu acho muito bacana.

    A Ferrari e McLaren que se cuidem: a Toro Rosso vem aí.

  4. Jobson disse:

    Raikkonen e Bourdais foram os “caras” do GP da Bélgica. O francês veio para ficar. Na chuva virou loteria, uma pena!!!!!

  5. Rogério Magalhães disse:

    Para mim, o mais sacaneado pela chuva no final depois do Kimi, the Cachaça Man, foi o Bourdais… belo final de semana do francês, corrida bem feita… uma pena mesmo…

  6. vivi disse:

    bourdais foi bem demais e merecia acabar na frente do vettel. não deu, ok. mas que foi muito bem,foi. e merece continuar no que vem. pelo menos eu acho rs

    já alonso e heidefeld…se a corrida tivesse mais uma volta eles ganhariam a corrida rs

    arriscaram e se deram bem. mas ainda preferiria que tivesse invertido a ordem e o alonso tivesse no pódio,claro

  7. JP disse:

    Caros amigos,
    Três perguntas que fiquei me fazendo para serem respondidas/comentadas:
    1) Por que a Ferrari não levou Massa para o box para colocar pneus intermediários na última volta? O segundo lugar já havia caído no colo mesmo, já estavam no lucro… Por que não arriscar? Aliás, não era mais arriscado continuar com pnues lisos naquelas condições do que arriscar ir ao box e garantir a sobrevivência?
    Pareceu-me uma besteira danada de Ron Dennis não levar Hamilton para os boxes naquelas condições, besteira essa seguida pela Ferrari. Parece que os dirigentes ficam assistindo à corrida, literalmente, assim como nós no sofá ou na cama. E lembrar de Ross Brawn na Ferrari…
    2) Por que Trulli não foi punido ao voltar na frente de todo mundo depois da rodada, quase ocasionando um estrago danado no bolo intermediário? Será porque na mesma volta (se não me engano…) Hamilton rodou e voltou na frente de todo mundo, Massa e Alonso? Ambos não deveriam esperar o melhor momento para voltar, sem levar riscos aos adversários? Será que Trulli não foi punido para não ser Hamilton punido também?
    3) Bastante esperta a manobra de Hamilton para ultrapassar o Raikkonen! Se foi “legal” ou não, não sei. Mas que foi legal, isso foi. Raikkonen e a Ferrari esperavam o quê? Que ele ficasse 10 segundos atrás?
    Se o Flávio Gomes puder responder, será legal também!
    Abraços!

  8. Edison Guerra disse:

    Excelente desempenho do francesinho,que vindo da escola européia,deu show nos Estados Unidos.
    Quanto ao Massa,como sempre,uma estranha apatia no pódio quando não vence,Se perde a posição na largada,não mostra nenhuma combatividade.Deveria ir para cima do Hamilton,pressionar para levá-lo a um possível êrro, e manter-se por perto.Ganhou um segundo lugar de graça e poderia estar feliz,pois ficou em posição destacada na tabela,e certamente receberá todo o apoio do time para ir em busca do título.

  9. Edson Naga disse:

    Flavio, estou aguardando a sua opinião e do Mauro no proximo LIMITE, sobre a manobra por baixo do pano do Lewis sobre o Kimi.

    Deveriam punir o ingles com perda de 25 segundos por fazer aquela palhaçada na chicane.

    Flw.

  10. Edson Naga disse:

    Concordo plenamente com as suas palavras.

    Passou no vestibular da F1, o francês.

    Flw.

  11. Alan disse:

    Flavio, você se enganou. O Alonso foi quem esteve em quarto o tempo todo (ganhou duas posições na largada). Ele apareceu em oitavo na última volta porque ele fez um terceiro pit stop para colocar pneus intermediários.Ele iria ficar em terceiro se não tivesse parado… A tv não mostrou os pits, por isso não sei como o Heidfeld conseguiu ultrapassá-lo. Creio que o alemão fez a parada antes do Alonso. Mais um pódio que o Alonso perdeu.

  12. marcos vinicius disse:

    Gomes, com relação ao raikonnen, acho que a rodada e posterior batida dele não foi nem por causa dos pneus diretamente, mas sim porque na tentativa de dar o troco em Hamilton ele tocou o bico na traseira da McLaren, o que provavelmente destabilizou totalmente a dianteira da Ferrari. Com o ‘bico torto’, pneu desgastado de pista seca correndo em asfalto molhado, deu no que deu, perdeu o controle numa pequena reta, atravessou a pista e beijou o muro.
    De qq forma a Ferrari hoje só tem Felipe pra poder sonhar com o bi, e Kimi vai ter que se contentar em ser o Sancho Pança de Dom Felipe Quixote.
    abcs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>