FALA VATANEN | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 21 de julho de 2009 - 10:30Automobilismo internacional, F-1

FALA VATANEN

SÃO PAULO (já tem meu voto) – Sou muito simpático a essa turma nórdica dos ralis e, ampliando (graças a um blogueiro que me corrigiu), da Escandinávia, e por isso acho que Ari Vatanen seria melhor para a FIA do que Jean Todt. Lendo esta entrevista dele, minha simpatia aumentou. Mas vai ser muito difícil segurar o pequeno Napoleão, candidato da situação, por assim dizer. Se ele ganhar, colocarão a raposa para tomar conta do galinheiro, no que diz respeito à F-1.

Todt, nem é preciso dizer, é tudo que a Ferrari quer. Daí que não entendo, mais uma vez, o apoio de Max Chicotinho ao francês.

Aliás, nos últimos tempos, não entendo mais nada.

34 comentários

  1. Anselmo Coyote disse:

    Gil de Queiroz – esqueci uma coisa: Vá pentear macaco!

  2. Anselmo Coyote disse:

    Gil Queiroz – Vc fundamenta muito bem seu ponto de vista. Sinto-me honrado.

  3. Alexandre Lannes disse:

    Bom… tanto o Vatanen quanto o Todt, são advindos do rally. Todos dois foram da Peugeot… Todt conhece o Vatanen como poucos… Vatanen conhece o Todt também muito bem.

    Como piloto, o Vatanen é o meu ídolo junto com o Kankkunen. Talvez tenha sido mais piloto que o velho Juha… talvez. Agora… politicamente falando, o Vatanen era da linha conservadora.

    De qq forma, só por ser quem é, por pilotar o que pilota até hoje, já tem meu voto.

    Seria legal ele zoar pilotos. Tipo técnico de futebol que jogou muito tendo que ministrar futebol para perna de pau. Zico dirigindo o Obina ou coisa do tipo.

    Tem o meu, mais por simpatia do que por qualquer outra coisa.

    Em tempo, rally sempre foi a minha categoria preferida… passei a conhecer automobilismo através do Grupo B. Depois fui ver e entender o que era a F-1.

  4. william disse:

    Eu também prefiro a turma da escandinávia. Quanto ao fato de o Mosley apoiar o Todt tenho uma teoria. Acho que é uma estratégia para acabar com a FOTA pois com vitória do Todt significa que os interesses da Ferrari estão garantidos e muitas vezes colidirão com os interesses das outras equipes.

  5. Gil Queiroz disse:

    Pois é parece que o Vatanen é aquele desconhecido que parece um conhecido, cara bacana e honesto. Talvez fosse melhor que Todt mesmo, pois o francês certamente puxará uma sardinha para Ferrari.

    * Rafael Rego, conheço esse tal de Anselmo Coiote do blog do Livio, o cara é maior mala, não perca seu tempo com ele, vê só o que ele escreve, só fala bobagem, acha que é o sabereta.

  6. Cá estamos fazendo campanha pra Vatanen!

    http://naretaoposta.blogspot.com/2009/07/vatanen-presidente-boletim-n-1.html

    “Eu sempre fui uma pessoa muito idealista; sempre acreditei na justiça, e por isso entrei na política. Vi muita miséria, pobreza e injustiça durante a minha vida e acho que todos nós precisamos contribuir quando vimos algo assim”. Ari Vatanen

    Vai ter carater assim lá no inferno! Avante, Vatanen!

  7. Fabio Ferreira disse:

    Gosto do Vatanen. Comecei a acompanhar rali quando ele era o cara.
    E é protagonista nesse filme clássico, não me canso de ver.: http://www.youtube.com/watch?v=TKgeCQGu_ug

  8. Pacheco disse:

    Ora, a maior parceira da Ferrari é a FIA. Nada de surpreendente. A Ferrari há alguns faz o que bem entende, e é assim que eles querem continuar. Amortecedor de massa não pode; já as calotas aerodinâmicas…

  9. HM disse:

    é impossivel nao gostar do cara, tudo que ele vem falando é o que deve ser feito

  10. Mari disse:

    Pois é, tb não entendo mais nada.

  11. Anselmo Coyote disse:

    Luca – Como torcedores nossas opiniões ficam sob suspeitas, claro..rs. Mas vc tem razão. A Mc Laren, assim como a Renault não são santas mesmo. Aliás, qual equipe é? Acho que nenhuma. Talvez a Williams.

    Rafael – Desculpe-me. Foi sim. Tá anotado. Mas, como disse, o Massa não tem nada a ver com essas decisões. Já, a Ferrari…

    Marcio – O Lívio Oricchio é um grande conhecedor de F1. Todavia, em dois assuntos ele carece de credibilidade.

