MENU

domingo, 23 de agosto de 2009 - 19:06F-1

VALENCIANAS (14)

SÃO PAULO (ufa, terminei!) - Todo o pessoal da McLaren, nas declarações oficiais e também nas entrevistas fora dos comunicados de imprensa, acha que Barrichello ganharia a corrida mesmo se Hamilton não tivesse tido o problema que teve na segunda parada. É possível que todos tenham razão. Quando foi para os boxes, na volta 37, Lewis tinha menos de 4s de vantagem para o brasileiro, que encaixou três voltas voadoras e poderia passá-lo na parada seguinte. Que foi feita na 40ª, mas poderia ter sido feita um pouco depois. Pelos cálculos da McLaren, a vantagem, para que Hamilton tivesse chances de vencer, teria de ser de 7s ou 8s.

Apenas para constar, a primeira parada custou a Lewis 22s218 e a segunda, 25s599. No total, perdeu 47s817 nos boxes. Rubens gastou 20s972 e 19s021, total de 39s993. Foram 7s824 de “lucro” em relação ao mclariano. Não dá para afirmar com 100% de certeza que ele voltaria na frente, nem o contrário. Seria muito próximo, de qualquer forma, bem mais do que acabou acontecendo, com o marca-texto voltando bem à frente de Hamilton, mais de 6s.

A tática da Brawn foi muito inteligente. Barrichello abriu mão da pole porque sabia que na largada, com KERS, Hamilton e Kovalainen provavelmente conseguiriam passá-lo. Preferiu largar um pouco mais atrás, mais pesado, para resolver a corrida nas “janelas” de voltas em que ficaria na pista depois das paradas dos prateados. Ontem eu dizia que precisaria de uma largada assombrosa. Falei besteira. Se conseguisse se manter perto de Kovalainen, desde que Hamilton não sumisse na frente, já daria. Rubens ficou perto de Kovalainen, Hamilton não sumiu na frente, e ainda teve o piripaque no pit stop. Assim, deu tudo certo para ele.

Barrichello não ganhava uma corrida havia cinco anos. Eu arriscaria dizer que não fazia uma boa corrida de verdade havia cinco anos — com a exceção de Silverstone no ano passado, um pódio circunstancial, porém, um bom resultado, claro, mas não necessariamente uma boa corrida.

E vocês, o que acham?

(Famosa pergunta para turbinar comentários, hehehe…)

175 comentários

  1. Fred disse:

    Grande corrida – do Rubens, pq a corrida foi mesmo ruim.

    Agora, FG, fica a dica para uma pauta: puxando a memória, me dá a impressão que o RB, nas temporadas, só engrena mesmo na segunda metade, o que daria um alento para a pretensão dele de ser campeão. Dá para dizer isso analisando as 17 que ele disputou?

    Abraço,
    Fred

  2. John Player disse:

    Já disse e repito: Rubens é um dos cinco melhores neste grid. Desde o início do ano tem acertado o carro para o Button e tem levado alguns azares, ora em classificações, ora em corridas. Porém, desde Silverstone tem dominado seu team mate, que já não consegue andar na frente como antes. Fiquei muito feliz com esta vitória. Quanto ao título, acho que Barrichello deve fazer exatamente o que tem feito: corrida após corrida e ver como as coisas ficam após o GP do Japão. Aí sim, a Brawn deverá tomar uma posição.

  3. José Carlos Araujo disse:

    Aqui na torcida pra que o Ruinzinho NUNCA seja campeão. Seria uma desgraça para Emerson, Nelson e Ayrton!!!!!! e para o Brasil também pachecada……

    Ele é ruim demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. amarojuvenal disse:

    ótima analise !

  5. Fernando disse:

    Um dia perguntaram para o Fangio (5 vezes Campeão do Mundo)
    o que era preciso para ganhar um Grande Premio..
    Ele disse 1o. sorte, 2o.sorte,3o.mais sorte……..
    Sem duvida foi o que faltou ao Rubinho……
    Sorte que todos os Campeões do Mundo tem……….

