MENU

quarta-feira, 16 de outubro de 2013 - 13:21Automobilismo internacional, One comment

ONE COMMENT

Essa turminha aí dos Fuscas não vem para brincar, não…

20 comentários

  1. antonio stricagnolo disse:

    Ferdinand Piech decide quem ganha.

  2. Ricardo Bigliazzi disse:

    Muito bom…

    Imperador

  3. Daniel Magnani disse:

    O Webber se deu bem! Muito melhor que a F1.

  4. Nelson disse:

    Mais um pros japas verem dar tchau !!!

  5. Tiago Avila disse:

    Melhor que os filminhos da Red Bull

  6. Porschemaniac disse:

    Auf Wiedersehen, Audi.

  7. Jader disse:

    Duelo de alemães, division by zero.

  8. Fabio Amparo disse:

    Duas montadoras que todos devem temer quando entram em competições:

    - Porsche
    - Audi
    - Volkswagen

    Alguma coincidência?
    Abs

  9. ALEX B. disse:

    Alarm, Alarm, hier kommen sie!!!!

  10. Rafael Fuentes disse:

    Como funciona esse lance da Audi/Volkswagen/Porsche? É tudo a mesma coisa? Eles vão se matar nas pistas pertencendo ao mesmo grupo?

    Tomara que sim…

    • Williams Head disse:

      Por se tratarem de tecnologias relativamente novas, ninguém sabe exatamente qual vai ser o ‘standard’. Existem muitas perguntas e poucas respostas. As montadoras experimentando coisas diferentes.

      Por exemplo, em Le Mans (WEC), temos a Toyota desenvolvendo a tecnologia de recuperação de energia utlizando-se de capacitores, através da Denso (divisão de componentes electrónicos da Toyota); a Audi desenvolvendo a tecnologia ‘roda-livre’ (flywheel), através da Williams Hybrid Power (empresa parceira da Audi e pertencente a Williams F1); e a Porsche desenvolvendo a tecnologia de baterias.

      Fazendo um paralelo com os celulares, no começo não havia nenhum celular com chip. As tecnologias eram TDMA, CDMA e outras que nem lembro. As empresas iam apostando no que achavam que seria o padrão. Interessante perceber que o padrão acabou sendo o uso do chip.

      Voltando aos automóveis, ainda parece cedo afirmar, mas tudo indica que a Audi saiu na frente e a ‘flywheel’ aponta como favorita. Ja existem ‘London buses’, trens, trams e metros rodando em fase teste com ‘flywheels’.

      Portanto, respondendo a tua pergunta, eles não vão se matar pertencendo ao mesmo grupo, mas sim, vão fazer parte de um todo, dividindo informação, experiências, problemas e soluções. Isso ajuda o grupo Audi/Volkswagen/Porsche, como um todo, a sair na frente dos concorrentes.

  11. Tulio Menegoni disse:

    Será que eles vão conseguir “botar nas argolas” da Audi?

    E quando o Canguru Perneta vai acelerar o brinquedo pela primeira vez?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>