PENA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 13 de junho de 2012 - 11:07Rali

PENA

SÃO PAULO (no estúdio) – A FIA descartou mudanças no calendário do Mundial de Rali e, assim, não teremos etapa no Brasil no ano que vem. Quem sabe em 2014. Uma pena. Nisso o pessoal da CBA deveria ter se empenhado muito. Pode ser até que tenha, mas claramente não foi suficiente.

E sempre que falo de WRC no Brasil, fico me perguntando como foram as provas aqui nos anos 80. E é sempre legal ler depoimentos de quem viu de perto. Portanto, blogueiros, vocês que lá estiveram, contem o que viram.

A foto abaixo eu catei no Retroauto, sempre cheio de boas histórias e imagens. Aparece até um carrinho meu nessa página dedicada aos Passats. Quem encontrar ganha um doce.

 

23 comentários

  1. Mozart disse:

    A Itaim Motor era uma revenda da VW, ficava alí na Clodomiro Amazonas ( Itaim Bibi)
    fechou no final dos anos 70.

  2. Jefferson disse:

    Por incrível que pareça, hoje existe muita informação a respeito das etapas do WRC que ocorreram aqui no Brasil:

    http://quatrorodas.abril.com.br/acervodigital/
    para o ano de 81, procure pelas revistas de julho (prévia) e setembro (cobertura). 82: julho e setembro

    se não é suficiente, procure no acervo folha entre os dias 6-8 agosto de 81 e 11-14 agosto de 82
    http://acervo.folha.com.br/

  3. luiz_z disse:

    Saiu numa motor 3 da época que o Brasil perdeu a prova para a argentina devido a falta de organização da mesma, agora pode parecer teoria da conspiração, mas acho que o wrc nunca voltou ao Brasil por causa disto.

  4. Mauricio disse:

    Vendo a foto fiquei com saudade do meu TS.

    Primeira série, motor 1.6 e cambio de 4 marchas. Era arisco demais!

  5. E tem um carrinho meu também… Quem encontrar não ganha nada, mas tem lá.

  6. gustavo disse:

    Flávio, boa tarde!

    Em 1982 sei que o passat que chegou em 4º ou 5º sendo a 1º dupla brasileira naquele ano, acho que o nome era do Piloto Aparecido Rodrigues, navegador Joaquim Lanhoso essa dupla é de SP.
    O Águia era dessa época tbm, quem sabe ele tem algumas fotos bacanas dessa gde época do rallye.

  7. Alan Ruggero disse:

    Tivemos em 2009 o IRC em Curitiba. Esse é segundo maior campeonato de rally de velocidade no mundo. A galera de lá curtiu bastante, mas, infelizmente, não conseguiram segurar o evento nos anos seguintes.

  8. Paulo Tohmé disse:

    A prova de 1982 foi uma verdadeira catástrofe em termos de organização.

  9. Paulo Maffi disse:

    Até no documentário indicado aqui no blog, o “Madness on Wheels: rallying craziest years”, muito pouco se fala e mostra dos anos de Rali no Brasil. Limitando-se apenas a notificar uma morte de um piloto e mostrar uma bonita foto de um FIAT 147 de rali! Sei que em 82 Michele Mouton venceu a etapa.
    Bom, agora é esfregar as mãos para 2014!

  10. Batista Lara disse:

    O meu doce pode ser o de abóbora, em calda…O seu é o branco, ao lado do mostarda….

  11. Gustavo Stricagnolo disse:

    Não sou dessa época mais lembro de um comentário de um amigo do meu pai sobre o rali de Campos do Jordão que quando os Audi Quattro passaram por ele (que estava bem próximo a estrada de terra) sentiu o chão tremer.

  12. Renato disse:

    Passat Surf branco !!!!

