MENU

sexta-feira, 11 de setembro de 2009 - 20:04F-1

MILANESAS (4)

mila4SÃO PAULO – O Grande Prêmio teve acesso a um relatório da FIA com o primeiro interrogatório de Pat Symonds. Suas declarações são incriminadoras. Em nenhum momento ele nega a armação de Cingapura. Recusa-se a responder a quase todas as perguntas. Parece claramente acuado diante de evidências de que Nelsinho bateu mesmo de propósito e de que a FIA sabe que ele estava por trás da combinação.

Temos uma situação clara: Briatore no ataque, partindo para o lado pessoal, afirmando que é tudo mentira, e Symonds enrolado. Pode ser que sobre para ele, no time.

O relatório é longo e contém imagens da telemetria, que apontam um comportamento “incomum”, nas palavras de Symonds, de Nelsinho na hora do acidente. Há também detalhes das conversas de rádio que indicam que talvez ninguém mais na Renault, exceto Symonds e (talvez de novo) Briatore, soubesse do que estava acontecendo.

As desconfianças que eu tinha, e manifestei no último post, de que uma hipótese a ser considerada era a de que Nelsinho poderia estar inventando tudo já não existem mais. Pelo tom das respostas de Symonds, não tenho mais dúvidas de que foi tudo combinado.

43 comentários

  1. Claudio disse:

    o nelsinho piquet ja pode pensar em ser politico… é arrogante, hipócrita e enquanto interessa, toma parte em maracutaia. E quando não interessa, passa a delatar os parceiros.

  2. sergio castro disse:

    O que eu acho engraçado é que o pai Piquet, sempre contou vantagem de que quando chegou na F1 em um time grande, encontrou nada menos que o Niki Lauda, e teve que superá-lo para ganhar notoriedade e respeito da equipe, mostrando ser melhor que o primeiro piloto.
    Sempre criticou o Rubinho por não ter uma performance próxima ao Michel, fazendo questão em fazer uma análise comparativa com seu passado.
    No caso do Piquet filho, a incompetência ou falta de performance foi maior ainda, pois o filhinho só levou pau do Alonso e perdeu o emprego por não ter correspondido, e agora vem jogar a m… no ventilador?
    Que feio Piquets, a imagem de vcs ficará marcada para sempre.

  3. Luiz Evandro Águia disse:

    Caro Flavinho,, concordo com tudo que v escreveu ai sobre os “” Piquets” .. que vergonha para o esporte ,,,abraçao do sempre amigo Luiz Evandro Águia,,, direto de Floripa…

  4. Clay Regazzoni disse:

    Não disse que o depoimento do pat Symonds era a prova do ocorido.

    Parabéns Dr. Pedro pelo sensato, brilhante e irretocável comentário.

    Merecia uma coluna especial no Site GP

  5. Silvio Taka disse:

    Não sou juiz, não julgo Nelsinho e tampouco Briatore, mas gostaria muito de saber a verdade, não sobre o acidente, que, de acordo com as evidências, parece ter sido mesmo uma tramóia… Queria mesmo é saber por que os Piquet fizeram isso? Quem está por trás deles? Nelsão, mesmo não sendo uma hunanimidade, é ídolo nacional, por que resolveu partir para essa agora, chutando o pau-da-barraca e mergulhando a carreira do filho e até mesmo a sua num imenso poço fecal? O que teria acontecido entre eles e Briatore? Estou muito curioso, espero que a verdade seja esclarecida, coloque os Piquet no Bola da Vez, e depois o Briatore, para que a história seja bem contada.

  6. Caique Pereira disse:

    Melhor post daqui, PARABÉNS Pedro!!!!!i

    Para os bobos que insistem e escrever que se o Nelson não tivesse batido o Massa seria o Campeão: OPitstop foi horrível, mas o Hamilton teria chegado mais a frente do chegou, pois o Alonso não chegaria entre os 8…muito bobos…

  7. MAURO MONDIN disse:

    Queria saber quem é o ridículo chamado JORGE, que não se identifica por completo, que, em vez de rebater os argumentos do Dr. Pedro Maciel, prefere desclassificar sua pessoa pelo fato de ele ser advogado, insinuando, ao final, que todos os advogados são picaretas. Que preconceito ridículo e absurdo!!! Comentário demasiadamente burro, de pessoa bastante ignorante. Não conheço o Dr. Pedro Maciel, não sou advogado, mas conheço inúmeros advogados, alguns de fato “picaretas”, mas outros bastante honestos e honrados. Minhas expressões de solidariedade aos advogados.

