RESTA UMA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 - 15:08F-1

RESTA UMA

giedo2SÃO PAULO (sexta gorda mesmo) - Giedo van der Garde é o nome anunciado pela Caterham como companheiro de Charles Pic, mais um time que troca 100% de sua dupla para 2013. É o quinto estreante confirmado na temporada, ao lado de Max Chilton, Luiz Razia (os dois da Marussia), Estebán Gutierrez (Sauber) e Valtteri Bottas.

O holandês é herdeiro da marca de roupas McGregor e tem cacife. No ano passado, correu pela equipe júnior da Caterham na GP2.

As coisas se complicaram bastante para Bruno Senna, a não ser que o silêncio das últimas semanas signifique a tranquilidade de algo já fechado com a Force India. Não tenho informações. Mas o Américo Teixeira Jr. tem e garante que os indianos trabalham com apenas duas opções, Jules Bianchi e Adrian Sutil.

Como está demorando muito para haver uma definição, não se pode descartar uma reviravolta de última hora, mas parece que é muito difícil. Sigo com o palpite de Bianchi, por conta das relações futuras entre Force India e Ferrari, a quem o francês é ligado.

Por isso, não é bobagem começar a pensar no futuro de Bruno fora da F-1. Quais suas opções? Ficar como vaquinha de presépio na condição de reserva não vale a pena. Correr no DTM? O brasileiro andou testando com a Mercedes em Portugal. É um excepcional campeonato. As relações da família com a AMG, via Domingos Piedade (jornalista português que comandou o braço esportivo da Mercedes até 2006, amicíssimo de Ayrton), podem ajudar.

Pode ser um caminho, ótimo caminho.

37 comentários

  1. Rod disse:

    Lista dos desempregados de 2012:
    Kobayashi
    Senna
    Schummy
    Kovalainen
    Petrov
    Glock
    DeLaRosa
    Karthikeyan

    Bela renovação!

  2. eu disse:

    Se vocês forem no site da Force Índia vão ver que só existe um piloto confirmado. A foto dele esta hospedada no seguinte endereço: http://www.forceindiaf1.com/images/paul-405×870.jpg
    é o Paul di Resta. podem confirmar o link na própria pagina da equipe. Seguindo a linha de raciocínio do nome dos arquivos no site, podemos testar o nome de outros pilotos cogitados para a segunda vaga, uma vez que esses anúncios em geral acontecem quando já esta tudo certo e ate o próprio site pronto, com foto oficial e tudo. Testei com “bruno”, “senna”, “adrian”, “sutil”, “bianchi”, “jules” e por fim achei isso: http://www.forceindiaf1.com/images/jules-405×870.jpg

  3. Leonardo SallesLeonardo disse:

    Ninguem está analisando pela òtica certa.. Bruno além de ter mais potencial que os novatos da Marussia e Cartehan tinha mais dinheiro também.. aA estranha demora para o anúncio dos pilotos me parecia mais carta na manga pro Senna do que própria negociação.. Vamos pensar gente, se o Senna realmente quisesse entrar em uma dessa equipes pequenas ele tinha chances de sobra, pois tem grana para isso.. O que acho mesmo é que o Senna deve ter ser acertado com a Force India e o anuncio está só dependendo da liberação dos valores das cotas de patrocínio.. Deve ser algo técnico que precisa ser ajustado com os patrocinadores, pois não faz o menor sentido essa demora toda para um anuncio de um piloto e se realmente o Bruno não tivesse opções, com certeza ele já teria se pronunciado em mídia.. Coincidência ou não o site do Bruno está em construção.. Não sabemos se é para alguma atualização ou se mesmo para formalizar o novo acordo, pelo que sei atualização de site não demora tanto tempo assim.. A imagem Senna é boa financeiramente pra equipe force india… vamos continuar torcendo.

  4. Moa disse:

    Entaoim o Bianchi serão 6 novatos em 2013?? Wow… + Maldonado,Grojean e Perez, teremos promessa de muitas batidas nesta temporada!! :)

  5. luiz alberto disse:

    Na verdade mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Seria só mais um brasileiro no grid sem a menor chance de mostrar mais do que já mostrou,ou seja;do mesmo nivel dos que andam no pelotão intermediário.Ao meu ver,para isto já tem dois brasileiros.Um porque quando o espanholito bate as castanholas,se estiver em su “delantera” lo sai o más rapido possibile e quando atras,no se adelanta jamas e o outro simplesmente por alem de estrear ainda o é por uma equipe nanica.A este ainda cabe a torcida para que possa reviver os anos de glorias do automobilismo brasileiro no exterior.
    E se o Lalli, num formula ele não consegue brilho algum,no DTM ou WEC é que nada fará,uma vez que são carros de uma condução mais dificil e no caso dos tops do WEC até com velocidades semelhantes ao de um F 1.Talvez o caminho seja mesmo o automobilismo americano e só ser lembrado por fans que procuram resultados mesmo nas categorias mais baixas da nascar.

