NA SUÉCIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 12 de junho de 2013 - 15:57Automobilismo internacional

NA SUÉCIA

SÃO PAULO (bacana) – O Jean Rul mandou o vídeo. Esse carro aí foi feito pelos revendedores Dacia na Suécia para o STCC, um dos campeonatos de Turismo da Escandinávia. A Dacia, para quem não sabe, é a Renault da Romênia. O modelo é inspirado, por assim dizer, no feioso Logan.

É bom dizer que, a exemplo do que ocorre em muitas competições batizadas como de Turismo pelo mundo, o regulamento do certame escandinavo prevê o uso de chassis comuns a todos, assim como o conjunto mecânico. No caso, motor V6 de 3,5 litros e 400 cavalos, central, feito pela empresa Solution F. Eles chegam a 270 km/h. As marcas entram com as carrocerias. BMW, Citroën, Volvo, SAAB (até a SAAB…) e Dacia têm carros com seus nomes participando do campeonato.

São bem construídos, pelo menos. E têm uma concepção mais próxima de carros de corrida, com o uso de motor central. As carrocerias são equalizadas no túnel de vento da Volvo, o que garante a qualidade de bagaça.

Fato é que as disputas reais entre marcas de verdade, com cada uma fazendo seu próprio carro, são cada vez mais raras no mundo.

16 comentários

  1. Josemar Dantas disse:

    É verdade Flávio, essas competições de carros utilizando a mesma mecânica para mim não tem a menor graça, sem falar que isso acaba atrapalhando o desenvolvimento de novos componentes e melhorias e não estimula a competição entre os fabricantes. Uma pena que realmente isso está mais raro a cada dia que passa. Nada contra o “campeonato brasileiro de marcas”, mas eu queria ver um honda com motor honda, gm com motor gm, ford com motor ford e etc… Mas todos usam o mesmo motor berta.

  2. Fabio disse:

    Há algo como 1 ou 2 anos atrás um “braço” do STCC se desligou para formar a TTA, uma categoria silhouette. Pelo visto o pessoal que permaneceu no STCC não deu conta de sustentar a viabilidade econômica da categoria e se juntaram aos dissidentes.

    De qualquer forma, a categoria parece continuar bem interessante (e melhor regida que a nossa Stock). Eles tem um canal no Youtube com as corridas na íntegra: https://www.youtube.com/user/TTASweden/videos

  3. André disse:

    Logan em terra de Volvo?
    É a crise?Fim dos tempos?

  4. Jonny'O disse:

    Virou receita de bolo, Nascarizaram o automobilismo.

    Gostava da receita do Grupo C (os prototipos dos anos 80) onde o regulamento aceitava qualquer tipo de motor , em V ,linha, 4 ,6 , 8 , 12 ,Rotativo , aspirado ou turbo , 1,5 litros até 7 litros ……. o que regulamentava mesmo era a quantidade de combustivel por corrida, na pratica o campeonato deu muito certo e era um grande sucesso…..entrou em declinio por causa de uma canetada no regulamento que mudou completamente a base tecnica , onde passou a exigir que os motores seriam todos de maximo 3 litros como na F1 …….mataram o endurance.

    • Gustavo Oliveira disse:

      Não mataram, não, Jonny. Tá certo que ele agonizou por um tempo, mas temos hoje um campeonato mundial extremamente forte e em vias de crescimento. Dá um procurada nas fotos, Le Mans é essa semana, e sente o drama!

      Concordo que foi um crime o que a FIA fez, prova cabal de a entidade existe só para a F1, na verdade. Fico imaginando que campeonato lindo não teríamos se o WSC nunca tivesse deixado de existir.

  5. Juca disse:

    Lindo, muito melhor que os lixos da estoque car…

  6. Péricles disse:

    A Solution F é francesa.

  7. charmeston disse:

    É … Más o BTCC continua com a velha forma, e ainda é o melhor campeonato de carros de turismo no mundo. Embora não viva mais o bons tempos dos anos 90, o certame continua muito divertido. Vi o a última corrida em Oulton Park, e foram muitas disputas, toques´´de corrida“ várias marcas, cada uma com sua própria preparação. Sem contar os pilotos, como Jason Plato ou Matt Neal, que enfrentam uma rapaziada da pesado que chegam das categorias de Monoposto.

  8. kiko disse:

    Lembra muito o nosso finado Super Clio.

  9. Henrique Rocha disse:

    Como engenheiro, eu fico triste de ver cada vez menos variedade em termos de chassis e mecânica, mas entendo que automobilismo faz cada vez menos sentido financeiramente. Dessa forma, ainda é menos mal o uso de componentes padrão, devidamente certificados e projetados, com cascas diferentes e equalizadas do que não termos nada…
    Isso é, na minha opinião, uma das últimas razões pela qual ainda gosto bastante de F1. O piloto é importantíssimo, mas o carro, o motor, a aerodinâmica… o conjunto inteiro precisa ser bom. Idem para o WEC.

  10. Andre disse:

    Estranho. Até uns 2 ou 3 anos atrás, campeonatos como STCC, BTCC (british) e DTCC(danish) sequiam a mesma especificação do WTCC. Eram como edições regionais do WTCC, que usa carros de verdade preparados e equalizados.
    Parece que agora estão seguindo a receita do DTM.
    Eu prefiro a receita antiga, do WTCC.

  11. EduardoRS disse:

    Não sabia que o STCC tinha virado estoque também. Lamentável. Gostava muito desse campeonato, tinha carros de verdade, muito legal.

    Realmente, corrida com carros de verdade é algo cada vez mais difícil de se encontrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>