CURTI | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 22 de setembro de 2011 - 16:27Indústria automobilística

CURTI

SÃO PAULO (quem mandou?) - Mais um link que abro sem anotar quem mandou, mas paciência. Bom, a gente já falou aqui algum tempo atrás sobre os carros venezuelanos, feitos numa joint-venture entre o governo de Hugo Chávez e o Irã. Hecho en socialismo! Eles estão fazendo dois modelos, o Turpial, um sedã médio, e o Centauro, mais luxuoso. Esse aí embaixo é o Turpial.

Discussões à parte sobre os carros, que não conheço, julgo importante um país ter uma montadora. Algo que o Brasil não tem.

78 comentários

  1. Danilo portela disse:

    Mas o Brasil já teve varias montadoras, a Gurgel foi uma delas, dentre outras menores, mas morreram por falta de incentivo do governo. Como diz o Bóris Casoy: -”Isso é uma vergonha!” Poderiamos hoje ter carros populares(e não populares) a preço bem mais baixo

  2. Roberto disse:

    Hoje zoam Venezuela e China pelos carros. Pensem daqui a 20 ou 30 anos. Pelo menos eles têm industria automobilistica internacional e nós temos o quê? Eike Batista invista também em industria automobilistica nacional.

  3. Orlando Salomone disse:

    P’ra montar um troço desses, é melhor andar de busão.

  4. Álvaro Azevedo disse:

    Isso está me parecendo uma granada sem pino!

  5. Flavio Bragatto disse:

    O carro é feio pelo carvalho, mas eles precisam começar por algum lugar.

    Os Toyotas e os Hyundais dos anos 80 eram rídiculos! Hoje quem tem coragem de achar o design deles duvidoso (exceto talvez daquela bizarrice de 3 portas da Hyundai)

  6. Araçatubense disse:

    Deixa ver… tem duplo comando variável? admissão de geometria variável? injeção direta sequencial? Pensando bem, isso é para os japoneses e alemães, que contam com produtoras de componentes eletrônicos.

    Talvez ABS, ESP, LSD?

    Então vamos ver… chassi projetado para a absorção de choques? Sensores de alerta para pontos cegos? Air bags laterais? Pneus run-flat? Não?

    Mas então não é nada que nosotros não podemos produzir também. Carroça por carroça, o Vietnã tem dez marcas diferentes de fabricantes de automoveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>