MENU

sábado, 7 de abril de 2012 - 22:38#69, Automobilismo brasileiro, Classic Cup

2’14″063

 

SÃO PAULO (sono monstro) – A boa notícia: o Meianov fez hoje a melhor volta de sua gloriosa história, 2min14s063 com a assombrosa média de 115,710 km/h na classificação. O que me deu o 21° lugar num grid de 23 carros. Ou seja: está meio difícil ser competitivo com essa turma da Classic Cup. Minha meta de virar 2min10s para andar no meio do pelotão já era. Meio do pelotão hoje em dia é 2min06s.

O Cirello, imbatível, fez a pole com 2min00s728 de Puma a ar, do Della Barba, apesar de eu tê-lo atrapalhado numa volta. Acontece. Atrás de mim, no grid, um Opala estreante, de Eduardo Carreiro, e o Puma amarelo do Aroldo Teixeira, que voltou a correr.

Fiz uma largada interessante, e segundo o Lito Cavalcante, que assistiu à corrida, passei em 12° na primeira volta. Não lembro direito, porque não fiquei contando quantos carros estavam na minha frente. E de divertido, mesmo, só o comecinho. Depois, como de costume, os ultrapassados me ultrapassaram. Terminei bem, até, em 14°, uma volta apenas atrás do Cirello. De tarde a pista estava mais lenta. A melhor volta dele foi em 2min03s029.  A minha, 2min16s710. O Maverick do André Carrillo foi o segundo e o Puma verde-malanga do Paulo Sousa, que fez sua primeira prova com esse carro, terminou em terceiro na geral. Na minha categoria, fui o quarto. Mas foi muito chato, a corrida toda sozinho. Puta saco.

Mais legal foi a tentativa de participar da prova da F-Vee. Tentativa, porque quebrou meu motor. Foi assim. O Joca, que vem a ser o Bernie Ecclestone da categoria, chegou no box lá pelas 9h30 e me avisou que tinha um carro sobrando. E não era qualquer um. Era o carro que detinha o recorde de Interlagos para a Vee. Isso até hoje. Mas já falo do recorde.

Me ofereceram a baratinha e topei. Nunca tinha nem sentado no monoposto desse campeonato que entra forte em seu segundo ano, com grids cada vez maiores. Hoje foram 19 — 18, na verdade, porque acabei não largando. O pessoal da TJ foi muito atencioso, os mecânicos liderados pelo Thomas acertaram meus pedais, colocaram uma espuminha no banco, e fui direto para a classificação. Dei uma volta em 2min14s329, rodei na segunda, fiz 2min13s822 na terceira e na quarta começou a falhar e fumaçar, e parei. O motorzinho, infelizmente, estava com vazamento de óleo. Aconteceu alguma coisa que não daria para arrumar até a hora da largada e lá se foi a estreia para o vinagre.

Minha experiência, pois, limitou-se a essas quatro voltas. Largaria em 15° com o tempo que fiz, que não é lá muito signficativo pelo pouco tempo de pista. O Rodrigo Rosset fez a pole com 2min05s444. Este, agora, o novo recorde. Ele ganhou a prova, também.

Mas deu para ficar com vontade de mais. Calculo que se tivesse feito a classificação toda, daria para virar na casa de 2min09s, talvez um pouco menos. Seria o suficiente para largar no bolo e me divertir. Aliás, o Vee é muito isso, mesmo: divertido. Tem um chão ótimo, freia muito (é leve, o que ajuda), perdoa erros, é bem gostoso. Dei azar com o motor quebrado, mas não faz mal. Na próxima etapa, dia 22 deste mês, se pingar na área eu chuto para o gol. A categoria é barata e acessível. E as corridas são deliciosas, com muitas brigas e trocas de posições. Curti muito, apesar da brevidade, e agradeço ao Joca e ao Zullino pela chance. Vamos tentar de novo.

