NAS ASAS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 10 de março de 2009 - 14:15Nas asas

NAS ASAS

SÃO PAULO (voando) – Fazia tempo que não aparecia um aviãozinho aqui, não? Bem, vamos matar as saudades do Scandia da VASP, foto da coleção que me enviou o Alfredo Gehre. Falando nele, que tal colocar o Dodginho de volta na pista?

22 comentários

  1. edson ordonhes disse:

    Estudei na area de motores da Vasp por 4 anos na escola senai- vasp na epoca da construçao da av W, Luis e Ruben Berta ao lado do aeroporto de Congonhas , para termos treinamento junto ao Senai Vasp fomos obrigados a levar uma aeronave Saab Scandia do aeroporto ate a escola saindo com esta aeronave desmontada pela ala oficial pegarmos a W.luis em construção no barro e tracionado pelo trator AZUL VASP somente para( tracionamentode aeronaves) atraves dos buracos existentes em uma sexta feira aonde o processo começou cedo e terminou 23 h. no no patio da escola.Predio da escola em construção ainda no segundo andar ao lado da aerea de radio, aonde se chamava escolinha vasp.Essas aeronaves Vasp atuavam com motor estrela Prat Witney 18 cilindros em tres estagios frontal (redutor de veloc de helice com dois Magnetos de ignicão acoplados) estagio central( com duas bielas pincipais+16 bielas secundarias distribuidas e balanceadas para o giro) estagio final com a distribuição de engrenagens. Sua alimentação de conbustivel era efetuada atraves do seu coletor e a mistura efetuada ataves de um turbo alimentador que distribuia a gasolina com maior pessão aos cilindros frontais e traseiros refrigerados com uma capa de aço direcionando o ar e com a saida deste junto a parte traseira e lateral da capa de aluminio que envolvia o motor apos a caixa de engrenagens no seu bloco final.Sua alimentação de comb, se dava por aspiração do motor e entre as camisa de frente e a traseira no eixo central havia um turbo alimentador que aumentava a pressão interna na camisa do pistão e com uma refrigeração aplicada na decolagem pelo tripulante na combustão atraves de sua( mistura rica) .Esta refrigeração ao ser aplicada na condiçaõ acima M.R. passo de helice mInimo e alto giro do motor na decolagem aumentava sua potencia por mais de 25% .. Este motor a cada 340 h de uso tinha que passar por uma vistoria e troca do cilindro (9) aonde se formava uma crosta de oleo queimado atraves da decantação do lubrificante com o motor parado. Esta camisa ao ser retirado dava um banho de oleo preto ao mecanico que fazia esta operação que nos chamavos o batismo da VASP aos alunos da escola . Quanto a um avião ja em desuso pela cia aerea nos alunos o montamos com todos os instrumentos,hidraulica ,celula ,eletrica yapeçaria tudo o que se aplicava ao mesmo e brincavamos em sua manutenção ali no patio, e ai foi .Gostavamos mesmo de manutenção e participar dos voos de chequagem efetuados pela revisões totais feitas no hangar 1 aonde era feita toda a manutenção da Vasp desde sua trocas de longarinas, funilaria, pintura ,motor etudo que se diz em reforma.Com a nossa participação,o simpels fato de uma troca de motor por horas em uso dava o direito ao voo 2/1m -voo / 4-2m
    voo e ficavamos nesta espera no patio da cia na W Luis . apos o texte em terra no local . o Eng da manutenção nos liberava 4/5 passagens que eram emitidas pela cia no balcao de vendas no aeroporto. emitida a passagem iamos ao voo com todo o avião ja abastecido e lastreado(peso em sacos de areia) para o texte,era emocionante porque tinhamos na maioria da vezes decolar com um unico motor ou com dois se fosse um quadrimotor. Como se procedia :vistoria total d tripulação e ao ser autorizada a decolagem taxiado e pista se segure// passo minimo /giro mtr. soltar freio e ao decolar recolhido o trem de pouso corte em um motor bandeira de helice e aplicação da refrigeração aonde voce sentia um frio na barriga ao ser aplicada a refrigeração pelo torque dado ao motor,e ai vai a pergunta (sera que não deixei algum parafuso solto) e assim vai ,ficavamos sobrevoando o litoral, areas na epoca de mata atlantica, jundiai ,campinas, santos etc este era o voo de chequagem efetuado na epoca não tenho ideia como ´´é hoje . Relato tambem aqui uma ocasião ao efetuar este voo em um DC-4 Loid ja com a pintura Vasp participei da revista ao Exercito Brasileiro em uma visita do então presidente H.A.C.B.
    Em sua visita a São Paulo na ala Nacional pois estavamos decolando ja com dois motores Cortados e Embandeirados da aeronave .digo uma coisa estavamos bem baixo ainda no processode recolhimento do trem ,sentado eu na banco esquerdo e janela da aeronave. .Lendo depoimentos acima corrijo, Araçaiguama não e um Saab- Scandia Sueco e sim um Viscont 701 Ingles que hoje esta como cinema da garotada da cidade condenado na epoca por rachaduras (fadiga de material). O procedimento na Vasp/Varig e ai vai Aeronave sucateada era desmanchada no Patio e vendida a preço de Alumunio era o que dava a entender ,assim foram os Skandia/ Viscont/ Super Costelattion Varig que ficou anos no patio interno.
    Vejam Hoje a Luftansa recuperando um Look Super Constelaciom H na Europa para voos EUA / UE para 35 passageiros em voos de alto gabarito e com toda a mordomia ser efetuada ate com cama . Foi uma pena na epoca.

