MENU

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 - 12:27Antigos em geral

OS ESPECIAIS

SÃO PAULO (detalhes tão…) – Eu acho o máximo as séries especiais dos carros de antigamente. Aquelas que traziam detalhes que só mesmo os mais doidos especialistas, hoje, conseguem distinguir. O Felipe Nicoliello é um desses doentes, no caso por Puma, que ao bater o olho num carro sabe exatamente por quê um emblema está aqui e não ali, ou se a faixa pintada acolá está no lugar certo, ou não.

Este texto dele sobre séries especiais de Puma é uma aula. Eu, por exemplo, nunca tinha ouvido falar do modelo Rally, esse da foto. Consegue ver algo diferente? Tem. Posição das lanternas, recorte do parabrisa, grades para radiadores de óleo… Não é demais?

GTE_Rallye_1972Um dia escrevo algo parecido sobre Belcar, Vemaguet, Fissore e Candango. Um aperitivo: vocês já ouviram falar de Caiçara, Pracinha, Praiano, Belcar Luxo, Moldex, Furgomag, Pic-Nic? Sabem quando o Lubrimat passou a ser usado nos DKW? Já escutaram algo sobre Saxomat? Sabem quando a entrada do bocal do tanque do Fissore passou da lateral para a traseira? Ou qual a grade certa para cada ano? Os padrões de estofamento, as combinações de cores? Quando a Vemag parou de pintar os carros com duas cores, os famosos “saia-e-blusa”? E as lanternas traseiras? Quando devem ser vermelhas, quando devem ter duas cores, quando devem ter cromados?

São essas coisas que dão graça aos antigos.

36 comentários

  1. Alexandre disse:

    Gostaria de saber se o belcar rio 1965 cor marfim saiu com saia e blusa pois comprei um e estou com dúvida para pintar,várias pessoas falam que sim e outros não.
    Vc pode me ajudar.obrigado.

  2. Roger disse:

    Saxomat ja ouvi alguma coisa antes mas nunca vi de perto (se é que ainda existe algum que funcione) mas tambem ja ouvi falar de um sistema de roda-livre dos DKW, procede isto? se sim tem algum link com esta informação para indicar?

  3. Flavio José Zortea Zortea disse:

    só pra constar, o Praiano era um Candango com tração apenas na dianteira e pelo que me lembro só vinha na cor azul, aliás falando nas cores do Candango, alguem já se tocou o que elas significam?
    eram o verde, amarelo e o azul, provavelmente a Vemag quis fazer uma homenagem ao Brasil com o verde simbolizando as matas, o amarelo o cerrado e o azul o mar
    quanto ao nome das cores eu só sei que o verde do Candango era chamado de verde-limão apesar de ser muito mais claro que a fruta em questão…

  4. Airton disse:

    Meus parcos conhecimentos de homem médio não-vemagueiro juramentado nascido em 1968 se limitam ao seguinte:
    1- Até 1963, portas suicidas; 1964 em diante, portas convencionais.
    2- Até 1959, motor 900cm3 de cilindrada; 1960 em diante, motor 1000.
    3- Até 1966, faróis simples; 1967, faróis duplos incorporando a grade.
    4- Até não sei que ano, portas traseiras invadindo o para-lamas traseiro; de não sei que ano em diante, recorte das portas traseiras contornando o para-lamas traseiro.
    E só sei disso por acompanhar esse blog desde o final de 2005 e por ter comprado um livro muito legal chamado “A Grande História da Pequena Maravilha” e mais uma coleção de dez livros sobre grandes brasileiros, incluindo os DKW.

  5. Luiz disse:

    Por que não escreve um livro? Tenho certeza que seria um sucesso. E eu seria um dos primeiros a comprar.

  6. Paulo Eduardo disse:

    Lindo carro. Me chama a atenção os limpadores de parabrisa e a posição do retrovisor.
    Mas o que será que aquele cara está olhando embaixo do porschezinho?

  7. Batista Lara disse:

    Comente também sobre a Belcar e Vemaguet “S”, ambas de 1967.

  8. Ney Prates disse:

    Mais ou menos a metade, eu sei. Cores, estofamentos, não me lembro. DKW 68, quem dera, heim?