  6. Gustavo L B disse:

    Este Será o pior grid de pilotos que já teve na história, vários pilotos pagantes que não tem títulos nas categorias importantes, a F1 terá sementes espectadores velhos que tem lembrança dos bons tempos. Sorte do Brasil ter 2 representantes, este anos. E o brasileiro só acompanha a F1 para acompanhar os pilotos brasileiro. E como anda a nossa base, daqui a alguns anos não teremos nenhum, e a F1 será para os brasileiros apenas passado. E até vc e o Vitor Martins terão que se especializar em outro esporte, Pq ninguém vai ter interesse no esporte a motor!

  7. Rafael Chinini disse:

    como fã, eu preferia pilotar qualquer carroça na F1 do que qualquer outra categoria
    MAS como piloto, eles devem saber que ficar numa equipe ridícula é furada! a não ser se for um primeiro ano. e o Bruno já fez isso com a Hispania, não precisa de novo neh!

  8. Leonardo de Lara disse:

    Flávio Gomes, vi uma noticia e queria saber se é verdade se saiu mesmo isso no Twitter do Paul di Resta….abraço

    http://www.supermotores.net/paul-di-resta-anuncia-bruno-senna-na-force-india/

  9. Renato disse:

    Tava dando uma olhada nos resultados do holandês e não vi nada de expressivo. Minto, vi sim! Campeão Mundial de Kart 2002 na categoria Super A e Campeão da World Series by Renault em 2008. Mas, fora isso, nada mais.
    Por outro lado, seu companheiro de equipe, Charles Pic, nada tem a oferecer em termos de desempenho na carreira. Fora o fato de ser sobrinho de Eric Bernard, ex-piloto de F1.
    Portanto, haverá um duelo de iguais na Caterham. Não esquecendo que se por um lado o holandês tem um histórico melhor, por outro, Pic fará seu segundo ano de F1.

    • pedro disse:

      o Pic fez uma bela temporada de estreia. Andou colado e superou o experiente Glock em várias ocasioes. Fez um papel muito melhor que o Di Gratis e o Ambrosino.

      • Renato disse:

        Pedro, melhor analisar isso com números. Foram 20 provas ao todo em 2012 e das 20, Glock completou 18. Pic, 15. Além disso, das 15 que conseguiu terminar, em 04 Charles chegou à frente de Timo. Se analisar direitinho, até que ele foi mal não. E todos os abandonos foram por causa do carro ruim. De certo, proporcionalmente melhor do que o Grosjean, que tinha carro muito melhor na mão e não aproveitou como devia.

        Agora veja…D’Ambrósio, terminou o ano de 2011 não marcando nenhum ponto, assim como Timo e Pic em 2012. Em compensação, finalizou o campeonato uma posição à frente de Timo Glock. É claro que o total de 06 abandonos atrapalhou o alemão naquele ano, mas, enfim, o carro era o mesmo para ambos. Jérome deu mais sorte e ainda completou 03 provas à frente do companheiro.

        Por fim, Di Grassi, que na minha opinião é um ótimo piloto.
        O brasileiro deu azar demais. Foram 09 abandonos em 19 corridas. Sendo 07 por conta do equipamento meia boca. Aliás, mesmo número de Glock (ambos bateram duas vezes ao longo do ano, ou seja, pau a pau). Mas, mesmo assim, o paulista também terminou à frente de Timo Glock na tabela. Uma posição, também.

        Assim, concluo que D’Ambrósio e Di Grassi foram melhores do que Pic (lembre-se, o que conta é o resultado final). E não sei como Glock suportou tanto tempo essa tranqueira. E nem sei por que mantiveram o alemão, que em duas ocasiões foi pior do que os colegas, por tanto tempo.

        Vai entender!

