TROLLER FORTE | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 11 de setembro de 2012 - 20:09Indústria automobilística

TROLLER FORTE

SÃO PAULO (calada!) – Quando, no começo de 2007, a Ford comprou a Troller, o espertalhão aqui metido a vidente vaticinou: o jipão cearense está com os dias contados.

Mais de cinco anos depois, não só os dias não pararam de ser contados, como a marca persiste firme e forte no mercado de 4×4, ou de veículos off-road, ou de jipões, como queiram. Acabo de receber um release da Ford informando que mais de 200 jipes foram comercializados na pré-venda da linha 2013. A média mensal é de 130 carros vendidos.

O Troller é um jipe chique e caro, quase 93 mil dinheiros nacionais, com ar, direção hidráulica, freio a disco nas quatro e todas as mamatas modernosas que os carros têm hoje em dia. Mas conserva o ar 4×4 de verdade e tem uma legião de amantes. Coisa raríssima, hoje, uma marca/modelo que tenha admiradores. Os eventos específicos para seus proprietários são divertidos e funcionam muito bem como ferramenta de marketing.

Legal que a Ford não descontinuou a Troller, como imaginei que aconteceria, por puro preconceito. Não houve apocalipse nenhum. Pelo contrário. E aquele Stark, de Santa Catarina, que surgiu lá em 2006, também está vivo, embora não seja fácil de vê-los por aí — outro dia cruzei com um na Paulista. Boa notícia, também.

34 comentários

  1. Aeroman disse:

    Tive oportunidade de visitar a Agrale e andar no Marrua. Fiquei apaixonado, queria um desses,
    Mas alem de ser caro, mercado civil nao é o alvo deles. Adoraria ver ele no mercado.
    Parabens para a Ford pela iniciativa. Quem sabe eles nao melhoram o preço uma hora. É mais legal que o Ecosport

  2. Marcão disse:

    Troller é jipe pessoal, e como tal tem os seus desconfortos. Mas acabo de adquirir um e estou muito satisfeito, se tivesse tido condições financeira antes, ja teria realizado o meu sonho a mais tempo. E carro indiferente da marca é satisfação, que tem troller tem satisfação em tê-lo, e eu tenho.

  3. Eric disse:

    Muito, mas muito ruim no asfalto…

  4. gera disse:

    Não é Troller. É Trôla.

  5. Clay disse:

    Tive um dos últimos modelos com o motor AP2000, gasolina (1999/2000), já era um carro caro (lembro que quando o comprei, custou os mesmos quase 40.000 que a Marea Turbo, carro mais caro da FIAT, que tinha). E não achei que valesse. Os materiais usados e o seu acabamento eram bem semelhantes aos de alguns buggies da época, e recentemente participei de um raid e pude ver que não mudou muito. No meu, o painel rachou (não o forro do painel como nos Passat mais antigos, mas o painel em sí), o pedal do acelerador se soltava em momentos terrivelmente delicados (off e on-road), os instrumentos pararam de funcionar, o tanque vazava combustível, a capota rígida permitia mais água dentro do carro do que a de lona, etc…Foi um drama, e tudo isso porque o vendí com menos de 20.000km !! Diferente de você, eu esperava que a Ford tirasse dele esse jeitão mambembe, de fundo de quintal, mas pelas quebras que ví nesse raid, e pela qualidade geral, ele continua com um jeitão meio “Frankenstein”, de catadão de peças de vários carros diferentes para fazer um. E custando 90,000.00 !!!!

  6. Roberto disse:

    Legal a Marca Troller ser uma marca forte nacional e internamente. Vamos torcer pra que em breve fabrique carros populares como sedan’s e station wagon. Bem que eles poderiam começar a fazer os jipes do tipo o Pajero da Mitsubishi. Carros da marca troller já é comum nas grandes cidades e nas áreas rurais.

  7. Rones disse:

    ….complicado é pagar 90 pilas num veículo sem ABS e Airbags….

  8. Christian - Do Niva disse:

    A Ford não só manteve em produção como evoluiu o Troller trocando uma série de componentes que vinha de outros modelos como Fiat, VW e Chevrolet. Deixou de ter aquela cara de salada que nem era o antigo.

    Existe até um boato que estaria desenvolvendo um Troller 2, que teria até uma versão 4 portas.

  9. Luiz AG disse:

    A Ford nunca foi de matar carros, quando comprou a Willys manteve os Aero até os anos 1970, manteve o projeto M, um autêntico Renault e o lançou como Corcel (aliás, não entendo o cara que amava o Corcel ter preconceito de Renault). Manteve o Jeep até 1983 e só perdeu o direito de uso do nome no Brasil porque não tinha nada que prestasse para colocar o nome Jeep por um bom tempo. Quando entrou em crise, resolveu vender suas marcas, Jaguar de Land Rover, ao invés de matá-la como fez a GM com a SAAB.
    Aliás acho que ela fez muito mais pelo automóvel em geral do que sua conterrânea, a GM. Gosto dos carros da Ford.
    Sobre o Troller a Ford profissionalizou muitos processos que eram precários sem matar a essência do carro. Ponto para ela e sorte para nós.
    É um belo carro.

