MENU

segunda-feira, 9 de julho de 2012 - 17:50One comment

ONE COMMENT

Drifting está para automobilismo como MMA (UFC? MMDC? MXM?) está para as verdadeiras artes marciais. A propósito, é “drifting” ou “drift”, essa merda?

33 comentários

  1. Robson disse:

    Então todos os pilotos de Rally e HillClimb que utilizam essa técnica para contornar curvas fechadas e estreitas são todos idiotas na sua visão? https://www.youtube.com/watch?v=ocO_4M9XWNw Acho que pra vc deve ser melhor engatar uma ré…
    Drift foi criado em estradas montanhosas e apertadas, em circuitos são uma competição de manobras e não de tempo.Vence quem fizer mais pontos: ângulo, velocidade, proximidade do adversário sem toca-lo, proximidade da traseira do carro com um muro ou cone etc. Tudo é levado em conta menos tempo. https://www.youtube.com/watch?v=HiQKs55L5BM
    Qualquer coisa feita em via pública sem autorização é babaquice do mesmo jeito. Não quer poluir o planeta ande de bicicleta então.

  2. Dalton Menoncin disse:

    Felizmente eu pratico drifting apenas no Gran Turismo 5, logo me considero o “green ticket” dos malucos maravilhosos que destroem o planeta despejando fumaça massiva (por uma causa nobre).

    Drifting não está para as corridas como MMA para outras lutas. Pense em um esporte competitivo que não seja uma corrida, mas sim de exibição e estilo. Bike extreme para motocross? Le Parkour para 100 metros com barreira? Campeonato de enterradas para basquetebol? Bom, acho que deu pra entender as comparações.

    Felizmente vivemos num mundo onde ninguém é obrigado a gostar da mesma coisa. Eu mesmo acho a coisa mais boring do mundo ver uma corrida de F1. Nascar então, não me convidem… Talvez a graça do Drifting é que independente é o seu caráter democrático. Tem o Drifter superstar que compete na Formula Drift americana ou na D1 japonesa, assim como tem o cara com pouca grana e monta um drift missile (definição normal para carro todo zoado, preparado especificamente para a modalidade). Vale qualquer carro de tração traseira, o que não vale é praticar isso em locais públicos e colocar a vida de outras pessoas em risco.

    Quanto ao vídeo demostrado, eu comparo com um reporter de campo que toma uma bolada. Acidente de trabalho.

    Em tempo, parem de comparar o que o Ken Block faz com drifting. Ele usa um carro AWD, sempre pratica sozinho (nunca em duplas ou drifting trains) e acho que todo mundo sabe que ele nunca acerta uma rotina igual às demostradas nos vídeos em apenas 1 take. Aliás, como piloto de Rally, ele é bem irregular.

    Respeitem o Drifting, assim como vocês gostariam que sua modalidade favorita de motorsport fosse respeitada.

    Abraços.

  3. Nagano disse:

    Vou ser defecado por aqui, mas vamo lá:

    Respeitem o drift. Sou um fã dessa manobra, e gosto de drift como gosto de automobilismo em geral. Só não gosto são desses boçais aí que ficam levando-o pra todo local de forma imprudente. Acompanho o D1 Grand Prix e acho muito bacana, são carros que eu gosto e pilotos muito habilidosos. Não é atoa que nasci no país onde surgiu o drift… Mas isso não significa ‘desculpa’ pra gostar de drift, enfim. Esse vídeo tem cara de fake.

  4. Rafael Vieira disse:

    Com todo respeito a quem gosta de Drift, carro rebaixado, escapamento que faz barulho com o carro a 20 kph, eu acho tudo isso uma tremenda babaquice, pois esta provado que quem gosta de corrida de verdade, tudo isso é secundário, coisa de quem precisa de carro para suprir outras deficiências pessoais.

  5. Dave Lombardo disse:

    Drifting é uma coisa bem idiota. Qual o barato disso aí? Ver quem gasta pneu mais rápido?

  6. Burrinho Batiquebra disse:

    Acho que é pior que MMA, porque neste o objetivo final é o mesmo das artes marciais isoladas, que é vencer o adversário. Drift não tem nem mesmo os mesmos objetivos do automobilismo.

    Podemos definir drift como a “arte” de contornar a curva da forma mais lenta que se possa consumindo o máximo de pneus possível. Parece ser o oposto do que pretende o automobilismo.

  7. Thiago Marinho disse:

    Flávio, bom dia !

    Eu sei que você odeia este esporte, mas MMA é o nome do esporte, como automobilismo, por exemplo.

    E UFC é o nome da competição, como F1, Fórmula Indy, etc …

    MMA é a sigla para artes marciais mistas e UFC é o nome da competição.

    Abraços !

  8. charles disse:

    Drifting é coisa de “cheveteirocomapzãomeioquilodepressão”, rsrsrsrrsrs

  9. Igor D. disse:

    Lamentável. Qualquer piloto com algum bom senso ia perceber que ia acertar o jornalista. Esse tipo de cagada os japoneses e nem os americanos fazem…

  10. Marcelo disse:

    Encontrei o primo desse atropelado aqui no Brasil, ele também é jornalista e sofreu atropelamento em uma corrida.

    http://www.youtube.com/watch?v=IBkIYGLwOd8&feature=related

  11. Henrique Dadalto disse:

    Fazer drift é errado… Certo é o reporter ficar naquele ponto da curva!!

  12. Jose Carlos disse:

    Acho que nesse caso é stryke (também nao sei se é assim que escreve), mas se a moda pega!!!

  13. Alex disse:

    O problema não é o drift, o problema são esses irresponsáveis que se acham pilotos mas não têm o mínimo preparo para tal.

    O drift saiu do rally, que provavelmente você não considera uma babaquisse.

    • Enko disse:

      alex, coloca um desses “pilotos” para fazer rally e veja o que acontece.
      isso é uma aberração do automobilismo que não leva a nada a não,ser um bando de babacas para torcerem e se machucar

  14. Marcelo "ChiVas" Rodrigues disse:

    Fake esse video….

    Se for para criticar, pelo menos que use um acidente de verdade… ( o que não falta em diversas demonstrações irreponsaveis que rolam por ai…)

  15. gilberto disse:

    que melda isso. pior só quem “tuna” carro. coisa mais cafona.

  16. Marcio disse:

    Este tipo de drifting mostrado está mais para uma briga de torcidas de futebol do que MMA, não que eu goste destas porcarias, mas o drift de verdade é uma arte para poucos, não ficar fazendo “zerinhos” como no dito drift do video.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>