MENU

quarta-feira, 6 de julho de 2011 - 14:25Stock Car

20 ANOS EM OUTUBRO

SÃO PAULO (toco y me voy) – Claro que eu vou esquecer quando chegar a data, então vamos aproveitar que a Estoque anda, digamos, quente para lembrar dos quase 20 anos (será em outubro) do recorde de velocidade estabelecido por Fábio Sotto Mayor em 1991 na Rio-Santos, em Bertioga. Foi usada uma reta de 5 km: 2 km de aceleração, 1 km para registrar a velocidade e mais 2 km para frear. O Opalão passou dos 315 km/h, mas a marca oficial, pela média das duas melhores passagens, foi de 303,157 km/h. Opala, carro de linha.

Quem mandou o vídeo foi o Danilo Cândido. Não é a primeira vez que pinga no blog. Acho que no ano passado coloquei essa mesma reportagem aqui, mas não faz mal. Nem todos tinham nascido no ano passado, não é mesmo? Aqui e aqui tem mais dois vídeos sobre o recorde. O que está aí no alto é a matéria do “Vitória”, da TV Cultura, conduzida pelo Celso Miranda, que nem barba tinha! Bom lembrar, também, que essa marca foi obtida 25 anos depois daquela histórica do Carcará.

Ah, vai aparecer um monte de arrancadão aqui dizendo que o recorde já caiu, que um Porsche não sei das quantas fez não sei quanto não sei onde, ou que um dragster arrancou a 2.000 km/h com nitroglicerina e energético no tanque e por aí vai. Não me interesso muito por tais dados. Recorde brasileiro de velocidade tem de ser estabelecido por carro feito aqui. Ponto final.

54 comentários

  1. Carlos Castrale disse:

    Para informação apenas……….
    Primeiro que este record não é válido, pois a medição foi feita em 2 km de aceleração onde o correto é sai parado, acelera 1 km, cronometra 1 km e desacelera, e tem uma hora para ir no sentido contrário.
    Portanto, se ele acelerou 2 km………não foi válido

    Válido foi sim, o de 1996 no aeroporto de S.José dos Campos onde o Opala V 8 este sim quebrou o record brasileiro de velocidade, apirado, e não turbo, record esse que foi quebrado em 2003 somente, pelo Alejandro Sanchez com seu Porsche Biturbo/metanol/nitro…..
    O record de motores aspirados ainda é do Opala V 8. Se nós acelerassemos nosso Opala em 2 km, facilmente passaríamos dos 320km/h……Tinhamos 680 hp contra talvez uns 380 desse opala do Fabinho……..Em 1996 apareceram na Quebra, alguns Opalas/Santa Matilde/Caravans 6 cil ja com turbo e bem fortes, mas todos ficaram para trás…..
    Mas como ultimamente, cada um fala o que quer, e acha que esta com a razão, deixa pra lá…..faz de conta que nem disse nada………………Só te falo que no aeroporto em 1996, tinha de tudo, e o Opalão cravou todos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!
    tchau!

  2. Burn baby.. Burn disse:

    Está na hora de um Stock atual pulverisar este record…
    Algum maluco se habilita dar a sequencia nesta saga?

    Ps: o Flavinho bem que poderia usar o Meianov rsrsrs

  3. Alécio Seidel disse:

    concordo com vc, que se dane os importados estamos no Brasil e amo os opalões… importado é moda e opalão é foda!!!

  4. rafael v8 disse:

    Manda o porsche bater recorde de velocidade na terra dos porsches. Cada um, viu …

  5. Edson Bola disse:

    o Record sensacional a trilha sonora da matéria com Living Colour é igualmente sensacional.

  6. ags disse:

    Amigo,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,nada a ver Souto com Sotto Mayor…..
    o Piru só tem o nome da familia identico…………mas ele acelerava pacas..Paulão e o Capeta Palhares que o diga……………………………Pobre Piru..sem grana……….só tinha que ficar na velha RP….pertos dos Biaggis..e mais nda……gente f i n a pessoa boa………

  7. RODRIGO BERNARDES disse:

    O ronco dos 6 canecos rugindo na reta é demais!!!