  2. edson ordonhes disse:

    estudei na area de motores da vasp por 4 anos na escola senai vasp na epoca da construçao da av w, luis e ruben berta ao lado do aeroporto de congonhas , para termos treinamento junto ao senai vasp fomos obrigados a levar uma aeronave saab scandia do aeroporto ate a escola saindo com esta aeronave desmontada pela ala oficial pegarmos a w.luis em construção no barro e trcionada pelo trator do aeroporto somente para( tracionamentode aeromaves) atraves dos buracos existentes em uma sexta feira aonde o processo começou as cedo e terminou aprocimadamente as 23 h no no patio da escola em em sua segundo andar em construçãoao lado da aerea de radio a ende se chamava escolinha vasp.essas aeronaves atuavam com motor estrela prat witney 18 cilindros em tres estagios frontal (redutor de veloc de Helice com dois Magnetos de ignicão acoplados) estagio central( com duas bielas pincipais+16 bielas secundarias distribuidas balanceadas no giro) estagio final com a distribuição de engrenagens. sua alientação de conbustivel era efetuada atraves do seu alimentador e a mistura efetuada ataves de um turbo alimentador que distribuia a gasolina com maior pessão aos cilindros em estrela com um sistema de refrigeraçao interna na combustão atraves de sua mistura que ao ser aplicada pelo tripulante na decolagem aumentava sua potencia por mais de 25% somente com esta aplicação desta refrigeração . este motor a cada 340 h de uso tinha que passar por uma refisão da troca do cilindro (9) aonde se formava uma crosta de oleo queimado atraves da decantação do lubrificante e ao ser retirado dava um banho de oleo preto ao mecanico que fasia esta operação que nos chamavos o batismo da VAsp aos alunos da escola , quantoa ao avião ja em desuso pela cia aerea montamos o mesmo no patio e bricavamos na sua manutenção ma s sem este batismo o aluno não era formado. lendo aluns comentarios acima corrijo que a aeronave que se encontra em araçaiguam não e um saab- scandia sueco e sim um Viscont 701 ingles que hoje esta como cinema da garotada da cidade condenado na epoca por rachaduras (fadiga de material) em sua longarinas principais e que utilisava a turbina dart da rolls roice ( turbio helice) com 4 paz de tracionamento quaseidentica aos motres utilisados na linha Dat heral da cia Sadia que veio a virar Trans Brasil , o que era gostoso a no´s alunos na epoca era participar do voo de cheque (texte da aeronave apos sua manutenção porqu colocavols lastro total de areia
    na aeronave ) e tiravamos a passagem da cia para efeito de identificação o piloto/ co piloto chefe da manutenção e no maximo 4 alunos que tinham trabalhado na aeronave abastecia /proced de pista/ tanque cheio/ pista motor com a mistura rica e soltar freio , a aeronave ao titar o trem de pouso do chão ao atingir uma altura superior a 50 m um motor era cortado com bandeira ma helice sendo obrigado a subir com um motor só amigos ai vem a pergunta( sera que fizemos a manutenção certa) para cada aeronave que participavamos tres eram sorteados e mais um por escolha entre nos, o meu ultimo voo foi com im dc4 ja caracterisado Vasp do antigo Loid aereo brasileiro com a decolagen no sentido jabaquara moema com dois motores cortados centrais tendo o presidente da republica sr HACB pasando em revista a tropa militar na area oficial a aeronave somenter estava com os dois motores de ponta funconando amigos porque aeron com 4 subia com 2 e bimotor subia com1 acreditem mas esta e a realidade procurem o mecanico Branco(JARINU) Antonio (moreno) e Sidnei Maia que veio a ser chefedo setor de Instumentos Vasp ano de (1966)

