DEU DIXON | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 - 15:50Indy, IRL, ChampCar...

DEU DIXON

SÃO PAULO (começar por onde?) – E vamos atualizar os assuntos do fim de semana, porque o mundo continua girando. Começando pela decisão da Indy, na noite de sábado em Fontana. Assisti e achei uma chatice. Prova longa demais (acho que 500 milhas, hoje, só em Indianápolis), poucos carros terminando, fatura do campeonato resolvida cedo demais.

Apesar do entusiasmo da categoria com 2014, campeonato em poucos meses, corridas sem grande intervalo, volta de Montoya, Tony na Ganassi e outras coisinhas, como as duas provas em Indiana, não vejo a Indy com tanto otimismo assim. Ainda acho a maioria dos pilotos ruins, os carros feios e algumas pistas impraticáveis.

Torço pela recuperação desse campeonato que, em meados dos anos 90, viveu sua melhor fase.

Quanto ao título de Dixon, foi merecido. O cara ganhou mais que todos e Helinho, apesar da regularidade, pagou o preço pela falta de vitórias quando uma súbita má fase desabou sobre ele e sua equipe nas etapas finais da temporada.

I

47 comentários

  1. Juscelino Honorato Jr disse:

    Em um mundo pararelo… talvez… Os mundos estão com suas nomenclaturas erradas.

  2. Carta fora do baralho na primeira fase do campeonato, Dixon reage no momento certo, na hora certa, atropelando o Homem-Aranha Helinho que não teve carro no momento decisivo do campeonato lá em Houston! Já na decisão do campeonato o Dixon não teve um carro vencedor nas mãos, mas soube fazer uma corrida cerebral aproveitando sua vantagem conseguida em Houston largando lá de trás, superando até o Helinho no final da corrida na conquista do seu Tricampeonato. O Helinho não precisa ganhar mais as 500 milhas de Indianápolis, e sim um campeonato para ficar completo!

  3. Rodrigo DC disse:

    Gostei bastante da corrida, muito disputada e ao contrário da Indy 500 onde ninguém queria liderar pra economizar combustível, nessa todos querem andar na frente.

    A temporada foi muito boa, aliás, foi ótima.

    Discordo quando leio que por lá tem pilotos ruins, Hinchcliffe, Castroneves, Dixon, Franchitti, Kanaan, Pagenaud e Wilson são ótimos pilotos e tem alguns pilotos médios que conseguem boas corridas, como o RHR, Kimball e Sato.

    Espero que a próxima temporada seja tão boa quanto essa que se passou e que a administração da Indy não cometa alguns erros primários de liberar algumas pistas sem inspeção.

    Se alguém quiser falar merda da Indy que antes assista ao menos uma corrida.

  4. Enko disse:

    o helio é o bixiga da f indy, tinha carro mais do que suficiente para sumir no campeonato, conquistar muitos pontos, vencer vária provas, mas não preferiu fazer corridinhas burocráticas,, não arriscou nada, demorava uma eternidade para passar um adversário.
    porque somente o carro dele quebrava, quanto o outro piloto ficava bem colocaDO?
    porque o dixon vinha ganhando posições e conquistando vitórias e ele não?
    o sr sorriso, campeão da dança dos famosos nunca teve coragem suficiente para uma disputa verdadeira.
    quantos títulos esse cara já perdeu na penske?
    todos os companheiros de equipe que teve foram campeões, menos ele, ´porque será?
    Fosse eu o roger penske ,amandava esse cara embora e punha o tonny kanaan no luga ele, era título na certa.
    assim como o felipe moça retornará para botucatu, aconselho o sr helio a retornar para a sua terra natal, e lá ficar.
    Nem sombra do que foi o seu padrinho, o grande alfredo guarná meneses.

  5. Rafael disse:

    O problema da Indy, é que diminuíram muito a potência, até 2001 ou 2002 era legal.

  6. Daniel disse:

    Quando o Dixon levou a terceira corrida no ano e afunilou a briga do título entre ele e o Castroneves, já havia falado em um outro post que era mais fácil o Dixon vencer outras provas que o Helinho marcar os pontos necessários para segurar a reação do neozelandês. Dito e feito. Desde a metade do ano que o brasileiro, apesar de estar pontuando em todas, vinha tendo dificuldades para brigar pelo top 10, já o gringo… Bastou duas provas sem pontuar e danôu-se!!!
    Agora é ver quem consegue mais vices, BURRINHO ou CASTRONEVER, rsrsr…
    Mas o Barrica ainda tem a vantagem de ter sido campeão nas categorias de base. Já o “homem-aranha” já era freguês do DaMatta e do Kanaan desde os tempos de kart. De lá para cá, só aumentou a clientela… Roger Penske deve ter o rabo preso com ele, srrsrs…

  7. Paulo Pinto disse:

    Existem pilotos que, por mais talentosos que sejam e por mais que tentem, não conseguem conquistar o campeonato.
    Algum tipo de sina, talvez.