  6. Renato Corga disse:

    Palmas para o Rubens !!! Tenho certeza que muita gente ficou com cara de bun… com a belíssima vitória do Barrichelo, mas tenho certeza também que muito , mas muito mais ficou emocionado , orgulhoso e esperançoso com a atuação brilhante do pioto BRASILEIRO. Parece que os palhaços se esquecem disso.
    Aos organizadores do Site GP . Cadê o Ranking GP da corrida de Valência ???Quero ver as notas do BRASILEIRO desta vez !!!!. Faço questão!!! Ou será que quando é o Rubens anda bem e dá sorte não merece comentário ???

  7. Sandro disse:

    Fernando,
    quanto as estatísticas, depende de como ela são vistas, veja só quantas corridas fizeram os pilotos que você mostrou:

    Keke Rosberg (campeão do mundo) 5 vitórias – 128 corridas
    Clay Regazzoni – 5 vitórias – 139 corridas
    Jochen Rinther – 6 vitórias (campeão do mundo) – Rindt – 62 corridas
    Jacky Ickx – 8 vitórias (idolatrado) – 120 corridas
    Denny Hulme – 8 vitórias – 112 corridas
    Ronny Peterson – 10 vitórias (idolatrado) – Ronnie – 123 corridas
    Jody Scheckter – 10 vitórias (campeão do mundo) – 113 corridas
    James Hunt – 10 vitórias (campeão do mundo) – 93 corridas
    Gilles Villeneuve – 10 vitórias – 68 corridas

    Barrichello – 10 vitórias (Campeão? Idolatrado?) – 282 corridas

    Talvez o que mais se assemelhe ai seja o Rosberg, mas ele não é tão lembrado assim e olha que foi campeão.
    A demais ai nessa lista são pilotos da velha guarda, quando não se precisava vencer muitas corridas em um ano para ser campeão, a temporada era mais curta, e também vários deles morreram enquanto ainda corriam e por isso sejam idolatrados e também não puderam aumentar sua estatística, ou seja… outros tempos, por isso a análise fria dos números enganam.

    Não precisa nem comparar os números de temporada de cada um, vê-se que o Rubinho na média nem chega a 1 vitória por ano.

    Agora vamos comparar o Barrichello com os campeões mais atuais?

    Michael Schumacher – 91 vitórias
    Alain Prost - 51 vitórias
    Ayrton Senna - 41 vitórias
    Nigel Mansell - 31 vitórias
    Niki Lauda - 25 vitórias
    Nelson Piquet - 23 vitórias
    Damon Hill – 22 vitórias
    Fernando Alonso – 21 vitórias

    ih.. até o Damon “Hill”

    Não se pode dizer que as vitórias dele não valem nada, claro ele entrou para as estatísticas, mas é muito pouco para ser considerado um gênio, um piloto espetacular ou coisa parecida, pouco também para o barulho que é feito quando ele vence, ou pelo menos para que seja idolatrado na minha opinião.

    Abraços

  8. José Carlos Araujo disse:

    Quantas ULTRAPASSAGENS vocês viram no GP de ontem????

    Eu não vi nenhuma, pois aquela do Jean sobre o Badoer não vale….

    Alguém viu alguma então?????? Essa é nossa F1 atual!!!!!!!

  9. Luciano Moreno disse:

    Ótima corrida. Preencheu a minha manhã de Domingo. Mas esperança de ver o Rubens campeão: nenhuma!!!!(já me decepcionei demais)

  10. Silvio Roesler disse:

    Excelente análise, FG. Especialmente sobre a estratégia de abrir mão da pole em função do risco de ser ultrapassado na largada pela maior arrancada da McLaren com Kers!

