MENU

quinta-feira, 16 de julho de 2009 - 19:37Motoland

MOTOLAND

SÃO PAULO (demais!) – Você sabia que existe uma comunidade de “harlistas” em Cuba? Pois o Dú Cardim sabia e manda a dica. O site dos caras é muito legal e está aqui. Quem quiser ver um vídeo, é só clicar aqui.

O que dizem nossos motoqueiros de plantão sobre Harley-Davidson?

26 comentários

  1. PV disse:

    Muito boa a informação sobre o site Cubano. Tudo que se refere a Cuba se torna interessante pelo curioso atraso em que vivem apesar do mundo globalizado. Quem tem mais de 50 anos sabe admirar uma Harley. É um mito, uma história, uma lenda. Mas, penso que Harley só é boa na garagem dos amigos para ser admirada, porque mesmo eu, tendo 60 anos, prefiro a minha V-Strom.

  2. Rosa Araujo disse:

    Oi, alguém pode me informar uma pessoa que faça banco nmonoposto?

  3. V2Rules disse:

    O Derick….. qtos anos vc tem? Sabia que quem anda hoje de Harley já arrepiou nas melhores esportivas dos anos 70? E que não apenas viveu, mas sobreviveu a adolescência. Posso estar enganado mas teu comentário deixa a entender que vc é mais um daqueles incosequentes em amor a vida própria ou a dos outros em velocidades que só deviam ser permitidas em autómodros. (Por mim nem precisa regra, só uma imensa area de escape pra gente como vc tenha onde se ralar. E qual a vantagem de chegar rápido em Hortolândia? H-D é um mito, vc sabe que ela vira o pescoço de todo mundo já as speedy, menos…. Mas nada contra, quem é do bem anda até de Honda 100.

  4. Diego_zomer disse:

    É motociclista…
    e concordo com o Rodrigo Moraes… motos trail e big trail, para mim, são as melhores… pego minha Sahara daqui a uns dias e só troco por uma KTM, uma V-Strom, Ténéré, XT 660… algo do gênero…

  5. Gustavo disse:

    FG, o tesão de andar numa custom na estrada é o mesmo que o de um aficcionado por carros antigos ao restaurar alguma jóia rara!

  6. Mário Mesquita disse:

    Simpatizo com as Harley, apesar de nunca ter andado em uma, o mais proximo disso foi ter umas tres daquelas Motovi bonitinhas e dois tempos. Tive uma com motor de DT, outra com motor de RX 180 e uma toda original. Tinha até um modelo off-road… Eu sou meio puta, gosto de qualquer merda com rodas. Já tive TT, CB 350, FBM, VF 1000 Interceptor, etc… Hoje tenho uma CB e uma Montesa 360. Se um dia meu cofrinho permitir, quem sabe uma HD rabo duro, uma Amazonas 1600, uma Vespa PX200, uma RD350…

  7. Rodrigo Moraes disse:

    Racionalmente, a compra é moto japonesa. Anda melhor do que a H-D e custa a metade do preço. Mas, se você é racional, você compra um carro, e não uma moto.

    Sendo mais ou menos racional, gostando de andar de moto, você compra uma todo-o-terreno, porque nossas ruas e estradas são um lixo.

    Eu, que uso moto pra trabalhar, viajar e curtir, na cidade e no campo, não troco minha KTM por nada.

  8. Derick disse:

    O duro é quando vou para hortolândia nos domingos com minha R1 e tenho que desviar no meio fio desses trambolhos.

    Harley é moto de tiozão, tô fora, não troco minha R1 por nada, mesmo chegando cansado aos lugares, mas, chego rápido. garanto.

  9. Carlos Trivellato disse:

    Ótima moto para americanos.

  10. Luiz Fernando Dresler disse:

    FG, muita bacana saber que tem loucos em Cuba que tem HD, você deveria ter uma também, e a sua cara, as HD são um tesão, mas da um puta monte de problema, não freia, pinga óleo, manutenção é cara, vibra pra cacete, sei de tudo isso pois tenho uma já faz um tempo e não troco ela por nenhuma outro moto, é um tesão, um mito, um estilo de vida apesar de todos esses problemas e acho que é por isso que eu entendo sua paixão pelos Ladas..rsrsrs.

    Abs,

    Luffe

  11. Ubirajara S. Martins disse:

    Foi o tempo das Harley Davidson, hoje quem, tem anda num mito que deixou de ser totalmente norte americano. Não vejo demérito nenhum mas, a HD hoje para se manter no mercado segue o que fazem as grandes fabricas japoneses mas oferecendo um produto inferior, principalmente para o mercado brasileiro. Não sei em Cuba.

