ZANDVOORT, 1959 | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 - 18:13DKW & cia.

ZANDVOORT, 1959

SÃO PAULO (ganhei o dia) – É uma verdadeira preciosidade este vídeo que o Umberto com U encontrou na net. Trata-se do International DKW Trophy realizado em Zandvoort, na Holanda, em 1959. São centenas de DKWs reunidos no histórico autódromo, e algumas dezenas deles participam de uma corrida com um público absolutamente fantástico nas arquibancadas. E são todos carros de rua.

O filme é de ótima qualidade, em preto & branco, e não tem som, infelizmente. Não consegui “embedar” (“embedar”?) o vídeo aqui, por isso é preciso clicar no link acima. Mas dá para baixar o arquivo inteiro, se você quiser.

Nós, amantes dos dois tempos, agradecemos.

8 comentários

  1. JBCarneiro disse:

    A palavra em ingles vem do verbo “to embed” que siginifica embutir.
    Embeded significa embutido. O termo usado em informática é “inserir”, pode ser também “anexar”. Simplesmente “incluir” ou até mesmo “embutir” que tem o melhor sentido, embora não seja muito usado.

    Há outro que vem do ingles “to share” que siginifica compartilhar e muita gente da área de Informatica fala “sharear” (engraçado, parece que tem a ver com cheirar). O equivalente em portugues é simples: “compartilhar”, mais todas as conjugações do verbo, e “compartilhamento”.

    Não sou especialista no assunto, mas minha profissão é da área de Tecnologia da Informação e acho engraçado o pessoal do setor de TI usar estes termos, pois o próprio Windows traduzido para o portugues, que é o que usamos, tem todos os termos equivalentes no nosso idioma. Alguns são adaptados ou mantidos em ingles.

    Em ingles há o verbo “to put” que siginifica por, colocar. Será que poderiamos dizer “vou putar o cabo de rede no conector?”. “Eu putei o mouse perto do teclado?”. “Puta o dvd no gravador?”

    Espero ter ajudado.

  2. Rafael Costa. disse:

    Não entendo… você tira o chapeu para um monte de Deutsch Krank Wagen andando e diz que Track Day é perigoso?

    RESPOSTA DO FG:

    Aquilo foi em 1959. E na Holanda. Há enormes diferenças entre 1959 e 2009, e entre o Brasil e a Holanda.

  3. Milton disse:

    FG, e os Deka Conversíveis, q coisa linda…

    Agora, imagina Sr. Miguel Crispin num lugar desses, sucesso que ele não faria…

  4. Gabriel 3 Cilindros disse:

    Sensacional!!

  5. André, o Amaral disse:

    “acamar”? acolher? aninhar? acolar? Tinham que achar uma palavra em português pra isso hehehe

  6. Ney disse:

    Sensacional! Os amantes dos 2T agradecem, penhorados, a primazia de ver tantos decas arrepiando..Valeu mesmo, Flávio.

  7. V Maghetti disse:

    QUE DOIDEIRA!!! Sensacional!!! Nunca vi tanto DKW junto!!! E a corrida, com eles fazendo as curvas de lado?

    Mas depois fiquei pensando que, tendo sido feito este filme em 1959, quantos destes valentes carinhos ainda estão inteiros hoje? Meu consolo é que, tendo visitado a Holanda duas vezes, em ambas as visitas me chamou a atenção a quantidade de carros antigos rodando nas ruas, em uso normal. Quem sabe muitos dos DKWs deste filme ainda não estão rodando hoje? Espero que sim!

Deixe uma resposta para Milton Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>