      • Fernando Cruz disse:

        Sim, o Pic fez uma bela temporada de estreia mas nao podemos compara-lo com Di Grassi, ou ate D’ Ambrosio, dessa forma. Sobretudo com o Di Grassi, porque correu na estreia da equipa (na altura chamada Virgin) e muitas vezes nao havia sequer peças novas para os dois carros. Tenho a certeza que o Pic teve sempre material pelo menos tao bom como o Glock, ao contrario do que aconteceu no primeiro ano da equipa. Em 2010 a Virgin tinha um carro muito fraco, enquanto o Pic ja apanhou uma Marussia um pouco mais decente, capaz ate de lutar com a Caterham na parte final da epoca. Com o Virgin de 2010 o Pic nao poderia ter feito melhor do que o Di Grassi, seria impossivel um estreante ter uma bela temprada com um carro tao mau e tao mas condiçoes.

  10. thiago disse:

    Tomara que o Sutil não volte.
    Já fez trocentas temporadas por essa equipe. O uniforme deles é praticamente uma segunda pele pra ele. é um piloto que não faz falta nenhuma.

  11. Daniel disse:

    Sei lá. Apesar de ir contra a maré, estou com uma “pressentimento” que será Senna o nome escolhido pela Force India. Contrato só de um ano. Bianchi fica mais um ano como terceiro e assume o posto cquando os motores Ferrari chegarem. E Sutil já era.

    Nunca é bom despresar o caminhão de dinheiro do Seninha. Que eu saiba, Sutil e Bianchi não tem tanta bufunfa na mala…

  12. Marcelo disse:

    “Sobrinho podia fazer sucesso nas novelas da Globo, ia virar Deus aqui. Afinal de contas, Brasil não passa de um pedaço de chão com um monte de tontos em cima”

    Sobrinho no DTM alemão? Deus que me livre Gomes, vai apanhar que nem gente grande!!! Olha só, pra andar junto na Stock com pilotos afiados como Cacá Bueno, Tiago Camilo e Ricardo Maurício, olha…tem chão para o sobrinho percorrer.

    Imagina então, naquele ninho de cobras no DTM alemão com: Bruno Spengler, Gary Paffett, Jamie Green, Mike Rockenfeller, Mattias Ekström, Martin Tomczyk, Augusto Farfus, cia…

    Se for para Bruno vestir o macacão, falar do tio e fazer número no grid, tudo bem! Sobrinho não passa de mais um aventureiro no automobilismo! Disputar títulos, pode esquecer, sobrinho não tem braço nem pra ser campeão na Stock-car.

    Melhor o Bruno Senna esquecer esse negócio de esporte a motor, compra uma barraca na praia e entra com tudo na venda de água de coco. Aproveita compra o CD do Maguila(vida de Campeão), e seja feliz!

    Sou lutador, sou de fé, sou brasileiro
    Sou lutador, sou da paz, eu sou guerreiro
    Sou lutador, sou amor, sou coração
    Sou lutador, vencedor, um campeão

    Maguila(vida de Campeão)
    https://www.youtube.com/watch?v=zxQ8gK-WueU

    • Fernando Cruz disse:

      Bruno Senna ja disputou titulos na F3 e na GP2. Nesta ultima esteve bem perto de ser campeao. Perdeu mais pontos com azares do que com erros proprios. Azares em Istambul (cao na pista), Magny-Cours (problemas tecnicos quando estava nas primeiras posiçoes), Valencia (sem gasolina quando era terceiro) e Spa (penalizaçao injusta, onde a ter havido erro foi da equipa, perdendo uma possivel vitoria na primeira corrida e um bom resultado tambem na segunda). Os erros foram na primeira corrida de Silverstone e em Monza, em ambos os casos com carros que nao estavam no acerto ideal. Portanto mostrou potencial mais do que suficiente para ser campeao e so perdeu para um piloto que ja estava na sua quarta temporada na categoria.

      Entrando na F1 com a Honda ou a Brawn, como teria merecido, o Bruno poderia ate ter ganho corridas e agora seria certamente um piloto muito mais desenvolvido. Por causa da crise financeira em 2009 nao entrou nem na Honda (que saiu) nem na Brawn. Em 2010 nao entrou com uma equipa media porque na altura nao tinha dinheiro para isso. Em 2011 so fez as ultimas 8 corridas. Realmente so em 2012 podia fazer um trabalho consistente e fez mesmo, pelo menos nas corridas. 10 vezes nos pontos, enquanto o piloto que ja la estava ha um ano pontuou apenas em 5 corridas. Faltaram as qualificaçoes mas isso em parte deveu-se aos FP1 perdidos durante o ano. Pilotos como Kobayashi, Buemi, Kovalainen e Glock, esses sim, tiveram varias temporadas normais e completas, com carros competitivos, e mesmo assim estao na mesma situaçao do Bruno Senna.