  13. Marcão disse:

    Pois é pois é !!!!
    Não tenho nada contra a pessoa do Sr. Cleiton, mas como dirigente da CBA deixou tanto a desejar mas tanto que se fossemos medir a distancia entre a CBA hoje e os profissionais do automobilismo acho que sobraria barbante se o esticassemos daqui da terra até marte….
    E ainda vem e fala pra todo mundo em reeleição.. Que a prioridade é a base…
    Se ele responder com legitimidade o que é a báse que ele fala a gente até pode tentar escutar…Esse negócio de base já estão falando desde antes de se elejerem.. Nem o discurso mudaram…
    Base pra nós é F-SP, a F.1600 “”aquela lá do sul””, ou outras do mesmo nível.A formula Vee é um exemplo claro de quando querem fazem e bem feito.. Se bem que a F.Vee, não tem na sua concepção essa proposta..E é uma pena/pode até vir á ter depois do sucesso alcançado. Não a base pra mesa de jantar caro, nem a base de hoteis que se hospedam
    Não tirando do Kart a base que o sustentava…A CBA precisa de idéias novas avançadas e de acordo com os tempos que estamos vivendo. Precisa ser dinamica como são as corridas..Enquanto os carros tecnologia e pessoas andam a 300Kmh, a CBA do Cleiton e do Valduga anda a passos de elefante. Que me desculpe o paquiderme pelo exemplo…
    Vimos ontem os comentários a respeito no programa do Reginaldo Leme.. Que recebeu o Sr. Antonio Hermamm, que já está pelo menos acenando com uma possibilidade de se infiltrar nos meios para adminstrar a CBA. As idéias são boas, são dinamicas. E por tratar- se da pessoa que é temos que analizar com bastante atenção..
    Afinal é o esporte que está em jogo nesse momento.. Quem faz realmente o espetáculo precisa parar pensar e agir em favor do seu esporte … Saber defender os seus direitos.. Não ter apenas a obrigação de sustentar uma CBA hoje na base das carteirinhas e dos peculios oriundos das inscrições. Como também das comissões das homologações das categorias…Hoje tudo é cobrado, até uma vistoria deve ser paga antes de feita, uma reclamação desportiva deve vir acompanhada do checão… Se não não tem aceitação…
    Tá certo que os caras precisam de dinheiro, mas só eles é que precisam ??
    Acho que categorias, equipes e pilotos precisam também ter a certeza de as coisas aconteçam com a ética e desportividade além do respeito que merecem. Afinal nesse brinquedo tão sempre colocando as vidas em risco…Não faz mais sentido termos uma confederação contrária aos que a fizeram e a mantem…
    Claro que temos outros nomes, importantes também, e que democráticamente sejam escolhidos.. Dentre esses nomes pode até constar o do Pinteiro, desde que todos os afiliados tenham direito á voto… Não apenas as federações .. Isso sim é que precisa ser varrido pra ontem do mapa da CBA…E que nas federações o modelo seja o mesmo…..

    • disse:

      Antonio Hermann na CBA ?
      Se aqui fosse a Inglaterra até que vai, pelo profissionalismo financeiro que existe.
      A realidade do automobilismo brasileiro, em sua raiz, está anos luz atrás do que pensa o Hermann, que acabou a tradicional Mil Milhas por questões financeiras e técnicas, a transformando em um imbróglio jurídico.
      Precisamos aproveitar o momento, usar de nomes como Bob Sharp e outros, que conhecem o momento atual e viveram o passado, o início.

      • Marcão disse:

        Eleições diretas já!!
        Democracia!
        Transparencia!
        Credibilidade, metas a serem cumpridas..
        Coisas assim é que interessam agora pra nós todos…
        Legal é ver vc deixar sua opinião, e que outros também o façam..
        Do mesmo jeito que vcs fizeram com a coisa da chincane pro regional…Foram lá deram um naozão na cara dos caras…
        É isso.. Força é com quem faz o espetaculo e paga as contas…Não com cartola…Cartola tem que trabalhar pelo esporte e “”dar satisfações””

  14. Betão disse:

    Passat Surf branco com rodas de Variant II. Cadê o doce?

  15. disse:

    O Águia pode contar…

  16. Marcelo disse:

    Não teremos etapa WRC no Brasil, mas o mais importante é que o Hexa já esta “garantido”, o resto é resto. WRC fica pra depois…bem depois!

    Eu vou ficar sem o doce, mas é muito bom ver esses carros dos anos 80, só saudades! E sempre que lembro dessa época eu lembro das músicas, fora essa Deusa da foto abaixo:

    http://diariocatarinense.rbsdirect.com.br/imagesrc/13487741.jpg?w=620

    De uma “menina” saiu uma Deusa…
    http://www.youtube.com/watch?v=s8dJETnpKD4

    E ela é uma DEUSA mesmo, e ponto final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>