  8. Jasinski disse:

    Flavio, como ficaria o resultado do campeonato se a corrida de Cingapura fosse anulada? Ou se tirassem os pontos da Renault nessa corrida? Ainda estou com uma mangueira entalada na garganta…

  9. Antonio disse:

    Por isso F1 não é esporte. Trapacear é considerado normal por muitos, se um atleta for pego no doping, perde uma medalha de ouro nas olimpíadas, mas jogar o carro no muro e prejudicar 20 pilotos é considerado normal por muitos .
    Nelsinho tem que ser punido exemplarmente, assim como os que participaram desta tramóia que tirou o título de outro . Se não for punido, será um prêmio para a vigarisse.
    Não há justificativa para isso. Schumacher deveria ter perdido o título, Prost também , Senna também.
    Mas enquanto os marmanjos passam a mão na cabeça desses garotos mimados e seus patrões cinquentões, o mundo vai continuar assistindo a paicaretagem e o pior aplaudindo

  10. Mário Mesquita disse:

    Concordo em tudo com o Pedro Maciel. O povo é engraçado, escrachar o Sarney e aquela corja ninguem se habilita… Flamenguista dá porrada em vascaino, Corintiano espanca Palmeirense, mas ninguem vai à Brasília tacar ovo nesses safados. Isso é o Brasil…

  11. Clezio Soares da Fonseca disse:

    Pessoal, por favor me ajudem! Sou funcionário publico, ganho pouco, tenho gato na internet pra me divertir um pouco, minha tela de computador é emprestado do meu
    cunhado e é 7″. Quando fizerem comentários, usem diversos posts, pois não dá pra ler na integra estes roteiros
    do “E o Vento Levou”. Meu xp é Lentiun e demora uma semana pra esquentar e começar a virar páginas. FG,
    estes palavrões curtos tipo : vai t… no c…, ainda dá pra ler
    numa mesma tela. Valeu pela compreensão e atenção de
    todos.

  12. Carlos disse:

    adorei essa foto …. adoro bife a milanesa!!!!!!

    sobre esse escândalo, é muito vergonhoso para nós brasileiros e amantes do esporte!

  13. Bright77 disse:

    Isso não é de muito tempo atrás? Brasileiro servindo ou sendo obrigado a servir ao interesse dos grandes grupos? Moreno sendo substituído pelo alemão não é um exemplo das práticas do Briatore? Quem é podre? O funcionário infelizmente não tem obrigação de obedecer ao patrão? Respondam jornalistas…

  14. JackSpeed disse:

    olhem o que o ico escreveu:”Nelsinho Piquet tem um amigo inglês, Marc Cavezzale que o auxiliou em muitas etapas de sua carreira e o acompanhava nas provas do ano passado. Mas a figura do inglês incomodava o pai Nelson. Ele achava que o sujeito, de alguma forma, atrapalhava o desenrolar da carreira de Nelsinho e teria pedido a Briatore que proibisse a sua entrada nas corridas. Também colocou Nelsinho para morar em Chelsea, Londres, no mesmo prédio onde mora o chefe da Renault.

    Mas a partir daí insinuar que o problema era uma suposta relação homossexual foi um golpe baixo, executado discreta e eficientemente por Briatore. A história era estranha demais, corri para apurar depois e ficou claro que era algo absolutamente longe da verdade”.
    é claro que briatores inventou a historia,é um escroto e que vá de vez para o inferno.

  15. Bright77 disse:

    Essa estória do Nelsinho é só uma vírgula numa categoria do esporte que se apropriou do grande capital, na visão maquiavélica da palavra. Que isso sirva de lição para os organizadores e para o público. Nossa querida F-1 virou um mercado negro, de qualidade duvidosa e preço alto para aqueles que ainda a almejam e sonham com tempos de nossos heróis.

