MENU

segunda-feira, 19 de julho de 2010 - 1:42Automobilismo internacional

CORRIDA DE VERDADE

SÃO PAULO (mundo estranho) - Não sei onde meus blogueiros arrumam essas coisas. O Cacá Vita Mina mandou este vídeo de um Escort em Jarama, 1971. On board. Sob o título “automobilismo de verdade”. Difícil discordar dele. Mas te digo, Vita… Guiar o Meianov não é lá muito diferente.

32 comentários

  1. Passaes disse:

    Os caras de pé nas curvas são os melhores….rs.
    E concordo com alguém aí pra cima….os pneus traseiros não seguram 3 voltas desse jeito…rs.

  2. silvio disse:

    FG duas coisas, esse escortinho parece muito com os chevetinhos da decada de 70 não é verdade? segundo, vc viu como é que se pilota? seu bração!! abraço

  3. Pagodeiro Bello disse:

    Perdão, chequei agora o resultado e o trio vencedor foi da Rothmans Porsche oficial. John Fitzpatrick foi o quinto colocado com o carro da sua equipe. Minha Quatro Rodas da época está totalmente equivocada.

  4. Pagodeiro Bello disse:

    John Fitzpatrick ganhou Le Mans 1983 com um Porsche 956 privado de sua equipe pilotado pelo Australiano Vern Schuppan e pelos norte-americanos Hurley Hailwood e Al Holbert.

  5. alexandre disse:

    QUER DIZER QUE,TOCAR ESSE ESCORT E O MEIA BOCA,QUER DIZER MEIA NOV É IGUAL?É RUIM,HEIN?.

  6. Raul P disse:

    Esse escort não tinha absolutamente nada a ver com o brasileiro. Era um baita foguete com motor Cosworth BDA preparado pela Broadspeed e com tração traseira. O piloto de ve ser um tal de John Fitzpatrick que virou lenda no turismo europeu. Ou seja amigos, respeito porque esse mesmo carro hoje em dia, ia passar por cima de muito canhão que a gente conhece.

  7. Pedro Navalha disse:

    Fernando,

    Se você ao invés de rezar fizesse a curva direito, veria que o Escort não tem problema nenhum de estabilidade.

    Ou o seu tinha os amotecedores vencidos??? Eram muito caros e a maioria não trocava nunca…

  8. Fabio disse:

    Será um fantasma dentro da curva à 1:30? Ou somente um desavisado?

  9. Pedroca el Diablo disse:

    tem uns caras em pé nos cantos da pista… não têm medo de morrer não???

  10. Marco Moreira disse:

    Impressão minha ou na penúltima curva (1:28) tem um sertanejo em cima da zebra, bem na tangente? Será que valia pontos acerta-lo?

  11. ALEX B; disse:

    Por Lenin! As mesmas desculpas de sempre…vamos ver no velopark???

  12. JFN disse:

    Esse escort parece mto o nosso chevete. Muito legal o vídeo mesmo.

  13. Pé de Moleque disse:

    Na verdade não é nada diferente!

  14. Claro que não, só o volante que é do outro lado…

  15. Fernando disse:

    O Escort nacional, em termos de estabilidade, é o pior carro que já dirigi. Antes de entrar numa curva com ele a mais de 80 km/h era preciso rezar uma Ave Maria…

    Fernando
    http://www.mafiadoapito.com.br/

  16. Alan Ruggero disse:

    Não sei o motivo, mas percebo que muitas pessoas vangloriam quase tudo que é antigo (que fique claro, falo de uma forma geral, sem apontar ninguém e respeito o gosto de cada um). O futebol era melhor, as corridas idem, e o mundo também.

    Em relação ao automobilismo, não acho que era mais difícil – divertido pode até ser – pilotar os carros de décadas passadas. A questão é: épocas diferentes, dificuldades diferentes.

    Os pilotos guiavam de lado antigamente pois os carros permitiam isso e só assim para virar bons tempos. Hoje, com chassis e pneus mais moles, dentre outras coisas, a pilotagem é mais limpa, mas nem por isso mais fácil.

    Faz poucos anos que parei de competir profissionalmente de kart, disputei o campeonato paulista e etc.., e sei o quanto era difícil acertar uma volta na tomada de tempos com pneus novos. O mais engraçado era ouvir de algumas pessoas dizendo que parecia fácil vendo de fora. De certa forma eu ficava feliz, pois estava conseguindo fazer o difícil parecer fácil. Guardadas as devidas proporções, é mais ou menos isso que ocorre com os pilotos de F1 hoje em dia.

    Desculpem se prolonguei demais o comentário, mas fica então valendo para outras postagens sobre este mesmo tema… E saibam que sou fã, inclusive, de corridas com carros antigos.

    • Caca disse:

      Alan, a questão não é se era mais fácil ou mais difícil.

      Hoje em dia, tudo é muito chato. Acessores de imprensa, o politicamente correto, os “isso não pode”, os “não pode ir ali”, etc etc etc.

      O romantismo deu lugar ao dinheiro. O improviso e a genialidade deram lugar à tecnologia.

      Isso tudo, somado, faz do mundo um lugar mais chato para se viver, seja ele mais fácil ou mais difícil.

  17. Celso Silva disse:

    Nos 0:56 dá pra ver dois malucos na curva bem rente a pista hehe, loucura hein.. Mas quantas voltas sera que aguenta esse jogo de pneus traseiros?

  18. André França disse:

    Putz, e como sai de traseira essa bagaça!

  19. Marcio Rodrigues disse:

    Gostei do ronco.
    E os caras bem na tangência obervando hehe um errinho do piloto e.. “ops, derrubei um pilão”. hehe

  20. Paulo disse:

    No resto do mundo não é assim? Não vi nada de muito espetacular. Obvio que o piloto demonstra perícia e é um bom vídeo.

  21. TOM SEM FREIO disse:

    DIFICIL CONTROLAR O BICHO………

  22. GERALDO CASSELLI JÚNIOR disse:

    É diferente sim ! Você pilota do lado esquerdo e não rosna nem uma palavra …………

  23. Rossini disse:

    Mas não é um chevette não?

  24. Valdner disse:

    Não sei se repararam, mas esse Escort parece que foi copiado pela Chevrolet, parece muito com o Chevette.

  25. jbchaves disse:

    Flávio, este carro não é um Escort, é um Ford “Pinto”…

  26. Eder Casagrande disse:

    135 milhas por hora na reta!!!! se eu entendi direito, o bixinho andava bem ein??? E isso em 1971!!! Muito legal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>