BYE, MARK | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 26 de novembro de 2013 - 11:25F-1

BYE, MARK

SÃO PAULO (já deu, frio) – Mark Webber recebeu uma bela homenagem fotográfica no site da Red Bull. São fotos em preto e branco de seu último dia de trabalho. Todas muito bonitas. Gosto de P&B. Em tempos de Instagram, celulares que clicam tudo o tempo todo, trabalhar bem a luz, os contrastes e as sombras é quase arte. E Interlagos, com sua simplicidade, é um ótimo cenário retrô.

F1 Grand Prix of Brazil - Qualifying

13 comentários

  1. guirds disse:

    piloto fraco… não vai fazer falta alguma à categoria… nem conseguiu ser vice campeão esse ano… FORAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  2. John Player disse:

    Quase arte? Fotos em P&B (ou não) são uma uma das mais belas expressões artísticas de todos os tempos ultimamente, de certa forma, banalizada pelo modismo digitalizado.

  3. Jim Amon disse:

    Didier Pironi sempre tirava capacete na volta da vitória. Mark é o Rubinho australiano. Grande segundo piloto.

  4. allan disse:

    É disso que Rubens sente falta. Mas paciência, não se programou, se lascou.

  5. pedro afonso scucuglia disse:

    Texto lindo o das fotos, Flaviogomes. Especialmente a última frase: “…. eles não sabem a sorte que têm…”

  6. carlos lima disse:

    Flavio, é arte mesmo. Ótimas fotos, bela homenagem. Bravo!

  7. Antonius disse:

    Bacana as fotos!
    Naquela no carro sem helmet,……me impressionam as atuais dimensões do cabin nos F1 e a posição desconfortável de guiar, já que Webber devia estar entre os pilotos mais altos e pesados do grid.

  8. Akio Kikuchi disse:

    Isso mostra o quanto o Mark era respeitado na equipe, bela homenagem da equipe(empresa) ao ex-funcionario.

    “good luck at Porsche – they don’t know how lucky they are.”

  9. Nelson disse:

    Bela homenagem mesmo. E concordo outra vez contigo, hoje qualquer um pode se intitular “fotografo”. As fotos P&B nas câmeras antigas você realmente podia alterar velocidade , luz e criar não “quase” uma obra de arte, mas verdadeiras obras de arte. Como diz, hoje está quase tudo “coxinha”.

  10. Wagner Melchiori disse:

    E a hora que ele andou sem capacete, foi o melhor jamais vi isso na f-1.

  11. Eduardo Daniel disse:

    Cadê o capote?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>