MENU

segunda-feira, 2 de abril de 2012 - 12:37Arquitetura & urbanismo, Dica do dia

FOTO DO DIA

Enviada pelo Eduardo Bisotto. Caçador, SC, anos 60. Esse prédio está aí ainda?

11 comentários

  1. Clezio Soares da Fonseca disse:

    O desenho arquitetônico desse prédio parece uma marca registrada da década de 60 em diversas cidades brasileiras, principalmente em SP e RJ (Guanabara, como se dizia antigamente). Os poucos que ainda restam íntegros na originalidade, mostram como o serviço de pedreiros eram executados com perfeição, coisa bem difícil de se achar hoje em dia.

  2. Morei em Caçador nos anos 80 , na mesma rua deste prédio , passava por ele todos os dias e as vezes ficava “namorando” a estrutura.
    Era muito legal, ainda tinha uns balcões la dentro, mas já estava tudo acabado.Nunca descobri porque o prédio estava la daquele jeito. Passei por la em 2009 e já estava todo no chão. Realmente uma pena.
    abraço

  3. Aeroman disse:

    Essa era a cegonha dos meus sonhos. Podia parar uma dessas na frente de casa e o motorista me perguntar “Aonde eu deixo a encomenda??”
    …de preferencia, com caminhao e tudo

  4. David disse:

    O FêNêMê já valeu o dia!!!!

  5. enko disse:

    4 jeeps, 2 aero wullis, 1 fnm, e uma rural, parece que no fundo tem um fusca e outro aero.
    bela foto, belo predio.
    FNM= Feliz Natal Manuele, quem não se lembra dessa piada?

  6. mr disse:

    lindo alfa valeu a foto

  7. Juliano Dagostini disse:

    Este prédio sempre foi muito belo, mas infelizmente estava em ruínas, e foi demolido em 2009.

  8. Não, Flavinho. Infelizmente botaram o prédio abaixo a coisa de uns 6, 7 anos. Durante muito tempo, depois da desativação da Loja da Willys (que por sinal marcou história no município, tendo sido a primeira a vender geladeiras!), o prédio foi sede do Departamento Municipal de Esportes, tendo sido sede do tênis de mesa e do judô.

    Infelizmente vivemos dias em que as pessoas e especialmente as autoridades públicas parecem ficar cegadas pelo tal do “desenvolvimento”, deixando a História morrer.

    Felizmente, ainda conheci o prédio. Infelizmente, meus irmãozinhos mais novos jamais saberão o que ele representou…

  9. Como é em Santa Catarina é provável que o prédio ainda esteja lá, por aqui temos uma tradição informal de preservar os prédios,

  10. Luis Antonio Rosinholi disse:

    Duas coisas;
    1) O apelido do caminhão “joão bobo” o que coloca em cima carrega.
    2) Naquela época não tinha balança, essa quantidade de carro num caminhão toco?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>