MENU

terça-feira, 9 de julho de 2013 - 11:29F-1

CERTINHO

SÃO PAULO (antes que aconteça algo) – Bernie Ecclestone avisou que talvez já a partir do GP da Hungria só seja permitida a presença de cinegrafistas no pitwall, para evitar novos acidentes como o de Paul Allen, domingo em Nürburgring. Ele foi acertado pelo pneu que escapou do carro de Webber.

É isso aí. A FOM tem tecnologia mais do que suficiente para filmar pit stops com câmeras por controle remoto instaladas em trilhos, se quiser. E mesmo que a gente perca algumas imagens legais das paradas de box, segurança em primeiro lugar. Ponto.

21 comentários

  1. Fabio Fornari disse:

    Por um lado faz sentido diminuir a quantidade de indivíduos não indispensáveis no pitlane. Porém, com a quantidade de mecânicos que cada equipe usa em todos os pitstops, o risco de acidentes graves continua o mesmo.

    A cada entrada e saída de carros dos boxes fica sempre claro nas imagens da TV o quão perto os carros passam dos mecânicos e mangueiras das equipes vizinhas. Situação permanente de quase acidente.

  2. Ricardo Bigliazzi disse:

    Corridas são perigosas, quem esta nas dependencias do Autodromo durante uma prova automobilistica corre real risco de morrer.

    Não adianta nada estar com capacete e macacão antichama contra um pneu “escapado” de um carro em movimento… é como tentar se proteger de um tiro de pistola 45 usando uma camiseta de algodão.

    Imperador

  3. João Ferreira disse:

    Por mais que tenha câmeras com controle remoto, é inegável a importância e os ângulos que alguns câmeras fazem num grande prêmio, imagens reveladoras, humanas, técnicas e especiais que quase sempre são as mais belas. Só acho que eles devem ser mais protegidos, capacetes, macacão, protetores de tudo que for jeito, mas não dá para ter apenas câmerasno pitwall, mas se é assim que ficará, espero que a qualidade continue e a segurança seja maior a todos ali presentes.

    Flávio, por favor, aproveitando a oportunidade, o Fernando Alonso sofrerá algum tipo de punição já confirmada pela FIA por não levar o carro até o pitlane no final do GP da alemanha?

  4. Luciano disse:

    A norma esta correta. Afinal o câmera man nao faz parte do pit stop, como os mecânicos fazem. Os mecânicos ja dispõem de toda as normas possíveis de segurança, para este momento. Caso haja algo de imprevisto de errado eles assumiram o risco, os cinegrafistas nao, esta lá para filmar, procurar boas imagens e tudo mais. A F1 é muito rica e competente para instalar câmeras com controle remoto em cabos suspensos como ja tivemos e elas acompanhavam ate a saída do carro do pit, de uma hora pra outra sumiu. Enfim lugar de cinegrafista nao é do lado do carro no meio dos mecânicos na hora da corrida. Pronto.

  5. Lucas Carioli disse:

    E a F1 cada vez vai ficando menos presencial e mais televisiva…

  6. roxxonvaldez disse:

    proibidos por decreto os erros dos mecanicos nos pits. só serão permitidos acidentes que os bólidos passem por cima do vermie eclestone. ponto final. essas regras cada dia mais cheias de merda. não foram os cinegrafistas que causaram o acidente. eles não vão acabar mesmo que proibidos por decreto. e o carro do alonso estacionado perto da pista depois da corrida? mais uma vez a ferrari foi protegida por jean toddynho.

  7. Marcog disse:

    Entendo que é preciso zelar pela segurança. Mas, sinto saudades dos tempos em que não havia limite de velocidade nos pits, em que Jean Alesi fez uma volta mais rápida ao abortar uma entrada no box e passar em 6a marcha “bufando” pelo pitlane.

    Tentei perguntar pro “pai Google” onde tinha sido isso, mas só apareceu uma safadeza semelhante que Senna fez em Donington/1993.

  8. Thiago basilio disse:

    Blz não terá mais cinegrafistas mas e os mecânicos.Um acidente com eles seria menos pior do que com um cinegrafista?Se as equipes e nesse caso a RBR não seguirem corretamente as normas de segurança acidentes como esse voltarão a ocorrer.Além disso punição de 30.000 euros para RBR que quase matou uma pessoa por imprudência não ajuda.

  9. Marcus Lima disse:

    FG, ainda não vi nada específico, então pergunto se não merecia um especial do grande prêmio a situação da sauber. Dizer que está atrasando salários, com dificuldades de pagar fornecedores, é ABSOLUTAMENTE ASSUSTADOR PARA TODA A F1. De fato,por ser uma equipe média, tradicional, e de um pão duro, assusta demais estar mal. Mais ainda: que será do ano que vem? Se Sauber está mal, e MARUSSIA, e CATERHAM, e FORCE INDIA, do bilionária que anda na corda bamba? será que essa mudança de regulamento, de motor, que aumenta custos em meio a uma mega crise econômica, não vai matar a F1? Sei não, eu adoro essa competição, mas está provado agora, com essas coisas, que o MOSLEY estava certo….parece que esse esporte é um caminhão de concreto dirigido por um cego, e descendo uma ladeira: vai bater, e o cego mudando a música no som do caminhão não parece ver nada…

    • Flavio Gomes disse:

      “Assustador”? Menos, amigo. Eles que se virem.

      • Marcus Lima disse:

        Uai …. “assustador” é hiperbólico ( papel “ingenhenico do aurélio” , você me deixa tão erudito), mas a pergunta é essa mesma: será que se viram? Se a Sauber, com a grana da Telmex, está ruim, e a Force India, cujos pilotos parece não patrocínios tão vistosos, e que depende do indiano combalido? Exagerado sim, mas a pergunta é pertinente: ( esse papel “ingenhenico do aurélio” me deixa um gênio!!!!) será que 2014 vai ser um ano de quebrar umas três equipes? Se não forem os manés de sempre, se uma Willians, uma force india, e uma toro rosso, ficam na lona juntas, oque a F1 faz? Eu também acho que se virem, ” tavu” era querendo saber se vocês tem informações sobre isso….Ps: percebi minha impertinência, sei que deve ser bem chato leitor querer pautar jornalista! deve ser mais chato que platéia pedindo pra músico ” TOCA RAUL”….kkkkk

  10. Giovani Jardim disse:

    Câmeras? Não entendi.

  11. Ricardo disse:

    Vc é limítrofe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>