MEGAPANCA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 11 de abril de 2012 - 22:08Automobilismo brasileiro, Automobilismo internacional

MEGAPANCA

SÃO PAULO (cacilda) – Um acidente muito perigoso aconteceu na largada da prova do Paulista de Marcas neste fim de semana em Interlagos. Há muitos outros vídeos postados neste blog aqui. É o caso de apurar responsabilidades, é o caso de avaliar o atendimento médico e resgate e é o caso, sobretudo, de se conversar com os pilotos. A categoria é legal, os grids são enormes, mas o que há de relatos de pilotos malucos, desleais e despreparados é algo que preocupa demais.

Gente que corre de carro precisa compreender que esse negócio é perigoso, machuca e mata. Um dos pilotos quase ficou aleijado, me contaram. Felizmente se salvou. Outro quebrou a clavícula. Desse jeito não tem graça nenhuma.

E é claro que essas merdas não são privilégio do Brasil. Abaixo, vídeo que o Denisson Gervásio me mandou de uma prova da Copa Clio inglesa, em Brands Hatch. Grid grande, se os pilotos não forem civilizados, dá nisso. As imagens do acidente na Inglaterra são boas também para se comparar o atendimento aqui e lá. Me parece que um dos envolvidos foi o irmão do Hamilton.

95 comentários

  1. Hugo Guidini disse:

    Minha gente voces de assustaram com este acidente em Interlagos? Quem está preocupado? Carteira de piloto qq um tira. Nesta cartegoria o pessoal bate uns nos outros e quem é punido? Quem anda na frente con certeza anda fora do regulamento. O caminho para se dar bem é o seguinte…..Frequentar a FASP….ser amiguinho dos comissarios, diretores de provas e está tudo certo. Frequentei interlagos muitos anos……não frequentava as “reuniões” da FASP e sabe o que acontecia? Qdo eu andava na frente dos “donos” da CATEGORIA ARRUMAVAM UMA DESCLASSIFICAÇÃO E GANHAVA DE BRINDE UMA MULTA.Portanto amigos….não se assustem, As coisas continuarão da mesma forma, alias….como sempre foi.

  2. André Micheloto disse:

    Pronto, chegou o bairrismo idiota.

  3. Marcos Henrique Reis disse:

    Mas eu continuo a dizer: Tem gente que diz que piloto tem que ser arrojado, mostrar serviço. Alguns interpretam isso como empurrar, forçar… Tem que ser agressivo no traçado, na minha opinião. Ficar “ralando rodas” pra mim é uma coisa que não faz menor sentido.
    Competi em categorias pequenas de kart e adquiri um respeito por evitar esses toques (realmente muitas vezes é impossível se livrar deles) mas na verdade eu penso que se eu ficar medindo forças dessa forma a melhor coisa que pode acontecer é que eu e este oponente fiquem mais lentos ou até mesmo chegar num acidente desses…
    Não gosto desse tipo de “agressividade”. E não sou perfeito pois já mandei um pro hospital (sorte que ele apenas quebrou uma das pernas) mas por um cálculo errado que fiz… Se isso acontece com quem tem cautela imagina quando ficam se esfregando durante toda a largada…

  4. Braulio Gerhardt disse:

    No vídeo de Interlagos, fica nítido que os carros que se envolveram com menor gravidade foram priorizados no socorro, em detrimento dos dois carros que sofreram a panca mais grave. Não deu pra entender os critérios da equipe de socorro. Socorre primeiro quem tá mais perto, é isso?

    • Enko disse:

      também achei isso, e por mais que o sr marcão venha a defender as equipes de socorro, eles não foram de imediato verificar o estado dos pilotos que se acidentaram com mais gravidade, sei que eles não podem por a mão nesses pilotos, mas deveriam, ter priorizado a assistência a eles informando pelo radio o estado dos mesmos solicitando o socorro médico.
      /a speed fever não é daquele cronometrista metido a carlos cunha?
      o despreparo dessas equipes não vem de agora, no acidente com o zeco gregoricinski o bombeiro não conseguiu acionar o extintor de incendio;.
      só funcionam bem nos ensaios da formula 1, e graças a Deus nunca precisamos de verdade desses caras no grande premio.

      • Picanha de Diamante disse:

        Enko, você está certo novamente.Embora esteja afirmado pelo Sr. Marcão de que todos os carros de resgates são devidamente equipados e que em cada viatura tem um bombeiro, etc.etc.etc não consigo acreditar que tenha bombeiro mas sim exibicionistas que surfavam na lateral da viatura abaixando-se para que não fosse visto pela DIREÇÃO DE PROVA as cagadas que faziam (não acredite em minhas palavras, veja os vídeos).
        Agora, voltando à responsabilidade, como piloto me preocupa muito com a atuação desta equipe que em nenhuma das ações que assistimos pelos vários videos sequer preocuparam-se desligar a chave geral externa (se é que sabem o que é e para que serve) que tem como principal importância a de evitar curtos-circuitos (tem hífem?) e consequentemente incêndios com pilotos dentro dos carros.
        Esta equipe, cujo proprietário desconheço (será do Scaglione? Barranco? só sei que não é do Toninho) é a mesma que dentre muitas outras cagadas, numa prova de F3 resgatou um carro no S do Senna, levou o carro para o posto mas esqueceram de engatar o carro que sozinho resolveu descer a agulha do posto dois indo se chocar com os pneus no posto 3.
        Resumindo, proteções extraordinárias são necessárias, em todos os sentidos.
        Saudações Santistas para todos.