  16. Henrique disse:

    Caros Amigos.
    Venho neste pequeno espaço mostrar minha indignação como o caso escabroso envolvendo nosso querido Nelsinho está sendo tratado pela mídia (incluindo esse blog). Esta mesma mídia que trata a Gripe A como se fosse uma tonelada de bombas nucleares, se duvidam do aqui falo, vejam este link: http://www.youtube.com/watch?v=wNOsrDZ53XY
    Voltando ao que interessa, por que e em nome do que queremos dar uma de justiceiros e ficamos sentados em cima do nosso próprio rabo apontando pro rabo dos outros? Somos mais ou menos santos que o Nelsinho? Deveriamos aplaudir uma pessoa que botou a cara pra bater e contou a verdade!! Que hipocrisia é essa que faz com que não aceitemos alguém que age certo denunciando alguém ou algo de errado (os chamados dedo-duros…) Por que a sociedade pune quem fala a verdade? Nelsinho pode ter errado? Pode, mas nós devemos nos colocar em seu lugar e analisar o que faríamos em seu lugar, basta nos lembrar como estava a sua situação profissional. Imaginemos que ele não aceitasse participar dessa armação, se demitisse e viesse a público denunciando tudo isso. Estaria ele sendo também acusado de armação ou até mesmo transformado em motivo de piada, em descrédito, sendo achincalhado e acuado. No final de tudo chegamos na conclusão de que o ser humano não gosta de quem tem coragem de falar a verdade, e não há perspectivas de mudança deste péssimo hábito.

  17. Eduardo Andrade disse:

    Concordo plenamente com o Pedro Maciel. A mídia especializada nacional esta sendo hipócrita.

  18. Ricardo Bigliazzi disse:

    Ja disse e repito… é facil criticar… o duro e sentar na “cadeira do Nelson” e fazer o que ele fez.

    Vivemos em mundos diferentes e para o nosso Nelson aquilo parecia ser o certo…

    Esse Briatore é um canalha… e não é dos bons… rs!!! Um “bom” canalha não desafinaria o tom da conversa nesse momento, adotaria uma linha mais tranquila e negaria categoricamente tudo sem ao menos alterar as expressões faciais. Mas ele é um fraco… um tremendo idiota… e não esta aguentando o tranco… tem que se fud…

    Estou meio puto com o Rubens e com o Alonso… um deve calar a boca e o outro abrir e se posicionar claramento sobre o que esta acontecendo…

    Largar mal posicionado e com pouco combustivel????? Dizer que não sabia???? Que loucura????

    Segue o jogo… acho que muitos agora começam a perceber a coragem que o Nelsinho teve em se posicionar dessa maneira…

    Abraços

    Imperador

  19. DOuglas disse:

    Flávio nunca vi um Post com comentários tão ricos. Só falta você melhorar….kkkkkkkkkkk brincadeira

  20. pedro afonso scucuglia disse:

    O que dizer mais,depois que o mestre Maciel Neto disse tudo?
    Assino ad referendum tudo o que ele disse.
    Vae victis.

  21. Marcelo Andrade disse:

    Parabens ao Pedro Maciel, Conrado Andrade e o Fabiano. A hipocrisia eh uma m.e.r.d.a !!! Tem muito nego aqui que so sabe julgar, mas que na primeira oportunidade que tem de enganar, sonegar ou mentir nao pensa duas vezes. Quem NUNCA errou que atire a primeira pedra. Que Nelisinho errou isso eh fato, mas pelo menos ta dando a cara pra bater. Quem aqui teria essa coragem de assumir um erro de proporcoes MUNDIAIS?!?!?!?!

  22. Gioia disse:

    Carater e honra e a unica coisa que levamos desta vida e isto o rubinho ja demostrou jogando o segundo melhor emprego do mundo para o ar, o primeiro era do alemao, por que os Piquet nao falaram antes. Mas acredito que o nelsinho ate se calou mas com certeza tudo foi pensado pelo pai que definitivamente demontrou que nao tem carater nenhum, desde quando era piloto

  23. Alexandre Quintão disse:

    Pedro Maciel: Você disse tudo. Parabéns.

  24. Fabiano disse:

    Falo por mim: eu com um sálario de 300 mil doleta por mes, vivendo o mundo da formula 1 com todo aquela mulherada, com ctza me jogava no muro tbm…..!!!Tem mais, se um carcamo quizesse foder a minha festinha eu foderia com ele também. Ta em casa Nelsinho, o resto é balela e hipocrisia, um montão de nego que nem imposto de renda paga direto querendo julgar o moleque!

