NO MERCADO | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 29 de outubro de 2013 - 10:53F-1

NO MERCADO

ross2009bgpSÃO PAULO (funciona) – Com cacique demais para pouco índio, Ross Brawn deve deixar a Mercedes no fim do ano. A informação é de Eddie Jordan, que tem acertado tudo. Muita gente liga o nome do engenheiro inglês, agora, com a parceria McLaren-Honda, que passa a valer a partir de 2015.

Seria ótimo para o pessoal de Woking, um reforço e tanto. A Williams também sonha com Ross. Mas não sei se teria grana.

Brawn é um sujeito vitorioso e eficiente. Ganhou muita coisa com a Benetton e com a Ferrari, formou com Schumacher uma dupla quase infalível e teve, em 2009, uma temporada inacreditável como dono e nome de equipe, o time de um campeonato só.

Aquele ano, 2009, é certamente o mais marcante de sua carreira e um dos mais inacreditáveis da história da F-1. Para quem não se deu conta, a Brawn foi a última equipe a bater a Red Bull. E foi o time que abriu a era das, digamos, “novas grandes” na categoria. Até ali, a gente só falava de Ferrari, Williams, McLaren e Renault. Quando, daqui a alguns séculos, alguém for escrever a história da F-1 e resolver dividi-la em eras, é possível que 2009 seja o primeiro ano de uma delas.

41 comentários

  1. THIAGOTELES disse:

    O NOME QUE SERIA BOM QUE VOLTASSE .OGRANDE FLAVIO BRIATTORE.

  2. Irinaldo Barros disse:

    Caro Flavio Gomes, tudo pode na F1 atual, mas por favor, Ross Brawn tem ações (não sei que tipo) da Williams e, caso seja contratado pela Mclaren, não haveria assim um “conflito de interesses”?? Obrigado.

  3. Giovanni disse:

    O cara mais suspeito pra falar sobre ética na F1. Em todas as equipes (Bentton, Ferrari, Brawn, Mercedes) esteve envolvido em problemas relacionados à ética. Não vai fazer falta.

    PS: provavelmente quem tá por trás dessa saída seja aquele Toto Wolf, um “investidor” que eu gostaria de saber como parou na F1. Primeiro na Williams como SÓCIO (assim, do nada, sendo que nunca mandou porra nenhuma em lugar nenhum), e depois, como num passe de mágica, vira CEO da MERCEDES. Provavelmente, ele deve ter dinheiro suficiente pra bancar essas maluquices. Agora, de onde vem tudo isso?

    Resumindo: sobre suspeitas de éticas, sejam esportivas ou não, no fim, é só uma troca de seis por meia-dúzia.

  4. Ross Brawn é o cara! Ele pode fazer o que quiser e ainda trabalhar onde quiser!

  5. Willians Thiago disse:

    Já que o assunto foi comentado aquele título da Brawn Gp em 2009 foi muito esquisito, tudo bem 1º ano de regras etc e tal, mas daí nenhuma das grandes conseguir fazer um difusor igual foi estranho demais

  6. Rafael Mafra disse:

    Tem dois caras que se eu pudesse, convidaria para tomar um café e ficar umas 4 horas conversando sobre Formula 1: Jackie Stewart e Ross Branw.

    Sei que é super corrido, mas quem sabe no Gp do Brasil o Grande Premio consiga uma super entrevista com o Ross Branw, hummmmmmm…

  7. cristiano disse:

    E também o FDP que engendrou um dos dias mais lamentáveis da história F1. Barrichello e Schumacher que o diga.

  8. Paulo Pinto disse:

    Perder Ross Brawn e ficar com Niki Lauda (com todo o respeito que tenho pelo Mito), é burrice!

  9. Jonny'O disse:

    Sim Flávio, as eras da F1 vem sempre com mudanças profundas no regulamento…..deveriam mudar regulamente entre 3 anos no máximo.

    As 3 maiores mudanças de regulamento ou mesmo tecnicas da F1 “mais moderna” foram:
    -1979 quando todos passaram a usar o efeito solo teve uma mudança de forças incrivel. entrou em declinio Lotus ,Tyrrel e Mclaren ……apareceu como força as novas Williams, Ligier e Renault.
    -1983 com a proibição do efeito solo. Inicio do declinio de Renault,Ligier …..
    -1998 mudança radical na aerodinamica e adoção dos pneus com sulcos.Fim do dominio da Willians e inicio da era Mclaren x Ferrari.
    -1999 outra mudança radical na aerodinamica …..fim da era Ferrari e inicio do atual momento da Red Bull.

  10. Wolfpack disse:

    Ross não combina com os evos da Mercedes.

  11. Peter Perfeito disse:

    Huuummmm…desfalque sério e grave para o trabalho de Hamilton e Rosberg.

    Mercedes comeu bola. Esse não poderia sair.

