BIRD, CRISPIM, MARINHO | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sábado, 8 de novembro de 2008 - 2:15DKW & cia.

BIRD, CRISPIM, MARINHO

CAXAMBU (só filé) – Uma das coisas legais do Blue Cloud é que desde a segunda edição a gente sempre traz para o encontro gente que escreveu a história da Vemag. Anísio Campos, Marinho, Jorge Lettry, Bird Clemente, Ari Rocha, Kiko Malzoni, Bob Sharp, Norman Casari, Toni Bianco, Jan Balder, Miguel Crispim (se esqueci alguém, mil perdões!) são alguns dos que já vieram, para dividir suas experiências e histórias em palestras, apresentações e workshops.

Neste ano, juntamos os quatro do título deste post, e foi a primeira vez que Doutor Crispim veio. Uma alegria enorme para todos. Crispim era o mecânico-chefe do Departamento de Competições da Vemag. Um gênio. Para mim, mais que um irmão. Infelizmente perdemos Lettry neste ano, e por isso faremos hoje, sábado, uma homenagem a ele. Vai ser bacana e merecido.

Agora à noite montamos uma mesa enorme numa pizzaria aqui perto. O tempo melhorou, a chuva parou e depois de uma breve apresentação sobre a história das quatro argolas da Audi, uma delas da DKW, saímos para a tal da pizza.

Rapaz… Vocês não sabem o que é dividir uma mesa com o Bird, o Marinho e o Crispim (o Jan teve de ir a Pouso Alto para ajudar numa matéria que jornalistas alemães estão fazendo sobre a Vemag e sobre o Malzoni). Ouvir as histórias do automobilismo brasileiros dos anos 60 da boca deles é de chorar.

Chorar de rir. Porque o Bird é um moleque de cabelos brancos, um dos caras mais divertidos que já conheci. Felizmente passou tudo para o papel e no dia 17 lança seu livro — fiquem tranquilos que na semana que vem dou todos os detalhes. E o Marinho, o “Caipira”, maior piloto de DKW que já passou pelo planeta Terra, é encantador e engraçadíssimo. É incrível olhar para esses caras e lembrar o que já fizeram ao volante de um automóvel. E o Crispim? “Mereço ir para o céu sem escalas, só de ter aguentado o Bird, o Marinho e o Jorge. Na mesma vida!”, diz. Eu acrescentaria: aguentar DKW, também!

Grande turma, grande encontro. Adoro ver gente feliz, e o Blue Cloud deixa todo mundo contente, os velhos pilotos são (justamente) paparicados, pedimos autógrafos, tiramos fotos, prestamos a devida reverência a esses caras que escreveram os capítulos mais belos do automobilismo nacional.

Lá no Parque, hoje, chegaram mais alguns Passats (conheci o nosso assíduo André Passatowski, com um 4M de ajoelhar), mais Pumas, mais DKWs, e hoje deveremos atingir a marca de quase 100 carros, o que é muito bom, ainda mais com o tempo instável como anda por estas bandas.

Montei uma pequena galeria com seis fotos. A primeira, de quatro Malzonis reunidos, algo que, possivelmente, nunca aconteceu desde o Paleolítico (os alemães ficaram doidos). O vermelho é do Zavataro, uma restauração primorosa, o de corrida é do Carlos André (estamos convencidos que é o das Mil Milhas de 1966, todos os indícios apontam nesse sentido), o amarelo é do impagável Bóris Feldman e o azul é do Rodrigo Theise, de Canela. A segunda é da carreteira do Fernando Jaeger, do Rio Grande do Sul, que desembarcou da carreta fazendo um barulhão danado e trazendo várias soluções tecnológicas que Jaeger, o “Faísca”, pretende colocar na pista em breve. A terceira é das bundinhas mais charmosas do mundo.

Mais abaixo, Marinho e Crispim com o “troféu-pistão” entregue pelo vemagueiro Augusto Sanchez. O 1957 azulzinho é do Rene Witzke e, para mim, o DKW mais espetacular do Brasil (embora seja um carro alemão; mas não há nada parecido nem aqui, nem na China). E o verde é o Puma 4R, lembram? Pois é, apareceu por aqui e descobrimos que foram feitos cinco, e não quatro deste grande clássico nacional cuja história deixo para os blogueiros mais velhos contarem.