  10. PauloZ disse:

    Caro Flávio, não foi só você que errou no seu prognóstico, muitos erraram junto com você.

    O interessante é que, muito antes de comprar a TROLLER, a FORD esteve em meio a uma LONGA batalha jurídica pelo nome ‘JEEP’ no Brasil. A FORD julgava ter comprado da então KAISER-JEEP a empresa Willys-Overland do Brasil (WOB) e a marca JEEP, para uso no nosso país e exportação.

    E pensando no sucesso do TROLLER lamento é que o JB Gurgel não tenha, via buggy etc., enveredado pelos veículos 4×4 ao invés do carro popular. Vida longa para o TROLLER!

  11. Mauro Kondo disse:

    É um produto bom porém muito caro. Como qualquer outro carro no Brasil.

    Em mercados “decentes” pelo mesmo preço compra-se um carro com as mesmas habilidades 4×4 porém que: não entra chuva, não entra pó, é bem acabado e … é aprovado em crash tests.

  12. Daniel disse:

    Um dos meus sonhos de consumo, ao lado do Chamonix 550…

  13. Ricardo Arcuri disse:

    Eu ja sabia dessa montadora catarinense. E, assim como vc, fico feliz que a Ford nao tenha destruido a Troller. As duas montadoras de jipes fazem carros de qualidade, pena que extremamente caros, muito acima do real preço. Mas possuem qualidade e comprovam que nossa engenharia nao é fraca, so carece de investimento.

  14. Eduardo Melo disse:

    Foi uma atitude rara da grande montadora manter a fabricação do jipe em questão, mais raro ainda é um jornalista retomar o assunto um bom tempo depois, lembrando que sua previsão não se concretizou, parabéns pela atitude, é por isso que sempre estou acompanhando o blog, valeu.

  15. Marcelo disse:

    O Stark, fabricado pela TAC (Tecnologia Automotiva Catarinense) em Joinville, SC está de partida para o Nordeste.
    A empresa fundada por aqui, resolveu se mudar para o Ceará atrás dos incentivos do governo de lá, para a montadora. Aqui no estado não houve acordo entre a montadora e o governo.
    Parece que houve até aporte de dinheiro público no projeto, que agora terá que ser devolvido, mas não posso afirmar com certeza.

  16. A Ford ainda não descobriu o ponto fraco do Troller na parte de segurança, são as colunas do parabriza que não suporta o propio peso do veiculo caso coloque ele de cabeça para baixo, imagine em uma capotada, gosto muito das qualiddade que o veiculo tem.

  17. Rodrigo Moraes disse:

    Eu gosto de jipe pra viajar, aí o Troller é muito pequeno, e eu sigo com minha Toyota longa. Mas se a Ford fizesse um jipe grande, usando mecânica e chassi da F-250 4×4, aí a brincadeira ficaria séria! Mas acho que não passa de um sonho…

  18. O Stark ex-Santa Catarina, a fabrica mudou para o nordeste ano passado.

    Aqui em Joinville(onde ficava a fabrica) é até comum ver um dos carrinhos amarelinhos, mas também é comum velos parados em oficinas.

  19. Nikolas Spagnol disse:

    Não tinha uma picape da Troller que foi descontinuada pela Ford, que inclusive comprou todos os chassis de volta por conta de um defeito estrutural?

  20. Marcelo Mig disse:

    Flavio, meu comentário não tem nada a ver com o Troller. Vi que você vai participar do Desafio Intermodal nesta quinta-feira, de carro. Legal, eu também vou. Nos vemos na largada.

  21. Clayriston disse:

    Pocha, tem uma revenda Stark aqui em João Pessoa, passo por eles, eles piscam pra mim, só me falta a grana :(

  22. Flávio Seno disse:

    É ruim ser pobre viu!!! Aliás, muuito ruim!!! Tem anos que adio minha ida a interlagos por falta de $$$ e meu sonho de consumo é um Troller! Não é um Ferrari, não é um Audi, mas um Troller!!! Mas até ano que vem realizo esse sonhos, e tenho dito!

  23. leohora disse:

    Isenção fiscal é tudo, não fosse isso acho q a ford não compraria!

  24. HM disse:

    curiosidade,
    com a obrigatoriedade do carro dispor de airbags chegando em alguns anos, como ficaria esse modelo? existe alguma isenção para utilitários, ou veículos artesanais, ou vão modificar o carro para isso?

  25. Ronald Wolff disse:

    Ótimo na terra, porém ruim de sentir no asfalto!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>