MENU

sexta-feira, 26 de junho de 2009 - 20:19Nas asas

NAS ASAS

SÃO PAULO (muito frio) – Congonhas sem reformas, com terraço, VASP… Símbolos de uma cidade que não existe mais. A foto foi enviada pelo Coronel Ma2Tos. O avião é com vocês.

31 comentários

  1. Luiz disse:

    Nessa época eu morava atrás da pista, na rua Air France. De um terreno a gente empinava pipas pros DC3, Viscounts,Caravelles quebrarem as linhas. Hê molecada, a gente não tinha noção.

  2. boris disse:

    O que me chama a atenção é o terraço de congonhas,quantas vezes eu matava aula no Mackenzie e passava a tarde inteira vendo aviões nesse terraço.Hoje os buRRocratas da infraero são “indicados”,e não amantes da aviação daí o fim dos terraços,já fiz reclamação em viracopos e congonhas CADE OS TERRAÇOS,mas não obtive nenhuma resposta.

  3. Aylton Hoenen disse:

    Vocês sabem,que o nosso querido comediante José de Vasconcelos foi piloto de DC-3 ? Numa entrevista na TV, ele “recitou o check list pré decolagem do avião.
    Confesso que fiquei emocionado.Assim como também fico emocionado quando lembro do meu pai chegando de suas viajens pelo Brasil nas asas de um DC-3,tendo o TERRAÇO como meu lugar favorito para espera-lo….

  4. Imperador Ricardo disse:

    Boas… DC-3 Lindo.

    Realmente ainda tem um DC-3 aqui na Cidade da Criança… mudaram ele de lugar e ainda esta bem conservado. Não tive a chance de voar num… mas foi no DC-3 da Cidade da Criança que entrei num avião pela primeira vez…

    O Parque esta reformado… está até legal… peço para o Flavio perguntar para a quadrilha do PT que esta a governar por aqui o porque do Parque continuar fechado…

    Esse é o PT que em 6 meses de governo já começa a “melhorar” a Cidade…

    Abraços

    Imperador Ricardo Bigliazzi
    “Que nasceu no ABCe sabe muito bem o que essa cambada é capaz de fazer”.

  5. Roberto Fróes disse:

    Faltou dizer:
    Foi o principal avião que fez a ponte aérea que abasteceu a Berlim cercada pelos russos, logo após a 2ª gerra mundial.

  6. Roberto Fróes disse:

    Avião maravilhoso!
    O Jeep aéreo.
    Deu duro na 2ª Guerra mundial, carregando soldados e suprimentos de um lado para outro.
    Cansou de pousar com apenas um motor – quando não com nenhum, planando – faltando pedaços de asa, leme, estabilizador, fuselagem. Aguentava qualquer parada…
    O som de seus motores é como uma música (assim como o som de um DKW, um V8, uma Harley-Davidson, uma Honda 500 Four, um NA-T6)
    Pesadíssimo para pilotar. Os comandos são a cabo de aço! (dos que ainda voam, a maioria está com sistema hidráulico adaptado)
    Não sou piloto, mas já fiz algumas estrepolias por aí.
    O 1º avião no qual toquei o manche e os pedais foi um DC-3.
    Esse avião fez um pouso forçado no interior da Paraíba em 1976 (de barriga, o trem de pouso travou) e eu estava dentro.
    Uma pena, ficou bem estragado…

  7. fred disse:

    O primeiro avião em que viajei. Real Aerovias. De Barretos a São Paulo. Eu tinha 3 anos. Berrei o tempo todo. Uma vergonha.

  8. antonio stricagnolo filho disse:

    Falou tudo,”uma cidade que não existe mais” Sempre morei no rabo de saia de Congonhas, e que aeroporto bonito,assim como Interlagos estragaram tudo,inclusive os aviões que agora são caixas de plastico cheias de video games para cair por ai sem saberem porque!

  9. luiz disse:

    Para o Nardini: é verdade ou vc “viajou”?
    Uma vez eu encontrei um site na inter que falava sobre estes incidentes com aviões. Muito legal. Só que perdi…..
    snif, snif.
    Em tempo. Pessoal, até outro dia o museu (sensacional) da TAM estava fechado. Mas, vale a visita.
    Eles vão criar uma passarela sobre a oficina. Espero, também que coloquem ar condicionado ou algo assim.
    Nas duas vezes em que lá fui quase morri assado……

  10. Gabriel de Amorim disse:

    Esse DC-3 é do mesmo modelo do Stardust, que se chocou com os Andes em remotos e idos tempos???