Amanhã prometo imagens de Passats e Pumas. Mas o portal Autoclassic já está com uma baita cobertura no ar, com centenas de fotos da incansável Teresa Gago, uma simpatia e uma máquina de trabalhar. Visite, porque são imagens lindíssimas de carros inesquecíveis.

Hora de dormir. Vou acordar cedo, hoje. Bem cedo.

25 comentários

  1. Brenno Silveira disse:

    Nunca vou esquecer quando, nos 500 Km de Interlagos ( ou em qualquer outra prova), naquela pista maravilhosa, eu caminhava até a 3 e ver de pertinho as dekas fazerem a curva com o motor cheinho, cantando alto, pé em baixo, saindo de frente e caminhando para a tomada da ferradura…
    Bons tempos.

  2. Renato Gualda disse:

    O Blue Cloud 2008 foi sensacional. Pude participar com meu Passat e tive a oportunidade de ver uma parte da história do automóvel no Brasil. Fiquei fascinado pelos Malzonis. Simplesmente maravilhosos !!!!!
    Abraços.

  3. Conde disse:

    Jackie :
    Vc ia se esbaldar em meio a tantas beldades .
    Vemaguete , Belcar , Pracinha e de vez em quando uma fumacinha azul e um cheiro de 2 Tempos no ar .
    Um abraço

  4. Eric disse:

    Jackie…..

    Adorei o Jacatraca…….hehehehhehee

  5. jose carlos disse:

    ontemm jantei com matos e jorge em sete lagoas
    sao duas figuras fantasticas que nao entendem somente de dkw
    grandes amigos que ao passarem por sete lagoas nao deixam de nos procurar
    sucesso ao blue clouds 2008
    e esperamos o 2009 com ansiedade
    jc sete lagoas

  6. Jackie disse:

    FG, então vc estava no Paraiso !!!
    Sentiu falta do (O(###)O) #96 ???
    Juro que não consigo compreender !!!
    Será que alguem poderia explicar ???
    Como pode alguém em sã consciência trocar um DKW lindinho de morrer por uma JACATRACA de Lada….ARGH !!!

  7. Conde disse:

    Meninos eu vi ! Os Malzoni são lindos demais . Parece que saíram ontem da fábrica . O vermelho dá vontade de pegar no colo e sair correndo :) . A Sonderklasse ( é isso ? ) do Sr. Rene é de babar . O Puma 4R foi o 1º que vi “ao vivo” e lembrei pq me apaixonei por ele naquela época , Ainda tive o privilégio de assistir a palestra do Bird & Cia , graças a gentileza do FG que me convidou . Os Passats não decepcionaram . Todos de primeira. Não encontrei o André , mas conheci o Boris Feldman , que sou fã ( tem um programa no SBT aqui de Minas ) . Tarde de Sábado impecável essa que eu tive . Obrigado .

  8. haha, eu já vi o JK do Commendatore lá parado, também. Sempre fiquei pra te perguntar, mas esqueço.

  9. Luiz Fernando disse:

    Um belo evento para menter viva a história dos DKW no Brasil!
    Confesso que não conheço quase nada sobre essas raridades….com o Blue Cloud acontecendo na minha cidade, procurei ler sobre esses carros.
    Parabens!!!

  10. Carlos Sanchez disse:

    Opa Senhore Gomes, como estas?

    Nossa tb vi hoje, o glorioso #96 no mesmo lava-rápido na Av. Abraão de Moraes, ao lado do Carrefour!! Muito legal!

    Eu já tinha visto uns DKWs lá e já até tinha pensado em tirar umas fotos para lhe enviar, mas não desconfiava que havia essa ligação entre vocês!

    Parabéns pela iniciativa da exposição, o carrinho em “carne e osso” é mto legal mesmo!

