AMOR FC | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 - 16:04Futebol

AMOR FC

ficamos

SÃO PAULO (cada segundo vale) – Minha Lusa garantiu ontem sua permanência na Série A. É, hoje, o 13° melhor time do mundo — considerando que o clube campeão do mundo é brasileiro e o Brasil é pentacampeão mundial, e portanto o melhor futebol do mundo é jogado aqui, e como estamos em 13° no principal campeonato do país onde se joga o melhor futebol do mundo, somos o 13° maior time do mundo.

Um clube de torcida pequena, receitas idem, ignorado pela imprensa em geral, considerado um estorvo por quem gerencia o futebol no país, ser o 13° melhor do mundo é um milagre do futebol.

Nós, que torcemos para a Portuguesa, amamos o futebol. Ontem, um punhado de nós foi a Campinas para declarar esse amor. Não sei se os jogadores, todos, percebem. Alguns, sim. Há os que nasceram ali, e há os que chegaram há pouco tempo, mas notam que existe algo de especial e diferente num time como esse.

A Portuguesa de uns 15 anos para cá tinha tudo para dar errado. A cantilena é a mesma de sempre, que em algum grau todos os torcedores de todos os times declamam: má administração, gestão amadora, burrice em níveis industriais.

Mas a gente não se importa tanto, toma essa realidade como algo quase inevitável, e por isso fomos a Campinas, e a todos os cantos, em pequeno ou minúsculo número, para sentar no concreto áspero ou nas novas cadeirinhas almofadadas apenas para estar lá. Quando acabou o jogo ontem, descemos das velhas e históricas arquibancadas do Majestoso para aplaudir nossos meninos e nosso gordinho, e demos um tapa na cara do futebol mercantilista que contaminou o mundo.

A Portuguesa é uma peça de resistência, assim como o Criciúma, o Santa Cruz, o Sampaio Corrêa, e muitos, muitos outros times do Brasil que compõem o Amor FC, aquele grupo dos que amam clubes, não títulos, essa bobagem supérflua que as pessoas usam apenas para se proclamarem melhores que as outras.

Eu me acho melhor que os outros quando vejo o moleque de camisa 9 pendurado no alambrado nessa imagem aí no alto, à direita do cara sem camisa, quase no meio da foto. É um dos meus moleques, que ontem foi dormir mais leve e feliz. Ele se orgulha do que é. Sabe perder e ganhar, aprendeu a sofrer e a se alegrar. Alguns dias atrás estávamos, eu, ele e o outro moleque, no Maracanã. Fomos de carro, estacionamos mais ou menos perto, caminhamos com nossas camisas no meio da torcida do Botafogo, merecemos olhares de respeito e nenhuma, nenhuma hostilidade.

Torcedor de futebol de verdade respeita quem ama um clube. Torcedor de futebol de verdade está feliz com a Portuguesa, essa pequena aldeia gaulesa que se recusa a ser mais do que isso, porque é isso que somos. Temos nossos Asterixes, Obelixes, Panoramixes e Chatotorixes. Dependendo dos resultados da última rodada, podemos terminar o ano em décimo, o décimo maior time do mundo, na frente de representantes poderosos bancados pelo Império Romano.

Não temos arena, temos um estádio. Não temos celebridades em campo, nossos jogos não passam ao vivo na TV, não colaboramos com os índices de audiência das emissoras abertas, ou fechadas, o dinheiro que chega é pouco, há quem nos considere pequenos e irrelevantes, mas não tenho nem raiva desses, me causam é pena.

Pena, porque a gente tem uma poção mágica que vem de algum lugar misterioso, e não é todo mundo que vai bebê-la um dia na vida. A cruz que a gente carrega no peito, ao contrário do que muita gente imagina, não é um fardo, é uma dádiva.

Somos um milagre, um milagre do amor.

114 comentários

  1. Marcelo Campos disse:

    Acabei de assistir no Globo Esporte a matéria que noticia a derrota da Ponte para o Lanús, tendo como pano de fundo a torcida do Botafogo secando a Ponte. Não se entrevistou nenhum jogador, não se mostrou a torcida da Ponte em Campinas, e não se transmitiu o jogo. Mas a tiração de sarro da torcida botafoguense com a Ponte, semelhante à que a torcida brasileira faz com a Argentina, se transmitiu com sobras, como se o time que enfrentava os argentinos fosse uma aberração.
    “Meus parabéns ao botafogo pela classificação à Libertadores”, disse Alex Escobar.
    “E parabéns à Ponte pela ótima campanha na Sul Americana”, disse Alex Escobar.
    Faltou um complemento à frase acima, mas o tempo de transmissão do programa estava esgotado.

