2010? | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009 - 11:08Indústria automobilística

2010?

SÃO PAULO (tira o tubo) – E atenção, senhoras e senhores! Nosso lambe-lambe predileto, Rodrigo Ruiz, avisa que a Fiat acaba de lançar o Palio… 2010!!!! Cacilda, estamos no dia 9 de janeiro de 2009 e já dá para comprar um carro 2010? Segundo a marca, o novo modelo tem uma frente diferente, faróis com dupla parábola (que cazzo é isso?) e não sei mais o quê.

Se a Fiat queria adicionar parábolas aos faróis, por que já não o fez no ano passado? E quem comprou um 2009 em dezembro? Faz o quê com o carro?

Posso estar enganado, mas antigamente os modelos do ano seguinte eram lançados lá para setembro, outubro. E traziam mudanças reais, visíveis, a expectativa pelas novas linhas, sei lá, do Opala ou do Corcel era grande. Tanto que, também antigamente, se usava muito dizer ano tal, modelo tal, na hora de vender um carrinho. Algo que ficou tão arraigado no Brasil que nos documentos de veículos, até hoje, tem um campo para o ano de fabricação e outro para o modelo. Meu Laika, por exemplo, é 1993, modelo 1994…

Agora me diga uma coisa: se você comprar um Palio seminovo daqui a um mês e o vendedor te disser que ele é 2010, você não vai achar meio esquisito? A quem as fábricas querem enganar?

Olha, ou estou ficando chato, ou o mundo está sendo infestado por retardados, mesmo.

67 comentários

  1. Harvel disse:

    O x da questão é que é mais facil enganar o povo colocando
    frente de plastico a cada ano do que colocarem freios ABS e
    air bags. Enquanto isto alguem esta faturando. Os governadores que o digam. Sim quase ia me esquecendo. Os donos de funerarias tão faturando muito e rindoa toa.

  2. luiz disse:

    o palio continua a mesma bosta de sempre com poco espaço na mala no interior é um carro fraco, resumindo, é uma porcaria, todos os derivados do palio tmb, principalmente o siena, com aquela tampa da mala nao entra nada, um carro bom mesmo é o mondeo 95, com muito espaço interno com um porta malas muito grande( verdade), e a tampa da mala é grande entra quelquer coisa, e o melhor é mais barato!

  3. Marco Túlio disse:

    Concordo com você Flávio.

    Acho uma palhaçada, duvido que alguém consiga explicar todas as frentes dos diferentes anos-modelo de palio, siena, weekend e strada, ainda mais considerando-se os anos em que duas versões foram vendidas simultaneamente…

    Prefiro a estratégia da GM com o Classic, quem tem não precisa se preocupar o modelo zero se mantém praticamente igual por anos e anos. É uma proposta bem mais honesta ao menos.

    Marco

  4. Cacthos disse:

    Dica de mecânico da FIAT: quem comprou Palio modelo “antes-desse-mais-novo” (sei lá qual é o ano!), basta comprar a frente do modelo mais novo (farois, parachoque, etc). Os encaixes e parafusos são nas mesmas posições do modelo anterior (ano 200… sei não!).
    Ou seja, se você quer uma panca feia na traseira de alguém, aproveita para dar um “upgrade” no modelo do seu Palio “com a frente um modelo antes dessa ulitma da foto”.
    Fui!

  5. Luiz 2 disse:

    Flávio, vc não está ficando mais chato…
    é uma verdadeira idiotice fazer o que a FIAT fez. Mas como já dito antes não é novidade pois a maioria das montadoras faz. E não adianta dizer que não houve modificação pois, apesar de idiota esta mudança foi feita baseada nas reclamações dos compradores que viam a frente do siena mais bonita do que a do palio e, tendo o resto da família igual ao siena, não teria cabimento manter o palio diferente. No resto, muda o módulo de injeção disponibilizando mais dez cavalos de potência na versão 1.0 passando a contar com 75cv com gas e 76cv com álcool.
    No mais o palio é um carro que comparado aos concorrentes oferece mais pelo mesmo preço. Ou alguém aqui vai dizer que o Gol é ótimo, equipado e moderno? Pra mim é o mesmo desde 1980 com poucas mudanças, uma na mudança para o motor a álcool em 82 e outra agora com o motor transversal, de resto é o mesmo. Fiesta ídem.

    Abraço.

  6. Renato Campestrini disse:

    Ledo engano, em 2006/2007, a Honda fez a mesma coisa com o Fit.

    Diz a lenda que não existe Fit 2006/2006, mas sim 2005/2006 ou 2006/2007.

    Acho isso um absurdo!

    O cidadão compra um carro com dinheiro suado, e em poucos dias os caras vem com modelos com alterações “significativas” e lá se vai uma desvalorização em cima do seu novo carro velho.

    Abraço,

    RC*

  7. GUILHERME Sto André disse:

    Pois é, FG, chato você já é, não está ficando, mas não é um defeito, afinal ter personalidade é louvável entre tantas ovelhas repetidoras.

