MENU

terça-feira, 10 de julho de 2012 - 15:38Antigos em geral, Automobilismo internacional, Indústria automobilística, Rali

ALPINE, 50

SÃO PAULO (o nosso era simpático, também) – O lendário Alpine 110 comemorou 50 anos e não falamos nada, aqui. Falha grave, corrigida pelo Ricardo Golffinho, que mandou o vídeo que junta o carro que marcou época com um conceito da Renault que não sei no que vai dar. Alguém identificou o piloto? Não é o Bird Clemente!

18 comentários

  1. Nelson disse:

    Merecida homenagem ao carro mais gostoso de se tocar!!!

  2. Oi Flavinho. Saiu matéria dele na CAR Magazine edição de junho. Por sinal a barata é muito desejável. Com todas as traquitanas do Megane Renaultsport mas com uma carroceria maravilhosa de fibra de carbono. Quem quiser comprar números atrasados é só acessar a banca virtual em http://www.carmagazine.com.br Se fizer uma assinatura ganha um relógio bacana.

  3. Smirkoff disse:

    O Jean Ragnotti, além do que fez em provas oficiais, foi um importante piloto de testes do projeto turbo da Renault nos anos 70.

  4. Ivan Souza disse:

    O Piloto é o Jean Ragnotti. Ele competiu bastante tempo no rally com os carros da Renault.

  5. Gus disse:

    Homenagem a um grande carro e a um Senhor das pistas….quem o viu militando nos pequenos Clio’s nunca esquece!

  6. Alexandre - BH disse:

    O Bird corria de Alpiste… Nossa, essa foi terrível!

  7. Sergio Stanislauskas disse:

    O piloto coroa é o Jean Ragnotti. Na década de 70 dava nó em pingo d’ agua com um Opel grupo 1. Eu ví o cara ao vivo no Ralye del Parco di Monza que era uma prova interessante. Os “primes” eram corridos nas estradas de serviço ao redor da pista de Monza. Tinha muita lama misturada com neve (se é que me lembro bem) mas tudo acontecia muito próximo do público mas com segurança. O tal do francês narigudo e franzino fazia miséria com o Kadett grupo 1. Depois ele se ligou à Renault mas a minha impressão é que nunca mais foi tão vitorioso. Aquele era o tempo de domínio dos Alpines nos rallyes franceses e europeus. Tinha muita gente de excelente nível, no Grupo 3. Correu até com protótipos. Não tenho certeza mas acho que durante um tempo o navegador dele era um tal de Jean Todt. Mas mesmo o Alpine recriado sendo feio pacas, este filme é uma bela homenagem ao Ragnotti.

    • Allan disse:

      Também, ô época boa! O mesmo Alpine 110 servia para vencer Rallyes e corridas de asfalto tipo Grupo 4! Só ele? Não! Porsche 911 e 914, Ferrari 308, BMW série 3, Ford Sierra, vindo até o fim dos anos 80, se davam bem em muitos pisos.

  8. V. Maghetti disse:

    O Alpine é um dos carros esportivos que mais curto, embora ainda ache o Willys Interlagos Berlineta mais bonito, devido à sua traseira mais curta. São carros eternos, sempre serão fantásticos!

  9. Rafinha Dias disse:

    Legal a homenagem, baita produção. Agora quero uma com um Interlagos, poxa

  10. Ivan disse:

    O vídeo é legal mas não gostei da releitura lembra muito pouco com o original, alias eu achei o carro novo mais parecido com o R8 da Audi.

  11. ulisses disse:

    Muito massa esse vídeo, Flavio Gomes.
    Só não captei a relação entre esse carro novo e o Alpine.
    Peguei umas estradinhas como essa entre Grenoble e Turim. Vou te contar que dá um cagaço danado.
    Já tinha visto um Willys Interlagos numa oficina ali na Av. Washington Luiz, mas ver um Alpine de pertinho foi bem mais divertido. Esse aqui dividiu o engarrafamento comigo entre Cannes e Grasse. Só três fotos, eu estava dirigindo!
    1) http://goo.gl/qouz7 2) http://goo.gl/agCbI 3) http://goo.gl/hUXhG

  12. Bocage disse:

    O conceito desvirtuou totalmente as elegantes linhas do Alpine. Na opinião de um leigo.

    E, cá entre nós, o ronco do old blue é muito mais ronco.

    O do conceito parece zumbido de abelha!

    • Victor Costa disse:

      Prezado Bocage, essa homenagem da Renault com esse novo conceito foi uma puta forçada. Esse New Alpine, digamos assim, nada mais é do que o nada inédito conceito DeZir pintado na clássica cor do Alpine e com alguns adereços mais para tentar estabelecer a analogia do antigo com o novo. Também acho que as linhas não tem absolutamente nada a ver com o Alpine. Não que precisassem ser iguais, mas não vejo qualquer inspiração do Alpine no conceito.

    • Perneta disse:

      Concordo, colocaram o primeiro o motor que acharam na prateleira e soldaram uns canos pra fora do carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>