MENU

domingo, 19 de abril de 2009 - 11:09F-1

SPRING ROLLS (10)

RIO DE JANEIRO (e ponto final) - Foi ótimo o que aconteceu na China no fim de semana. A Red Bull provou que a gritaria contra os difusores da Brawn, da Toyota e da Williams não passa de histeria de maus perdedores. No seco, Vettel fez a pole e Alonso ficou em segundo no grid. Na chuva, os dois pilotos da Red Bull chegaram à frente da dupla da Brawn, que assustou todo mundo na Austrália e na Malásia.

Ou seja (como diria Luciano Burti): os carros da Brawn não são imbatíveis. E não são apenas os difusores mágicos que determinam seu bom desempenho. Há muito mais debaixo daquela carenagem branca do que orifícios no assoalho e um túnel de dois andares no rabo. A Red Bull não os utiliza e andou na frente de ambos. A Renault enfiou um difusor genérico no carro de Alonso e já foi o bastante para que ele deixasse a dupla BB para trás na classificação.

A história de que o campeonato já acabou “se não fizerem alguma coisa” contra os difusores, discurso adotado enfaticamente por Felipe Massa e pela Ferrari desde Melbourne, não passa de uma falácia. Em 2002 e 2004, anos de domínio absoluto do time de Maranello, ninguém ficava choramingando pelos cantos. Admitia-se, pura e simplesmente, a superioridade de um time muito bem azeitado, que tinha comando, pessoal técnico competente e um piloto excepcional. O massacre era encarado com naturalidade e resignação. Quem quisesse deter a turma de Schumacher & cia. limitada que trabalhasse.

Aliás, por que a Ferrari podia massacrar todo mundo, como a McLaren e a Williams também fizeram em passado recente, e uma Brawn GP não pode? Só porque é estreante, pequena, surpreendente? Conversa fiada. A Red Bull derrubou seu muro das lamentações e foi à luta. Interpretou o regulamento de outro modo, chegou a contestar os difusores brawnianos, mas parou de reclamar. A discussão sobre essa pequena peça — ou mais do que isso, desse princípio aerodinâmico aplicado por três das dez equipes — não pode encobrir o conceito de meritocracia que, felizmente, está se sobrepondo à questão econômica numa F-1 que quase sempre foi muito mais generosa com quem tinha mais dinheiro para gastar.

Os difusores da Brawn não têm culpa se o KERS de Raikkonen pega fogo, ou se o motor de Massa se autodesliga, ou se Nelsinho não guia nada, ou se Kubica e Heidfeld andam emburrados pelo paddock porque não sabem se usam o KERS ou um saco de arroz como lastro. São, bem mais do que uma revolução técnica — longe disso, sua concepção é até bastante simples e óbvia —, a maior desculpa esfarrapada que as ex-grandes já encontraram para explicar seus fracassos.

Estou morrendo de rir da choradeira.

129 comentários

  1. Curintia disse:

    É por essas e outras que eu jamais irei torcer pelo Bambino (Bambi menino) do Massa! Chorão! Mala!
    Até o Ronaldão Gordo ta deixando os Bambi comendo poeira!

    Chora Massa!

    : )

  2. MAL-HUMORADO disse:

    FRASES DO NARRADOR OFICIAL NO GP DA CHINA-2009 :

    SOBRE O EXCELENTE VETTEL: “Não podemos chamá-lo de craque, ainda não, Reginaldo…”

    SOBRE A PERFORMANCE RIDÍCULA DO BORDAIS : “Quem sabe pinta uma vaga para o Bruno, a STR já não tem mais paciência…”

    SOBRE A PERFORMANCE RIDÍCULA DO PIQUET : “…………………………. ( CENSURA) …………………………………..”

    SOBRE A FERRARI DO MASSA : “Gente, a Ferrari não deu equipamento bom, tá devendo até agora pro Felipe, por isso está largando em 13º e vai correr de tanque cheio, o Montezemollo vai dar uma reunião e mais gente vai perder seu cargo…”

    SOBRE A FERRARI DO RAIKKONEN : “ê, Raikkonen… vc. quer passar uma Ferrari na sua vida? É só estar dentro de um desses carros que estão passando o Raikkonen, todo mundo tá passando o Raikonen, ó, o Raikkonen perdeu a conta de quantas vezes foi ultrapassado…”

    FORA GALVÃO !!!

  3. Pedro Jungbluth disse:

    infinita precisão é sim um termo regulatório, e nada tem a ver com matemática.