      • Marcão disse:

        Sr Enko e Sr. Oicanha de diamante…
        Volto a dizer aqui que: O socorro ás vítimas foi feito como deveria, resgate e bombeiro não pode por a mão no piloto, vcs devem saber disso..
        E, os mais graves tem uma observação importante que agora posso divulgar.. Antes não podia por não ser esponsabvel por ela..
        Aqui vai, como vcs percebem bem nem todos os vídeos os carros com os pilotos mais graves estão parados perto de um posto de sinalização, como os pilotos não sairam dos carros por meios próprios o fiscal de pista “”o bandeirinha””, informa VIA RÁDIO essa condição, de que os piloto ou os não saem do carro e pede a presença do carro médico.. A central pede os numeros desses carros e passa a informação para o carro médico.. Vcs podem perceber por vários vídeos que o carro médico vhega direto no carro do piloto com ferimentos mais graves…
        Diante dessa situação o resgate se preocupa em limpar a pista, pois foi essa a oredem que receberam…
        Quando aos bombeiros não irem desligar a chave geral o mesmo bandeirinha avisa q

      • Marcão disse:

        >>>>Continuando>>>>
        …….chave geral o mesmo bandeirinha avisa que nenhum carro está com o motor acionado….
        O que ocorre pra ele dizer isso??? Simples!! Esses carros já vem como determina a FASP com o botão que corta toda a energia do veiculo em caso de acidente um pouco mias forte.. O mesmo botão que temos em nossos carros um pouco mais novos… Aquele vermelho grande que fica no cofre do motor perto da bateria.. Vocês devem daber qual é!! Esse botão chega a desligar toda a corrente até quando passamos em buracos maiores, principalmente quando á a batida seca no final do curso do amortecedor dianteiro…
        O resgate médico do piloto com maior gravidade foi bem sucedido, conforme relato aqui neste post por alguem mais ligado ao piloto…
        Mas mesmo assim se não ficarem satisfeitos, continuem a falar mal desse povo que se arrisca pra ajudar piltos em apuros….
        Quanto ao surfe digo pra vcs o seguinte, entre o carro que aquela viatura rebocava no momento e aos carros parados em frente ao posto havia um pneu ainda rolando esbarrando toda hora no muro, a qualquer momento podia voltar para a pista, então preferiram não entrar e sim subir no estribo da caminhonete para ganhar algum tempo e tirar o pneu de lá…
        Será que ainda tem alguma explicação a ser dada a vcs????
        Com relação a ese acidente espero que suas duvidas tenham sido esclarecidas…
        Não sou dono de equipe de resgate nem de sinalização, nem tenho procuração pra falar em nome de ninguem…Apenas acho injustas certas criticas, e sabendo que o que falaram não corresponde com a realidade deste acidente resolvi dizer o que aconteceu de verdade..
        É isso. é simples assim…
        Se mesmo assim ainda quizerem falar que falem…
        Grato pela atenção….
        Valeu…

      • Mario disse:

        |Otávio Mesquita| Sofre”grave”acidente na GT3
        O apresentador Otávio Mesquita, postou mensagens sobre o acidente ocorrido há poucos minutos na corrita em que participava:

        “Queria avisar a todos que apesar do forte acidente na gt3 eu estou bem ! Absurdo tirarem o carro na pista comigo sem saber se eu estava bem!”

        “Eu apaguei . vi o resgate depois e nao consegui sair do carro! Deram preferencia para retirar o carro e depois o piloto ! Absurdo isso !!!!”

        há 19 horas · Curtir

      • Mario disse:

        O pior que é a mesma equipe de incopetentes da Speed Fever

      • Marcão disse:

        Vc que tá falando isso!!!
        É o que????
        Saiba Mario que todas “”Todas”” as equipes de sinalização hoje em atividade sairam da Speed Fever..
        Se ela é incompetente com vc afirma..
        Todas o são, as melhores no máximo são iguais a ela…
        35 anos de pista, 35 anos….
        Uma canetada de algum dirigente da CBA alijou “temporariamente””essa equipe dos grandes eventos.. Sempre a politica safada no meio de gente trabalhadora.. E um monte de sangue sugas se aproveitando da situação..
        As coisas ainda vão mudar….

  5. Tulio Manera disse:

    Este vídeo explica com exatidão a dinâmica (ou estopim) do acidente (1:46m e 2:01m em câmara lenta)

    O cara com a câmara onboard é braço!

    http://www.youtube.com/watch?v=gFBJx2UiDS8&feature=player_embedded#!

  6. Luiz Straforini disse:

    Flávio Gomes,foi redículo o atendimento do acidente aos carros mais avariados ,ficou as moscas,correram para atender primeiro os carros sem gravidade,falta de profissionalismo o piloto ficou batendo no teto ,avisando que não estava bem……que vergonha!!!!!!!!!!Quem é p responsável ou melhor o irresponsável por esse bando de lerdos,pelo visto falta treinamento,capacitação,gerenciamento em tudo……!!!!Ainda bem que os carros até supotaram bem a batida!!!!!!!!!

    • Marcão disse:

      Não falta nada em termos de treinamento senhor…No Brasil essa é a unica equipe que se preocupa e muito com o treinamento de seus “””voluntários”””, a cada 3 meses é acontece o simulado… Vou ver qual a próxima data e te aviso, vc pode ir lá assistir, se vc perceber algo de errado, pode falar na hora.. Toda critica “”construtiva é sempre bem vinda….
      Essa equipe de sinalização e resgate já chegou a receber nota máxima da FIA em mais de um GP de F-1 e mais recentemente a mesma nota foi dada por ocasião do evento da GT1, mesma coisa nas mil milhas de 2007, quando os carros da LeMans correram aqui…
      Será que tá bom pro senhor???
      Só não me venha falar de problemas politicos, por favor… Toda a comunidade automobilstica do Brasil sabe, se o senhor é do ramo também deve saber…
      Obrigado….

  7. Marcio disse:

    Se fosse na stock era mais um piloto no caixão. Claro que a velocidade aí não é a mesma, e este é o ponto, querem fazer bonito com carros potentes, mas não oferecem a segurança necessária.

  8. Mauricio disse:

    Ninguém comentou a diferença entre aqui e lá fora.

    Aqui socorreram primeiro os carros. (o que parou na área de escape e o que ficou do lado de dentro da sada da curva).

    Depois foram ver se havia alguém ferido. E olha que um dos pilotos gritou muito, chamando a atenção pra o fato de ter ficado preso dentro do carro)

    Palhaçada!!!