  3. PEDRO INÁCIO ARAÚJO DA SILVEIRA LEITE disse:

    Que saudade daquela epoca, se a gente pudesse voltar no tempo, viver em um Rio, um Rio de verdadeiro Esplendor e PAZ.

  4. renitlo ricardo disse:

    não posso deixar de resaltar que pra mim foi uma experiência muito marcante, e tenho saudades de cada posso e decolagem, saudades dos amigos que fiz por estes anos que por tantos caminhos percorri, hoteis visitados, praias maravilhosas que eu tive o prazer de caminhar ao por do sol, enfim eu amei cada momento, o pão de alho de bh, o camarão de fortaleza, foi de + que nem posso me conter de tanta felicidade, mais uma coisa eu posso dizer, que saudade.

  5. Luis disse:

    Bom, por causa do que o Valter Prieto falou, desconfiei que o avião talvez não fosse tão desconhecido assim, aí através de uma pesquisa no Google descobri que nem na cidade o avião está mais: foi parar em Araçariguama, onde estava sendo reformado para se tornar um cinema. E mais: que o prefeito da cidade dizia ser o avião um DC-3 da Varig que já tinha sido o avião presidencial reserva. A história está neste site: http://www.pioneirosdoar.com.br/cxpreta/cxpreta51/cxpreta51.htm

  6. Valter Prieto (900 Turbo) disse:

    Ao que se saiba, o exemplar que está no semi-abandonado-tentando-ressucitar Museu de Bebedouro é o único Saab Scandia que sobrou no mundo.
    Se existe mais um em Piracicaba, a comunidade aeronáutica precisa saber.

  7. victor freire disse:

    bom avião… operava em pistas mais curtas do que contemporâneos como os convairs 240 e os martin 4-0-4.

  8. Fernando Duarte Gago - Santos/SP disse:

    Para o Paulo Vinicius que perguntou a data…

    VASP Saab 90A Scandia
    Rio de Janeiro – Santos Dumont (SDU / SBRJ)
    Brazil, March 1962

    fonte : http://www.airliners.net/search/photo.search?regsearch=PP-SQC&distinct_entry=true

  9. Fernando Duarte Gago - Santos/SP disse:

    FG,

    Você me fez lembrar que tenho uma placa de um avião SE 210 prefixo PP-PDV da Panair do Brasil. Essa placa um dos meus irmãos achou no chão (aonde eu não sei, vou me informar). Resolvi perguntar ao Google o prefixo, e fiquei louco com tanta informação. Encontrei histórias sobre aquaplanagem no aeroporto de Manaus, ter sido dado ao governo brasileiro e depois cedido a Cruzeiro do Sul. Fiquei entusiasmado com a besteira que tenho em mãos.