  8. Ulisses disse:

    A indy é um bom campeonato, mesmo com todos os problemas.
    Sob o ponto de vista da disputa na pista, é quase sempre, melhor que F1 (ou sempre!).
    Castroneves não tem sorte de campeão. Todo campeão (além de pilotar pacas) tem que ter aquela sorte, do tipo Schumacher, onde tudo na pista (e fora dela) acontecia a seu favor. Senna, Vettel, Alonso, Piquet, Lauda, Emerson, Prost … além de campeoníssimos, tiveram essa ajudinha extra.

  9. O Teo Jose deu a dica, o Grupo Bandeirantes pode transmitir a temporada 2014.

  10. José Augusto Rocha Filho disse:

    Só o fato de ter 2 corridas no mesmo fim de semana, já rebaixa a categoria. Sem contar os carros horríveis.

  11. Bacaneli disse:

    Chupa Heli Ocast Ronev Es …. Um dos maiores fanfarrões da história.

  12. hausensson disse:

    Sei não se os pilotos são ruins ou não…A temporada teve disputas legais, principalmente no começo.
    Power, Hinchcliffe, Dixon, Sato, Bordais, Kanaan, não dá pra dizer que esses caras são ruins, não dá.

    Enqunto isso, uma categoria lá da Europa que hoje tem 80% do grid pagando pra correr,
    não tem mais moral pra falar que tem “os melhores pilotos do mundo”.

    Alguns devem aprender a correr no Playstation, porque bagagem não tem…

  13. wagner disse:

    Concordo com tudo, a indy teve alguma graça na década de 90, há muito tempo com pilotos ruins, pistas horrendas, e carros horríveis, sinceramente não aprecio a forma como os americanos apreciam automobilismo, corridas de demolição, circuitos ovais, nascar, indy, dragsters, etc. Curto mesmo a forma que o resto do mundo curte automobilismo, Nurburgring Nordschleife, DTM, WRC, F-1…

  14. wagner disse:

    Concordo com tudo, a indy teve alguma graça na década de 90, há muito tempo com pilotos ruins, pistas horrendas, e carros horríveis,

  15. Marcus LIma disse:

    Só da para assinar embaixo. Os carros são feios. As pinturas mudam de mais: o azulzinho e branco do Greg Moore e do Villeneuve, a Penke marlboro, facilitavam…Hoje em dia, 50 pinturas por ano.
    Fora as corridas. Tinha Surfers Paradise ( ou tem ainda?), Laguna Seca, Road America …..tinha competição de fornecedores de chassis, como Lola, Swift, Reinard etc ( e eram mais bonitos que essa coisa feia)….vc via varios ex f1…..as corridas eram mais lógicas…..hj, é ruim de assistir pelo q

    • Marcus LIma disse:

      digitei sem querer…pelo q falei: vc nao consegue saber, se não acompanha, quem é quem pórque a pintura muda….tem muitas interrupções intermináveis nesses circuitos de rua….alguns deles, são horríveis, como Houston…..como pode não ter corrida em Laguna Seca, e ter em Houston? è tão perigoso quanto laguna seca, é pior de guiar pelo horror que é o asfato…
      Enfim…uma pena…a maior prova que a Indy está morrendo, e que os ex f1 não pensam mias em ir para lá…Fosse nos anos 90, teríamos Kobayashi, Alguesuari, Buemi, Glock,. Senninha ( se bem q esse diz q pensa), todos loucos a ir para a Indy….já hj….

  16. Jonny'O disse:

    Olha, o Dixon é uma grande piloto junto com mais uns 8 atualmente na Indy, o Helinho poderia ter vencido mais não deu, é coisa de esporte, o mais importante é que tava lá, brigando na ponta , na verdade no inicio a Penske tinha vantagem de ter o motor Chev, no fim do campeonato a Ganassi tava com a vantagem do Honda naquele momento, nesta alternância de forças dos motores,…deu Dixon!!!

    Quanto a categoria ,sou da teoria que , quanto mais forte é o carro , mais forte serão as batidas, os caras pensam que os carros atuais são indestrutíveis e retardam muito pra juntar no freio em caso de acidentes.

    Espero que a Indy volte a usar mais de um chassi futuramente , monomarca francamente não tenho muito interesse ,dá pista de categoria secundaria, monomarca é algo que deixa o esporte somente para os homens …quando as maquinas deveriam ser as principais vedetes.

    • Edvaldo disse:

      Não é questão de sorte. Dixon é bem melhor piloto.

      Castroneves tem 15 anos de Penske e oportunidades o suficiente pra contrariar uma falta de sorte. Nunca aconteceu. Porque ele não é bom o suficiente pra isso.

      Carro pra ser campeão ele teve em todas essas tempordas, à excessão de 2004 e 2005 em que a Penske penou com os fracos Toyota.