Ah, as fotos acima são do Dyonysyo Pyerotty. E apenas para que fique nos anais, registremos que terminei a corrida da Classic Cup uma posição atrás do falastrão Rogério Tranjan e seu Trovão Anil, que tem pedaleiras de molibdênio e freios de carbono 14.

60 comentários

  1. greyhound disse:

    Em relação ao F Vee. Tive a impressão que você (FG) estava usando o HANS (?).
    O carro é projetado para que o piloto use ?
    Obrigado.

  2. rovilson disse:

    Olá Flávio,

    Tem muita gente que fala bobagem aqui. Eu só queria agradecer a você e esses malucos da Classic, por mais um sábado de diversão em Interlagos. Fui com minha esposa dessa vez e ela gostou muito.

    Abraços

  3. Jacques disse:

    Falta é braço pra virar 02min10s

    • Flavio Gomes disse:

      Você corre de quê, mesmo?

      • Jacques disse:

        De Dogão. E corro pra caralho!!!!

      • Flavio Gomes disse:

        Dogão? Uma espécie de carrinho de cachorro-quente grande?

      • Jacques disse:

        Esse mesmo! E vende vina, como se fala em Curitiba. Vira mais rápido que o #69, pode acreditar.

      • Flavio Gomes disse:

        Imagino.

      • Burn, Baby Burn... disse:

        Caro Jacques,

        Voce é fodão é mora longe hein?? 4 segundinhos na barata em cima do tempo normal do Flavio..

        Ao ler esta excrescência até imaginei você pilotando o Meianov!! em Interlagos!!, no meio daquela canalhada toda!!! Aquele monte de raposas motorizadas.. seria realmente hilário!!

        Ali o mais bonzinho matou o pai e a mãe só para ir no Baile dos órfãos brow.. rsrs

        Da maneira como você fala parece que a classic é como kart indoor com motor de moto serra ou Need For Speed, lá meu chapa.. Vc morre se passar do limite.. se der uma panca.. aleija.. morre.. são anos de aprendizado para dominar a arte, que com certeza nem eu nem vc nem 90% de quem posta aqui domina. Logo teu cuzinho ia fechar grandão..

        Imagino então voce fazendo uma tomada de tempo.. das duas uma:..

        Se pilotasse comedidamente com certeza largaria no cu da tropa..o que seria uma novidade não é?? isto porque na classic não possui média percentual em função da pole como na F1.. pois se assim fosse. Nem para os boxes você se classificaria srsr

        Agora.. se pilotasse com a arrogância com que tece afirmações por aqui com certeza largaria lá na frente.. bem na frente…in front OFF

        Mas.. “na frente” do hospital das clinicas, com direito a ambulância.. sirenes luzes.. chique demais chegar assim lá na Teodoro Sampaio todo detonado rsrsr.

        Fora o prejuízo da merda que iria esparramar na forração do glorioso Meinanov.

        Logo percebo que assim como eu… “me incluo dentro disso claro”

        VOCÊ NÃO PILOTA PORRA NENHUMA RSRSR

        Então menino.. rapaz..garoto.. senhor… o cacete a quatro que você for.. o termo é:

        Se não tem nada relevante para falar, deixa de dar uma de gostosão.. fodão..

        E não amola o nosso saco …

        Simples assim…

      • Enko disse:

        já ques voce levou essa esfrega da galera sr jaques, pega o dogao, recchei com bastante maionese e outrtas coisitas mas, e vai degustá-lo em outra freguesia

  4. Joaquim disse:

    Em tempo, me deu alegria ver que o grid da Classic havia aumentado. Como um dos criadores e promotores da Formula Vee ( que uns e outros chamaram de “categoria natimorta”) não me agrada ver uma categoria definhar. Sei o quanto de esforço, dinheiro e dedicação se gasta para manter uma categoria de pé. Espero sinceramente que os carros retornem, que os promotores da Classic tenham o pulso firme e o discernimento para enfrentar os eventuais entraves para o reerguimento desta categoria tão interessante.