  11. Mário Campos disse:

    Concordo que o Barrichello tenha ganho algo nas entradas e saídas de box, mas a diferença na primeira parada é puramente combustível. Como ainda tinha umas 3 voltas de diferença de pit, ainda teria uns 2s a menos para por de combustível, que lhe daria uma frente de 3s, porque mesmo que as paradas fossem idênticas, o Barrichello virou 3 voltas em 1min39, enquanto o Hamilton virou, se não me engano, 1min41, 1min42 e 1min40. São 6 segundos, e ele só tinha 4. Lógico que com o carro pesado, isso acontece naturalmente, talvez ele pudesse minimizar se tivesse tido um bom pit stop e guiado maios do que guiou nestas voltas, mas precisaria ser mais do que um Hamilton para fazer isso. Talvez um Alonso ou um Schumacher. E seria dividindo a saída de box.

    Tenho outro ponto a observar: tudo o que o Barrichello precisa para ser campeão é de um carro ruim. Desde que o Barrichello foi para a Honda em 2005, todas as vezes que a equipe dava um carro bom, o Button andou mais do que o Barrichello (só cabem neste comparativo 2005, algumas corridas em 2006 e 2009). Por outro lado, com todos os carros ruins, o Barrichello sempre andou muito mais do que o Button. E a variação é do Button. Alguém se lembra o quanto ele apanhou do Fisichella com aquela Benetton sofrível e o banho que ele deu no Trulli quando teve um carro bom? O Button não sabe guiar carro ruim. A verdade é assim simples. Tirar 18 pontos, em média 4 por corrida é fácil, se o Barrichello fizer média de 6 e o Button de 2. Já é praticamente impossível se o Barrichello tiver que ter média de 8 e o Button de 4, porque com um carro que pode brigar pela vitória o Button não guia tão mal.

  12. Junior disse:

    Só de ver o Barrichello com aquele sorriso por ter vencido, mesmo estando desacreditado, eu fico com a sensação de que tudo o que ele fez até hoje valeu a pena.

    É muito bom ver um piloto já com idade avançada para os níveis da fórmula 1 conseguindo ser competitivo, acredito que o Schumacher ficou com certa inveja do Rubens.

    Um título (muito improvável) seria apenas a cereja do bolo, mas o que é uma cerejinha para quem já está todo lambuzado de glacê e com a barriga cheia de tanto comer o bolo?

  13. Galvão disse:

    Flávio, ótimos comentários.

    Barrichello se superou e fez ótima prova. Bateu as McLarens que davam pinta de dominar a prova de ponta a ponta.

    Com o Massa fora a tendência é que os torcedores joguem a espectativa no vovô Barrichello que está “apenas” a 18 pontos do Button.

  14. José Carlos Araujo disse:

    De ontem para hoje o Barrica virou um ótimo piloto. Eu não aguento essa pachecada……

    Ele continua um piloto de merda para mim. Se não fosse o erro da Maqilarem, não tinha nada disso.

    Ele continua lento e sem competitividade. Se ele corresse como ontem já teria sido campeão há muito tempo.

    O cara tem a estrela onte a grande Hortência sinalizou…..

  15. André disse:

    FG esses equipes de F1 que estão vinculadas a montadoras são extremamente politiqueiras. Renault mandou Nelsinho embora porque? O substituto dele não é nenhum gênio. Deve ser pra economizar no salário do piloto. E agora a McLaren botou o kovalento na parede. E entregou o melhor carro para o Hamilton e quer que o cara faça milagre. O motivo eu nem desconfio, talvez seja pra arranjar lugar pro Rosberguinho. Sei lá. Esses caras são muito estranhos mesmo.

  16. Z F1 Clássica disse:

    Fernando,
    quem é Jochen Rinther, campeão do mundo de F1?

  17. Emerson disse:

    Flavio,

    Desculpe, mas seu cálculo está errado. Barrichello não teve 7s824 de “lucro”. Como largou com mais combustível do que Hamilton, seria esperado que a somatória de suas paradas fosse menor que a do inglês mesmo que não ocorresse nada de anormal nos pits.

  18. Ricardo de Bittencourt disse:

    Irrepreensível a vitória de Barrichello, à moda Schumacher.
    Soube acompanhar as McLarens sem riscos desnecessários, já que não havia como passar nessa pista.