  12. Luis disse:

    Pode-se relativizar esse fato, dizendo que o Brawn foi o projetista de um carro baseado nas regras que ele ajudou a criar, e que tava sendo desenvolvido para a Honda, e o acordo com a Mercedes que tornou o carro vencedor (se usasse o motor Honda, não teria tão bom desempenho), mas a estrutura da equipe ex-Honda havia diminuído, e foi graças ao sucesso inicial que conseguiram verba, sempre a conta-gotas, para fazer o resto do ano. A Brawn conseguiu resultados brilhantes com uma estrutura que não teria como se manter, seria como uma Renault, uma Sauber atual.

  13. Israel Cesar Ribeiro disse:

    Sem dúvidas seria um grande reforço pro meu time do coração (McLaren) e olhando para frente, acho que não resta outro destino ao querido Ross Brawn. A Mclaren é um time realmente grande que está passando por um momento muito ruim de sua história. Eles tem interesse em uma pessoa como Brawn e o principal, tem dinheiro pra pagar. Entretanto, Brawn é muito centralizador e tenho dúvidas se ele conseguiria dividir os boxes com Martin Whitmarsh e aguentar a chefia do Ron Dennis…

  14. Ulisses disse:

    Que medo … !!!!! Tomara que não vá para os “Rubro Taurinos”, formando um trio com Vettel e Adrian Newey …. qualquer outra opção é bem vinda, para o bem da F1.

  15. Mauricio disse:

    Seria bom que ele voltasse pra Ferrari e mostrasse pro Stefano´´Dormindocalli ´´ como se faz.

    • FAB1000 disse:

      Na época em que trabalhou na Ferrari quem mandava era o Todt; ;-)
      Sua função era, a mesma que o Lowe tinha na McLaren antes de ir pra Mercedes, diretor técnico.

      Na McLaren não tem o espaço que ele quer, e concordo com os demais que a Williams seria uma excelente casa pra ele. Pois ali agora é terra de ninguém e só precisam dar um % do time, e o comando irrestrito, que ele topa.

      Tenho certeza de que seu pensamento sobre como se deve comandar uma equipe está correto. Lembrem-se que nem Honda nem Toyota tiveram sucesso, principalmente por conta desse sistema de decisão conjunta de conselho. Ali é tudo muito rápido pra se perguntar alguma coisa, antes de tomar a decisão, pro cara que trabalha na “sala ao lado”. ;-)

  16. O Brawn seria uma aquisição muito interessante para a Williams, mas para 2014 a Inês é morta, uma vez que o carro já deve estar em desenvolvimento e a Mercedes não o liberaria antes do fim do ano, não sobrando tempo para algum milagre. Mas no médio prazo não é impossível imaginar que ele possa levar a Williams de volta a seus tempos de glória, uma vez que ele pegou os restos da Honda, que era uma draga e tornou em uma equipe campeã de um ano para o outro.

  17. David Santos disse:

    Éh… um excelente (e trambiqueiro) chefe de equipe más me parece centralizador! E com a chegada do Lowe-Wolff-Lauda, parece que lhe faltou o necessário-espaço para as loas-do-sucesso! Pelo ti-ti-ti o seu destino será a Honda-Mclaren… e se isto se concretizar (junto com a chegada do El-Fodon em 2015), então esta equipe será um potencial-perigo para a Red Bull & Ferrari & Mercedes e quem-mais-tiver na pista a partir de 2015.

    • @lemao disse:

      “a chegada do El-Fodon em 2015″….depois de ter armado uma confusão e dedurado a equipe…acho muito mas muito pouco provável….

      • David Santos disse:

        Caro @alemão! Nada é impossivel neste “circo” chamada Formula 1… O que mais estes caras querem é dinheiro + dinheiro (a vinda do Fernandito significa a vinda do Santander) e por fim o seu time vencendo. E além do mais quem vai bancar a vinda do Choronso é a Honda. Gostemos ou não do El-Pilantron, é sim um p#ta piloto! No mais…

  18. Fabio Amparo disse:

    Ross seria a esperança de dias melhores na Williams.

    A equipe teria o pacote ideal para recomeçar, com um piloto experiente como Massa ajudando a desenvolver o carro.

    Aliás, o rapaz que traria a correspondência com o anúncio da equipe cujo nome começa com ‘W’ deve ter ficado preso em alguma manifestação dos Black Blocs….

    A ver.

  19. Rafael disse:

    Bom o Estefano Domeniculio preparar o churrículo…

  20. Rafael Chinini disse:

    com certeza foi um feito incrível.
    apesar de ter toda base da Honda certo?! mas uma equipe de um ano só que chegou, foi campeão com dois “azarões” e com carro sem cor! hahahaha
    animal demais

  21. Gustavo Oliveira disse:

    Estatisticamente, a Brawn é a melhor equipe de todos os tempos, 1 temporada, 1 titulo de pilotos, 1 de construtores. 100% de aproveitamento!

  22. Alfredo Junior disse:

    Brawn, um carro fantástico que até o Jason Button conseguiu se campeão mundial, um piloto que nunca me convenceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>