      Quanto ao DTM, acredito que pode ser suficientemente competitivo num segundo ano na categoria. Pilotos como Coulthard ou Ralf Schumacher nunca tiveram grande sucesso mesmo depois de tres anos na categoria mas o Bruno e jovem e talentoso e pode fazer melhor do que eles.

      • Guilas disse:

        Finalmente alguém com bom senso neste blog!

      • Jr. disse:

        Fernando, em TODAS as participações deste Marcelo por aqui, ele destila ofensas ao sobrenome Senna. Quando não é o tio, é o sobrinho. Não dá pra levá-lo a sério. É um fanfarrão.

      • Fernando Cruz disse:

        E verdade mas nao e so ele, ha mais gente neste blog que parece apostada em denegrir o nome Senna e subvalorizar o Bruno. Entretanto tenho novidades: segundo o credenciado jornalista Peter Windsor, os valores em patrocinios do Bruno Senna sao pouco mais de um quarto dos valores de que dispunha Giedo Van Der Garde. Isso quer dizer que estivemos enganados, pois a vaga na Caterham seria ainda mais dificil de conseguir do que a da Force India. O holandes deve ter começado a assegurar a vaga na altura em que todos os patrocinadores de Petrov desapareceram do site oficial da Caterham. Na F1 Racing de Fevereiro Peter Windsor fala do enorme desperdicio de talento e dinheiro, com muitos pilotos de valor sem vagas na F1 e estando esta tambem tao necessitada dos valores financeiros que os pilotos trazem consigo. Windsor defende mesmo a criaçao de uma nova categoria (que poderia ser a GP1) para aproveitar o potencial desportivo e financeiro de pilotos como Bruno Senna, Kamui Kobayashi, Heikki Kovalainen, Timo Glock, Vitaly Petrov, Jaime Alguersuari, Adrian Sutil, Sebastian Buemi, entre outros. Para os fans do Bruno (ou apenas simpatizantes, no Brasil e um pouco por todo o mundo), resta esperar que ele consiga essa vaga na Force India. Segundo Windsor, Sutil tera cerca de 3/4 dos apoios financeiros do Bruno e Bianchi tem um pouco mais do que o alemao (mesmo sem contar com eventuais vantagens por um acordo com a Ferrari quanto ao fornecimento de motores para 2014). Portanto em termos financeiros esta tudo muito equilibrado entre os candidatos a ultima vaga na F1.

        P.S. Coloquei este post numa outra pagina e os valores apontados por Windsor foram contestados por fonte bastante confiavel. No entanto, se Windsor errou nos valores, esta certo em muito do que diz. Custa ver tantos pilotos de talento fora da F1 sem haver uma outra categoria que possa ser uma verdadeira alternativa. O facto de muitos desses pilotos terem patrocinios avultados faz com que o desperdicio nao seja apenas de talento, mas tambem financeiro. Windsor da a entender que na situaçao atual (de crise financeira) a maior parte dos valores que as equipas de F1 conseguem para manter viva a categoria (tirando as 3 ou 4 equipas de topo) vem dos pilotos.

  13. Celso disse:

    Meu palpite: infelizmente, teremos que nos contentar com 2 brasileiros mesmo. Detalhe sem brigar pelo campeonato. Mas hÁ diversão garantida. Alias, A DTM é BandSport transmite não é mesmo? E o site Grande Premio vai dar uma força categoria DTM?

  14. Marcog disse:

    Mas, a familia Senna não é (era) a representante da AUDI no Brasil ? Aliás, obra do próprio Ayrton em pessoa ?

    Sempre que lembro disso, releio aquele texto do Edgard narrando de dentro do carro a voltinha com a A4 Avant em Interlagos…

  15. Fernando Cruz disse:

    Concordo inteiramente. O DTM seria otimo para o Bruno, mas a minha aposta seria a Audi. Glock ocupou a ultima vaga na BMW e a vaga na Mercedes deve estar destinada a Kubica. Mesmo que nao esteja calculo que seja mais dificil alguem conseguir um contrato com a Mercedes enquanto esta aguarda ainda uma resposta do piloto polaco. Kubica na Mercedes, Glock na BMW e Senna na Audi seria fantastico!