    Deixando a empolgação de lado e voltando o PP-SQC da VASP ele também tem muita história. Esse ai foi o primeiro Scandia da frota da incorporado à VASP em 21 de junho de 1950, trasladado de Linkoping (Suécia) via Paris, Lisboa, Dakar, Recife, Salvador e São Paulo por pilotos suecos e brasileiros.

    TRIPULAÇÃO DO PP-SQC

    Comandante Cap. Lars Anders Helostrand – sueco
    Co-piloto Cassio Simões – brasileiro
    Co-piloto Luís de Carvalho Landel – brasileiro
    Navegador Karl Erik Arnald Bodel – sueco
    Rádio Operador Júlio Cesar Cavalcante Springer – brasileiro
    Mecânico Simão Pecoraro – brasileiro

    Abraço FG

    Seu blog realmente é imperdível!

    • Carlos Orleans disse:

      Fernando, poderia me descrever a placa do PDV, pois sou fã da Panair e do caravelle.
      Antecipadamente agradeço a atenção

    • Giglio Celso de Campos Pecoraro disse:

      Tenho a foto da tripulação do PP-XEB antes de partir de Linkoping (Suécia) – antes do translado para o Brasil.
      (inicialmente entregue para Aerovias Brasil) que depois foi incorporado pela VASP como PP-SQC
      (só não tenho a menor idéia como publicar essa foto no blog)

  10. Luis disse:

    Existe um avião desse aí no zoológico de Piracicaba, em cima de umas pilastras, dá pra se ver ele na saída para Rio Claro.

  11. Ivan cruz disse:

    Tenho uma dica de site pra vc e para todos dos os blogueiros que gosta de avião. é esse site http://www.evictorello.com do pai de uma amiga minha excelente pintor que adora aviões antigos.
    Adoro seu blog sempre leio.
    P.S. Também sou torcedor da lusa (DE VERDADE)
    abs

  12. Inacio disse:

    Panair / Real / Cruzeiro do Sul / Rio-Sul / Nordeste quem “adquiriu”…foi a VARIG….que foi “engolida” pela goela abaixo da GOL……chuuuuupppppppaaaaa…..Constantinos….só prejú……

  13. Claudio Paes Leme disse:

    Lindo Curtis C-46 Commando da Varig ao fundo.

  14. ALEX B. disse:

    Nas asas da Panair…ops…VASP…Ihhh! Não sobrou nenhuma pra contar a historia!

  15. Labri disse:

    Muy lindo esse Scandia. para quem gosta de aviões – novos e antigos – sugiro o site do Panda, que já fotografou quase toda a frota que esta voando (no mundo) entre outras proezas.
    http://jetsite.com.br

  16. Gilberto disse:

    Flávio até pouco tempo o ultimo exemplar inteiro do Scandia no mundo se encontrava no museu do falecido Eduardo Matarazzo em Bebedouro no interior de SP onde a família ainda mantem um razoável acervo de automóveis maquinas e motores

  17. Paulo Vinícius disse:

    Oi Gomes!!

    Linda foto, com um c-46 da Varig e a ilha da Boa Viagem – Niteroi, ao fundo. Gostaria de saber quando foi esta foto. Imagino que no início dos anos 60.

    Abraço,

    Paulo

  18. Alfredo Gehre disse:

    Bela foto, heim….?

    Mas falando em Dodginho…caso não vingue aquela minha idéia, volto para a Classic Cup mas com o carro aliviado – portas, capô, tampa traseira, etc… em fibra – e com dois Weber 40 que já estou providenciando em Miami ! Vou andar na frente de um tal de “meianov”…

    AG

  19. Eric disse:

    Santos Dumont no Rio…eita vista linda!!!!!Igualzinho a Cumbica……

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>