      Estava tudo encaminhado pra ser esse ano, os concorrentes tropeçando em suas próprias pernas enquanto ele apenas catava pontinhos. No fim ainda deu um jeito de perder mesmo com Dixon sendo prejudicado pela punição em Sonoma e pelo Will Power em Baltimore. Falhou em ser mais eficiente enquanto os outros tinham problemas. Quando ele teve problemas Dixon venceu e foi segundo.

      Só resta sentar e chorar mesmo, porque a oportunidade da vida dele de ser campeão era esse ano. Agora dificilmente terá outra tão boa.

  17. Clenio Azevedo Vilela disse:

    Êste mesmo rapaz que, perdeu o campeonato quase no papo, é o mesmo que disse que não respeitava nenhum piloto de F1…gozado, e ele?

    • Ele disputou o título até o final da temporada. Castroneves não chega nem perto do trio de ferro da F1 (Vettel, Alonso, Raikkonen), mas está ao nível de Hamilton, Button, Rosberg e Hulkenberg e acima de Grosjean, Massa, Perez, Maldonado e todo o resto do grid.

      Sinceramente, se for olhar no braço, tem muita gente ruim na Indy, mas tem uma galera ali (Helio, Dixon, Kanaan, Franchiti, Power) que faria mais bonito na F1 do que esses pagantes todos que infestaram a categoria.

      • Peter Perfeito disse:

        Ah tá. Castroneves no nível de Hamilton, Button e Hulkenberg.

        Sei.

        Já começou a “Hora do Brasil”?

      • Edvaldo disse:

        Já começou errado colocando Raikkonen, piloto que assim como Alonso passou a carreira inteira sendo prioridade da equipe e que conseguiu perder de um companheiro mesmo assim, e não Hamilton no tal trio de ferro da F1.

        Do resto, se aproveita ainda menos.

  18. Luis disse:

    A Indy nunca mais foi a mesma desde quando baniram os carros com motor de turbina de avião. Na verdade tudo desandou quando surgiu a IRL, rachando com a Cart. Hoje, nada do que havia na proposta original foi mantido (só pistas ovais, corridas só nos Estados Unidos), as duas categorias perderam espaço para os carros da Nascar e assim ficou, embora haja controvérsias: os monopostos foram para um caminho sem volta, e nos momentos atuais, competitividades no automobilismo só existe com muito dinheiro, e nem é lá essas coisas.

  19. Paulo Pinto disse:

    O nosso “Homem-Aranha”, com certeza (licença, Rubinho), acabou se enredando na própria teia…

  20. Alexandre disse:

    Não entendo que, tendo tanta pista massa nos Eua, tipo, laguna seca, sebring, road america, road atlanta, algumas no Canada, esses caras insistem em fazer corridas em pistas de rua. Fica uma chatice só, um trenzinho, e quando alguém bate, a corrida se resolve na “estratégia”. Botem os caras correm em pistas de verdade que a coisa melhora

  21. Bla disse:

    Fizeram um carro horrendo em nome da segurança e nas últimas duas corridas Franchitti e Justin Wilson saíram literalmente quebrados. Talvez se fosse com os carros antigos, eles teriam falecido, mas dois pilotos fraturados em dois GPs é algo pra se pensar. Ou o pessoal dessa geração é muito braço duro, ou o carro ainda deixa a desejar em segurança, ou as pistas são inseguras, ou tudo junto!

  22. Rodrigo Moraes disse:

    De fato, corrida de 500 milhas tem que ter uma porrada de carros largando, pra não terminar melancólica como foi essa. No final acho que tinha uma dúzia de carros só na pista, sendo meia dúzia na volta do líder. Assim não dá…

  23. Israel Barbosa disse:

    Bacana foi ver o Oriól Serviá indo embora de carona com uma mulher no colo =D

  24. Ivandro Correa disse:

    Discordo que a Indy seja chata, longe disso. Muito mais chato é ver a F(ila) 1, cada vez mais distante do objetivo de uma corrida, onde praticamente sempre os mesmos chegam nas mesmas posições.
    A melhor experiencia que tive esse ano foi ver a Indy em São Paulo ao vivo. Acho que a Indy é o mais próximo do que foi a F1 nos bons tempos.

  25. Arthur Luz disse:

    Concordo em tudo!

    Acho essa Indy atual muito fraca, com regras esquisitas e carros horrendos.
    De nada adiantou esse para-choque, um bocado de gente continuou decolando.
    As regras poderiam ser bem mais simples, se bem que os norte americanos gostam mesmo é de complicar.

    Acredito que esse calendário de 2014 será uma bomba, e com esses circuitozinhos de m… sei não.

  26. Fábio Rodrigues dos Santos disse:

    Helio Castrone Ves infelizmente sofreu do mesmo mal da regularidade de Felipe Nasr. Regularidade ajuda, para nossa infelicidade nesses casos dificilmente a regularidade ganha campeonato.

  27. Tulio Menegoni disse:

    O Dixon não é fraco não. Já o HCdasNeves só é bom de Indy 500 e naquelas dancinhas estranhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>