  11. Walter Terra campos´- poa disse:

    Em julho de 65 vim do RJ -Santos Dumont- com um amigo em um DC-3 da FAB para Porto Alegre. Parada em São Paulo e Florianopolis. Mais ou menos 7 horas de viagem.
    Fomos às 7 horas para o Santos Dumont a cerração só permitiu a decolagem +/- ao meio dia quando já se vislumbrava o Pão de Açucar.
    Em terra muito calor, no ar tinhamos que botar casacos devido ao frio.
    Viagem que não sai da lembrança, espaço suficiente entre as cadeiras.
    Este foi o último vôo (não sei se ainda tem acento) que fiz neste avião.
    Abraços

  12. Maurício MV. disse:

    O avião do século XX, DC-3.

  13. Antonio Carlos Spada disse:

    Um belísiimo DC-3.

    Um belíssimo aeroporto….e uma belíssima cidade.

    Nesta época, meu pai estacionava seu carro bem na cabeceira da pista e ficávamos vendo as decolagens e aterrissagens.

    Já imaginou hoje……estacionado em plena avenida??

    Aliás, SP esta um caos!

    Abs

  14. Romeu disse:

    Lindo esse DC 3, assim como as imagens de Congonhas que não temos mais.
    Sobrou só um pedadço do velho aeroporto, que ainda não foi reformado e mantem o aspecto ainda dos anos 50.
    É uma construção revestida de pedras que fica no inicio do terreno mais proximo da Av. dos Bandeirantes.
    Alfredo, tambem sou do “time” que frequentou a TV Record na Av. Miruna 713, a Turma dos Sete, Circo do Arrelia e Ginkana Kibon.
    A pista de patinação gerou inclusive um programa chamado Folias no Gelo, que era apresentado pelo Blota Jr.
    Nesse espaço da pista de gelo, anteriormente teve uma pista de kart, quando esse tipo de “bolido” estava chegando ao Brasil.
    Uma das primeiras fabricas, colocou lá uns 10 ou 12 karts para alugar.
    Boas lembranças.

  15. regi nat rock disse:

    ô Clézio…
    Vai vc e leva a gurizada no museu da Tam pertinho de São Carlos. Garanto que não vai perder seu tempo.
    Vale o Passeio, mais de uma vez.

    Esse foi o 2º avião que voei. O primeiro foi um DC2.
    Ambs voos marcantes. O primeiro pq o avião pulava feito um cabrito e o DC3 parecia uma vaquinha pastando placidamente.
    Putz, faz tempo.

  16. celentano disse:

    Meu batismo aereo foi em um DC-3 da Real, de Salvador a Sampa, 8 horas de encantamento e escalas em todas as pistas do caminho. Serviço de bordo servindo ovos cozidos e guarana quente, mas que delicia. Em tempo isso foi em 1952, e a Real na epoca tinha a maior frota de DC-3 do Brasil.

  17. Marcelo (1 Carioca em SP) disse:

    É um DC-3 .
    A FAB também os utilizava voando diariamente pelo CAN (Correio Aéreo Nacional) e lá ele recebia a denominação de C-47.
    Durante muitos anos (entre os anos 70 e 80) a Varig deixou um destes em exposição para visitação no Aterro do Flamengo.

  18. JOSÉ CARLOS disse:

    DC3 …..Um fusca dos ares…..resistente e pau para toda a obra

  19. Lionel disse:

    Saudades dessa varanda….bela fota parabéns ao Flavio..
    agora 3 coisas…
    1) O Dc 3 e o submarino da cidade da criança acabou faz tempo por causa da enorme LADRUAGEM dos prefeitos de São Bernardo…
    2) Também andei de Dc 3 …mas inteirinho pois eram super conservados pela aéronatica…
    3) Último e mais grave…com a última reforma do aeroporto escrevi para Infraero dizendo que o dono do restaurante havia gasto uma nota para reformar…e eles tamparam tudo um dos cartões postais de São Paulo….
    Me pediram mil desculpas e disseram que iam por o restaurante com varanda lá em cima ou lá na para frente…para se enchergar os pousos e decolagens…
    ESTOU ESPERANDO ATÉ HOJE..dinheiro não falta o que falta é gente reclamando…e isso poucos sabem fazer …acho que só o Flavio e mais meia duzia de brasileiros….o Flavio que tem muito mais poder de fogo com suas reportagens poderia ajudar nessa campanha né…pois sacada ..só na lembrança…como essa foto..
    abraços Lionel

