FALA MUITO | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 8 de julho de 2013 - 16:45ESPN Brasil

FALA MUITO

ESPN-97.3SÃO PAULO (e ouve mais ainda) – O podcast “Limite” desta semana está no ar na Rádio ESPN e já vou avisando: foi o mais longo da nossa série, porque a entrevista acabou rendendo mais do que o normal.

No início do programa, um pouco do GP da Alemanha e da corrida de Pocono na Indy. Comentários, análise, blablablá. A entrevista é que ficou legal mesmo. Uma longa conversa com Marcelo Battistuzzi. Lembram dele?

Jovem piloto que foi para a Europa em meados dos anos 90, depois de conseguir bons resultados no kart e na F-Ford por aqui, Battistuzzi chegou a ser o piloto brasileiro que mais venceu corridas no exterior em 1997, ano em que conquistou os títulos da F-Opel Europeia e Alemã.

Da mesma geração de Barrichello, Helinho, Burti, Max Wilson, Kanaan e muitos outros (nasceu em 1976), Battistuzzi teve uma trajetória na Europa bem menos glamourosa, mas não menos vitoriosa. Seu patrimônio se resumia a um Fiat Uno verde 1985 e uma mala. Na Inglaterra, quando não morava numa oficina ou de favor na casa de mecânicos, dormia nos famosos B&B (Bed & Breakfast) e se virava como podia, já que não era de família rica e vivia contando a grana curta que conseguia de dezenas de patrocinadores no Brasil, alguns grandes, como a Antarctica, outros pequeninos.

Chegou à F-3000, nas equipes júnior da Prost e da Arrows, mas uma hora a grana acabou e ele simplesmente parou. Sem dramas, sem mágoas. Hoje toca a Virtual Grand Prix, que faz simuladores para eventos e treinamento. Encontrei com ele no Velo Città sábado e batemos um longo papo. Marcelo está montando um simulador para o pessoal da Lancer Cup, da Mitsubishi.

Para ouvir tudo, é só clicar aqui.

Falando em Velo Città, hoje ou amanhã edito o vídeo da nossa corrida de sábado. Meianov foi bem, décimo na geral, quarto na categoria. Tem boas fotos também e histórias bem divertidas. Aguardem!

8 comentários

  1. André Nascimento disse:

    O Battistuzzi levou a carreira na raça

  2. Anderson disse:

    Sem querer ser chato, foi a 100º vitória da parceria Target e Ganassi. Contam vitórias na Nascar, Grand-am e todas categorias que correram em parceria.

  3. luiz alberto disse:

    O Battistuzzi não sei porque foi mais um que “encanou” em ser piloto de open wheel sem nem ao menos olhar que existem outras categorias muito atraentes e prestigiosas fora dos monopostos e que em paises mais evoluidos nos esporte a motor tem até melhor repercursão.Talvez assim como o Di Grassi poderia estar numa AUDI,Toyota,ou qualquer outro grande concorrente em carros de turismo ou endurance.
    Más que ele seja muito feliz e tenha muito sucesso comercial com seus simuladores,quem sabe um dia eu possa comprar algum,desde que ele faça um especializado em carros de endurance,minha categoria favorita e com as pistas clássicas e algumas esquecidas,como o cicuito de Charede e Rouen Les Essarts e o Old Interlagos (um dos mais magnificos traçados do mundo),não esquecer também SPA-14 km eo Groser Nurburgring(haja memória e definição gráfica!!!)-Carros de Can-am servem também….

  4. Franco disse:

    São ótimas estas entrevistas com ex-pilotos.

  5. Mauricio P. disse:

    os dois links direcionam para o mesmo lugar, Virtual Grand Prix

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>