  25. ricardo disse:

    Flavinho, seu blog é du caralho!! Parabéns cara.

  26. Blackbird disse:

    A primeira pedra

    Por ROBERTO VIEIRA (blog do Juca Kfouri)

    Está certo!

    Nelsinho Piquet errou.

    Feio.

    Mas atire a primeira pedra quem nunca errou nessa vida.

    Principalmente na juventude.

    Uns dois ou três vão atirar pedras.

    Porque sofrem de amnésia.

    A juventude é território perigoso.

    Na juventude Chico Buarque foi preso.

    Política?

    Que nada!

    Puxando carro.

    Clinton experimentava uns bagulhos.

    Hillary?

    Apaixonou-se por Clinton.

    Bush tomava milhares de bourbons.

    Se bem que nesse caso ele era mais inofensivo.

    Brutus esfaqueou o padrasto.

    Romeu se matou com Julieta.

    Lula era de direita.

    Carlos Lacerda de esquerda.

    Jesus andou sumido longe de casa.

    Porém talvez o exemplo mais bem acabado.

    Seja o exemplo de Paolo Rossi.

    Artilheiro italiano.

    Jovem.

    Com o mundo a seus pés.

    Corrompendo-se por migalhas.

    Rossi que foi perdoado precocemente.

    E de cabeça baixa meteu três gols no Brasil em Sarriá.

    Transformando a sua vida.

    Rossi que era um jovem desmiolado quando cometeu seus pecados.

    Puna-se o jovem Piquet.

    Porém no limite da justiça.

    Porque.

    Está certo!

    Nelsinho Piquet errou.

    Feio.

    Mas atire a primeira pedra quem nunca errou nessa vida.

  27. Parabéns pela equipe do Grande Premio!

    Symonds será o mais prejudicado… Afinal Briatore é forte, o nome Piquet é forte, já ele nem tanto…

    As agressões pessoais de Briatore a Nelsinho, para mim, mostram que ele está nervoso por estar encurralado.

    Sei lá, esse cara é mafioso e louco, graves consequencias podem afetar a vida pessoal dos Piquet… nada há de se destacar.

    Nelsinho foi burro! Caiu na cama de gato do Briatore! Afundou sua carreira, na F1!

    Só que Briatore não imaginaria que o Nelsinho seria capaz de jogar a lama inteira no ventilador!

    E, na boa, o Alonso deve saber de tudo sim! Se fosse eu, mesmo que soubesse de tudo, devolveria o troféu, mesmo que enquanto estão anilsando o caso, diz que se for verdade ele devolve o troféu… diz que se sente ofendido… diz alguma coisa, oras…

    Engraçado… Na marmelada de 2007 da espionagem, Alonso estava na McLaren, agora, em 2008, ele foi beneficiado pela marmelada de Cingapura!

    Aliás, porque Nelsinho teria sua carreira tão suja da F1 se o Alonso também deu com a lingua nos dentes e nada aconteceu?

    Um chefe de equipe pode achar que o Nelsinho é um cara fiel à equipe, sujeitou-se a um acidente pelo time e sua carreira… apesar de ser uma canalhice…

    Só deu com a lingua nos dentes porque a equipe não foi fiel a ele…

  28. gabs disse:

    O massa é que deve estar feliz com tudo isso.

    Se não houvesse a piquezada, não teria havido pitstop naquela hora e, é possível, também não haveria cagada da ferrari. Ele teria grandes chances de ganhar a corrida e ser campeão.

    É curioso pensar o impacto indireto que essas armações podem ter no resultado final.

  29. J.N.Dias disse:

    Se Briatore está usando e abusando de baixarias pra se defender (Tipo, questionando a orientação sexual de Nelsinho) e Pat Symonds está enrolando, se abstendo de responder as perguntas, não resta mais dúvida: Foi tudo armado mesmo.

    Agora, Carlos Ghosn, um Brasileiro, querer punir Nelsinho Piquet, outro Brasileiro, só porque ele é “o lado mais fraco da corda”? Ou o cara é meio sacana, ou ele não conhece Briatore. Foi muito precipitado da parte do Carlão.