    Imaginem as asas. elas não podem ser flexíveis, mas todas as asas se mexem, por que é impossível não mexer, mesmo que fossem de titânio e 5 cm de espessura. Não se pode aí aplicar a infinita precisão, por isso o regulamento dá um valor de precisão, que é um peso sob o qual a asa não pode flexionar, em tantos mm.
    Mas as equipes já abusam da margem de erro do regulamento faz anos. A própria Ferrari chegou a construir um pistão hidráulico que fazia a asa flexionar cada vez mais com o aumento da velocidade, abusando da regra permitir uma imprecisão, e mais tarde isso foi proibido em questionamento da própria Honda (na época BAR, mas já pertencente a Honda).

    O conceito de infinita precisão é aplicado em regras gerais que não citam testes de limitação. O assoalho deve ser plano, mas qual a definição de plano? Absolutamente reto é impossível na engenharia.

    Pois acusaram a Brawn de abusar do conceito de infinita precisão no caso dos difusores, o que foi negado pelo tribunal.

  4. Tarcísio disse:

    Alonso não fez nada com a renault modificada. Era o mais leve do grid. A brawn, seja do button ou barrichello, nao fez a pole pq tava quase 20kb mais pesado que o vettel

  5. emerson neves disse:

    PARA O LEO :16;06
    ta procupado com meu portuques cara vai fazer alguma coisa que preste ou de sua opiniao sobre f1 ou vai dar aula de portuques..

  6. Luiz Augusto disse:

    “….. ou se Kubica e Heidfeld andam emburrados pelo paddock porque não sabem se usam o KERS ou um saco de arroz como lastro …..’ kkkkkk … excelente FG !! Rachei o bico com essa !!
    Tá ficando divertida essa F1, quando a gente acha que a Brawn vai dominar, vem a RBR e mete uma dobradinha !! E no Bahrein ?!? Chuva deve ser difícil, provavelmente teremos pista seca, luz natural e um autódromo de verdade !! Será que a Brawn retoma a hegemonia ?!?
    Detalhe: pelo menos o Galvão parabenizou o Burti pela cravada no problema do Massa !! Foi muito rápido, mas parabenizou … rsrs

  7. Seven disse:

    “infinite precision” não é termo legal, é coisa de altas matemáticas, com quem não tenho grandes ligações.

  8. YPVS disse:

    Não sei se é porque estava desacostumado, mas o psicopata global está pior do que nunca!!

  9. Seven disse:

    Algum causídico pode explicar o que é “infinite precision”? (quinta fundamentação do recurso contra a gang do difusor – http://www.fia.com/en-GB/the-fia/court_appeal/judgments/Documents/ICA-14-04-2009-a.pdf)

  10. Marilia Compagnoni Martins disse:

    sr FG,

    no ponto facultativo, o sr facultou n~ao postar?
    hehehe

    [ ]s

  11. disse:

    FG, pau no speedy, asisti via tv e rádio Band.
    Alê e Jan como de sempre, na fita.
    Odinei Edson falando que o Massa estava catando combústivel.
    Não sei se foi gozação, ou se não viu a moçada esquentando pneu à frente.

  12. Silvio Taka disse:

    Também estou feliz com a choradeira, mas não gostei da corrida. Achei os pilotos muito conservadores, mesmo com tantas rodadas, poucos se arrebentaram ou ficaram presos em caixas de brita, sinal que a pista estava ruim, mas que estavam andando longe do limite da mesma. Foram poucas ultrapassagens para uma corrida com chuva, que tende a equilibrar um pouco as coisas.

    Detectei algo interessante nas mensagens deste tópico: no mínimo dois blogueiros disseram “se Massa estivesse na Brawn…” Meu, o cara anda de Ferrari, alguém duvida que a equipe vá reagir, mesmo que seja em 2010? Apesar da choradeira, que faz parte do jogo, a tradição existe, arrisco a dizer que é o cockpit mais cobiçado por todos que gostam de automobilismo, mesmo que seja só pra ficar sentado nele, com o motor desligado… Diz aí, se fosse dada a oportunidade, que carro escolheria pilotar, um Brawn ou uma Ferrari?

  13. Mellotone disse:

    Aguardem que a Ferrari vai ressuscitar. O Massa é o melhor piloto, melhor que Vettel. É só uma questão de tempo e todo essa onda de nova F1 passa. Ainda jogo minhas fichas na Ferrari/Massa.