  8. retka disse:

    caravan e pra funeraria, kadett??? o que e isso? vale menos que fusca hoje ! opala mais ou menos. sempre levando pau de mavecao isso sim e carro ! quanto vale um maverick hoje comparando com opala se comentarios!

  9. ags disse:

    FG…………..Boas..tardes……………………Gostaria apenas de fazer uma perguntinha………Onde anda o Piru nos dias atuais????Abrçs;;;;

  10. mario aquino disse:

    Parece que o Chico Lameirão junto com um professor da FEI o Bock, tem um projeto nesses moldes, mas como parecem dois sonhadores………

  11. Wellington Cunha disse:

    Bela trilha!!! Living Colour é muito bom!!!

  12. Emerson disse:

    Vale lembrar que ele é aspirado, nada de turbo…

  13. João Cesar Colatrello disse:

    Este carro ou pelo menos a Bolha dele , está jogado em um canto de oficina da zona norte de São Paulo, o carro já está meio descaracterizado mas dá vontade de restaurar, só que a mecânica do record era um pouco mais forte que as dos stocks este andou com 3-44 e com o comando Isky com graduação 310 X 310. Show………..

  14. galileu disse:

    o recorde do porche foi feito em uma pista de aeroporto em são josé dos campos.
    quem preparava o carro eram os irmãos toninho e zelito da powerplus, no bairro de pirituba
    o toninho,desapareceu voando de helicóptero indo,para angra dos reis, fazem uns 3 anos, nunca acharam vestigios da aeronave.
    foram eles que desenvolveram o opala biturbo de cezar degress para arrancada.

  15. galileu disse:

    e no mesmo, ponto onde esse recorde foi batido, flavio.
    foi bom rever o zereu, o camilo cristofáro jr. o silvio luongo quando ainda tinha cabelos, (esse é sem duvida o melhor preparador de motor 6 cilindros do Brasil).
    ouvir o ronco do salsichão na reta, é pura musica, melhor que pink floyd, neil young e outras tranueiras da radio blog.
    tenho essa miniatura do opala na escala 1/24 para ser restaurada, já que era muito rustica em alguns aspectos, abri o cofre do motor e coloquei o 6 cilindros, (sobra de algum kit monogran ou revell), um dia fica pronta, não,tenho pressa.
    mas como nem tudo é perfeito, havia lá um cara que foi o maior pilandra entre os mecanicos, deveriam editar o video e tirar esse cara.

  16. Conde disse:

    E o danado ainda faz um merchandising no final , afirmando que os “anéis “se comportaram bem .(kkk) anéis Perfect Circle .

  17. Pedro do Opala, da Caravan e do Kadett disse:

    O melhor carro do mundo, ora! Queriam o quê?
    Nenhum outro me emociona como o Opala, ele balançando na reta mostra que é carro de gente grande, e não uma rede de computador com 4 rodas

  18. vitão disse:

    carro de verdade, carburador de verdade, piloto de verdade, recorde de verdade, tempo bom de verdade, politicamente incorreto de verdade, que coisa fantástica de VERDADE.

  19. Luiz Filipe Dias Genesi disse:

    Boa reportagem! É mais um pouco da história do automobilismo nacional.
    E a reportagem também nos brinda com uma boa trilha sonora!

  20. Wagner disse:

    FÁBIO SOTTO MAYOR, eu torcia par este cara na Stock.

    Flavio vc disse que não ligava muito para a questão da alteração dos roncos dos moteores na F1, mas imagina se podessemos ter os stock com este barulinho novamente heim! heim!……

    • galileu disse:

      wagner, os espertalhões donos de equipes de gaiolas, achavam caro o aluguel dos motores 6 cilindros, (não vou citar nome, mas gostaria que ele estivesse lendo esse post), e não queriam ficar reféns dos preparadores, então se reuniram e resolveram trazer esses motores v8, que são muito,mais caros, e só tem um dono a JL que tambem fabrica a gaiola.
      o aluguel de um motor na época era de 6000 reais,o aluguel de um v8, hoje passa dos 15m mil facil, sem contar que há contrato, corra-se ou não paga-se o aluguel para a referida JL, e tambem tem os lacres que se forem violados a multa é pesada.
      DERAM OU NÃO UM, TIRO NO PÉ?