  5. bruno disse:

    69 e HRT.. alguma semelhança? ehhehe

  6. O Kit para montagem do carro custa R$ 12 mil, o carro montado sai entre R$ 26 e R$ 30 mil dependendo o trabalho que o piloto queira fazer ou contratar. O custo de uma corrida gira em torno de R$ 1500,00. Alguns gastam menos por terem esquemas familiares, a inscrição nas provas custa R$ 500.
    O blog publica o Adendo das provas tão logo o mesmo seja oficializado no site da Fasp, no Adendo há a programação e horários. A Formula Vee é uma das categorias que disputam o Campeonato Paulista de Velocidade no Asfalto. Adendos e regulamentos oficiais devem ser obtidos no site da Fasp: http://www.faspnet.com.br . Basta entrar em Velocidade no Asfalto, Modalidades e escolher Formula Vee.
    Blog: http://formulaveebrazil.blogspot.com.br/
    Também há informações na página pública do Facebook, não é necessário se ter Facebook para acessar: https://www.facebook.com/pages/Formula-Vee-Brasil/156404474382108
    Na página do FB há vídeos, álbuns de fotos, regulamento na seção de Notas e preço e forma de compra dos Kits na seção de Informações.
    No Kit são incluídos: chassis com todos os apoios de motor e cambio, caixa de direção em alumínio usinado de uma volta, facões traseiros, assoalho, parede corta fogo, painel, tanque de alumínio de 25 litros, trambulador, pedaleira regulável sem burrinhos, banco em fibra e carenagem completa.
    O piloto deverá instalar a suspensão dianteira de Fusca/Brasília, motor/cambio, instalação elétrica, amortecedores e molas de Honda Twister na traseira, mas pode modificar molas e amortecedores, rodas, pneus, extintor, instrumentos, freios e tubulação, mangueiras e outras miudezas. O regulamento define os detalhes da mecânica, mas basicamente as peças são originais de Fusca/Brasília. Toda mecânica é atarrachada usando-se ferramentas normais.
    Na compra de um Kit vai junto um Bloco de Motor cedido pela RIMA, única fabricante mundial de Blocos de Motor originais VW em alumínio/magnésio.
    Os vídeos da terceira etapa já estão no Blog. Há vários vídeos onboard que dão noção do que acontece na corrida dentro da pista, há também um vídeo do Kico Stone mostrando a Terceira Etapa de 2012: http://www.youtube.com/watch?v=XQKvGdMW1Ow&feature=uploademail

  7. Fabio Amparo disse:

    Flavio

    Está na hora de colocar um motor mais forte no Meianov, ou então trocá-lo por um Passat com um belo motor AP.

    Poderia chamá-lo de Herr DDR… hehe

    Abraços.

  8. Flávio acho super legal vc participar das corridas e do automobilismo ao invés de só escrever e falar, mas ta na hora de mudar a pintura, a da hispania combina bem hauhauahuah, sobre modo de pilotar e fazer um carro pra correr, não posso dizer nada pq só corro de kart, mas torço pra um dia vc chegar no pódio.

    Abraço

  9. Diego Ximenes disse:

    Mas Flavio, num eventual toque entre rodas de dois carros disputando posição, não haveria o risco de um capotamento? Será que a estrutura deste carro aguenta? abs

  10. Burn, Baby Burn... disse:

    Flavio.. só tem uma solução para melhorar o rendimento do nosso cultuado Meianov.. Fale com a Adrian para ele projetar um soprador para vc, e.. mete um Kers claro..para ir para a ponta na reta oposta.. não tem terror.

    Fuiiiiiiiiiiiiii

    • Burn, Baby Burn... disse:

      Em tempo..Brincadeirinha viu…

      Centésimos de segundo nesta categoria tão diversificada, vale ouro, e um tempo melhor sempre é uma vitória, acredito..

      Percebo pelas tuas linhas que o grande barato deve ser descobrir acertos e para evoluir o carro ao longo do campeonato..

