MENU

domingo, 28 de março de 2010 - 6:15F-1

AUSSIES (9)

SÃO PAULO – Button ganhou a corrida na experiência e na ousadia. Todo mundo largou de intermediários, e ele foi o primeiro a sacar que iria secar e colocou slicks já na sétima volta, assumindo o risco de se dar mal. E se deu bem. Mas, mesmo assim, era prova para a Red Bull de novo.

Vettel tinha largado bem, voltara da sua troca na frente, estava tranquilo quando foi parar na brita. Aí caiu no colo de Jenson (e eu chutei que ele ia ganhar…). Que não se desesperou na parte final da corrida, quando seus tempos eram 2s piores que os de Hamilton, que vinha babando lá atrás, com pneus novos. Ele sabia que o parceiro teria osso duro pela frente antes de chegar perto de seu carro.

E teve. Mesmo assim, Lewis foi o showman da prova, fazendo ultrapassagens arriscadas, lutando até o fim, como sempre. Não vi nenhuma bobagem dele, em momento algum. Quando chegou em Alonso, entendeu atrás de quem estava e não atacou feito uma vaca louca. E aí quem barbeirou foi Webber, outro muito combativo na corrida, mas mais estabanado.

Mas até mesmo seu toque em Hamilton deve ser relativizado. Ele estava muito perto. Ambos tinham carro e pneus para passar Alonso.

Só que Fernandinho é El Fodón de las Astúrias. Antes, tinha chegado em Massa com chances de passar, mas não fez nenhuma besteira para levar o pódio. Preferiu a política da boa vizinhança, porque de burro não tem nada. Aí, quando Hamilton encostou de vez, no final, passou a fazer um traçado irritante, até retardar a freada ao máximo na penúltima volta, fazendo o inglês brecar de supetão também, e Webber embutir em sua bunda. Babau, quarto lugar garantido.

Alonso é o favorito ao título por essas e outras, mas é bom a Ferrari se coçar, porque carro rápido, hoje, quem tem é a Red Bull. A McLaren também, mas em certas circunstâncias, apenas. Com pneus novos, por exemplo, como Hamilton demonstrou.

Do resto, há que se falar de Schumacher, por exemplo. Engalfinhou-se com Alonso na largada, mas não teve um milionésimo do poder de reação do espanhol. Perdeu um tempão atrás de Jaiminho, mas lutou por um ponto até o final. E conseguiu. Mas é pouco. Aliás, a Mercedes não entusiasma demais. Rosberg chegou em quinto graças ao enrosco de Hamilton e Webber. Não fosse isso, terminaria numa gloriosa sétima posição, mais ou menos o que fazia com a Williams no ano passado. Massa conseguiu se redimir das más corridas que sempre faz na Austrália, largou de maneira excepcional, teve um ritmo oscilante, mas garantiu um pódio importante, segurando a posição com firmeza diante dos ataques tímidos e cautelosos de Alonso. Barrichello fez o que pôde e levou seu carro aos pontos de novo. E Liuzzi, em sétimo, merece aquelas medalhinhas de honra ao mérito.

Já minhas queridas nanicas cumpriram seu papel. Kovalento terminou em 13º compensando o triste domingo de Trulli, que nem largou, coitado. Chandhok viu a quadriculada, embora cinco voltas atrás. Os virginianos se deram mal com quebras e Senna-sobrinho não passou da terceira volta.

Observação pertinente da blogaiada e dos twitteiros: o locutor oficial falou “Virgin” mais de uma vez nas transmissões da TV no fim de semana. E não usou a sigla VRT. Ao menos que eu tenha percebido. Evitou também mencionar a Hispania nominalmente. Na prática, as equipes viraram EdLdG e EdBS — Equipe do Lucas di Grassi e Equipe do Bruno Senna.

Vá lá. Esse assunto já cansou, também. Que usem os nomes que quiserem.