  12. Kennedy Vitorette disse:

    As HD eram as donas do pedaço nos EUA. Dominavam as corridas de Flat Track, feitas sob medida para as suas motos. Corrida curta, na terra e em circuito, preferencialmente, oval.
    Coisa de louco.
    Mas, quando a Honda se interessou por esse tipo de corrida fez uma moto e destruiu a reputação das HD, simplesmente moeu as HD de pau. Foi incrível como o domínio era efemero. Acho que a Honda perdeu até o interesse pelo campeonato, que anda meio decadente pelas imagens que ví no site da AMA. Aliás, decadente igual a muita coisa nos EUA, infelizmente.
    As HD são simplesmente a pior moto que o dinheiro pode comprar, aliás muito dinheiro.

  13. Bruno Abila disse:

    Digo que o termo mais usual é “harleiros” e não ” harlistas”.

    A sim, mto interessante a notícia.

  14. machinist disse:

    É uma moto que chama a atenção, sem dúvida.
    HD conseguiu um feito: Virou estilo de vida, cultuada, do tipo que se tatua o nome da marca. Marcas japonesas, italianas, etc, que eu saiba, não conseguiram isso.
    Feita pra passear ao sabor do vento, não pra correr.
    Não é muito tecnológica, mas é durável, e não sai de moda. Vira, na verdade, um objeto clássico.
    Sem dúvida, traz sentimentos e prazeres diferentes de outras motos. Neste caso, cada um no seu quadrado.

  15. Acir disse:

    Sr. Massao, respeito sua opinião, mas comparar esportiva com custom não dá…… uma pessoa que anda de Kawasaki ZZR-1400 não vai gostar de Harley mesmo….. é a mesma coisa de comparar agua com vinho. valeu

  16. Acir disse:

    Harley é Harley e ponto final. As outras, me desculpem quem tem Honda, Yamaha, Suzuki, mas são todas cópias. E quem diz que vibra, que é ruim de curva e outras coisas mais é porque não andaram nas novas harleys, pricipalmente na nova Dyna Super Glide, é uma baita motocicleta. Agora, quem quer fazer curva a 140 e 150Km/h que compre uma esportiva. Valeu

  17. Guilherme disse:

    As motos são lendárias e apaixonantes…mas o Grupo Izzo que as comercializa no Brasil são de tirar o tesão de qualquer motociclista.

  18. Carlos A. Coelho disse:

    Harley Davidson: O veículo mais parecido com uma moto que o dinheiro pode comprar!!

    Abs.

  19. Maurício MV. disse:

    Uma moto grande,pesada,péssima de curva,vibra demais,tecnologia jurássica(o motor mais moderno da marca foi desenvolvido pela Porsche),etc,etc. Por isso os apaixonados pela marca dizem sempre que “não é uma motocicleta,é uma Harley.”
    Se procura uma motocicleta carismática ,pense em Triumph,Ducati,Guzzi,Bmw…

    PS: não é motoqueiro,é motociclista. Um abraço!

  20. Massao disse:

    Particularmente nao gosto de Harley.Ja tive a oportunidade de experimentar varios modelos, mas nao eh do meu gosto.Aqui no Japao, onde moro, tambem tem os harleyros.Japones gosta de tudo oque eh grife e moda.Ducati e Harley sao cultuados por eles.Eu tenho uma Kawasaki ZZR-1400 e nao troco por nenhuma Harley.Nada contra os harleyros, muito pelo contrario.Cada um com seu gosto.Um dia posso passar a gostar tbem, pq essas coisas mudam, ne?Abs…

  21. luidhi disse:

    Uma comunidade de Harley-Parkison. Vibrrrraaaaannnnteeeee….

  22. disse:

    André Buriti, vai congestionar o mar mais que Gibraltar.

  23. Tulio Casagrande disse:

    “O que dizem nossos motoqueiros de plantão sobre Harley-Davidson?”

    Digo que ocorre com as motos norte-americanas algo aparentemente impossível: são ainda piores que os carros norte-americanos.

  24. André Buriti disse:

    Bom, pelo que sei o Obama acabou com o embargo sobre Cuba, agora os caras vão poder comprar peças novas para suas motos.
    O problema é chegar um bando de colecionadores num gigantesco RO-RO e levar todos os carros antigos da ilha.

  25. jovino disse:

    Quem amava as Harleis Davidson era o finado Veloz HP, como ele tecia comentários elogiosos a marca.
    Jovino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>