COLUNA 2 | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 4 de setembro de 2009 - 17:24Colunas Warm Up

COLUNA 2

SÃO PAULO (cheira mal) – O que eu acho de toda essa confusão envolvendo Renault, Briatore e Nelsinho está na minha coluna de hoje. Ao final da qual chego à conclusão de que gosto mesmo é dos carros.

55 comentários

  1. Carlos disse:

    Eu gostaria muito de saber o que pensam aqueles que ficavam chamando pejorativamente os fãs do Senna de “viúvas”. O munda, gira…

  2. 000 em Spa disse:

    Rodolfo.

    Hoje sabe-se que as nadadoras da antiga Alemanha Oriental foram sistematicamente dopadas desde que começavam a mostrar algum talento para a natação. Algumas tinham o conhecimento de que estavam se dopando, outras não, foram enganadas. Nas olimpíadas as alemãs bateram muitos recordes e conquistaram dezenas de medalhas de ouro.

    Depois de descoberto o esquema de doping criminoso, algumas atletas entraram com processos por terem sido enganadas e submetidas sem o conhecimento a uma série de doenças consequentes ao uso de esteróides. Muitas ficaram doentes, perderam a feminilidade e ficaram inférteis, algumas morreram. Poucos, muito poucos envolvidos foram punidos, nenhuma medalha foi cassada.

    E o Nelsinho é que tem que pagar o pato, talvez por ser pato brasileiro.

    Quer saber mais sobre Doping? Procure na Internet sobre o escândalo da BALCO. E muita gente foi “aliviada” da investigação. Veja a data da eclosão do escândalo e veja quantos atletas americanos, em todos os esportes, campeões e campeãs, sendo que alguns/mas até hoje estão no esporte, ficaram “contudidos” e precisaram de “cirurgia” naquele semestre.

    Só foram denunciados atletas de segunda categoria, a Marion Jones na verdade foi pega por crime fiscal e por redução da pena denunciou o esquema. Atletas da primeira linha, só foram denunciados aqueles praticantes de esporte com tolerância para o Doping na época, como o baseball e futebol americano.

    E o Nelsinho é que tem que pagar o pato. E acredite, é quem vai. O Alonso vai alegar desconhecimento e nem multa irá levar, porque por trazer dinheiro a categoria seria atirar na patinha dos ovos de ouro.

    Mas não creio que a brigada anti-Piquet ou a torcida organizada brasileira dos corredores alemães e espanhois vão se incomodar com isso.

    E viva a hipocrisia.

    E abaixo a sujeira, desde que seja de brasileiro.

  3. Squa disse:

    Quer saber, não achei um absurdo. Entregar uma vitória no inicio campeonato, impor um ritmo lento pra segurar um pelotão inteiro (expediente muito usado na decada de 90), bater num adversario para evitar uma ultrapaagem (Prost vs Senna, Senna vs Prost, Schumacher vs Hill vs Villeneuve, Massa vs Alonso), bater de propósito em Mônaco pra evitar a pole do Alonso,pra mim estão no mesmo nível disso. Se isso foi pensado, foi muito inteligente, é assim, se o piloto topa, faz parte do jogo. O pior dessa história foi a porrada que o Piquezinho deu. Das duas, uma, ou ele é meio kamikaze ou errou na medida da rodada.

  4. Neto disse:

    A tempo, até no setor jornalisto, têm jornalista não honesto. Tambem é minoria; mas existem. E por aí vai no setor judiciário, médico, publico, empresarial e etc.

  5. Neto disse:

    O carro é um objeto e todo mundo sabe. O ser humano normal gosta de objeto , ama pessoas ou odeia. O Gomes gosta de carro e ama Alonso. Por isso ele acha que o Alonsito é unico que pode alegar inocência . Agente sempre fica cego com os erros das pessoas que amamos. Outra coisa, não é só no esporte que o homem comete ilicito. Em todo setor que exista a figura humana vai haver ilicito. Não quero dizer com isto que todos homens são desonestos; muito pelo contrario a maioria são pessoas honestas. Mas essa minoria causa um estrago grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>