    Chato aos ouvidos de quem sempre concorda, de quem está satisfeito, de quem não quer que nada mude.

    Aos demais, sobra o senso crítico e a firmeza de posição, com argumentos para defedê-la, coisa rara ao passar do pente fino.

    Mas, vislumbrando o que o ser humano está fazendo do mundo, guerras, poluição, fraquezas de caráter… com certeza a população de idiotas, se não mais populosa, ao menos nunca foi tão atuante!

    Abraço FG

  8. Marcelo Ribeiro disse:

    Na realidade parte dessa discussão não leva a nada. Que me desculpem os colegas que sugeriram estabelecer limites, até mesmo uma legislação a respeito. O que tem que acabar, simplesmente, é essa idiotice de ano/modelo. Importa o ano de fabricação e ponto. Devia-se ter apenas essa informação no documento. O resto é marketing. Até mesmo por que essa história acaba por, na teoria, impossibilitar que um carro mude de modelo mais de uma vez ao longo de um ano. Se a montadora quiser mudar o modelo duas ou mais vezes no mesmo exercício, problema dela e de seus clientes. Também obriga a mudar-se um carro desnecessariamente, apenas para ter-se um “novo” modelo. Por exemplo temos o Mondeo, do ano 1997 ao ano 2000, que não mudou nada, mesmo assim não tivemos o Mondeo 00/97, ou o focus 08/06, uma vez que o fabricado em 2008 é, na verdade, modelo 2006.

  9. Nascar disse:

    A fiat está na dela, azar de quem comprou o carro na sexta feira, aposto que amanhã já vai ter gente comprando o novo modelo, e assim vai continuar até os trouxas pararem de ficar mudando de carro só por que mudou a cor do emblema, esse tal palio 2010 aposto que usa o mesmo chassi desde 2003 ou seja na real o mesmo carro de 6 anos atrás.

  10. Leandro Mariano disse:

    segunda opção

  11. Luiz disse:

    Pois é Flávio, Antigamente era pior… Mudavam as “supercalotas” da VW e o grafismo dos emblemas traseiros (para itálico) (vide gol 1993).

    Agora em julho chega o modelo 2011 com nova graxa de suspensão….

  12. MSM disse:

    Esse negócio de modelo fabricado em ano tal mas sendo atualizado para o ano seguinte é uma palhaçada, o que vale é o ano em que o carro foi produzido.
    Quanto a este modelo do Palio, a Fiat logo que lançou o modelo antigo do Palio e depois o Siena com a frente diferente (mais bonita) se arrempedeu, mas como já tinha uma monte nos pátios, resolveram desovar o estoque e agora estão corrigindo a burrice. Pena de quem foi enganado.

  13. Marcos Micheletti disse:

    É que os modelos 2009 já esgotaram de tanta procura que tiveram. Por isso, resolveram lançar o 2010 logo…

  14. Heitor disse:

    Também acho ridículo uma grande montadora usar de tal artimanha de marketing. Pelo visto muitas empresas aprenderam que sempre tem alguém comprando algo só para dizer que tem, melhor ou mais novo que o dos outros.Mas esta intençao de ludibriar o consumidor acontece o tempo todo, só fica mais evidente e gera polêmica, quando se trata de um bem de maior valor. Outro dia entrei num super mercado de uma grande rede, e tinha no corredor central uma gôndola com um cartaz informando a promoção de um determinado sabonete ao preço de R$ 1,15, e mais adiante no corredor de produtos de higiene pessoal o mesmo sabonete esta sendo oferecido ao preço de R$ 0,95. Palhaçada.
    PS.: Teu Laika / Fiat 128 deixou de ser fabricado em 1983 na Itália.

  15. Cabra disse:

    Isso é coisa da jumentada do marketing, a maior praga econômica do mundo moderno.

  16. Luciano disse:

    Também sou do tempo que anos e modelos de carros acompanhavam o ano corrente. O que é o mais lógico diga-se de passagem.
    Apenas deixo uma pergunta no ar: “Cadê o Procon???”
    Nestas horas de brigar com gente grande, Procon e o dito “Ministério Público” nunca aparecem.
    Digo mais ainda, se fabricantes de cigarro têm (…acabou esse acento né??…) de colocar mensagem nos maços avisando do perigo, e cervejarias idem sobre o consumo responsável do álcool por que fabricantes de motos só fazem propaganda incentivando correr de moto alucinadamente e curtir o vento na cara?? Não seria o mesmo caso de avisar pra molecada que compra sua primeira Titan penduranda nas parcelas das financeiras sobre andar devagar?
    Quem nunca levou uma fechada de moto que levante sua mão!!
    P.S.: tenho moto e sou motociclista responsável; só ando devagar antes que me acusem de ser retrógrado.

  17. Tadeu disse:

    Do jeito que tá, lá prá maio sai o modelo 2011…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>