    • Enko disse:

      equipe de resgate speed fever, que vergonha, nora -0

      • Marcão disse:

        Vc tem vergonha da equipe de resgate da speed fever???
        Eu não, tenho até orgulho de dizer que eles trabalham bem sim, muito bem, é sempre assim…. Eles estão sempre recebendo agradecimentos de pilotos e chefes de equipe….
        Agora vc deve trabalhar muito bem pra “””sentir vergonha deles””” ou será que podemos perceber ai nesse seu comentário um pouco de inveja por não trabalhar com eles e como eles???
        Se for isso, não tem problema não, apresenta seu curruculum para os responsáveis e dai quem sabe vc aprende a trabalhar com eles….

  9. Danilo Cândido disse:

    O que mais chamou-me a atenção foi a segurança dos Corsa e Celta de fábrica (monoblocos) em relação aos Stock Car (mais ainda dos Stock Light “Montana”)…e olhem que Celta (principalmente) está muito longe de ser referência em termos de segurança passiva, muito pelo contrário. Em que pese o reforço da gaiola interna, além é claro da diferença de velocidade entre as duas categorias, isso mostra e comprova mais uma vez a precariedade dos chassis feitos pela JL. Este acidente foi muito parecido com os que vitimaram Rafael Sperafico e Gustavo Sondermann, mas no Pulista o piloto sobreviveu. À propósito, alguém sabe do estado do piloto do Corsa prata e azul #999 ?

    • Danilo Cândido disse:

      E claro, conforme bem observou o colega Zamuner abaixo, o piloto do carro #999 teve muita sorte (muita mesmo) de ter recebido um providencial toque, que virou o carro, antes da pancada mais forte, caso contrário o impacto teria sido diretamente sobre ele…e aí, talvez não haja gaiola nem monobloco que salve…

    • alexandre disse:

      Os tres envolvidos no acidente o celta 999 o piloto edson coelho quebrou a cravicula o piloto do corsa prata nada sofreu o piloto caio clemente do corsa branco sofreu algumas luxações esta bem e o corsa branco 07 que bateu de frente do piloto flavio paiva levou a pior esta no hospital sofreu fratura na coluna e foi aperado estamos aguadando como ficará seu estado.

      • sila disse:

        Gostaria de saber como foi a extração do piloto acidentado com lesão na coluna, ja que o Sr. “Cupim de ferro” (que deve ser da equipe de resgate) abaixo citou 4-Nenhuma equipe resgate de carros, salvo engano da Stoque(by Flavio Gomes) tem pessoas com conhecimentos médicos suficientes para colocar as mãos nos pilotos acidentados. gostaria de saber o q eles fazem la então? só pra rebocar e limpar pista?

        Gostaria falar tb ao Sr Marcao, que a equipe de resgate deve estar preparada para qualquer ocorrencia de pista e box seja sendo ocasionada por intensão ou erro do piloto

        Muita desculpa o minino q deveriam de fazer e treinar e revisar seus procedimentos para q nao ocorra mais esses erros

      • Marcão disse:

        Então Sila!!
        A Equipe de resgate está sim preparada para:: Qualquer emergencia visando
        Resgate e incêndio, todos os carros estão equipados para tal, e cada um deles tem pelo menos um bombeiro contratado, nesse caso eram 5 carros a disposição da prova espalhados pela pista…
        Ambulancias 5.. E o carro que transporta o médico…
        O grande problema nesse caso é que as pessoas editam os vídeos e não mostram o decorrer do socorro, estiveram lá logo depois dos cortes duas ambulancias UTI’s equipadas. Fazendo o atendimento dos envolvidos…Só que pessoal de resgate, extração e incêndio não podem por a mão nos feridos, isso é lei, não do autodromo..
        Desculpas a parte, mas as verdades devem ser mostradas também… Afinal independente da equipe de sinalização que trabalha no evento, todos, fazem sempre o seu melhor…Ê.. [A titulo de exemplo pra quem quizer entender… Um carro de bombeiros super equipado não pode fazer atendimento á um ferido e nem praticar a extração deste sem a presença de um médico…
        Mas como todo mundo gosta é de malhar o judas então fiquem a vontade..
        Cada um com a “”sua”” verdade… Tentando fazer dela a absoluta….
        Só que disso tudo novamente tem uma pessoa com ferimentos sérios, infelismente… A culpa é do Bandeirinha e do cara do resgate….

      • Enko disse:

        marcão, voces demoraram muito para chegar aos carros acidentados, se fosse caso de incêndio, Meu Deus.
        uma vez na opala classe c um amigo se acidentou ao sair da curva do lago e entrar na reta oposta, teve uma luxação no braço, a ambulância que o atendeu na pista, rodou na grama e ao dentrar na pisra rodou novamente, meu amigo desceu da mesma disse: não morri na batida e não vou morrer nas mãos desse “piloto”, vou à pé oara os boxes.

      • Cupim de ferro disse:

        Tive um Spider perdido, pq os bombeiros demoraram 5 minutos para chegar!!!!! E olha que pegou fogo na saida de box!!!!!

        Acham que 1:30 é muito? Ja disse, regional na é F-1!!!!!

      • Cupim de ferro disse:

        Nenhuma equipe de resgate tem (médicos, para-médicos,enfermeiros…etc) Se tivesse sido colocado a mao em alguem e isso piorasse se estado clinico, estariam aqui PIXANDO todo mundo!!!!!!

        Cambada de hipócritas!!!!!

      • Hiperfanauto disse:

        Caro Cupim de Ferro,

        Se não concorda com o que os outros falam tudo bem, é um direito todo seu.
        Porem Sr. Cupim de Ferro, respeito e educação é bom e cabe em qualquer lugar, e assim sendo seja mais comedido antes de sair chamando tudo mundo de hípócrita, pois como diz o velho ditado: Apesar de não concordar com o que falas e pensas, defendo o direito de todos falarem e pensarem, desde que não ofenda e denigra a dignidade do outro.

        Tenha um bom dia e um grande abraço.

      • Cupim de ferro disse:

        Sila (deve ser de outra equipe) existem 2 tipos de resgate, o resgate de carros e o resgate médico. Não pense por exemplo que na F-1 é diferente (trabalhei 18 anos no GP Brasil) e la ninguem, ninguem mesmo pode colocar a mão em nenhum piloto.

        A diferença, é que la tem uma fila de empresas com 20 ambulancias, 30 médicos, 50 pára-médicos, 100 enfermeiros, disponibilizando de graça todos esses profissionais.