  30. fortunas disse:

    Sobre essa briga a tendência é piorar, deve vir mais merd@. nessa semana.
    Sobre Nelsinho ->->-> Tem que ser muito louco ou muito macho para bater no muro com um formula1 de propósito e sair vivo.

  31. Pedro Maciel disse:

    É INJUSTO CRUCIFICAR NELSINHO PIQUET.

    Pedro Benedito Maciel Neto

    A Fórmula 1 é um mundo todo particular, onde virtudes, valores e ética parecem ter um significados próprios.
    Penso que a imprensa especializada acabou sendo “contaminada” pela irracional “lógica” desse mundo particular e pelo sentido do certo e do errado aplicáveis somente àquele mundo e isso merece uma reflexão.
    Ou, por algum motivo busca um bode expiatório a ser sacrificado perante a opinião pública, e me parece que o bode escolhido é o jovem Nelsinho Piquet. Não é demais lembrar que em sentido figurado, um “bode expiatório” é alguém que é escolhido arbitrariamente para levar (sozinho) a culpa de uma calamidade, crime ou qualquer evento negativo que geralmente não tenha cometido, ou não tenha cometido sozinho.
    A busca e a escolha do bode expiatório é um ato cruel e irracional, pois determina que uma pessoa ou um grupo de pessoas, ou até mesmo algo, seja responsável de um ou mais problemas. É uma atitude covarde, mesquinha e medíocre.
    Vou escrever sobre algumas histórias que me lembro da Fórmula 1 porque acredito que fatos tão ou mais graves ou reprováveis ocorreram no passado e nenhum dos envolvidos foi tratado de forma tão cruel como Nelsinho vem sendo tratado por parte da imprensa, o que influencia de forma inegável a opinião pública.
    Fatos graves que envolveram Senna, Prost, Barrichello, Fernando Alonso, Hamilton, dentre outros não receberam da imprensa a mesma atenção e tratamento depreciativo que o fato no qual foi envolvido o jovem piloto brasileiro Nelson Ângelo Piquet, filho do Tricampeão de Formula 1 Nelson Piquet recebe. Por quê?
    Nelsinho confessou seu erro, confessou que, atendendo ordem de Flávio Briatore, provocou um acidente para beneficiar a equipe e seu companheiro de equipe Fernando Alonso, o mesmo Fernando Alonso que comprovadamente participou do chamado escândalo da espionagem.
    É evidente que a atitude de Nelsinho é reprovável, mas em que sua atitude é mais reprovável que a de a de Prost, que venceu o campeonato em 1.989 depois de bater seu carro no de Senna?
    Por que a atitude de Nelsinho é pior de Airton Senna que propositalmente bateu em Alain Prost para ser bicampeão do mundo em 1990? Não se pode esquecer que logo na largada a Ferrari de Prost fez uma largada melhor e pulou na frente.
    Não me lembro de ninguém da imprensa dizendo que a aquela “manobra” de Airton Senna liquidaria sua carreira… Ao contrário o jornalista Rafael Lopes trata a atitude de Senna como normal. É normal colocar em risco a vida de um colega de profissão em nome do revide? Nelsinho pelo menos não bateu em ninguém.
    Há ainda o acidente proposital provocado pelo “genial” Michael Schumacher que no GP da Austrália de 1994, tirou Damon Hill da pista deliberadamente, para ser campeão mundial pela 2ª vez.
    Será que a subserviência de Rubens Barrichello nos seus tempos de Ferrari renunciando a posições e vitórias têm um sentido mais ético ou é menos grave que a atitude de Nelsinho?
    E aqueles que afirmam que esportivamente a atitude de Nelsinho, sob ordem de Briatore, é mais grave do que o caso do GP da Áustria de 2002, quando Rubens Barrichello deixou Michael Schumacher passar na reta de chegada, após ordens da chefia da Ferrari usam o discurso fácil da hipocrisia, pois o efeito esportivo foi o mesmo e os problemas causados foram na mesma proporção, pois causou danos à imagem da F-1.
    E Flávio Briatore? Bem, acredito que ele sintetiza a ética da Fórmula 1.
    Não se pode esquecer que em 1991 Briatore colocou o até então novato Michael Schumacher no lugar do brasileiro Roberto Pupo Moreno, sendo que o veterano piloto brasileiro foi sequer avisado desta decisão.
