ÁGUAS DE LINDOIA (1) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 4 de junho de 2013 - 17:32Antigos em geral, Encontros

ÁGUAS DE LINDOIA (1)

SÃO PAULO (mais um ciclo) – Vou pingar algumas coisinhas do encontro de Águas de Lindoia, do fim de semana passado. Nunca consegui ir. Uma tristeza. A começar deste carro aqui, que o Felipe Nicoliello mandou. Ele já apareceu no blog. Alguém se lembra?

premiadolind1

9 comentários

  1. Jayme disse:

    Eu nem fui ver esse carro pois pensei que se tratava de um Karmann Ghia modificado, aliás os carros não tinham mais as placas fazendo a sua discrição, então era muito difícil identicar alguns.

  2. Jayme disse:

    O encontro paulista de carros antigos perdeu quase todo o seu charme, no começo faltava organização, mas sobravam carros maravilhosos, poucas pessoas iam, só aqueles apaixonados mesmo. Tive a oportunidade e o privilégio de conversar com vários donos de carros e caminhões que me contaram histórias deliciosas sobre a restauração de seus carros. Ano a ano foi ficando mais organizado, mais cheio e cada vez menos carros. Esse ano tinha mais barracas vendendo carros, peças e bugigangas do que carros propriamente dito. Infelizmente aquilo está virando uma feira do Anhembi de carros antigos. O trânsito estava caótico, paguei R$20,00 de estacionamento, e ainda fiquei “feliz” e só não fiquei preso num congestionamento monstro porque conheço a região e suas “estradinhas” vicinais. E pra completar tinha um sujeito que fez um triciclo com um trator e teve a infeliz idéia de colocar uma buzina de trem, queria matar aquele infeliz, que ficou tocando aquela maldita buzina o tempo todo. E dizer que a coleção da Ulbra chegou a ser exposta por lá, que pena, no Brasil é sempre assim, tudo que é massificado acaba perdendo qualidade.

    • JP disse:

      Sempre tive vontade de ir, mas há algum tempo leio essas notícias de superlotação de gene, trânsito, descracterização do evento. Uma Pena. Pensei seriamente ir nesse ano pra aproveitar o feriado, mas… O jeito é procurar outros encontros. Alguns quase não são divulgados, como o de Guararema.

      • Alex Szymanski disse:

        Eu fui no evento de Águas de Lindóia, na sexta-feira.

        Cheguei lá por volta da 1 da tarde e peguei pouco trânsito para entrar na cidade, peguei mais na hora de ir embora, por volta das 8 da noite. Mas nada de tão grave, foi uns 20 minutos de trânsito lento, ao menos, para quem mora em São Paulo isso é pouco.

        Sobre os carros, eu não consegui ver todos, consegui ver 80% do carros. Achei bem interessante e gostei da variedade de modelos (especialmente dos carrões americanos dos anos 50 e 60).

        Já vou nesse evento, desde 2003, e obviamente, houve algumas mudanças (principalmente pelo aumento no número de visitantes, aumento no preço de alimentação, estacionamento, entre outros…) mas a qualidade dos carros continua excelente, ao menos na minha opinião.

        Neste ano, senti falta de DKW e Chevrolet Opala (entre os modelos nacionais).

        Os preços de alguns carros e das peças (vendidas nas lojinhas), são bem “abusivos”….hehehehe

        O evento em sí é interessante, embora atraia cada vez mais interessados em fazer negócios e vender peças.

  3. Filipe W disse:

    Pensei ser um Moldex , mas a rodas de fusca denunciam que deve ser um Esporte Brasília.
    Esse é um dos obscuros fora de série brasileiros, junto do Moldex, GT Piquet e outros.

  4. MInoru disse:

    Eu não pude ir mas um amigo meu que foi disse que estava mais fraco do que os últimos anos e, principalmente o que mais desanimava era o “congestionamento” para chegar e sair de lá.

  5. Rafael Ribeiro disse:

    O Brasília pode considerado hoje o primeiro carro esporte nacional, conforme disse o Reinaldo Bascchera. Feito de chapas de aço sobre plataforma do Fusca, era produzido aqui em Petrópolis-RJ e lembrava muito o Karmann Ghia. Usava componentes de outras marcas, principalmente de acabamento. Não me recordo o primeiro nome do construtor, mas o sobrenome é da tradicional família carioca Farme D`Amoedo.

  6. Reinaldo Bascchera disse:

    Não vi no blog, mas sei que é um carro baitizado de Brasília, fabricado em 1960. Pode ter sido o primeiro carro esporte nacional, feito sobre a plataforma do Fusca. Ao que parece, foram produzidas poucas unidades, talvez uma oito no total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>