        Quando se tem um acidente, começa a caça as bruxas!!!!!

    • Marcão disse:

      Conforme um dos nossos colegas de blog o “”Gabriel, o piloto está fora de perigo, ainda bem…
      A sequir conforme relato do próprio..
      >>>>>>>>>>> e parabenizo quem resgatou o piloto Paiva, pois ele tinha uma fratura na coluna e graças ao socorro correto ele não perderá os movimentos e poderá andar em 2 dias novamente.>>>>>>>>>>>>>>>>
      Valeu….

      • sila disse:

        Pelo menos uma boa noticia!

      • Marcão disse:

        Pelo menos, não!!!!

        Vc percebeu bem a “””mensagem”””..
        Desenhando melhor!! O resgate e o atendimento médico salvaram o piloto de sequelas graves….
        Agora o que vc acha que a equipe deve fazer pra que acidentes assim não aconteçam????
        Ela é “””totalmente culpada”” pelo acidente??? Será mesmo???
        É o que vc quer deixar transparecer.. Mas eu o “””MARCÃO”” informo ao Sr. que não, ela não é culpada, de anda!!! Só vc. e alguns outros é que querem achar um meio de denegrir a imagem da equipe…
        Arruma outra maneira por que nessa vc dançou play boy…
        Tê logo mais no regional dessa semana…
        Abraços…..

  10. nando figueiredo disse:

    A demora no atendimento e a incapaciade dos “bandeirinhas” em descer a pista e verificar o estado dos pilotos mostra que essa categoria tem muito que melhorar.
    Mas o que me impressiona nos dois videos (brazuka e inglês) é a total falta de preparo desses “pilotos”, eles pensam que estão no video game???? Derrapou, perdeu tangência, levanta um fumaceiro a frente e é só manter o pé no acelerador e deixa que se exploda???? Se bater aperta reset e começa denovo????
    No video inglês já fica evidente na largada, quando um dos “azes” no carro azul se joga entre o grad-rail e outro carro, e no meio do grid um outro que ao sair da pista não para de acelerar levando placa e tudo mais que tem pela frente, nesse momento não surprende pensar o que poderia acontecer mais a frente quando outro piloto por ter sujado os pneus perde aderencia na curva e sai em zigue-zague tentando corrigir na frente do pelotão e provocando as outras duas batidas.
    Lamentavél.

    • Toninho F1 disse:

      O Sr. Nando me parece bem leigo no que se refere a corridas de automovel. Faz mais de 20 anos que os Comissarios de Pista (e não “bandeirinhas”) não podem entrar na pista, pois a função deles é ficar no posto e só sinalizar o acidente, para que não ocorra nenhum agravante com mais carros envolvidos. Então cabe a eles apenas sinalizar o local. Para isso existe o resgate e serviço médico. Entendeu? Ou quer que eu desenhe?

  11. Marcão disse:

    Bom, primeiro a reta oposta não tem nada de área de escape… Já faz um tempão desse problema e nada de solução.
    Segundo deixam o grid ir crescendo, misturam novatos com graduados, sem nenhum critério pra isso..Só o de engordadrem o grid…
    Terceiro e mais importante é a falta de responsabilidade dos pilotos e de quem os preparou para receberem suas carteiras …Nessa categoria não tem regras, vale tudo, é só ver nos vídeos o número absurdo de toques entre eles em menos de um quarto de volta…É assim o tempo todo a corrida toda..
    O #18 larga mal, o pessoal chega e se embolam la no “S”, o vinte da um toque trazeiro leve nele, já no sol vemos novamente o vinte fazendo manobras de emparelhamento com o 18 que acabou recebendo outro toque do mesmo #20, o 18 dá uma aliviada e o vinte se perde acertando o 999 de cheio, ai já tava feita a confusão, isso acontece lá no muro do Berguer, e os caras vem até o final da reta..
    Quer dizer que começa lá no “S” e acaba lá no lago praticamente… Dai o resgate, o carro médico e sei lá mais quem é culpado????
    Esse povo só chega quando a merda já tá feita.. E quem vai saber no meio de tantos carros espalhados pela reta oposta quem precisava de socorro imediáto?? E mesmo lerdo como disseram alguns o carro médico para justamente no caso mais grave, e a doutora desce do carro e já fala com o piloto..
    É só ver os vídeos, é só analizar com calma…
    Agora, concordo que tem que ter punições aos pilotos, e com certeza vai ter de monte.. Esses toques laterais e trazeiros tem que acabar, isso é que é problema e pode levar a sérios problemas, ano passado a Michelle perdeu o carro por causa de um totó trazeiro..
    Além das punições, tem que se rever essas regras e o critério de avaliação desses pilotos..
    A maioria deles do marcas jogou a esportividade no lixo faz tempo. O que vale ali é sim o tomou levou, e depois é depois…
    A FASP tem que intervir nisso, botar ordem na casa.. E quem administra o templo tem que botar um limite no numero de competidores por corrida, Já colocaram ali 52 carros, nesse final de semana uns 42, 43, 41 estavam nesse grid, e deu merda….
    O Autodromo não comporta tanto carro assim, se um desgoverna acaba levando muitos juntos, é o que aconteceu nesse fim de semana….
    Os vídeos mostram bem tudo isso…
    Vamos esperar que as coisas mudem e pra melhor, afinal o marcas ainda é muito bacana, merece o crescimento, mas poderiam colocar mais baterias classificatórias ou eliminatórias, depois sim os melhores iriam pra corrida final… Mas sempre com “”esportividade””…
    Queiram ou não essa é hoje a porta de entrada pra maioria dos pilotos.. Só que eles precisam de um pouco mais de calma… E quem controla isso tudo tem que ter pulso bem firme e punir exemplarmente os mais afoitos…. Só isso..
    Afinal é corrida de carro. O acidente sempre está por perto, quanto mais próximo do limite maior é a probabilidade de que aconteçam….

