MENU

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 - 17:45Indústria automobilística

NOSSO HUMMER

SÃO PAULO (pela paz) – O Thiago Pereira viu no site da Car Magazine que a Agrale vendeu 18 unidades do Marruá militar para o Exército equatoriano. É um jipão e tanto. Alguém aqui tem um desses? Eu adoro o nome…

41 comentários

  1. time disse:

    Não foi bem assim dos militares ter comprado, a agrale cedeu o veiculo modelo Marruá, por um período para que ele fosse testado pelas Forças Armadas durante um tempo para ver como ele ( o Marruá) se sairia, nos exercícios reais e caso o resultado fosse positivo ele seria oferecido para fazer parte do quadro das Viaturas Militares. Fiz parte no período de testes do veiculo e só nos deu incertezas, foram varias os problemas mecânicos, como por exemplo o diferencial cair na hora em que o veiculo fazia uma curva, colisões em terreno incline, se o militar motorista estivesse em marcha com o pé na embreagem e acelerar mesmo com o pé até o final da embreagem o Marruá dar um salto para frente com se estivesse saindo de primeira marcha, como também o caso do veiculo se encendia, devido um protetor que ele possui próximo ao local de abastecimento, que tinha a função de isolar eu acho alguma coisa, mais ao abastecer ele ensopava de diesel, porque no Mato (em exercicío) não se tem cuidados nesse aspecto pois não ha frentistas e sim militares que tem de correr contra o tempo para evitar disperdi-cios de dias e de horas, tudo é cronometrado desda hora que chega ate a hora que sai, as viaturas são abastecidas com galões de qualquer jeito ai ate quem abastece toma um banho de diesel, e quando isso acontecia de ensopar o tal do protetor era só andar um pouco no terreno que via um Marruá desses ardendo em chamas. Bom considerações finais: O Marruá, não estava pronta para ingressar
    nas fileiras das forças Armadas, mais como isso aqui é Brasil e as opiniões Técnicas não valem nada e sim as opiniões de interesse é om que conta. Ai está agora a Viatura Marruá nas Forças Armadas.

  2. Joaquim disse:

    Olha!
    Andei num Land Rover militar não gostei é muita bateção de lata e isso que ele era novo. Tive a oportunidade de antar também num Marruá gostei é um Jeep pequeno por fora e bem distribuido por dentro ele proporciona um espaço bem confortável é uma suspenção dura mas é gostoso de andar. PARABÉNS AGRALE.

  3. Dener disse:

    vou ter que discordar, o nosso hummer é o Troller.

  4. Fábio disse:

    Não é séria por ter descontinuado a produção das motos, não duvido da qualidades das Cagiva, eu também gostava dessas motos..

  5. Jack Daniels disse:

    Não podemos esquecer do valente e bom Javali com o seu motor de trator agrícola 3 cilindros a diesel.

    Era feito pela extinta CBT Cia. Brasileira de Tratores, se não me engano, de São Carlos – SP

  6. Jack Daniels disse:

    Como a Agrale não é séria ???? Não é séria porquê ?????

    As motos eram Cagiva feitas no Brasil sob licença dos italianos.

    Quem teve uma sabe do que estou falando. A minha Elefant 30.0 deixou saudades………

  7. Fabio disse:

    Não acho a agrele séria. Vejam as motos…

  8. Théo do Palavrão disse:

    Bonito jipe, mas AI DE NÓS… ou deles… numa guerra…

  9. Belair disse:

    Ô Dú,QUAL das histórias? Podíamos deixar pro pai do Marruá aí.
    OLAN !!!Você está por aqui??Apareça OLAN.

  10. victor freire disse:

    bom jipe. tem cara de ser resistente, e usa mecânica “off-the-shelf”. não tem comparação com o hummer muito provavelmente pela proposta de ambos ser diferente, já que normalmente os hummers de exército são considerados blindados leves e resistem até a tiros de ponto 50. acho que a idéia do agrale é ser bb, bom e barato. bonito? larga de ser fresco, rapaz! quer beleza, compra um hyundai!

  11. luciclaudio disse:

    Dois pontos no lugar de vírgula.

  12. luciclaudio disse:

    Só um adendo, O que caiu no barranco (fórum4x4) não deu pt não. Só danos pequenos. O Bicho é um trator.

  13. Galliez disse:

    Gomes,
    Este pessoal do 4×4 deu uma andada no marrua militar e disse o que achou já tem um tempo tempo.
    ABraços,

    http://samuraitatu.googlepages.com/tranqueiras04.html

  14. roger v. disse:

    Deveriam fazer um com motor 2.5/2.3 moderno e 4 cilindros.
    Baixaria o preço e venderia mais…
    -será que eles querem isto?

    Até hoje fico pensando porque eles sairam da área das motos (tive uma, e de acordo com a época …era bem legal)!

  15. disse:

    Belair, já por horas falamos disso, mas o legal hj. é que o rastreamento é via satélite, e não pela linha de óleo dos Perkins Q20B.
    Falando nisso, vc. deve a nós uma história, que o FG poderia bem colocar na coluna Retrovisor, pois “bota corrida naquilo”!

  16. dcoelho disse:

    Ele é na verdade o antigo Engesa. A Agrale comprou os projetos, fez as devidas adaptações, colocou o motor 2.8 MWM dos seus caminhões e um câmbio com a 1ª marcha reduzida (parece que a relação de marcha é algo em torno de 7:1). Pro dia-a-dia, tem que arrancar com o carro em 2ª marcha.

  17. João Garays disse:

    Era legal quando a Agrela corria no Pick-up Racing. Coisa mais linda. Grande abraço.