  21. Alex disse:

    Grande Fabinho, loucura total…mais de 300km/h com um opala e em uma estrada cheia de ondulações. E grande Celso Miranda também! Na minha modesta opinião um dos melhores jornalistas de esporte a motor no Brasil. Além de ser a simpatia em pessoa, um conhecimento enorme, estilo de locução muito legal, sereno, técnico, preciso. Desde esses memoráveis tempos da TV Cultura em que já narrava Nascar, Supercross, F-3 Inglesa, sou fanzaço do trabalho dele.

  22. disse:

    O Fabinho é figura. Sempre rimos em Interlagos, quando lembramos dele acelerando o Doginho 1800 e fazendo drift no Pinheirinho.

  23. Antonius disse:

    Gostei da trilha sonora: Living Colours é tudo de bom!

  24. charly disse:

    O problema maior não é se hoje é “casca” imitando carro ou se antes era opala, o problema é que eu me lembro perfeitamente desse dia, e se eu me lembro perfeitamente desse dia, quer dizer que eu ficando velho, eu já tinha 15 anos em 1991.

  25. Fowler T Braga Filho disse:

    Garotada isto é um stock car, Ponto.

  26. Cesar disse:

    Muito bom mesmo. Pena que as empresas não investem mais em propagandas assim. Um simples vídeo promocional acaba se tornando uma referência histórica. Destaque para o piloto no final dizendo que os anéis aguentaram bem.
    Mudando de saco pra sacola, não sei porque o Flávio cisma com o pessoal da arrancada. Gostaria que ele fosse assistir a uma etapa do brasileiro em Curitiba e depois escrevesse sobre isso. Veria que a organização é excelente assim como a receptividade e cordialidade dos principais pilotos, que segue o estilo da Indy.
    Em 2007, fui abordado pelo Agenor Scortgagna pra tirar uma foto (sim, ele me convidou), eu e um amigo fomos convidados pelo Batistinha e pelo Caca Daud para bater papo nos boxes durante a competição.
    Pode não ser muita coisa pra quem não conhece ou não é do meio, mas são simplesmente alguns dos maiores nomes desse esporte no Brasil demonstrando humildade e camaradagem de fazer inveja a muito piloto de Classic Cup que tem por aí.
    O mesmo não se pode dizer de muitos outros “pilotos” e amantes de arrancada que são um bando de irresponsáveis e agem como se tivessem um “Rei na barriga”.
    Mas esse tipo de preconceito todos nós que somos fãs de automobilismo sabemos que existe e ás vezes até sofremos com isso. O que me deixa surpreso é um – ótimo e experiente – jornalista como o Flávio agir dessa maneira.

    • galileu disse:

      c esar, na minha opinião existem 2 tipos de piloto de arrancada: aqueles que tem dinheiro e investgem no que ha de melhor para sua perfotrmance e melhoria da categoria, e aquele que tem gol turbo tunado usa bonezinho virado pra trás, tira rachas na rua e marginal, e vaim lá só atrapalhar quem investe e é responsável.
      o cacá eu não conheço, mas conheço, o carater do batistinha, assim como o do cesar degrees, o que eles fazem é esporte levado a sério.
      aliás o batistinha só tem um defeito, não gosta de chevrolet, mas correu de stock opala e omega. aliás a foi graças a uma benção especial em latim que eu lhe ministrei, era assim: penis erectus in anus vostrum, ele ganhou a corrida, a ulotima do,ano e a ultima com opala, ano seguinte vieram os omegas

  27. Valmir Passos disse:

    Demais esse vídeo. Eu me lembro bem dessa matéria. Quanto ao arrancadão….arghhhh

  28. Paolo Cruz disse:

    Concordo e assino embaixo. Recorde com um rojão de 200.000 CV é fácil, mas “Opala é Opala!” e pronto, e carburado! Que tropla de Webbers espetacular eles usavam nesse aí hein? Maravilha…

  29. Erico disse:

    Flavio, esse recorde ta durando quase 20 anos, por mérito, ou por não haver mais o interesse em bater esse e recorde, e qual é a influência do piloto para bater o recorde, porque para um leigo, que nem eu, qualquer um pisa fundo no acelerador que consegue.

    Abraços,

    Erico.