      É realmente isso não tem preço brow..

      Manda ver Flavio Gomes que a gente apoia e torce como sempre..

      Esta foto com o Puma ficou muito legal.. babando na gravata literalmente.

      valeuuu

  11. André disse:

    Já pensou o cara ser desclassificado por fazer incriveis 2.04? Putz, quanta velocidade.

    • Joaquim disse:

      Só para informação, o carro que virou em 2m 04 702, média de 124,396 foi o do segundo colocado Fernando Monis, atual campeão da categoria. Os quatro primeiros colocados tiveram verificados carburação e os cabeçotes recolhidos para averiguação pelos comissários técnicos da FASP. Só para ilustração, os carros de ponta da Marcas e Pilotos que detém quase o dobro da potência líquida do Fvee viram em torno de 2m05 em Interlagos.

  12. Flavio Bragatto disse:

    Outra, Gomes… você poderia dar uma força aí para esta categoria, né? Seria uma boa ação para ajudar uma categoria que luta para se firmar, sem apoio das mídias como a Globo para a F-Future.
    Sugestão…

  13. Flavio Bragatto disse:

    Vee é duca! Eu li que um carro prontinho para correr, sai em torno de 12k, mais taxas e tal… deve ser muito interessante para quem está migrando do Kart para monopostos maiores sem ter que meter a mão no fundo do bolso ou quebrar o cofrinho.

    A unica coisa que estraga, é o blog da Vee que é uma merda, de dificil visualização e as informações mais importantes que são as datas de calendário, horário, local (coisas que você costuma colocar aqui nas vésperas da Classic). Parece que fazem de propósito para a gente não ir.

    Dia 17 teve uma prova extra-campeonato em Piracicaba e não achei informação alguma. Tinha um numero de celular de alguem lá. Liguei e nada… caixa postal.

  14. Monis Racing disse:

    Colocando o pingo no i: a melhor volta da corrida foi de Fernando Monis, 2:04:702, média de 124,4 Km/h, que chegou em segundo lugar, mas pode ser o vitorioso, caso se confirme a desclassificação do concorrente, devido a irregularidades no motor.

  15. Flavio Gomes disse:

    Se tem uma coisa que não preciso nesta vida é gente querendo me ensinar a fazer um carro de corrida. Faz um, espertão, e coloca na pista.

  16. fernando carvalho disse:

    Gostaríamos da opinião do Nick B. sobre a côr da ” barata” ? Num tá meio que , digamos,
    ” fashion ” demais ? Lilás(uns falaram em “pink” ) ???? Com certeza vai realmente chamar a atenção durante as provas….
    Fale sobre os planos nesta categoria,…!!!!

    • Joaquim disse:

      O carro que o FG correu pertence à TJ Competições mas é alugado à piloto Alline Cipriani, daí o cor de rosa vistoso. Já corri com o carro também e com o motor original é um foguete. Aliás, a piloto Alline acelera muito, bota muito machão do volante no chinelo.

  17. Thiago Azevedo disse:

    O fim de semana no templo foi divertido, então, sô!

  18. Pedro Jungbluth disse:

    Pq todo antigomobilista tem um quê de masoquista?
    Lembro quando vc corrida de DKW, te custava uma fortuna e sempre andava entre os últimos.
    Sempre dizia que só correria na classic com um motor 2T. Louvável.
    Quando finalmente desistiu e foi escolher outro carro, escolheu o Lada, mas eu já fiquei pensando nas dificuldades de preparação, ou seja o custo por tempo seria caro, afinal é um motor e um carro sem história de preparação no Brasil o que dificulta peças e achar truques específicos. Agora tá aí sofrendo com os tempos.

    Mas de qualquer forma a evolução dos tempos que é algo que precisa ser segurado numa categoria de clássicos. Acho que toda e qualquer preparação que não seja característica de época deva ser barrada, principalmente em coisas como suspensão, pois suspensão modernas deixam os carros muito rápidos e portanto caros.