    • Gabriel disse:

      O Marcão,

      concordo com você que os pilotos exageram, mas não vi deslealdade, só se o caio Clemente for louco, ele deu um totó com a traseira do carro dele na frente do corsa do Roscoe #38? Ele simplesmente calculou mal. Não vejo problemas da categoria largar todas as categorias e largar 52 carros não tem problemas. Os toques do S foram de corrida, sem maldade isso acontece em categorias equilibradas, tanto que ninguém foi jogado para fora no S. E quanto ao resgate houveram erros gravíssimos sim. Corrida é legal por isso disputas, brigas ultrapassagens, esfregões, se não vira autorama, ou ganha que fizer a volta mais rápida. Quero levantar uma bandeira, Obrigatoriedade de se construir uma alma tubular para sustentar os bancos de competição. Os bancos são de fibra de vidro, quebram ou torcem, mesmo os de carbono, além de ser perigoso o cinto de segurança perde a eficiência quando isso ocorre.

      • Marcão disse:

        Tá !!!
        Mas eu nem falei do carro 38, falei dos carros 18, 20 e 999. Esses a gente ve claramente no video on board do carro 18… E o 20 me parece o mais afoito deles….Foi a sua afobação que causou tudo isso….
        Normalmente as piores situações começam sempre com acidentes de corrida sem malicia da parte do piloto causador…Mas quando á o toque por mais leve que seja é por que alguem calculou mal a sua posição ou velocidade…. Por isso das penalizações durante as corridas qunadoa direção pede que os pilotos se dirijam aos boxes para cumprir suas punições….
        Agora se vc não ve mal em largar 52 carros como vc diz???
        Cada um tem a sua opinião, mas sinceramente ali não cabe esse numero de carros, o autodromo não comporta, não foi feito pra isso…

      • Enko disse:

        o que voce me diz das mil milhas da decada de 80, quantos carros largavam e ainda mais a noite, e a diferença de potência que existia entre os carros?
        nâo há como justificar o injustifícavel

      • Marcão disse:

        Bom , aí tá indo pra longe do assunto em pauta!
        Mesmo assim em 80 o circuito era o original, e as áreas de escape eram outras, as curvas também..Cada um tem sua opinião sobre esse e outros acidentes…Vc estava lá?? Vc viu todos os vídeos colocados a disposição??
        Vc percebeu que teve gente ligada ao piloto que se feriu mais gravemente agradecendo o tratamento dado no local do acidente???
        Espero que vc tenha percebido tudo isso! Se mesmo assim vc ainda quer falar mal…
        Fique ´a vontade, fale bastante…
        Pra mim o assunto acidente no marcas já é passado. Quem tem que ser punido vai ser, tenha a certeza disso….
        Mas quem vai julgar tem capacidade pra isso…

    • Enko disse:

      marcão, eram apenas 4 carros e dois estavam muito avariados e sendo os que precisavam de atendimento urgente.

  12. Hiperfanauto disse:

    Que coisa heim !
    Impressionante a “rapidez e eficiência” das equipes de socorro, até parecia o GP Brasil de Formula 1.
    Será que o padrão agora é o “medical car” não seguir mais o pelotão de largada ?
    Pelo video me parece que a prioridade era dar atendimento aos carros tirando-os da pista e “somente” depois atender o piloto mesmo que este acenasse da porta pedidndo socorro (no video este pedido esta bem claro nas varias vezes em que a porta do corsa é aberta).
    Mas se tem “piloto” que paga altissimas taxas para se submeter a este “tipo” de prestação de serviço, e ainda se da por satisfeito e previlegiado por poder correr no “Templo”, fazer o que né “?.
    Já dizia o velho ditado ” Fregues mal servido não volta a não ser que seja masoquista” .

  13. Cupim de ferro disse:

    Bom dia

    Li todos os comentários com muita atenção e posso dizer que tem muita porcaria escrita.

    1-Para a segurança de qualquer pessoa que esteja trabalhando, é necessário que o pelotão esteja amarrado(preso) com o safety car.

    2-O mesmo esquema de pessoas e carros é usado a anos na GT-3 com sucesso.

    3- Largar com o medial no fundo do grid é opção do diretor de prova, tanto que no mundial de WTCC não é usado esse procedimento pelo Sr Eduardo (diretor de prova da FIA)

    4-Nenhuma equipe resgate de carros, salvo engano da Stoque(by Flavio Gomes) tem pessoas com conhecimentos médicos suficientes para colocar as mãos nos pilotos acidentados.

    5- Todas as pick-ups tem material para um caso de incendio, revisados diariamente por um bombeiro.

    6- Demorar 1:30 é muito? Lembrem-se o pelotão tem que estar amarrado pelo safety para as pessoas terem o minimo de segurança para trabalhar e tmb não causar outro acidente, piorando assim o estado clinico dos pilotos.

    7-Alguém ja teve a brilhante idéia de perguntar para as vitimas oq eles acharam??? Penso eu que seria de muita importancia o relato deles.

    8- Vamos a partir da próxima etapa pagar uma incrição de R$10.000,00, assim podemos montar um esquema parecido com o da F-1, com médicos, bombeiros, etc espalhados por mais de 20 pontos do circuito.

    Sem mais

    Cupim de ferro

    • Hiperfanauto disse:

      Se quem se “presta” a operar uma equipe de resgate de urgência não tem pessoal suficiente com habilitação para prestar “de imediato” socorro a uma vitima num autodromo da extensão de Interlagos, então meu amigo eu acho que o MP deveria enxergar melhor o que esta acontecendo em Interlagos.
      No caso em questão, o video é bem claro, ” ninguem da sinalização ou mesmo dos resgates se aproximaram para pelo menos atestar o estado das vitimas”, (concordo contigo que para atende-las deve ser habilitado como reza a lei), para atraves de uma verificação visual e primeiro contato com a vitima, poder alertar pela urgência e gravidade do caso e ganhar alguns segundos preciosos para a vida da vitima.
      Desculpa de pouca gente habilitada para soccorro a pessoas, em um evento onde a principal tonica é o risco de vida, NÃO VALE.