    Em 1994, que foi literalmente o ano das mais festejadas falcatruas da dupla Briatore/Schumacher, eles mandaram tirar o filtro das máquinas de sua equipe, o que aumentava a velocidade, mas tornava muito insegura pilotagem. A safadeza de Flávio Briatore/Schumacher quase custou a vida de Jos Verstappen e de mecânicos da equipe, esse fato ocorreu no GP da Alemanha, em Hockenheim. Isso é menos grave que o fato que envolve Nelsinho? Por quê?
    Ainda no tempo da equipe Benneton ele foi acusado de usar dispositivos eletrônicos, então proibidos, disfarçados em seu carro, como o controle de tração e de largada.
    E o recente caso de espionagem na Fórmula 1? Em meio ao mais disputado campeonato em mais de duas décadas, com quatro pilotos com chances de conquistar o título até as últimas provas, o circo da Fórmula 1 teve que desviar suas atenções da pista por causa de um escândalo de espionagem envolvendo suas duas principais escuderias. A suspeita de que a inglesa McLaren teria se aproveitado de informações confidenciais da italiana Ferrari levou à abertura de investigações esportivas e judiciais que inegavelmente comprometeram a lisura da disputa do campeonato de 2007.
    E o que é pior: mesmo com o envolvimento comprovado de Fernando Alonso no escândalo, nem ele, nem seu companheiro Lewis Hamilton sofreram qualquer tipo de sanção.
    A história da categoria está repleta de casos de espionagem e roubo de informações técnicas. Em 1977, por exemplo, três sócios da equipe Shadow deixaram o time para fundar a Arrows. Ao lançarem a nova escuderia, seu carro era tão semelhante ao da Shadow que foi proibido de competir pelas autoridades esportivas da época. Coisa parecida aconteceu em 1981, quando, ao fim da temporada, o engenheiro Derek Gardner, da Tyrrel, fez um passeio pela oficina da Lotus e viu escondido o protótipo do modelo a ser usado na temporada seguinte. Em 1982, o carro da Tyrrel era uma cópia quase exata do projeto da Lotus.
    Até o escândalo de 2007, o caso mais grave talvez tenha sido aquele que levou os engenheiros Angelo Santini e Mario Iacconi à prisão em 2006. Ex-funcionários da Ferrari foram trabalhar na Toyota, levando debaixo dos braços uma série de softwares desenvolvidos pela equipe italiana.
    Com todos esses exemplos por que Nelsinho deveria sofrer alguma sanção dentro da lógica e da ética que reina na Formula 1?
    Ética é uma característica inerente a toda ação humana e, por esta razão, é um elemento vital na produção da realidade social. Todo homem possui um senso ético, uma espécie de “consciência moral”, estando constantemente avaliando e julgando suas ações para saber se são boas ou más, certas ou erradas, justas ou injustas.
    Existem sempre comportamentos humanos classificáveis sob a ótica do certo e errado, do bem e do mal. Embora relacionadas com o agir individual, essas classificações sempre têm relação com as matrizes culturais que prevalecem em determinadas sociedades e contextos históricos.
    A ética está relacionada à opção, ao desejo de realizar a vida, mantendo com os outros relações justas e aceitáveis. Via de regra está fundamentada nas idéias de bem e virtude, enquanto valores perseguidos por todo ser humano e cujo alcance se traduz numa existência plena e feliz.
    Em sendo a ética relacionada a grupos sociais e a contextos julgar Nelsinho Piquet fora do contexto da Fórmula 1 é integral falta de ética, é atitude hipócrita e medíocre.
    Por isso tudo crucificar o jovem e talentoso piloto brasileiro é injusto, basta que lembremos que ídolos d outros esportes como Giba do vôlei e Maurren Maggi do atletismo também cometeram erros e por terem perseverado reescreveram a própria história.
    _____________________________________
    Pedro Benedito Maciel Neto, 45 anos, advogado, professor universitário, autor, dentre outros de “Reflexões sobre o estudo do Direito”, Ed. Komedi (2007). http://WWW.macielneto.adv.br; http://www.pedromacielneto.blospot.com

    • Conrado Andrade disse:

      Um ABSURDO de ÓTIMO COMENTÁRIO de Pedro Benedito Maciel Neto.

      Era o comentário que gostaria de fazer.
      Ou de ter a capacidade de fazer!