  19. John Barnard disse:

    uma estreia a la Emerson:
    http://www.indianapolismotorspeedway.com/var/assets/fittipaldi-banner.png

    Não sei quanto custa um campeonato na Vee. Mas parece bacana. E renderia muita coisa legal para o blog (bem que a MSN podia acertar um patrocinio).

  20. Edu H@rmel disse:

    Minha classificação não foi boa em decorrência de uma agulha (de carburador!) entupida.. larguei em 18º e antes da luz vermelha apagar olhei no retrovisor para ver onde estava o Lada, já pensando “vamos ver se o russo vai queimar a largada” e para a minha surpresa desta vez ele obedeceu o farol.. cheguei no S do Senna e levei uma trancada do Dr. Maluco (Passat 63), cheguei a bater na traseira dele e na segunda perna do S ele me trancou de novo e ai o 69 nos passou à todos! Na reta passei o 69 mas sabia que o Gomov ia brecar prá lá de Deus me livre, por isso deixei a esquerda aberta (podia ter trancado, mas sabia que bateríamos), passamos pela rodada do 38 (e mais alguém) e na subida para o Laranja passei por fora, mas tomei por dentro e depois só na subida da junção na força do motor… na volta seguinte o motor “explodiu”.. entre aspas pois o motor está inteiro e não sabemos o que ainda o que aconteceu.. Bela prova do FG, mas falta motor ao 69 em comparação com os Passat.. [] Edu Passtat #30.

  21. Antonio Luiz Siqueira disse:

    Todo fim de semana de corrida do paulista eu vou lá (somente no sábado), com uma vela acesa pela vee…..torcendo, para que ninguém estrague.A ideia é ótima e os envolvidos empenhados e apaixonados…..um alento.Me preocupo com os olhares de instâncias superiores sobre a categoria quando ela estiver com grids maiores, que virão com certeza.
    Quem sabe um dia eu me junte a eles….vontade não falta mas o que falta é orçamento.
    Quanto a classic, um melhora com 23, alguns voltando e outros estreando….nada espetacular, mas melhor do que o grid da etapa passada que foi magro.
    Quanto as outras…..apareceu mais uma, carro esquisito, deve ser caro pacas e tem até grife…..matando e espremendo a força livre e stock paulista (teve corrida deles?).
    Finalmente acompanho, como apaixonado que sou, esse automobilismo de garagem e torço sem detrimento de outras categorias, que cada vez mais pessoas se juntem a vee. Melhor sorte na próxima.

  22. lhc disse:

    Um luxo a cor do Vee!

  23. O Flavio foi uma grata surpresa nas poucas voltas que deu. Para nós que administramos a categoria dá para perceber muito fácil como piloto está indo. O Flavio sentou no carro e já fazia o S do Senna como os outros e o Laranjinha também, são as curvas que importam hoje em Interlagos, engatou todas as marchas nos lugares corretos e pelo menos para mim não demonstrou a menor dificuldade com o carro. Não guiei o Lada, mas acho que o Formula Vee é muito mais fácil de guiar que o Lada. Pena o azar, mas isso também faz parte da corrida.
    As corridas de Formula Vee são muito disputadas, praticamente o regulamento é muito restritivo e aplicado a ferro e fogo, os carros são os mais iguais possíveis e muitos pilotos já estão com muito domínio, em 3 corridas o tempo veio de 2:10 para 2:04.