    • nando figueiredo disse:

      No seu comentario fica a impressão que a direção de prova diz: Esperem o pelotão passar na proxima volta atrás do safety, só ai vão a pista pra auxiliar. Afinal o Safety car esta nos Box´s. Se for isso esse “procedimento” deve ser revisado com brevidade.
      Veja a diferença de atitude dos “bandeiras” no video de Interlagos em relação ao de Brands-Hatch. Os fiscais correm para os carros e sinalizam ao serviço de resgate quais os pilotos precisam de atendimento a prova já esta em bandeira amarela, esse é o procedimento correto, pois é claro, a equipe medica em caso de muitos acidentes não tem pessoal suficiente pra ir de carro em carro pra avaliar.

      • Marcão disse:

        De novo a comparação de lá e cá!!
        Nando vc tá misturando alho com bugalho..
        Não tem nada a se comparar, as regras de sianlização lá são diferentes das nossas,..
        Na F-1 o comissário de pista abandona o posto e vai socorrer carro e piloto?? Não né!
        Na Indy acontece diferente daqui??? Não né!!!
        Então tá óbvio que o assunto aqui não é o acidente e o atendimento, e sim a equipe…
        Tá bom ….

  14. Caco disse:

    Pela competência e seriedade dos dirigentes da CBA. Certamente a CBA irá falar que a culpa é da Curva do Café.

  15. Anderson disse:

    O pior que o socorro deu prioridade em começar a rebocar os carros do que ver a real situação de todos os pilotos vitimas do acidentes, eles não viram que os carros que sofreram piores acidentes os pilotos não sairão do carro e sim precisariam de um atendimento. O carro de segurança que largo atras do pelotão logo já foi rebocando o primeiro que viu pela frente.

  16. Bruno Menezes disse:

    Flávio, você reparou que no acidente de Brands Hatch, o carro laranja e brandc dá um ‘totó’ intencional no verde e branco – este sai tocando alguns pilotos por causa do ‘totó’ sofrido. Então, assim que ele recupera o traçado, vê o carro laranja e branco que o acertou, e vai pra cima dele, tentando acertá-lo. Nisso, ele atinge vários pilotos e provoca mais alguns acidentes.

  17. Celio Cunha disse:

    Aleijado, essa palavra me persegue!!! Porque sou aleijado e portanto toda vez que entro em alguma confusão sempre vem está palavra ALEIJADO. Não gosto desta palavra, não pela palavra em si, mas pelo modo que os ditos não aleijados a usam para agredir aleijados. Será que é o mesmo que o negro sente quando é chamado de MACACO??!!! Mas de certa forma tenho orgulho de ser aleijado! Claro que não gosto de ser aleijado, porém vejo tantos não aleijados mais aleijados do que eu. Que me pergunto. Estamos no país dos aleijados?? Não aleijados físicos, mas aleijados morais!

    • rodrigo mota disse:

      o grande problema nobre colega é que quem fica falando essa palavra NUNCA precisou de uma cadeira de rodas na vida, nunca soube o que é sentir “in loco” o que acontece quando você tem as suas pernas mas não pode usá-las, quando você vê elas mas não pode usá-las. mesmo que temporariamente…

      quem tem algum conhecido direto (irmão, pai, mãe, sobrinho etc…) que passou/passa por essa situação (isso se a própria pessoa não passou/passa) sabe bem o quanto essa palavra dói. porque se acham os donos do poder com suas pernas que funcionam. mas se esquecem que basta uma bala ou um acidente que esses “heróis” vão descobrir na pele que a palavra “aleijado” dói, e dói pra caralho…

      nem de “deficiente físico” eu chamo mais, porque de “deficiente” os cadeirantes não tem nada, são pessoas fortes pra caralho porque arranjam soluções inteligentes para problemas complicados…

      em vez de “deficiente físico” ou “aleijado” eu uso outros termos:

      “Iron man”

      “Nerd on Whells”

      “Climbers”

      abração e ignore estes babacas que acham que “aleijado” é piada, todo babaca tem seu dia…

  18. Thiago Azevedo disse:

    Essas batidas em “T”… Tiveram sorte.

  19. Kadu disse:

    Como assim “atendimento” ??
    Parece mais uma piada de mau gosto…

  20. Luc Monteiro disse:

    Não deve ser o link ao qual você se refere, mas lá no meu bloguezinho tem alguns vídeos do acidente nesse post aqui: http://bit.ly/IvYWrY

  21. Rafael disse:

    Engraçado que ninguém reparou no pneu traseiro direito do cara que bateu no outro carro. É nítido que o pneu furou ou algo assim. Vejam o vídeo!

  22. aldo gomes disse:

    o carro 20 foi quem começou tudo, falha mecânica ou humana?? Não sei.

  23. disse:

    E a zona de estranhos invadindo os postos de bandeirinha. Será que estavam fumando um?
    http://www.youtube.com/watch?v=_sW1b4vvQvA

    • Marcão disse:

      Dú vou dizer pra vc o que vc já deve saber mas quem esta lendo não!!
      Esse seu vídeo foi editado, esse pessoal entrou de “”penetra”” sim lá no posto do laranjinha, só que foi no sábado.. A segurança tirou rápido..
      E esse acidente aconteceu no domingo na segunda bateria do marcas….
      Novamente o problema de se editar vídeos colocando a capacidade das pessoas em dúvida. com algo que não corresponde com a realidade….

  24. vitão disse:

    o energúmeno do carro #20 tem isso mesmo, cérebro de Tatu. O patrocinador deve ter “adorado” a publicidade .

  25. LUZ PRATA disse:

    nessas categorias de Brincadeira…sempre tem VARIOS Animais/ tipo edmundo…de quatro Patas…hahahaharssss no imenso Grid…eles querem andar + rapido do que sabem…ai da nisso… Crash !!!! na Classic o pessoal se respeita muito … todo mundo anda + na Lenta…ninguem arrisca Nada…valeu.

  26. Tulio Manera disse:

    Corri 11 temporadas de Marcas. Às vezes com 50 carros no grid. A combinação de custo relativamente baixo, grids cheios, pilotos quase sempre com pouca ou nenhuma experiência, juventude, etc torna a coisa explosiva. Enquanto algumas categorias são conhecidas como “gentleman drivers” estes campeonatos regionais de Turismo estão mais para “crazy people”.