      É impressionante como a hipocrisia também é inerente ao ‘povo’ brasileiro, por mais preconceituoso que isso possa parecer. Os comentários que leio aqui são muito mais pavorosos que qualquer batida proposital…

      …inclusive é o que me faz ter raivas de ser brasileiro de vez enquando. Tenho orgulho de ser Terráqueo e Carioca. Essa batida de Nelsinho não me fere em nada como brasileiro. Mas essa ignorância e falta de educação geral, com certeza me fazem cultivar tal sentimento.

      Antes que digam que a batida foi perigosa para algum ser-vivo ali presente, tenho certeza de que na prática, o risco foi severamente calculado. Havia muros (metal?) altíssimos em todo o percurso, nenhum carro por perto e não estava tão rápido assim levando em conta os padrões de segurança do carro e da pista. Fato real e prático.

      Só gostaria de levantar uma questão:

      A troco de quê, Nelsinho jogaria sua carreira fora da Fórmula 1? Para enquadrar o Briattore e… pronto?Vingancinha de criança? Hmm… sei…

      E sua atitude de admitir, denunciar e ter peito para “botar a cara a tapa”? Vergonha!? Personalidade fraca? Mal-caratismo!?

      Lembro-lhes que reconhecer um erro também é uma virtude; não somos perfeitos; erramos; e que caia um raio no primeiro imaculado que aqui dizer o contrário.

      Contudo dito, especulo que essa trama da “Batida Premeditada” vai além de Symonds, Briattore e Piquets. O alvo é Briattore e penso, que Mr.Max usou Piquet Jr. para de fato “dar a idéia” como Pat Symonds dissera, já pensando na frente, para enquadrar o “Primo Capo” de uma vez por todas.

      Como vimos, Nelsinho Piquet deixou bem claro ATÉ NA TELEMETRIA ***E ISSO É IMPORTANTE***, que errou de propósito. E isso, pra mim, é um indício de que já havia um plano em curso para incriminar Flávio Briattore posteriormente.

      Sim, pois se fosse pra ser bem feito de verdade, ele faria sem deixar rastros, pois é PIECE OF CAKE to do that.

      Abraços!

    • Madrugada disse:

      Parabéns professor. seu pensamento nos resume.
      Parabéns!

    • Jorge Ferrari disse:

      Ótimo, muito bom. mais ou menos o que sempre pensei. Infelizmente não tenho o dom de escrever de forma tão clara e objetiva.

    • MAURO MONDIN disse:

      O Pedro Maciel esqueceu de comentar outro fato. Se considera vergonhoso e anti-esportivo o “jogo de equipe” de Barrichello para ajudar Schumacher, deixando-o ultrapassar na reta final, também deve considerar igualmente vergonhoso e anti-esportivo o fato de Massa ter abdicado da vitória no GP Brasil de 2007, em benefício de Raikkonen. Com aquela atitude, Massa, além de ficar com uma vitória a menos no seu C.V., possibilitou que Raikkonen fosse campeão do mundo. A única diferença entre Massa e Rubinho é que Rubinho fez a coisa de modo escancarado, e Massa o fez de forma dissimulada, aceitando o “jogo de equipe” que permitiu que Raikkonen o ultrapassasse no pit-stop. Não estou querendo dizer que discordo do Pedro Maciel, apenas quero dizer que aquela atitude de Massa não foi diferente da do Barrichello, só que todos se lembram do Rubinho e se esquecem daquilo que o Massa fez. Para aqueles que entenderem que a atitude de Massa foi correta, permitindo que o companheiro de equipe fosse campeão, certamente também deverão aceitar a atitude de Rubinho, que, afinal de contas, era o segundo piloto da equipe e deveria ajudar o companheiro a ser campeão. Fica a pergunta: Por que só se lembram do Rubinho??? Por que só o Barrichello é criticado???

    • Penataba disse:

      Dr. Pedro, com todo o respeito; no seu planeta existe alguma modalidade de competição; imprensa sensacionalista, ou algum habitante ignorante entre a população?

    • Jorge disse:

      Sò faltava comentario de advogado. Picaretas do Brasil uni-vos!!!!
      Jorge

  32. Ricardo Reno disse:

    Não existe melhor detergente para limpar as coisas que a luz do sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>