  14. ted disse:

    Corrida em condições atipicas resultado idem esperem condições normais pra ver aonde a Red Bull vai parar

  15. Santiago Errera disse:

    Nossa, basta a equipe errar num acerto e a outra ter um FDS perfeito, que a galera já muda as previsões NOSTRADAMICAS e diz que a BRAWN é um lixo, que o BUTTON é afobado, que o BARRICHELLO deveria estar escrevendo colunas de automobilismo (ok Flavio, foi só pra espetar).
    Na MINHA opinião, o campeonato segue como estava, ou seja, cada corrida vai ter suas particularidades, pois, apesar da tecnologia e da alta capacidade de todos os envolvidos, continuam sendo apenas, HUMANOS.

    Que venha a 1ª vitória do Barrica na Brawn.

    ps: sim, sou Corinthiano e torço pro Barrichello.

  16. Ricardo Bigliazzi disse:

    Acho que no seco a BGP ainda iria ganhar a prova… estava com a melhor estratégia para tanto. Acho que isso nunca deveria deixar de ser considerado.

    Agora… os carros da RedBull são os que apresentam o melhor potencial… e o Vettel realmente é um piloto de muita categoria… pelo jeito os Brazucas vão ter que sofrer em mais um ciclo de pilotos estrangeiros na liderança… as preces são para a Ferrari fazer um milagre para que o Massa ganhe alguma coisa até 2010.

    Pobre do Nelsinho… ele não consegue fazer o basico… que é sentar e pilotar… o resto nada importa… tem é que grudar no saco do Briatore… e do ALONSO… isso mesmo… por incrivel que possa parecer… ele tem que se aproximar mais e mais da Equipe.

    Fica clarissimo o jogo de cena, basta apenas reler o que o Alonso disse no final de semana… jogando todos os méritos para a Equipe sem nunca deixarr de agradece-los.

    Abraços

    Imperador Ricardo Bigliazzi
    “De malas prontas para o Bahrein”

  17. Edmilson disse:

    Flávio, vou começar a fazer de duas uma…como john lennon que notabilizou assistir tv com o volume no zero, portanto sem ouvir comentários idiotas, ou como fizeram (e fazem!) muitos brasileiros na copa do mundo de futebol…assistem a globo (dona de quase tudo em transmissão sem competição) com o volume zerado e ligam o rádio, navegam na net ou sintonizam a imaginação…nossos olhos e gosto pela coisa da f1 vê a realidade e galvão bueno tenta que tenta nos fazer de cegos e sem neurônios…

  18. Ricardo Toribio disse:

    Gomes,

    Alguma vez na historia tivemos a entrada do safety car nas três primeiras corridas???

  19. Jeambro disse:

    O Galvão Bueno tá insuportável. Mas não precisaria de substituto, é só cair fora mesmo. Deixa o Burti e o Reginaldo só comentando, não precisa ninguém narrando o que a gente está vendo.
    Seria ótimo.

  20. Thiago Lima disse:

    Lamentável o Nelsinho Piquet, só não tenho pena dele pq o cara é milionário e já pegou algumas gatinhas. O Barrichello tinha como desculpa de nao ser campeão pela preferencia ao Schumacher, agora ta sendo engolido pelo Buton.

    Parabéns ao Flávio por ser o único comentarista que fala a verdade sem nacionalismo barato

  21. Leo disse:

    Emerson , meu caro …

    Botoon , Renolt , favoreser, torssem, astralia e barem …

    Meu Deus , escrever certo não paga ingresso nem imposto !
    Cruzes !

  22. Fabricio Reis disse:

    Vamos trabalhar, Flávio.
    Um dia inteiro sem posts!!!!
    Assim, o Ig vai lhe mandar arrumar as gavetas.

  23. Mateus disse:

    Cadê você, Flávio?

  24. Alexandre AFA disse:

    Por favor Flávio, explique:
    a meritocracia é boa para a Fórmula 1, mas ruim para a sociedade? Porque?

  25. André Gielkop disse:

    Os Red Bulls e Alonso só ficaram a frente da Brawn na classificação por causa da diferença astronômica na quantidade de combustível. Se a corrida fosse no seco, ganharia um Brawn novamente.

  26. Oswald disse:

    Flavio, tb acho ridículo esse choro de perdedor de Ferrari, Briatore etc , qd eram eles que tinham o diferencial técnico não falavam nada, agora que ficaram p/ trás ficam no chororô.

    Agora, esse tal de Nelsinho, que piada, lembra aqueles japoneses tipo Katagrama etc, está inclusive depreciando a imagem do automobilismo brasileiro.

  27. Paulo disse:

    Poxa o pessoal fala mal do Rubinho !
    Poxa o cara é vice líder e ainda correu 20 voltas com 3 discos de freios .Como tem loco aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>