    Interessante a posição do companheiro de Brawn. Sabe-se que foram trocados os conjuntos cuja mola botou Felipe Massa em férias forçadas, por tipos distintos de molas amortecedores.
    1 – os carros voltaram a economizar pneus frente à Red Bull;
    2 – Barrichello ficou à frente de Button.

    O conjunto de atualizações, com a adaptação de suspensão, talvez tenha favorecido o brasileiro. Temos de lembrar que Button só passou a bater Barrichello com um carro bom e neutro.

    De qualquer forma, deve-se aguardar as próximas provas. Eu torço ainda por uma reação de Rubinho…

    Mas o melhor do domingo não vi comentado em lugar nenhum: a homenagem que Rubinho fez à Hortência do alto do pódio, mostrando em rede mundial sua estrela.

  19. Samuel Galvão disse:

    A que se deve essa quantidade de comentários?
    Ao assunto, ou a esperta pergunta do FG no fim do post?

  20. Leonardo disse:

    Mesmo sem os problemas dos boxes, ganharia quem voltasse na frente… pois ninguem ultrapassa nessa pista :-)

    Qunato às voltas fantasticas do Rubinho, não é a especialidade dele mesmo…. esse ano mesmo ele teve a chance de fazer isso e não fez. Foi um dia de muita competencia do Rubens mesmo, do qual sou fã e espero que ele tenha pego o jeito da coisa :-)

  21. Eric disse:

    Guiou muito e provou de que é capaz.
    Ponto final….

    Para os que só falam mal do cara darem um tempo e calarem um pouco a boca….

    Só tem entendido aqui mesmo…..vixe….

  22. luciano pimenta disse:

    Concordo com o Léo Engelmann, acho que dificilmente o Rubinho arriscaria passar o Hamilton e na cabeça dele passa tb a luta pelo campeonato, então ele não jogaria o carro em cima pra forçar uma ultrapassagem, agora se era de uma vitoria que ele precisava para se motivar e lutar pelo campeonato de vez, vamos ver daqui para diante o que podemos esperar dele. Se ele realmente tem essa pretenção vai ter que brigar muito não só dentro da equipe como tb como as outras equipes que estão evoluíndo bastante. Parabéns ao Bubinho pela vitoria, poderia até não ganhar mas se demontrar que é combativo e lutar até o final estaremos a seu lado.

  23. Mirax disse:

    Eu acho que se a McLaren não desse uma de “A Turma do Didi” ontem, a corrida teria sido mais emocionante, pq se o Hamilton continuasse na frente do barrichelo, este iria tentar ultrapassagem e a corrida fica naquele de “gato e rato”.

    Se o Barrichello conseguisse sair na frente do Hamilton, depois do segundo pit stop também, o Hamilton ia tentar ir pra cima do Barrichello, tentando tomar o primeiro lugar.

    A corrida ficaria emocionante no final. Mas tudo isso, é uma questão de Se…

  24. CUCA SAMPAIO disse:

    BOA TARDE
    ESTOU LONGE DE ADMIRAR UM RAPAZ DESSE , PODE DIZER QUE CHEGAR F1 TEM QUE SER BOM , MAS ESSE É,MUITOI RUIM. TA NA HORA DE IR DESCANÇAR ,APRENDER A JOGAR GOLF E DAR CHANCE A NOVOS PILOTOS COMO BRUNO SENNA… UM CARA QUE FICA 5 ANOS SEM GANHAR CORRIDA É OQUE???

  25. Piercarlo Ghinzani disse:

    Pelo menos mostrou que alguma coisinha ele aprendeu com o Alemão, demonstrado nas voltas rápidas que deu quando foi necessário.

    Mas a pachecada não precisa ficar muito feliz não, pois o que aconteceu ontem foi puro acaso. O Barrichello é inconstante demais e deu sorte de não cometer nenhum erro naquelas voltas.

    A sorte, Flávio, é que a próxima corrida já é domingo que vem. Não vai dar muito tempo da pachecada te achincalhar. Ou seja, domingo que vem ele volta ao normal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>