BOKO MOKO | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 - 13:26DKW & cia., Publicidade

BOKO MOKO

SÃO PAULO (buenas) - Olha só o Candango no comercial antigo do guaraná Antarctica, o antídoto aos “boko mokos”. “Boko moko” é demais… Conheço um monte! Quem mandou foi o Arthur Cerri, pelo Twitter.

19 comentários

  1. ROBERTO MARQUIS disse:

    obrigado gente. foi uma época muito gratificante na minha vida,realmente eu tinha um restaurante na Praia Grande,mas o progresso está ai vão construir um predião no local.estou de volta ao SBT depois de uns problemas de saúde, o candango era meu e foi um dos melhores veiculos q eu tive,no ano q vem completo 50 anos de carreira,a campanha foi para o guarana antarctica e a ideia era do Arapuã -sergio de andrade- foi dirigida toda a campanhã pelo julio xavier da silveira da alcantara machado, mais uma vez obrigado pelo interesse,vou parar para não ser chamado de BOKO-MOKO

  2. Corcel Bino disse:

    Eu era moleque no início dos 70 e a gente brincava muito com a expressão. E o Teobaldo era o heroí da garotada. Mas prá que não sabe, no início dos 70, um Candango equipado era uma “caranga legal”, um dos preferidos pelos jovens descolados, ao lado dos Buggys e Jipes. Eu que já gostava de Candango por causa dos que meu pai teve, nessa época passei a venerar.

  3. Ricardo Bigliazzi disse:

    Lembro do comercial e atesto que a giria foi adotada pelo Pais…

    Eram outros tempos… lembro que uma vez fomos para Mococa-SP na casa dos parentes de um Tio meu.

    Tomar Guarana Antartica era verdadeiramente um luxo naquela época…

    Para o “negocio’ render o chefe da festa não abria os guaranas com um abridor de garrafa… ele apenas furava a tampinha com um prego… nos pegavamos o guarana e tomavamos atraves do “furinho”…

    Era o máximo…. e o melhor é que os nossos Pais nem ligavam se a porra da garrafa estava contaminada ou não… e o melhor de tudo é que sobrevivemos a tudo isso… ha ha ha!!!

    Eramos indestrutiveis!!!

    Abraços

    Imperador

  4. Lada? Wartburg? URSS?

    Boko moko!!!!!!

  5. Roberto disse:

    Boko Moko é a junção de Bocó e Mocorongo, duas péssimas qualidades e foi muito usado nos anos 60, assim como “Chacripentolha” que era o Chato, Cricri, pentelho e bolha.

  6. Tiago disse:

    Esse comercial é de que ano?

  7. Eduardo Britto disse:

    De vez em quando escapa essa reminiscência… REMINISCÊNCIA?! BOKO MOKO!!

  8. LUCCAS PACE disse:

    Isso mesmo o Teobaldo, so que o restaurente dele na praia do Forte fechou neste ano. Boko moko era uma expressao muito utilizada na novela Beto Rockfeller

  9. Pablo Vargas disse:

    Pô, o Pace era Moko.

  10. Ricardo Pradas disse:

    Lembram que esse guaraná tinha uma cortiça na tampinha? Autêntico guaraná com rolha!!!!

  11. Mauro disse:

    E o ator, se não estiver enganado é o Roberto Marquis.
    O Guarda da Praça é Nossa.
    Muito bacana o comercial. A criatividade daquele tempo é a mesma de hoje, o que muda é os efeitos especiais.
    Genial Comercial

  12. MB disse:

    Grande Roberto Marquis (Teobaldo), por muitos anos fez o personagem Guarda Juju da Praça é Nossa, hoje mora na Praia Grande e se não em engano tem um restaurante e está no Twitter, @teobaldojuju .

  13. FL disse:

    Roberto Marquis, dublador do Curley (3 patetas).

  14. Dino Dragone disse:

    Só por que falávamos de Candango vc desenterrou esta pérola? Lembro bem dos meus tios e primos nos 70 usando o bordão.

  15. victor freire disse:

    olha, meus pais cansavam de dizer essa expressão, mas eu nunca soube da origem dela! valeu, fg!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>