    • Camilo Fontana disse:

      da uma olhada o quanto o carro oscila e procura outro rumo… tem q ter algum talento pra levar um carro desses a essa velocidade…

    • galileu disse:

      consegue não erico, precisa pericia e coragem, tem que ter o dominio total do carro e estar atento a qualquer ocilação nas ondulações do asfalto, uma corrigida errada no volante, por mais simples que seja pode acabar em acidente de grandes proporções.
      grande fabio souto mayor, o que esse portugues acelerava era brincadeira.
      quando ele corria em dupla com o paulão, faziámos uma gosação com os dois; como os dois mancam, e com pernas opostas, tinham a posição certa para andar lado a lado, senão um batia a cabeça no outro, quantas vezes o paulão quiz pegar a gente pra dar porrada quando mencionávamos isso, ou imitávamos o caminhar, mas tudo era levado com espirito esportivo, tanto um como o outro eram caras legais.
      lembro até hoje da ultrtap,assada do fabinho no zeca giafone na curva 3 onde ele literalmwente passou por baixo do carro branco do zeca. (tinha essa corrida gravada em vhs, mas embolorou)

  30. Dino Dragone disse:

    Bons tempos! Se fosse hoje as milhares de lombadas instaladas da forma mais cretina e estúpidas na Rio/Santos não permitiriam tal façanha.

  31. Guilherme Bauru-SP disse:

    O cronometrista se chama Ciro Baumann, será o mesmo que vivia arrancando teto de Kombi sob a pá de um trator, atravessando muro de tijolos de Corcel e capotando Maveriks??
    Abraços.

  32. Eduardo Buchholz disse:

    Uma coisa não muda na Stock… capô voando.

    Se bem que: é bem melhor um capô de Opala Stock no chão do que oito de Astra voando

  33. Lotus Renato disse:

    Dá-lhe, Opala…!!! Como eu amo esse carro!

  34. PAULO disse:

    GRANDE FABINHO BOKO MOCO, FIGURAÇA MUITO QUERIDA AQUI EM RIBEIRÃO PRETO.
    COM TODA A TECNOLOGIA DE AGORA, RECORD DIFÍCIL DE SER BATIDO.
    EM TEMPO: FABINHO É PRIMO DO NELSÃO PIQUET, FAMÍLIA COM VELOCIDADE NO DNA.

  35. Arthur Episcopo disse:

    Opala e o bom e velho Chevy 250-S, o último motor realmente decente feito para um automóvel aqui no Brasil… E que se explodam os AP’s, Fivetech, Powertech e bilú-bilú-tec desses carrinhos de brinquedo de hoje em dia…

    • Pedro do Opala, da Caravan e do Kadett disse:

      Jaison,

      Tá convidado a conhecer na intimidade um 250S, e pode escolher ou o coupé com 6×2 e uma bem leve preparação ou a Caravan, com câmbio automático, silêncio e todo conforto Aí você vai entender.

    • galileu disse:

      pedro, de um fanático para outro, o dia em que o jaison ouvir essa sinfonia, ele esquece tudo o que já conheceu,
      opala 4100 a alcool, troca-se o comando pelo do 259-S, troca-se o cionjuntomde dengrenagens para dente fino e de aluminio, e coloca-se tuchosm mecanicos, joga-se fora o solex p 34 e coloca-se o velho dfv 446, instala-se um 6×2.
      receitinha barata mais fuciona, o carro ganha em torque e aceleração, vira um canhãozinho.
      vendi muito essa receita quando trabalhava no setor de peças de concecionárias.
      no opala 4 cilindros tamebm vai bem, usa-se o kit do 151-S

  36. luciano leal disse:

    Saudades dessa epoca. Tempos em que voce podia fazer as coisas. ja imaginaram isso hoje? Teriamos que pedir autorizaçao até para o Papa….

  37. Opaleiro MG disse:

    É isso aí, Flávio. O carro tem que ser made in Brazil. De mais a mais, o Opala é mesmo imbatível!

  38. Fabio Amparo disse:

    Flavio

    Excelente video. Bons tempos em que a Stock usava carros de verdade.

    O ronco do 6cc a álcool com 3 carburadores Weber é muito mais bonito que os V8 atuais.

    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>