    Quanto a vaga na Force India, tudo indica que Vijay Mallya quer Sutil enquanto a Ferrari faz tudo para que Bianchi seja promovido. Talvez essa disputa seja a principal razao por tras da demora na escolha do piloto que vai correr ao lado do Paul Di Resta. Acredito que Bruno Senna seria uma opçao melhor do que qualquer um deles, so que as mas qualificaçoes de 2012 jogaram contra ele na disputa por um bom lugar em 2013, isto claro alem dos fatores politicos. Poderia fazer muito melhor em 2013 (com o mesmo tempo de pista dos outros e sobretudo pneus com uma margem de funcionamento maior) mas para isso tem de garantir essa vaga, algo que parece improvavel. Quanto a Caterham, nunca foi a prioridade do Bruno e isso deve ter sido determinante para perder tambem essa vaga. Fora da F1 sem duvida que o DTM e a melhor opçao. E uma categoria que tem tudo para ganhar ainda mais mediatismo e competividade, tornando-se assim o refugio ideal dos pilotos que passaram ao lado de excelentes carreiras na F1 por causa da crise financeira.

  16. Eu, se fosse o Bruno e tivesse a porta da F1 fechada, aceitaria o convite que o Nelsinho Piquet fez para ele no ano passado, para experimentar a NASCAR.

    Muitos acham que a NASCAR não tem qualidade técnica ou que “basta virar para a esquerda”, mas quem realmente acompanha vê o quão estratégica e técnica é a corrida… além de truculenta.

    Nelsinho se encontrou por lá e acho que Bruno também se encontraria.

    Há de se destacar que a Nascar está aumentando cada vez mais sua popularidade no Brasil e é uma ótima opção para empresas brasileiras que queiram anunciar no mercado americano e, ao mesmo tempo, no brasileiro. A DTM e o WEC, infelizmente, quase nem são faladas por aqui, apesar de serem carros muito melhores tecnicamente.

    É só minha opinião!

    Abraços

    • Acrescentando, na NASCAR são quase 40 corridas no ano, isso se só correr em uma das categorias. Já no WEC e DTM são muito menos corridas.

      • Fernando Cruz disse:

        Teria ainda mais uma vantagem: poderia correr sem qualquer pressao por causa do sobrenome. Nos EUA um jovem com o nome Petty ou Earnhardt teria toda a pressao das comparaçoes injustas que muitas pessoas fazem, muitas vezes nem sequer olhando as circunstancias da carreira de cada um. Um Senna nao teria esse problema, tal como o Piquet nao teve (que eu saiba) desde que foi para a NASCAR.

        Mesmo assim prefiro de longe o DTM. Na NASCAR mesmo um bom piloto pode levar muitos anos a chegar a categoria principal, no DTM entraria de imediato na categoria principal (europeia) de carros de Turismo, uma categoria de dimensao mundial, a mais competitiva e mediatica. Poderia medir-se tambem com Kubica e Glock. Alem disso talvez num segundo ano de DTM o Bruno possa ser ja suficientemente competitivo para andar nos lugares da frente. Uma outra alternativa seria a nova Formula E em 2014, uma categoria que pode vir a ser o futuro do automobilismo de formulas ao mais alto nivel. E se um dia a ganancia das equipas grandes acabar de vez com a F1 tal como a conhecemos, acredito que o DTM e a Formula E seriam o refugio dos Hamilton, Vettel, Maldonado, Perez, Hulkenberg, entre outros…

  17. Antonio disse:

    Nunca acreditei no Bruno na Caterham e acho que ele nem cogitou essa vaga.
    Está negociando com a Force India. Ou fecha com eles ou fica fora .

    • Chico Fogaça disse:

      Concordo plenamente,,, li algumas coisas no twitter e suspeito que o Senna assinou com a F india. Mas, se assinou, por que a demora em anunciar? A única explicação é que faltam definir detalhes do contrato (por exemplo, o Bruno quer dos anos e a FI só oferece 01 porque quer o Bianchi em 2014…) ou os caras simplesmente tão terminando os detalhes com os patrocinadores. Estariam fazendo um leilão com a vaga? Acho que não…. Pra mim, o Bianchi ta fora, e o Sutil é cortina de fumaça. A vaga é do Bruno. Vcs vão ver.

  18. Robertom disse:

    Bruno declarou no passado que se não ficasse na F1 iria vender côcos…
    Será que ele mudou de idéia ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>