256 comentários

  1. Mateus Campos disse:

    DEUS… QUEM DERA O NARRADOR/COMENTARISTA DA FORMULA 1 FOSSE FLÁVIO GOMES AO INVÉS DO IDIOTA RANCOROSO DO GALVÃO BUENO QUE PERSEGUE IMPLACAVELMENTE O MELHOR PILOTO DO MUNDO, LEWIS HAMILTON!

  2. Ariel disse:

    A corrida foi fantástica ao contrário da narração do Galvão Bueno.

    Chamou Virgin de Lotus
    Chamou Virgin de Hispania
    Chamou Virgin de “Equipe de Lucas Di Grassi”
    Chamou Hispania de “Equipe de Bruno Senna”
    Falou que Button estava fora da corrida.
    Disse que Webber tinha entortado a roda.
    Falou mau da transmissão (olha quem fala)
    E quando não tinha mais o que falar vivia enchendo o SACO falando mau das equipes novatas……

    Galvão pelo Amorrrr…….. da sua dignidade e dos nossos ouvidos:

    SE APOSENTA GALVÃO!!!!

    Só não coloco no mudo pq preciso ouvir o som dos motores e comentários das equipes.

  3. Luiz disse:

    Um outro fato curioso da corrida foi o locutor oficial da prova no Brasil, que me recuso a dizer o nome, falar assim que o Button voltou dos boxes com pneus slick que ele era o terceiro campeão do mundo a fazer bobagem na corrida e jogar o resultado fora (nesse momento o Alonso e o Schumi estavam negociando o toque e a rodada do início da prova com o pelotão do fundão). Já pensou se o Button fizer essas bobagens em toda prova?
    Não vejo a hora de chegar 2014 e comemorar a aposentadoria desse cidadão que torna insuportável a transmissão da F1. Só vale mesmo pelo Reginaldo Leme que é simplesmente genial.
    Mas façam como eu: primeiro assisto sem som (é meio chato mas só de não ouvi-lo vale a pena) depois revejo a gravação para ouvir os comentários do Reginaldo.
    Argh! que venha 2014!

  4. Luiz disse:

    Pra fazer coro, que ridiculos os comentaristas da globo hein? No rádio dos pilotos eles ficam disfarçando que não entendem picas do que foi dito. Discordo de quem falou mal do Massa, foi muito bem e não tem que dar mole pro Fernando mesmo. Parabéns Felipe.Quanto às equipes estreantes tsc,tsc…Tem que voltar a lei dos 107% mesmo,senão podem provocar acidentes, a diferença de velocidade é ridícula.

  5. Neto Guido disse:

    Flávio, as transmitir uma corrida do estudio da poderosa e de madrugada só podia dar no que deu.
    Agora referente a corrida foi muito legal, a largada do Felipe é de se destacar e ficou provado mais que nunca que temos apenas 3 grandes pilotos na atualidade, Hamilton, Vettel e Alonso, este três são acima da média dos demais, já que o shumi é o nosso Romário da F1, um ex-piloto em atividade! O restante não estão no mesmo nível deles, talvez o Kubica, mas acho ele no mesmo nível do Felipe, Glock, Buton e Rosberg. E ainda esperamos uma evolução do Sena, Kobaiachi e Di Grassi, mas ainda não tiveram oportunidade de mostrar a que vieram.

  6. Fabio Pellim disse:

    O que o Galvão tem contra o Lewis Hamilton, cara o cara é o sal e pimenta de toda prova. Acho absolutamente absurdas a declaração de um cara que já deveria ter alcançado a sabedoria e se ater a narrar, que Regi e Burti que comentem. Além disso seria muito legal ver na Sportv com o Lito Cavalcanti, Regi e Sergio narrando, dreamteam.
    Não dá mais, ando ligando o audio da rádio ou simplesmente deixando no mudo, é insuportável essa mistura de Caras, Ignorância e Arrogância do Galvão.

  7. Bruno Ribeiro disse:

    Não comentou nem um pouco do Robert Kubica? O melhor na corrida.

  8. Antonio disse:

    Trsite ver o Schumacher tão lento , levando benga do rosberguinho e carros piores

    Um piloto com a história dele se prestando a esse papel é muito triste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>