    Quanto à capacidade da organização das provas em tratar de acidentes graves, no comments. Daí vamos começar o assunto CBA novamente…

    Encerrei minha carreira (pelo menos por enquanto…) em um acidente grave como este do vídeo, que causou a perda total do carro. Tive muita sorte de ter saído relativamente inteiro.

  27. Sergio Luis dos Santos disse:

    Só comparando, devia ter mais fiscais de pista naquela curva do acidente na Inglaterra do que em toda a pista de Interlagos.
    É ridícula também a atuação em que se prioriza remover os carros da pista antes de se averiguar as condições de todos os pilotos. Esta devia ser a última preocupação.

  28. Mauro Batera disse:

    Cara, que absurdo!

    E se um destes carros tivesse pegado fogo!?

    Eu me negaria correr sem segurança, parece até a F1 até os final dos anos 70.

  29. Gabriel disse:

    Grandes erros, a demora no atendimento não é o básico. Notem uma pick-up Branca e Vermelha da Mitsubishi que chega para socorrer os pilotos, aquele carro era o Medical Car, outro grande erro ele devia ter largado atrás do grid, é norma, ele larga e dá a 1ª volta, pois ele chega rápido em caso de acidente, como ocorreu. Como colocam uma pick-up de medical car, um carro lento e grande. Levaram 1minuto e 55 segundos para atender o primeiro piloto. Com os altos valores cobrados de inscrição, o mínimo que se espera é segurança de primeira qualidade. Vale como lembrete na prova da stock paulista, um carro lançou o motor na reta dos box, na altura da entrada do box, e foi bater na freada do S, eu estava bem em frente, e acredite o bandeirinha só mostrou bandeira de óleo, alguns minutos depois, quando veio ordem pelo rádio, junto com a placa de Safety Car. Absurdo, sorte que haviam poucos carros e ele era um dos últimos.

    • Marcão disse:

      Gabriel??
      Com relação ao motor do stock que vc falou vc pode esclarecer melhor por favor???
      Entre a entrada de box até o “”S”” do Senna temos quatro postos de sinalização mais o PSDP, Qual posto que mostrou só a bandeira de falta de aderencia??
      Será que foi um só?? Acho que não!! Pelo que escutei foram dois postos mais o PSDP. E alguns dos postos do final da reta mostraram a bandeira amarela agitada,bem onde o carro bateu e parou,, depois a recolheram por ordem da direção de provas que entendeu não ser mais nescessária as duas bandeiras pois foi dado o aviso de SC na pista toda…Quando é dada a ordem de SC “”UMA PLACA AMARELA COM A INSCRIÇÂO SC”” e toda placa acompanha uma bandeira amarela agitada, isso na pista toda…
      Então Gabriel, não foi só “”uma”” Bandeira de falta de óleo, a corrida foi interrompida com a presença do carro safety na pista toda….
      Acho que vc deve ter percebido isso também, já que vc viu a bandeira de falta de aderencia no local… Era alí o problema, o motivo da intervençao do safety…

      • Gabriel disse:

        Vamos la Marcão,

        O Posto em questão, é o anterior ao PSDP, o que fica exatamente na entrada do box, espremido na grade da arquibancada, onde álias eu estava, e a grade da pista. O Stock estourou o motor um pouco antes, e passou nesse ponto jogando óleo e soltando fumaça, ele foi bater quando freou para fazer o esse do senna. O Posto em questão não apresentou bandeira nenhuma até a ordem de entrar o safety car, que não foi imediata, ai mostraram ao mesmo tempo, placa SC, bandeira amarela e a de falta de aderência, quanto ao PSDP não vi quanto tempo demorou, e os outros não tinha visão de onde estava. Na minha opinião, ele deveria ter mostrado na hora a bandeira de falta de aderência, mas o bandeirinha, inclusive, na hora, tirava foto com o celular. Havia uma moça junto a ele que de longe, onde eu estava, não entendia muito já que o rapaz tinha que mostrar toda hora o que tinha de fazer ou qual bandeira pegar. Isso sem contar algumas, poucas, vezes em que ele não apresentou bandeira azul, para atrasados. Quanto ao Marcas, outro absurdo, que não faz sentido, porque não foi dada bandeira vermelha, a ambulância teve que esperar todo o pelotão passar para atravessar a pista com os pilotos machucados fora a decisão absurda ainda mais em categoria tão disputada e propícia a acidentes do medical car não largar e completar a 1ª volta no caso de domingo, em vez de 1´55segundos para chegarem teriam levado 20 a 30segundos. Mas para não parecer que é caça as bruxas, defendi os pilotos, acho que não teve maldade, e parabenizo quem resgatou o piloto Paiva, pois ele tinha uma fratura na coluna e graças ao socorro correto ele não perderá os movimentos e poderá andar em 2 dias novamente.

      • Marcão disse:

        Então tá!!
        Como vc mesmo diz o socorro salvou o piloto de ter sérias seguelas pro resto da vida. É isso!! Então foi bem feito.. Ótimo..
        Agora se vc é piloto, ou entende bem de sinalização deve saber que a bandeira de falta de aderencia deve ser mostrada “””ápos”” ordem da direção de provas…
        É norma não da FASP nem do diretor da prova.. É sim norma da CBA…Vc se refere ao posto 22, e os outros postos?? E o anterior á ele também esteve ausente???
        Acho que não pois o motor pode ter feito o show de fumaça ali, mas já deixava rastros antes… É bom se observar melhor esses detalhes…E outra, os carros 64 e 3 parecem ser um dos últimos do grid …A direção chamou o SC e só então se optou pela retirada dos destroços e carros da área perigosa… Depois foram feitos os procedimentos normais de estanqueamento do óleo e peças do motor.. Daí é que a direção de provas reiniciou a corrida….Qunado ao uso da bandeira vermelha ou não é uma decisão particular do diretor de provas, usa-la ou não, ele tem a possibilidade de usar o Safety, assim o fez…
        Mas é isso, cada tem sua visão dos fatos, respeito a sua.
        Reitero aqui novamente o que vc disse,,
        >>>>>e parabenizo quem resgatou o piloto Paiva, pois ele tinha uma fratura na coluna e graças ao socorro correto ele não perderá os movimentos e poderá andar em 2 dias novamente.>>>> Isso é o que importa.. Acidentes acontecem, se não, não seriam acidentes….