  9. Paulo Coimbra disse:

    O Paulo Lomba esteve aqui em Juiz de Fora neste último final de semana( 2/3 e 4 de agosto) para o Encontro de Autos Antigos com este carro…, está impecável! Foi premiado no encontro…

  10. Edison Guerra disse:

    Vi algo não original neste carro. O limpador de parabrisas (para-brisas.. sei lá…) do lado esquerdo é do VW SP-2 ,que é pantográfico. Nunca esqueci deste detalhe, pois nos anos 80 levei muito tempo procurando o dito cujo para instalar na minha primeira Brasilia, e só consegui num desmanche no Campo Limpo, quando já estava na segunda. Entusiasmado comprei. A decepção veio ao chegar em casa : NÃO FUNCIONOU !!! O ângulo do parabrisas não permitia a instalação . E o cara do desmanche não aceitou a devolução.O aparato ficou jogado em casa, e um dia certamente a patroa jogou fora.

  11. Rafael Mafra disse:

    Super legal!!!!! delícia, prato cheio para quem gosta de carros de verdade.

  12. Luiz AG disse:

    Saxomat era uma Embreagem automática centrífuga, igual ao utilizado nos scooters hoje em dia. Nunca ouvi falar na pic nic. Belcar luxo um vizinho no planalto tinha um preto ou azul marinho conservadorismo, no tempo que ninguém dava valor.

    • Edward Fernandes disse:

      Eu já vi Pracinha, Caiçara (talvez: Belcar taxi, Vemaguete modelo pé de boi) e Belcar Luxo que como o nome diz o modelo de luxo. Mas não me pergunte detalhes que eu não me lembro com certeza.

  13. Rodrigo Abreu disse:

    Que carro de bom gosto, tá louco… rodas, cor, detalhes, tudo…

  14. JOÃO PEDRO MARCHINA disse:

    Coisas que você conheceu através do Vladimir e de outros, não se esqueça deles!

  15. Cristiano Mendonça disse:

    Lubrimat=65;Saxomat= embreagem automática do tipo que a fiat lançou anos atrás,Fissore 67.De 61 a 64= colméia, 65 e 66 barras paralelas,67e 68 frente de quatro farois;ultimo ano de duas cores=64;cromados só a de 66.

  16. Mauricio Costa disse:

    O que é o Pic-nic?

  17. Marcos Reis disse:

    Não pude deixar de observar a placa… Mas é claro que trata-se de uma “photoshopeada” pra esconder duas letras…

  18. Clovis16 disse:

    Lembro do DKW, do meu pai, Belcar RIO e na cor marrom café, tinha até um catálogo com o nome das cores.

  19. Zé Dirceu disse:

    Saber alguns desses detalhes (não todos, pois estes só os especialistas, como você é em DKW, sabem) é o que distingue quem gosta de carros e quem os utiliza como um eletrodoméstico.

    Esses detalhes são do conhecimento apenas de quem gosta do de um determinado modelo ou marca, tenha ou não o carro, o que as pessoas que apenas têm o carro como “mais um” em suas vidas ou o enxergam apenas como um objeto que os leva do ponto “A” para o ponto “B” em suas vidas desconhecem

  20. clovis16 disse:

    Lembro do DKW, do meu pai, Belcar Rio, vinha um monograma, fixado na tampa traseira. e na cor marrom café, tenho até um catálogo com as cores.

  21. Aldo disse:

    Gostaria de mandar uma foto de 1 DKW adesivado para participar de uma prova de regularidade organizada pelo Clube de Autos Antigos de Taubaté – CAAT, no último dia 04 de Agosto. Para qual endereço posso enviar?
    Aldo

  22. Fernando Carvalho disse:

    E em este modelo Rally , me parece , foi pilotado pelo Jan Balder(preciso procurar numa autoesporte e/ou 4R e conferir se procede ….) no Rally da Integração(década de 70)

    • Não, Fernando, aquele Puma Rally do Jan foi o primeiro 1971, depois veio outro carro, mais leve, que o Jan disputou o 5° Rallye Internacional TAP em Portugal, premiação recebida por ter ganho o Integração. Por causa dessa competição (Integração) e para continuar participando, a Puma teve que homologar a série, colocando-a à venda em 1972 e 1973. Foram feitos uns seis ou sete automóveis da série Rally, dos quais três sobrevivem, um deles este do Lomba de 1972 e dois de 1973. Infelizmente, por discórdia com a Federação, a Puma se retirou das pistas de corridas em 1973. Voltou somente em 1980 na categoria Rally, disputando o Trans Chaco e outras provas nacionais com os modelos GTI 2000 cc, 160 cv da equipe do piloto Mário de Figueiredo com apoio da Engenharia Puma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>