    Um, no que diz respeito aos brasileiros reivindicarem legitimamente seus direitos. Ele é contra (pelo menos no assunto que discutimos no blog dele).

    Dois, no que diz respeito à Ferrari. Ele é torcedor roxo, sem qualquer isenção. Sobre o episódio Hamilton x Raikkonen e a devolução da posição depois da ultrapassagem na chicana, ele defendeu os comissários com os argumentos mais absurdos.

    Abs.

  12. Side Show Bob disse:

    Causa espécie que FGomes, um bolchevique assumido, torça pela vitória de Vatanen, que nos 10 anos em que esteve no Parlamento Europeu, pertencia ao Bloco Conservador-Neo-Liberal-Direitista (tanto quando foi eleito pela Finlândia, quanto quando eleito pela França).

    Salvo se a alcunha auto-imputada de multimídia de araque, também sirva para um Trotskista de araque.

  13. Daniel Neves disse:

    A FIA não é só F1.
    Só o fato de ser alguém que é fora da F1 já me é de bom agrado.
    VATANEN neles!

  14. Josiel Barreto disse:

    Gente nova na FIA é bem vinda. Pode ser o Vatanen, o Jackie Stewart ou o Nelsão Piquet. Precisamos de gente do ramo e não pseudo esportistas.

    Tem muita coisa para mudar, inclusive muitas regras. Precisam ser claras e duradouras.

    Gostei da entrevista do “alemão”…..

  15. ECidade. disse:

    Prezados,

    Também sou Vatanen desde garotinho. O Mais que Mole e o João Nescau em suas nefastas (e curtas) experiências como pilotos viram logo que não eram do ramo e viraram cartolas rapidinho. E logo provaram que eram do ramo, no mau sentido da expressão. Parece que essa praga de cartolagem não é privilégio nacional… Já o Ari Vatanen além do bom caráter e da boa formação, era do ramo, um “bota” da maior expressão.

    Espero que ele vença e traga sangue novo para o esporte a motor.

    Um abraço a todos.

  16. Francisco Camargo disse:

    Caramba, participar do blog do Flávio Gomes com o Ricardo Divila é muita honra!!!

    Flávio você pode nos informar por onde anda o Ricardo Divila?

    Grato.

  17. Francisco Camargo disse:

    Pois é pessoal, é muito triste nós discutirmos política no automobilismo. Infelizmente o mundo da política é contaminado e viciado, não acredito em mudanças na FIA. Tudo vai continuar na mesma com jean Todt. Mudar para ficar na mesma.

  18. edson zubizarreta disse:

    Flavinho,

    Não é que agente “não entende mais nada”. O que não entenmos é tanta ganância por poder e grana. Supera todos os limites dos homens de bem.

    Abraço, Edson Z.

  19. Julio disse:

    Flávio, você está se enganando em um ponto, a Ferrari não quer Todt… apesar da longa parceria, Todt chegou a um ponto que tinha mais poder (pelo menos simbólico) do que Montezemolo, como um diretor pode ter mais influência que um presidente? Apesar de não transparecer isto, a saída de Schumacher da Ferrari se deu por uma grande guerra entre Todt e Luca, Schummy e Todt tinham tanta influência que praticamente ditavam as regras… Schummy saiu, Luca colocou Kimi, que ele queria como piloto, manteve Todt por apenas 6 meses na direção da equipe, depois foi deslocado para a fábrica e, finalmente demitido, portanto, não há nenhum interesse em sua eleição, muito pelo contrário, Todt não é “amigo” da Ferrari, hoje são inimigos, apesar das “aparências”.

    Por isto Max o apoia, sabe desta guerra nas sombras…

  20. Romulo disse:

    Este Jean Todt apesar de frances e ja ter trabalhado por longos anos na Ferrari, vai ser o candidato do presidente da Ferrari e pode fazer tudo como a Ferrari quer.
    Assim, o Max chicotinho tem toda a razão quando diz que o presidente da FIA não pode ter ligação com esta ou aquela equipe, senão vai deixar de ser imparcial e a Ferrari pode ganhar tudo nos bastidores e depois por politicagem pode ganhar na pista tambem.
    Mas por outro lado o Jean Todt como grande conhecedor de F1 e das equipes, se for imparcial politicamente,pode fazer um grande trabalho na FIA, pois ja esteve nas pistas e sabe bem como funciona e o que as equipes precisam para fazerem um bom campeonato. O Jean Todt ja mostrou o seu valor na Ferrari como chefe de equipe, cabe agora a ele fazer o mesmo da FIA e, tomara que consiga tambem.
    O candidato Vatanen apareceu de repente para a midia, ninguem nunca viu e não sabemos o que ele pode aprontar. Apesar de bem intencionado o Vatanen para mim é um soco no escuro. Vai ser dificil esta decisão de quem sera o novo presidente da FIA, Vatanen ou Todt.

