DUAS DICAS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 27 de março de 2012 - 14:27Automobilismo brasileiro

DUAS DICAS

SÃO PAULO (vai dar certo) – Dois vídeos enviados pelo Denisson Gervásio. São imagens provavelmente de Super-8, amadoras mesmo, mas de uma época muito especial — e quero ver se a blogaiada, em especial os matusas que passam por aqui, mas não escrevem mais nada, canalhas! — consegue precisar o ano e identificar alguns pilotos.

Acima, prova de Turismo 5000. Mavericks e Dodges. Interlagos antiga, claro.

Abaixo, sem som, infelizmente, um lindo grid da inesquecível Divisão 3. Fuscas e Passats, basicamente. Divirtam-se.

35 comentários

  1. cruz disse:

    E o que se ve agora nas corridas parece que é td um bando de playzinhos naqueles carros de mentira, bolhinhas híbridas e marketeiros que não deveriam ter saído das agencias de propaganda.

    • Hiperfanauto disse:

      É isso mesmo Cruz.
      O automobilismo brasileiro de hoje esta mais para brincadeira de menino endinheirado do que para esporte a motor, salvo raras exceções que são; o automobilismo do sul e em especial o praticado nos autodromos de terra e alguns abnegados que ainda tentam fazer alguma coisa no automobilismo paulista.
      Ainda bem que o meu amigo Guima imortalizou em video. algumas provas do que era o verdadeiro automobilismo de competição com grids lotados, multimarcas de carros verdadeiros e uma variedade de esportes prototipos.

  2. Hiperfanauto disse:

    Conheço o Sr Guima e seu filho Fabiano ( ex piloto dos anos oitenta, quando ainda se praticava automobilismo de verdade ) e toda a sua saga na produção desta espetcaular coletânea de videos.
    Eu só lamento um comportamento que esta sendo muito comum na NET, que é o de não dar “o crédito devido” àqueles que gentilmente e sem nenhum interesse comercial disponibilizam seus trabalhos para conhecimento e deleite dos demais.
    Mais uma vez deixo aqui ao Sr. Guima os meus agradecimentos e parabens pela grandeza de compartilhar com todos nós estas bela coletânea de videos dos belos tempos do automobilismo paulista, extendo também minhas considerações ao Tito por estar divulgando através do seu blog (titotilp.blogspot.com.br) estas raridades.

    • Luiz Guimarães disse:

      Fernando, não há o que agradecer. Para nós (Fabiano e eu) é um prazer poder compartilhar essas imagens com os amigos.

      A questão dos créditos nos deixa chateados, mas, o que fazer, né?

      Além do Tito, cabem também agradecimentos aos amigos Rui Amaral e Ricardo Bock ( e seus alunos da FEI) que nos ajudaram na digitalização das fitas.
      Forte abraço.

      • Hiperfanauto disse:

        Segue aqui minhas considerações ao Ricardo Bock e seus pupilos feianos pela conversão dos videos para a era digital.
        Ao meu amigo Rui Amaral um especial agradecimento ter viabilizado mais este presente, tal como o video dos 500 KM de Porto Alegre, que ja passou da casa de 2000 acessos.

  3. marcelo pacheco disse:

    largada e algumas voltas do brasileiro de marcas e pilotos, o verdadeiro. 1984: http://titotilp.blogspot.com.br/2012/03/como-certamente-dira-paperslotcar.html

  4. Gilberto de Oliveira Junior disse:

    No video da Turismo 5000, os Mavericks numeros 7 e 5 são dos meus primos Sergio (já falecido) e Arnaldo Di Genova.

  5. Edu H@rmel disse:

    Os pênicos atômicos foram a minha primeira paixão e depois os Passat.. sonhei em correr em Interlagos por décadas e somente aos 33 anos consegui realizar o sonho.. primeiro nos Speed 1600, depois Turismo N e apenas em 2011 pilotei um Passat.. vejo estes videos com saudades de uma época na qual as arquibancadas eram cheias de entusiastas. Me conformo em participar de corridas secretas.. fazer o que? Gostei dos videos e espero que aos poucos pequenas jóias iguais a esta surjam para nosso prazer…

  6. Valter disse:

    Tirando as bobagens sobre política, futebol e algumas sobre música, esse blog é ótimo.
    Só mesmo aqui para aparecer filmes desse naipe.
    Parabéns FG !

  7. Claudio Ceregatti disse:

    Como Matuza-Padrão, não escrevo mais nada.
    Mas não passo por aqui, apenas.
    Na verdade não passo um dia sem acessar mais de uma vez.
    E não é um vício, pois positivo é.
    Só acrescenta, é referencia, tudo de bom.
    O drama na escrita é que a babacolândia impera nos comentários, diferente do início, quando a audiência era menor e o nível maior.
    Nada contra a audiência, mas tudo contra uma maioria ignara.
    Às vezes dá até raiva do amontoado de porcarias que não raro despejam.
    Fora a raiva gratuita, os donos da verdade, o bando de reacionários que só cresce.
    Parafraseando voce, FG: “… as pequenas coisas que ainda me seguram nesta cidade cada vez mais difícil de viver…”
    Nem diria cidade, talvez país. Ou então planeta.

