ZANDVOORT, 1959 | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 - 18:13DKW & cia.

ZANDVOORT, 1959

SÃO PAULO (ganhei o dia) – É uma verdadeira preciosidade este vídeo que o Umberto com U encontrou na net. Trata-se do International DKW Trophy realizado em Zandvoort, na Holanda, em 1959. São centenas de DKWs reunidos no histórico autódromo, e algumas dezenas deles participam de uma corrida com um público absolutamente fantástico nas arquibancadas. E são todos carros de rua.

O filme é de ótima qualidade, em preto & branco, e não tem som, infelizmente. Não consegui “embedar” (“embedar”?) o vídeo aqui, por isso é preciso clicar no link acima. Mas dá para baixar o arquivo inteiro, se você quiser.

Nós, amantes dos dois tempos, agradecemos.

8 comentários

  1. JBCarneiro disse:

    A palavra em ingles vem do verbo “to embed” que siginifica embutir.
    Embeded significa embutido. O termo usado em informática é “inserir”, pode ser também “anexar”. Simplesmente “incluir” ou até mesmo “embutir” que tem o melhor sentido, embora não seja muito usado.

    Há outro que vem do ingles “to share” que siginifica compartilhar e muita gente da área de Informatica fala “sharear” (engraçado, parece que tem a ver com cheirar). O equivalente em portugues é simples: “compartilhar”, mais todas as conjugações do verbo, e “compartilhamento”.

    Não sou especialista no assunto, mas minha profissão é da área de Tecnologia da Informação e acho engraçado o pessoal do setor de TI usar estes termos, pois o próprio Windows traduzido para o portugues, que é o que usamos, tem todos os termos equivalentes no nosso idioma. Alguns são adaptados ou mantidos em ingles.

    Em ingles há o verbo “to put” que siginifica por, colocar. Será que poderiamos dizer “vou putar o cabo de rede no conector?”. “Eu putei o mouse perto do teclado?”. “Puta o dvd no gravador?”

    Espero ter ajudado.

  2. Rafael Costa. disse:

    Não entendo… você tira o chapeu para um monte de Deutsch Krank Wagen andando e diz que Track Day é perigoso?

    RESPOSTA DO FG:

    Aquilo foi em 1959. E na Holanda. Há enormes diferenças entre 1959 e 2009, e entre o Brasil e a Holanda.

  3. Milton disse:

    FG, e os Deka Conversíveis, q coisa linda…

    Agora, imagina Sr. Miguel Crispin num lugar desses, sucesso que ele não faria…

  4. Gabriel 3 Cilindros disse:

    Sensacional!!

  5. André, o Amaral disse:

    “acamar”? acolher? aninhar? acolar? Tinham que achar uma palavra em português pra isso hehehe

  6. Ney disse:

    Sensacional! Os amantes dos 2T agradecem, penhorados, a primazia de ver tantos decas arrepiando..Valeu mesmo, Flávio.

  7. V Maghetti disse:

    QUE DOIDEIRA!!! Sensacional!!! Nunca vi tanto DKW junto!!! E a corrida, com eles fazendo as curvas de lado?

    Mas depois fiquei pensando que, tendo sido feito este filme em 1959, quantos destes valentes carinhos ainda estão inteiros hoje? Meu consolo é que, tendo visitado a Holanda duas vezes, em ambas as visitas me chamou a atenção a quantidade de carros antigos rodando nas ruas, em uso normal. Quem sabe muitos dos DKWs deste filme ainda não estão rodando hoje? Espero que sim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>