    Tirei até umas fotos com meu podre celular. Confiram:

    http://picasaweb.google.com/rbocalini/96#

    Abraço!! T+

  11. Romeu disse:

    Imagino o quanto deve estar divertida essa edição do Blue Cloud.
    Com todos esses personagens cheios de histórias e com muita coisa para contar.
    Ouvir histórias contadas pelo Bird, não tem preço.
    Alem das preciosidades que estarão desfilando, entre DKWs, Passats, Pumas, etc.
    Esse DKW do Rene, realmente é o mais lindo do Brasil (ou do mundo?) acabou de ser restaurado com uma riqueza de detalhes e um finíssimo bom gosto, alem do tradicional conhecimento e competencia dos irmãos Witzke.
    Quanto ao GT 4R, a aparição de um 5º carro, é uma (grata) surpresa.
    Tres unidades (Bronze, Verde e Azul) foram sorteadas pela Editora Abril.
    Um 4º carro foi posteriormente adquirido depois de muita insistencia por uma misteriosa senhora.
    Possivelmente é o carro branco encontrado há pouco tempo em Salvador, todo desfigurado.
    Fico aguardando os detalhes sobre esse 5º carro, Flavio.

  12. riva disse:

    Pô, se inveja matasse…

    Aliás, FG, outro dia deparei-me com um certo #96 num lava-rápido na Av. Abraão de Moraes, ao lado do Carrefour… era noite, o estabelecimento estava fechado, mas o garoto estava lá com outros irmãos da raça. Era o próprio ou apenas um sósia?

  13. Ike Nodari disse:

    Mais um blue cloud e eu aqui na praça dando milho aos pombos.
    O negócio é ficar babando nas fotos. E por falar em fotos, só as seis primeiras já dão uma pitadinha de tudo de bom que deve estar acontecendo aí. As bundinhas são demais, mas a carretera nº 5 está demais. Gostaria de vê-la deslizando pelas pistas. Manda mais fotos para nós, pobres mortais. Abraços

  14. Pedro Jungbluth disse:

    FFotos do Passat Surf!!!

  15. Estou interessando em saber sobre o no. 5 dos GT 4R. Sempre soube que 4 tinham sido feitos, um foi perdido ao longo do tempo; um tinha sido abtido, se não me engano; o outro foi na mão de um colecionador, e o outro ficou com a Puma, que foi pra um outro colecionador.

  16. dado andrade disse:

    FG.Vou te dar uma contrariadasinha.O Marinho nao foi o maior piloto de DKW do Planeta isolado. O Bird era melhor que ele em Autodromos e o Marinho era o Senhor das Pistas de Rua.Eh a minha opiniao.

  17. Sergio Texeira disse:

    Acho que faltou colocar o Jan no título, já que disse que eram os quatro do título.
    O que o sono não faz com a gente…. rsss….
    Abraços.

  18. Cristiano, o ruivo disse:

    GT 4 R verde? Não eram todos cobre? Ou é verde por ser o 5º?
    Pelo que já ouvi foram 3 sorteados pela revista, um tinha ficado na Puma e depois foi vendido, e ao que sei eram todos da mesma cor.
    E é verde original, já que tem placa preta. Conta a história desse daí…

  19. Júlio disse:

    Droga de TCC…

    …moro em Varginha, perto até, mas a faculdade me consome aqui nesse mês de Novembro. =/

  20. Carmem disse:

    Bela festa!!!!
    Carros de encher o olhos. Meu pai ficou babando as fotos do portal da Autoclassic.
    Abraços!!!!

  21. Diego - Floripa/SC disse:

    Estou loucamente apaixonado pelo Malzoni vermelho e pelo Puma 4R.

    E esse livro promete! ( e merece muito mais publicidade do que torturas em mães e essas coisas)

    Abraço!

  22. jovino disse:

    Tô vendo gente conhecida aí de Brasília, que é o Mattos e o Jorge. Ano que vém vou dar um jeito de ir a este Blue Cloud, botar o pé na estrada e quem sabe, levar o meu Puma.
    Jovino

  23. Tohmé disse:

    Cacete, queria estar por aí….Clica bastante.

  24. Fowler T. Braga Filho disse:

    E o Smith não apareceu ? Depois que aposentou do voltante virou agricultor de soja, e morou por um tempo na Consolação.
    Faz mó cara que não encontro ele …

  25. disse:

    Pergunta pro Bird a parada da refrigeração e lubrificação para evitar o travamento. E já emite as duplicatas pro Manager dai mesmo ahhaahah.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>