  18. Renatov disse:

    O Marruá é sim comercializado, como utilitário, para “civis”.

    http://www.agralemarrua.com.br/sitePortugues/oMarruaUtilitario.asp

  19. Luciano disse:

    Não tem nada a ver com o post, mas na falta de um lugar melhor vai aqui mesmo.

    Acho que todo mundo já sabe que air bag vai ser obrigatório no Brasil.

    http://odia.terra.com.br/auto/htm/camara_aprova_airbag_obrigatorio_no_brasil_231087.asp

    Só que me perguntei outro dia o que será do Uno e da Kombi? Sobrevivem? Vai ter Kombi e Uno com air bag?

  20. Luciano disse:

    “painéis de carroceria em chapa de aço galvanizada de 1,2 mm”

  21. Luciano disse:

    Mais fácil achar rodando nas ruas CJ3, CJ5 ou um Bernardão. Bem mais em conta.

  22. Antonio José disse:

    Se é da Agrale é produto de respeito. Bom para nós que infelizmente não temos outros jipes de verdade fabricados aqui, embora pareça que este é destinado prioritariamente para fins militares.
    Se eu não estiver enganado o Marruá é o antigo Engesa, cujos direitos foram adquiridos pela Agrale. Deve estar melhor ainda.

  23. Luciano disse:

    a matéria do bob sharp no best cars sobre o jipe é de dezembro de 2004. deve ser a época em que foi homologado pelo exército e lançado pela Agrale. Vejam que o preço já era R$ 75.000,00.

  24. Arlei Suzukeiro disse:

    bom…………..para quem nãos abe, o Marrua é uma releitura, melhor dizendo uma atualização do famoso jipe Engesa do final dos anos 80 (este sim, um grande jipe desenvolvido por uma grande empresa nacional que conhecia bem o segmento militar).

    O Marrua ficou bom sim, com algumas atualizações em relação ao Engesa original, principalmente no powertrain que agora é a diesel, MWM, substituindo a velha e boa mecanica GM Opala 4.1.

    A propósito, tem Marrua versão civil sim ! Muito caro, e até onde já li em alguns fóruns especializados em 4×4, com alguns problemas de acabamento imcompatíveis com o valor pedido pelo jipão.

  25. Luciano disse:

    vende pra pessoa física sim. sem os equipamentos militares. é caro pra caramba. mais de 100.000,00.

    http://www.agralemarrua.com.br/sitePortugues/oMarruaUtilitarioDet.asp?id=11&strModelo=am50

    é uma evolução do antigo engesa. parece que o projeto do engesa foi comprado pela agrale e desenvolvido como marruá.

    http://www2.uol.com.br/bestcars/testes2/marrua-1.htm

  26. Sérgio Hingel disse:

    Segundo as notícias, a GM vai vender a fábrica do Hummer para os chineses.

  27. Luiz Marcelo disse:

    É de chorar de chorar a comparação do Marruá ao Hummer. Um RPG passando a dois metros do carro, derrete toda a fantasia de plástico do jipinho. Talvez sirva para caça e pesca mas não para equipar algum exército.

  28. Thiago Schauenberg Pereira disse:

    Ah, vejam no site da Agrale todos os modelos.

    http://www.agrale.com.br

    O site é bem fácil de navegar, vale a pena dar uma conferida.

  29. Thiago Schauenberg Pereira disse:

    Junto com o Gurgel Carajás, é outro jipe que eu gostaria de ter.

  30. Tiger disse:

    o marrua q corria no pick up racing era soh bolha, mecanica s10 v6

    ele eh vendido a civis tambem, a preco de 100 mil reais mais ou menos… ae ninguem compra. tem uns caras no forum 4×4 brasil q tem, um deles ateh caiu numa ribanceira e deu pt

  31. Pé de Chumbo disse:

    Marruá… parece até que ficaria melhor MARRUDO…, cheio de marra!

    Tem cara de marrudo, mesmo…

  32. Tohmé disse:

    Salvo engano, essa merda é um velho engesa um pouco modificado.

  33. Sou pela paz. Qual pescador, como eu, não gostaria de ter um jipão desses? Mas, vendemos para os visinhos….será que a guerra é melhor que o lazer?

  34. Belair disse:

    Para quem não sabe,é um Engesa,25 anos depois,esse alongado,e claro,melhorado(?).
    E Dú, para este está FALTANDO marketing.O produto tem excelente DNA.Conheço os pais.Confiram…

  35. Jipe bom , más não chega aos pés dos velhoos jipes da Engesa , fábrica que ficava aqui em SJCampos, .

  36. ALEX B. disse:

    Êta jipe porreta! Será que é caro? Marruá marrento!

  37. Alex disse:

    O Exército Brasileiro também vem adquirindo o Marruá, pelo menos para a atividade militar ele é bem melhor que os JPX e as Land 90/110 que o Ex´´ercito vem utilizando nos ultimos anos

  38. disse:

    O Franco deve ter.
    Tive a Honra de conviver e trabalhar na Agrale.
    Me desculpem, Gurgel, foi aprendiz perto do Tio Xico!
    O Cara que criou a Fras-Le.
    Francisco Stedile.
    O Maior Homem de Visão Mercadológica que conheci na Vida.

  39. Danilo Gaidarji disse:

    Os Stédile andavam com um desses, transformado em picape, no Brasileiro de Pick Up Racing até 2007, antes de a categoria fazer parte do evento da Vicar.
    Carro bom! Ganhou corrida!

  40. jol disse:

    motor e o mesmo 2.8t da s10,mas ele não esta a venda para nós civis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>