    Quanto aos vídeos:
    Corridas de Turismo 5000 vi poucas, pois dava mais medo do que tenho ainda hoje de rally. O som era lindo, mas os carros umas tranqueiras, feios, sujos & malvados.
    Divisão 3 era outro departamento. A nata da preparação e da pilotaiada. Assisti uma pilha delas, trabalhando primeiro com o Torito – Arturo Fernandes – de 1974 até 1977. Depois com a Motorgirus – Alvaro “Bico” Guimarães em 1978. Depois ainda com a Autorun – Tide Dalécio e Luis Garcia Perez – de 1978 até 1984, período que corri, depois casei e sumi.
    Bacana mesmo era a Fuscaiada se pegando, antes dos Passat aparecerem – o primeiro deles do Edson Yoshikuma.
    Graças ao tremendo desenvolvimento alcançado com os Fuscas D3, motorzões 1.6 litro, altamente taxado, cabeçotes trabalhados, par de Webber 48, relações de marchas como as caixas 3, escapes cada vez mais sofisticados que o conjunto Power Train chegou no nível máximo, e caiu como uma luva na nascente Formula Super Vê de 1974 em diante.
    Pena que acabou.

  8. Carlos Pereira disse:

    Como era lindo Interlagos. Mataram o templo com suas reformas….

  9. Rodrigo Lombardi disse:

    Eu poderia ficar ouvindo isso por dias e dias.
    Não tem som de motor mais bonito que o do 302.

  10. João Carlos Bifulco disse:

    Sensacional a Divisão 3!
    Era pinico prá todo lado!.

  11. kitzen disse:

    estes videos fazem parte do acervo do sr Luiz Guimarães, o “Seu”Guima.
    Se voces se dessem ao trabalho de se informar, saberiam .
    Até o momento, foram digitalizadas pouco mais de 4:30hs de “fragmentos” de provas de diversas categorias, dos anos 70 e 80.
    Todo o acervo está sendo disponibilizado para download, em tres videos de 1:30 cada.
    O primeiro volume já está online.
    Maiis detalhes lá no Tito.

  12. iRineu disse:

    O Galaxie que era do Sr. Batista acabou seus dias na oficina de um amigo meu (claro que sem motor e câmbio). Esse Galaxie era bizarro. A carroceria foi montada deslocada lateralmente. Botaram ela mais pra esquerda em relação ao chassis (é. Galaxie não é monobloco) porque só fazia curvas pra esse lado mesmo. Foi um projeto abandonado pelo Sr. Batista porque era muito pesado. O bão mesmo sempre foi o Maverick de 4 portas no rápido circuito externo. E lembro de ter presenciado um treino de um outro Maverick by Sr. Batista, só que com o motor OHV de quatro cilindros. Não passou de algumas voltas, o experimento. Apesar de muito fuçado, o pequeno motor de 4 cilindros não fazia nem cócegas nos V8. O Sr. Batista sempre foi acessível (a gente vivia na oficina dele pra pegar peças e know how pra fuçar nos 302 da turma). Não conheço ninguém que conheça mais do Ford Marverick do que ele. Testemunhei centenas de experimentos e modificações nos carros brancos da Automotor. É o caso de ir alguém lá falar com ele longamente (e registrar) porque o cara é parte da história do automobilismo paulista.

  13. Cheguei a ver ali por 2003 ou 2004 um desses Mavericks da T-5000 correndo no Catarinense de Velocidade na Terra.

    Berrava bonito o bicho.

  14. Harerton Dourado disse:

    Ah… bons tempos onde o Maverick ainda brilhava nas pistas!

    Legal que tinha um Galaxie da equipe AutoMotor também! Depois eles passaram a correr de Maverick… 4 portas!

  15. Dino Dragone disse:

    SENSACIONAL, FG. Daqui eu reconheci o Galaxie #8 da equipe AGROMOTOR que era preparado pelo Luiz Francisco Batista e pilotado por Arnaldo “Caligula” Abdalla. Essa corrida deve ter sido em 1981, o primeiro ano da T5000, pois em 1982 o Galaxie sofreu algumas modificações aerodinâmicas e ostentava o número 73.

  16. João Cesar Colatrello disse:

    O Piloto do Maverick da Agromotor do Batista, acredito que seja o Ney Faustini

  17. disse:

    Tenho visto desde a primeira postagem no Tube. De quem é o acervo? Sensacional. Só dar um trato na qualidade dos vídeos e editar sem repetir. Deve ter muita coisa ainda… Tenho um super 8 da F2 no Brasil aqui, e outros mais, mas fuçando e alguém que converta com qualidade e segurança. Dá uns 130 minutos de super 8. FG, outro dia quase liguei para ver na máquina Super 8 que o Museu FG Enterprises&Company recebeu, mas dá medo de enroscar e perder o filme.

  18. ALEX B. disse:

    “Saudade torrente de paixão, emoção diferente.
    Que aniquila a vida da gente.
    Uma dor que não sei de onde vem”
    Emotivante Flavinho, pena que nao tem “sotaque, só semblante”!

  19. Mat Roland disse:

    O 1º vídeo provavelmente poucas pessoas vão tentar acertar, mas o 2º não vai ser preciso pois no vídeo em cima aparece Divisão3-1980

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>