  20. Clezio Soares da Fonseca disse:

    Cadê a cidade da criança de SBC com seu avião? E o submarino? Cadê as crianças para verem de perto essas
    coisas tão legais? Cadê os parques para as crianças correrem
    e se divertirem de verdade? Cadê minha infancia perdida neste
    mundo dos nets?

  21. Alfredo Gehre disse:

    Quando criança passava dias neste teraço superior onde tinha um bar-restaurante, pois minha tia tinha uma casa na esquina da av. Miruna com a Washington Luis – Hoje Av. Rubem Berta, defronte ao antigo prédio do canal 7. Nesta emissora cheguei a perticipar de alguns programas da “Turma dos 7″, assistia as lutas- livre e o circo do Arrelia e Pimentinha. Foi lá também que surgiu a primeira pista de gelo para a prática de patinação !
    Voltando ao avião . É um Douglas DC-3 da VASP. Foi com um destes, só que era da VARIG, que voei pela primeira vez. Um belíssimo avião.
    Foi uma época magnífica. Congonhas era lindo e recebia todos os aviões existentes, inclusive de voos internacionais que eram realizados com DC-6, Constalation, Super-Constalation, e outros mais…
    Flávio…Sei que tem mais fotos lindas desta época. Vá divulgando de vez em quando…
    AG

  22. Bustani disse:

    esse é meu sonho de pilotar…Ta certo que eu prefiro a versão militar, o C-47.Sobre Congonhas, eu sou da época dos F-27 da TAM e da Rio Sul, que também comiam uma pista danada pra decolar, da época do Bandeirantes da RSL, na qual tive o prazer de trabalhar por 5 anos fazendo peso e balanceamento do Brasilia, do F_50, do EMB-145 Jet Class e dos 737-300/500. Ótimos tempos.

  23. Luis Nunez disse:

    Realmente. Meu pai me levou várias vezes em Congonhas para ficarmos apreciando os aviões pousando e decolando. Hoje não posso fazer a mesma coisa com minha filha, já que a reforma que fizeram acabou com toda a visão da pista.

  24. NARDINI disse:

    Este Douglas DC-3 chocou-se com uma arvore ao pousar em Loanda no Paraná em janeiro de 1969 ficou irrecuperável .

  25. Varlei disse:

    Caramba, me lembro da primeira vez que fui ao aeroporto, e vi do terraço aqueles aviões a helice decolarem, eu tinha uns 5 ou 6 anos,apesar de nunca jamais andar de aviaõ, tenho panico (cagaço de avião),rs, gosto muito de avião como a maquina que o avião é,mas sinceramente ainda não entendo como pode-se achar uma sucuri,uma baleia,um mico-leaõ,um golfinho,tudo por gps, MAS NÃO CONSEGUEM ACHAR UMA MALDITA CAIXA PRETA, SEMPRE É DIFICIL ACHAR A CAIXA PRETA, mas uma vez encontraram uma sucuri que tinha engolido um mico leão com rastreador gps no meio da floresta amazonica, vai entender, rs

  26. Eduardo Cruz disse:

    Saudade danada que deu desse tempo (ou um pouco depois, é verdade, que foi quando era moleque e ia pra Congonhas só pra ver aviões pousando e decolando. Passava horas nos finais de semana apreciando aqueles Electras, 727 e 737 correndo pela pista.
    Agora, se a informação que eu achei está correta, essa avião é um Douglas DC-3, que no dia 11/01/69 teve um acidente na cidade de Luanda, mas, ainda bem, sem nenhuma vítima fatal.
    É isso Coronel?

  27. luiz disse:

    Putz!
    O avião é um DC-3.
    Voei num desses do Correio Aéreo Nacional com porta traseira (dupla) amarrada com arame…..
    Manero, mano….

  28. ney disse:

    Douglas DC-3. Um puta avião: Simples, confiável, e eterno…

  29. Adal Avin disse:

    DC-3, maravilhoso e imortal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>