MENU

sábado, 29 de janeiro de 2011 - 0:15Automobilismo brasileiro, Colunas Warm Up

JÁ ÉRAMOS

SÃO PAULO (atrasado, mas tudo bem) - A coluna Warm Up de hoje é pessimista, apocalíptica, cinzenta, tenebrosa. Uma rasa e nada rósea análise do atual momento do automobilismo brasileiro, a poucas semanas do início dos principais campeonatos do mundo de tudo que anda. Para ler, aqui.

20 comentários

  1. Orlando Salomone disse:

    Já disse e torno a dizer. Ficar reclamando não adianta nada. Quem realmente se importa tem que arregaçar as mangas e partir para a luta. Idéias? Coloquem-nas na mesa e vamos trabalhar. Aqui vai uma: democracia negativista, ou seja, foi eleito mas não funciona, alijem-no! Coloquem outro no lugar, que saiba o que fazer e faça!

  2. Flávio Bragatto disse:

    Depois que a Stock e a Truck acabar, só sobrarão os amadores de arrancadas com seus Golzinhos hiperturbinados (aqueles que acham que isto é automobilismo).

  3. fttoniato disse:

    Obrigado por responder a pergunta que eu fiz ha uns comentarios atras…

    Fico triste com a realidade e torço para que algum dia alguem queira dar um jeito nessa historia.

    Abraços da terra do croissant et das 24 de Le mans

  4. LUCARO disse:

    Só me resta um consolo: Eu ví Chico Landi, Celso Lara Barberis, Roberto Gallucci, Camilo Cristófaro, Bird Clemente, Nilson Clemente, Piero Gancia, Lulla Gancia, Roberto Dal Pont, Luiz Pereira Bueno, Carol Figueiredo, Maneco Combacau (é assim que escreve?), Moco, Emerson, Chichola, Guaraná, Castro Prado, Pieski, Marzanasco? vixi, viajei demais e uma porrada de bons pilotos que não se fala mais.
    Brasil Fórmula Um?´Fórmula V? Super V? Ford? Chevrolet? Fiat? Renault? F3? Turismo? Divisões 3, 4 e novatos? MIL MILHAS? 500KM? KART? CBA? também são coisas do passado.
    Sinto pelos garotos de hoje.
    Abraços
    LUCARO

  5. luiz oliveira disse:

    E estamos prestes a ver o renascimento dos mexicanos e o nascimento dos venezuelanos. Já notaram como tem latino correndo fora. Todos penduricalhos de petrolífera, mas marcando presença.

  6. carlos alberto moraes disse:

    Senhores o mundo mudou . voçes tem que levar essas categorias para proximo do povo. pelo menos os karts. nao adianta fazer categorias em interlagos. muito longe. em 1970 ou 1980 nao se tinha shopping praias que se pode ir todo final de semana . sitios proximos a Sao Paulo. o comportamento das pessoas mudaram e o velho automobilismo nao segui as novas tendencias ai vivemos do passado .com certeza os dirigentes desse esporte nao conversam com essa molecada de hoje que tem simuladores de corridas e para a maioria esporte a motor nos moldes atuais e so para milionario . olhem em volta de voçes esqueçam o que passou . valeu como experencia . mas as pessoas olham de maneira muito diferente o mundo atual . e so explicar para um jovens os valores desse esporte . voçes vao ver a reaçao de espanto. abraços MORAES .

  7. Roberto Paiva disse:

    Para nós que amamos F1 e automobilismo em geral, pensar que perdeu-se uma geração de pilotos e tudo leva acrer que perderemos mais uma, ficaremos eternamente com esses 8 TITULOS MUNDIAIS NA F1 e seremos eternas viuvas dos tempos de Rato, Senna e Nelsão!!!!!

  8. Antonio disse:

    De que adianta termos categorias de base forte , se quando os pilotos chegam na Europa o que conta é o patrocínio e o dinheiro? Basta ver a Argentina que tem um automobilismo forte mas não emplaca ninguém na Formula 1. Veja o Hulkenberg que foi preterido por um Venezuelano apadrinhado pela PDVSA de Chaves. É o dinheiro que manda.
    Tirando o Senna, quase nenhum piloto de kart brasileiro chegou a formula 1.

  9. Tazio disse:

    Aquele garoto, Felipe Nasr, foi Campão da Formula BMW em 2009, acho que tão importante o titulo quanto o do gaucho Cezar Ramos. Onde ele ta andando hoje? Mas vale o registro!

  10. marcio ximenes disse:

    Que saudades de um tempo que brasileiro desembarcava na europa com um capacete debaixo do braço e comentavam , lá vem mais um campeão.

  11. Juca Vasconcelos disse:

    Ah, é também um Kartródomo de uma cidade que recebe uma prova da Stock Car… apesar da categoria ser uma porcaria, é uma “marca” de peso para os leigos…

  12. Juca Vasconcelos disse:

    olá,

    Vale Lembrar que o Kartródomo de Salvador é o mesmo de Lauro de Freitas. O kartródomo é atrá do aeroporto internacional 2 de Julho/Luis Eduardo M. mas apesar disso, a pista fica no município de Lauro de Freitas, q é na região metropolitana. O aeroporto é a divisa das duas cidades… Enfim, o kartródomo é importante porque é um dos poucos do país que ainda recebe provas regulares, tem uma pista que pode ser modulada em até 8 traçados diferentes e ainda por cima é em frente a uma das mais belas praias do litoral baiano, é lá que começa as praias bonitas “de Salvador”, em Lauro de Freitas nas praias de Ipitanga…

  13. Valente disse:

    Dizer o quê? O FG disse absolutamente tudo e um texto muito bem escrito.
    Uma pena ver essa realidade, que pesa ainda mais para mim que vi todos esses “veteranos” pilotando no começo de suas carreiras no bom kartismo lá nos anos 80…

  14. disse:

    Quando ouço o Bird falar, que Piloto Brasileiro lá fora é uma Grife, por toda luta que estes caras fizeram e agora estas gestões da CBA acabando com tudo. É incrivel a mentalidade dos patrocinadores que investem milhões nisso. Até hj. Equipe Hollywood, Gledson, Motoradio, Greco e outras são lembradas. Já as da stock… Ou o Brasil adota a filosofia da Argentina em gerir a coisa na relação montadoras esporte, ou isso acaba logo. Certo o Émerson, que pegou o neto e colocou na Nascar. Fazer carreira e vida nos EUA.

  15. galileu disse:

    parece que caiu o telhado do celeiro, nos resta realmente a f truck já que a stock é um arremedo de carro de corrida, já comentei aqui varias vezes que esse projeto estava engavetado na argentina, e que o edgardo hernandes ofereceu para a associação de pilotos da stock car, espertos esses argentinos,,porque não nos ofereceram o sucesso que é a tc 2000? Não temos mais categorias de formula para treinar os meninos que saem do kart, como já postei, eles saem do brasil correndo o risco de entrarem para uma equipe tipo aquelas duas da ultima temporada, ou seja; equipes que estão apenas interessadas em angariar dinheiro de pilotos inexperientes, logo não teremos nem campeões de kart já que estão acabando com esta modalidade tambem, pergunto;vai sobrar o que? de “o que éramos para o que seremos”, sobra no meio o já éramos.

  16. Rodrigo Moraes disse:

    E o pior é que é o momento em que o país está mais forte economicamente. Qualquer coisa que se faz aqui, nos dias de hoje, vinga. E os cretinos dos responsáveis pelo automobilismo não conseguem fazer b.osta nenhuma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>