    • Joaquim disse:

      O Flávio, sem favor nenhum, foi uma grata surpresa. Não se intimidou com o maior grid da categoria, nem com os tempos, os mais baixos registrados até agora pelo pessoal que anda na frente. Sentou no carro sem ter dado uma só volta e mandou ver muito bem. Na segunda volta já freava bem além dos 50 metros, já quase dentro do S do Senna, coisa que muito neguinho que passou pela categoria não conseguiu fazer. Tenho plena certeza se tivesse mais um treino livre, chegava fácil aos 2m 09. Andou com tranquilidade e pegou mão rapidinho do traçado, que em fórmula é bem diferente do turismo. Faltou ver como se daria no vácuo, mas creio que isso não seria problema. O carro que ele andou era o autor do recorde da pista, mas na noite de quinta feira teve o motor trocado. Infelizmente teve um problema de queda de pressão de óleo, foi melhor preservar o motor. mas estou devendo outra corrida para ele, vamos viabilizar o mais rápido possível. Queria ver muito neguinho que o critica ao volante fazer o que ele fez. Ia ser hilário…

      • Flavio Gomes disse:

        Pode preparar um para o dia 22, se for possível, claro, e se não representar grande ônus para vocês, Joca. Eu não estou podendo alugar um agora, e se não for possível não hesite em dizer. Mas se sobrar na área, como eu disse, chuto pro gol! E obrigado pelos exagerados elogios…

      • Joaquim disse:

        Não estou fazendo favor nenhum, FG, só reconheço o óbvio. Andou bem, elogio. Andou mal, não critico, tento ajudar, etc.Vamos dar um jeito de te conseguir um carro. O negócio é se divertir.

  24. adilson disse:

    hummmmmmmmmmmmmm rosinha kkkkkk

  25. Tudo de fusca/brasília, no motor apenas a taxa é livre, carburadores solex 32 com difusor limitado a 24 mm, tem 80 a 85 HPs na roda, mas vira em Interlagos em 2:04, nada mau para um carro que custa R$ 30 mil, pneus que duram um ano ou mais e uns R$ 1500 por corrida.

  26. Rogerio Guerra disse:

    Fala Flavio… Quando fala em baixo custo, você fala em quanto por prova? (contando tudo, carro, mecanicos, inscrição, etc)

    Outra coisa, qual a velocidade final desse carro em interlagos?

    Abração!

    • Tudo de fusca/brasília, no motor apenas a taxa é livre, carburadores solex 32 com difusor limitado a 24 mm, tem 80 a 85 HPs na roda, mas vira em Interlagos em 2:04, nada mau para um carro que custa R$ 30 mil, pneus que duram um ano ou mais e uns R$ 1500 por corrida. Velocida máxima deve estar pouco superior a 180 km/h no final da reta oposta.
      Carro para virar 2:04 em Interlagos usando pneu de rua não é fácil.

  27. Akio Kikuchi disse:

    Flavinho Gomes,no melhor estilo Kimi Raikkonen,dentro do monoposto!

    • Burn, Baby Burn... disse:

      Gostei do visual com o monoposto, tem pinta de piloto…

      Na minha opinião pessoal você vai curtir muito esta categoria monoposto, porque tem todos os referenciais Indy e F1, vai ser interessante acompanhar tua progressão, acho que vai se dar bem, pois a escola DKW e Meianov te ensinaram bastante…

      mas.. não abandone nosso querido meianov ok?.

  28. PhdiBh disse:

    Estive lá em Interlakes e vi o final da Classic, a Força Livre e a Vee. Mto bacana a baratinha! Achei q o sr. não tinha corrido na Vee pq estava cansadinho da Classic…rs

  29. Felipe Lima disse:

    Flavio de “Penélope Rosa”? rsss

    Brincadeira hein!!! boa sorte na próxima.. att!

  30. Thiago disse:

    Quem é esse no cockpit? O Kimi?

  31. Danilo Candido disse:

    Flávio, isso sinalizaria para uma troca de categoria, pelo menos se não definitiva (fazer Classic e Vee ao mesmo tempo, a primeira pelo menos esporadicamente, por já ter o carro, a segunda na íntegra), mas uma mudança de ares que torne possível ser mais competitivo ? Sim, pois o Laika só sairá desses 2min14s com turbo, Kers, DRS, duto, difusor duplo (e soprado), suspensão ativa, lastro de água, exaustor de Brabham, saias deslizantes, efeito solo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>