      • Gabriel disse:

        Beleza Marcão, tranquilo, minha intenção é que o automobilismo torne mais seguro e continue com sua essência, competividade, não estou qurendo caçar bruxas nem apontar culpados, por isso elogiei, o que na minha opinião deveria ser elogiado. Quanto a bandeira de falta de aderência é um absurdo o fiscal do posto esperar uma ordem da torre, o fiscal está em loco, e no caso específico havia rastro o rastro de óleo, ele tinha que agitar a bandeira, imagina se tal situação acontece no Marcas o salseiro que seria, mas como vc informa que isso é uma regra, acho que seria de bom tom muda-las, para que fique mais seguro. Quanto a responsabilidade ser do resgate ou diretor de prova, não entrei no mérito, pois na verdade, o erro é do clube que organiza dado sua econômia nos gastos referente a prova, o que as vezes esbarra em economizar com a segurança. Espero que toda essa repercussão faça com que as provas do regional fiquem mais seguras.

      • Marcão disse:

        Então Gabriel..
        O pessoal da CBA e da FASP já deve estar de saco cheio de receber sempre os mesmos emails em relação a bandeira de falta de aderencia, mas parecem ignorar todo argumento e estão sempre contra os fatos, infelismente…
        E outra, quando da falta de aderencia mostrada é proibido terminantemente a ultrapassagem.. Erro aqui ou ali, o fato mostra um detalhe interessante, quando da amarela agitada ou parada logo depois do motivo da presença da amarela aparece a bandeira verde liberando a pista para a competição..
        Quando se mostra a listrada, o piloto nunca vai ter certeza do fim da intervenção, pois não se mostra nada pra ele.. E a CBA nunca fala nada a respeito, desse assunto e de outros pertinentes, infelismente…
        Automobilismo é isso, muita gente abnegada, muitos voluntários, e muito mais gente pra escurraçar, e um monte de politicos dando palpites errados sempre….
        Mesmo assim valeu….

  30. André disse:

    Tb, os caras querem fazer campeonato com estes pastéis sobre rodas, com carros q jamais seriam aprovados para rodar em crash-test de paises sérios (não é o caso do Brazil).
    Temos sorte de haver pouquissimas e raras mortes nestes campeonatos de marcas país afora.
    Até q aquele argentino q era exibido no Velocidad Sur no Speed (ô saudade) tem mais segurança!
    Além do atendimento, reparem tb na diferença da roll cage/gaiola na Copa Clio britanica para a do nosso campeonato…

  31. Rodrigo Moraes disse:

    O pole filmou de vários ângulos: http://youtu.be/R2WneyR_rhk . Parece claro quem causa o acidente. Vamos ver se rola alguma punição, pra galera aprender a se respeitar.

  32. Marcog disse:

    Há um outro vídeo do Pole Position (aliás, FG, podia fazer igual nas suas onboard, hein…), que aparentemente explica a coisa toda. O carro 20 vem por trás, passa na reta depois da largada, perde a traseira no S do Senna, e o pole retoma a posição. Na “esparramada” da tomada da 2a perna do S, ele trisca com a traseira na frente do carro 20, que aparentemente fica putinho e tenta dar o troco no retão, provocando a pataquada toda.

    … e ainda tem um grilo que aparece pousando em cima do carro, bem no meio do rebosteio, porque provavelmente teve a casa devastada durante a batida…. =]

  33. marcelo spitzer disse:

    Boa, que atendimento? O mais necessitado nem soube o que era atendimento..

  34. sila disse:

    Engraçado que ninguem da nome aos burros, equipe de resgate e sinalização SPEED FEVER – Sr, Barranquinho.
    agora é só investigar!!!

  35. fabio moyses disse:

    fica dificll comparar o atendimento sendo que aki o video acabo nem sequer atendimento se iniciou… meu Deus!! e

  36. Ladis disse:

    Prá mim parece que o Corsinha branco apresentou algum tipo de problema, pq a guinada para a esquerda foi literalmente do nada, em plena linha reta, desencadeando toda a sequencia do acidente.

  37. Edu H@rmel disse:

    Algumas perguntas e considerações:

    1. onde está o medical-car que acompanha as largadas ?
    2. quase 1 minuto para atendimento do principal vitimado pelas pancas!
    3. ninguém do resgate se preocupou com o fato de os carros estarem até o talo de combustível.

    Tragédia menor se considerarmos o que poderia ter acontecido.

    Preocupante… Espero que estas imagens sejam estudadas pelo Ernesto e o pessoal do resgate.

    • Luizão disse:

      Edu, só para ficar claro, o resgate não é do Ernesto. Só aí já se explica 50%. Concordo com você quando diz que as imagens dever ser estudadas pelo Ernesto e pessoal de resgate somente para ressaltar como evitar erros iguais aos que vimos onde com certeza tinha piloto ferido e ignorado no primeiro momento.

  38. Zamuner disse:

    O piloto do carro #999 teve muita sorte, pois primeiro foi atingido pelo carro #8, que tirou de uma posição que seria fatal no segundo choque, com o carro #7.

  39. Joca disse:

    Só muda o estado, no RS é a mesma coisa, alinha 60 no marcas alguns ficam na primeira volta, tem dado umas pancadas que por sorte até hoje ninguém morreu.
    Os ‘pilotos’ de hoje não tem respeito, antigamente quando vc dava sabia que na prova seguinte era caçado.
    Hoje eles batem e ainda depois querem disputar no soco nos boxes.
    Que falta de respeito, pô.

  40. Victor Leonidas disse:

    Eles se preocuparam primeiro em limpar a pista para depois atender os outros dois pilotos que ficaram ali presos.. Inclusive um deles sinalizando com a mão que precisava de ajuda!

    Que vergonha!!! As federações exigem tudo e mais um pouco sempre dos pilotos e sobre os organizadores e pistas como fica?

  41. Fabio Tust disse:

    Interessante que as equipes de salvamento perdem um tempo importante tratando os pilotos dos carros menos afetados no acidente, enquanto os dois que bateram “em T” ficam lá esperando, um deles sem conseguir sair do carro e pedindo socorro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>