  21. Joaquim de souza disse:

    Imagina o Vatanen na presidência da FIA????

  22. Mario Souto Maior disse:

    Não seria melhor um Jackie Stewart ?

  23. Sostenes disse:

    “Todt, nem é preciso dizer, é tudo que a Ferrari quer. Daí que não entendo, mais uma vez, o apoio de Max Chicotinho ao francês.”

    Simples, meu caro, sado-masoquismo.

  24. MSM disse:

    Também acho que para a entidade seria melhor o Vatanen, mas a força do françês diante das equipes é muito grande e infelizmente acho que ele vai ganhar.

  25. Huller moreno disse:

    Agora… uma coisa é certa. O Ari Vatanen é a cara do Max, atual presidente da FIA. O Vatanen é igualzinho a ele, pelo menos se parecem muito fisicamente. hehe

  26. Diogo M. disse:

    ARI VATANEN PARA PRESIDENTE!!!!!!!!!

  27. Rafael Rego disse:

    Opa, Anselmo, Massa foi punido sim por deixar Hamilton virado pra tras em Fuji, plo que lembro.

  28. Ricardo Divila disse:

    O Ari foi meu piloto em duas Paris-Dakar, e tive a honra de o ver ganhar sua 50sima etapa do Dakar com meu carro…

    Posso dizer que ele e um verdadeiro esportista, e divertidissimo, com um humor seco e agucado….Nao posso imaginar um melhor dirigente para a FIA, para botar as coisas em ordem, porem tenho medo que o sistema vai ganhar outra vez….o dinheiro fala alto, e as vezes emudece o esporte…abracos
    Ricardo

  29. FABIANO ROCCO disse:

    Flávio, só uma pequena correção:
    Na realidade, os finlandeses como o Vatanen, Keke Rosberg, Hakkinen e Raikonen não são escandinavos, pois a origem cultural e linguistica dos finlandeses é diferente dos chamados Países escandinavos (Dinamarca, Noruega, Islândia e Suécia, que aliás, em vários momentos da História foram um único País, com a unificação das “coroas”).
    Abs.

    RESPOSTA DO FG:

    Corrigido, valeu!

  30. Luca Bastos disse:

    Também sempre gostei de Raly e consequentemente sempre admirei a turma da Escandinávia.

    Aliás, tenho ótima impressão do Vatanen com o pouco que sei dele. Mas o que ele sabe sobre F1. Conseguirá se impor?

    O Todt conhece tudo de F1 e todos sabemos que tem vínculos com a Ferrari. Mas não é assim em muitos esportes? Qual federação que não é dirigida por alguém que veio de algum clube ou alguma entidade?

    Colocar o Vatanen seria experimentar algo novo. Algo incomum em quase todos os esportes.

    Sempre respeitei a competência do Todt (que faz falta na atual Ferrari) e para mim parece melhor preparado para dialogar com as grandes raposas da F1. Não posso prever se vai se apoderar de todos os ovos.

    @Anselmo Coyote

    Você está quase certo. A McLaren também não é santa. E minha opinião também não é100% isenta porque torço pela Ferrari.

  31. Thiago Azevedo disse:

    Porque? Porque no fundo no fundo, por ter sido escurraçado, ele torce para que o se sucessor não logre êxito. Se quem vier depois não fizer um trabalho bom, isonômico, que agrade a todos, ele vai dizer: no meu tempo não era assim, mas como vocês não quiseram…
    Malandro esse tal de Max!

  32. Maurício MV. disse:

    Concordo em tudo.

  33. Anselmo Coyote disse:

    FG,
    Muita gente acha que tanto faz. Claro que não. Lembremos que em 2008 Mosley e Ferrari eram “parceiros”. Eentão vamos lá:

    1. Hamilton foi punido mesmo tendo dado passagem ao Kimi, depois de ultrapassá-lo na chicana.

    2. Glock foi penalizado por ter sido abalroado por Massa quando saía dos boxes e estava na extrema direita da pista.

    3. Massa não foi punido por ter deliberadamente jogado seu carro pra cima do Hamilton, tirando-o da pista e deixando-o literalmente de “cara pra trás”.

    Tudo isso beneficiou o Massa.
    O piloto não é culpado dessas decisões, claro. Mas a Ferrari, no barato, no barato, levou o título de construtores.

    Agora a esta equipe anda dizendo que não apóia Jean Todt para comandar a FIA porque a credibilidade da F1 ficaria em xeque.

    Acredite se quiser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>