  2. José Arnaldo Assunção disse:

    Parabéns, essa e a nossa LUSA…

  3. José Arnaldo Assunção disse:

    Flávio Gomes – Parabéns, pelo teste, a nossa LUSA e isso ai, cara, só quem ama essa gloriosa, entende o amor que e seguir a nossa rubro verde…

  4. wilfsouza disse:

    Saudações Botafoguenses. Me deu até um certo orgulho de ver que na torcida do meu time ainda tem alguns civilizados. Ninguém deveria ser hostilizado em torcida alguma, futebol deveria ser antes de tudo uma festa, lugar para se levar as crianças e passar um domingo em paz.

  5. Eduardo Aranha disse:

    Saudosismo:
    Fantástico o seu texto. Todavia não podemos nos esquecer que a Portuguesa foi CAMPEÃ do Torneio Rio-S.Paulo em 1952, que era o Campeonato Brasileiro na época. Indiscutivelmente, foi um dos melhores times do Brasil de todos os tempos: Muca, Nena e Noronha, Dijalma Santos, Brandãozinho e Ceci, Julinho, Renato, Nininho, Pinga e Simão. Lembro deste jogo, 2×2 na final contra o Vasco, em pleno Maracanã. Escutei pelo rádio, em uma época em que não se transmitia jogos pela TV do Rio para São Paulo. Lembro, garoto ainda, que foi a primeira vez que chorei de alegria pela vitória do time de coração.

  6. Daniel disse:

    Flavio parabens pelas palavras , torcer pra Portuguesa é algo dificil de explicar ou descrever. Felizmente é bom demais!!!Em relação aqueles que estao dizendo que seriamos contra se um investidor comprasse a Portuguesa e nos tornassemos um time campeão da noite pro dia , a pergunta é estupida ….Todo mundo quer ser vitorioso….mas ser vitorioso não é condição para ser tocedor da Portuguesa! Torcer para time grande é facil…Quanto ao Mineiro engraçadão que esta escrevendo , apure os fatos da gestao “dos perrela” no seu time nos ultimos anos e tire suas conlusoes. O país é um LIXO por causa disso pessoas comemoram a parte boa …e a parte suja nao importa !! Politica do pao e circo…

  7. Mario Gasparotto disse:

    Podemos dizer que a torcida da Lusa “dividiu” o Moisés Lucarelli com a torcida da Ponte!

  8. Eduardo Cordeiro disse:

    Belíssimas palavras, LUSA EU TE AMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. lincoln falcao disse:

    sou vascaíno,,, sorte minha,, mas acho tudo na portuguesa legal: o estadio chamado canindé, bem localizado em sao paulo.. as cores do uniforme vermelho, a cruz no peito, o capitao de outrora, vulgo hollywood, ter jogado la ate de muletas e tomado soro nas veias,, salve porutuguesa!!!

  10. LUSA FONSECA disse:

    Flavio, vc é um cara iluminado, escreve com amor e inteligencia, lindas palavras que me emocionam, tenho uma filha que é um amor, mas ver seus filhotes representando da mesma forma que sempre fez e um orgulho, ORGULHO DE SER LUSA.
    grande abraço e volta logo para tv.

  11. Fred disse:

    “Torcedor de futebol de verdade respeita quem ama um clube.”

    Você usou essa frase para fortalecer a não existência de hostilidade por parte dos Botafoguenses, Flávio. Garanto que se eu, com a camisa do Cruzeiro (já fui em jogo como visitante no Engenhão, partindo de carro de BH e pegando o trem na Central do Brasil), fosse o cara a caminhar em meio aos alvinegros, haveria hostilidade. Assim como se fosse um torcedor de qualquer outro time dito grande.

    Acontece e aconteceu por ser a Lusa, você sabe. Aconteceria com o Figueirense, com o Remo e com o Brasil de Pelotas.

    “Torcedor de futebol de verdade está feliz com a Portuguesa, essa pequena aldeia gaulesa que se recusa a ser mais do que isso, porque é isso que somos.”

    Se recusa a ser mais do que isso? Certeza? Se o acaso e/ou a competência colocarem vocês no rumo de uma conquista (Olha a Ponte aí…), e aí?

    Ah, estive também no Canindé esse ano, fui um dos 2.000 cruzeirenses entre os 2.700 presentes. Sim, com camisa e bem tratado, sem nenhuma hostilidade, mesmo adentrando nas áreas sociais do clube atrás de algo para comer.

    Saudações celestes, Flávio. Saudações do tricampeão brasileiro que, sei lá porque, talvez por simpatizar pelo C.A.Mineiro, você ataca e ofende, mesmo que ironicamente e sutilmente, quando pode e quando quer.

    • Flavio Gomes disse:

      A soberba é um pé no saco. OK, bonitão, vai lá comemorar. E 2.000 de 2.700 é a puta que pariu. Prefiro nossa incompetência a ser ligado a um helicóptero com meia tonelada de cocaína. Fica na sua. Vai comer pão de queijo e não me aborreça.

      • Rodrigo Mota disse:

        acho que desta vez tu pegou pesado cara…

        quer dizer então que todo Mineiro que torce pro Cruzeiro ou Atlético MG é drogado ou vinculado a um político sujo? nada a ver…

        1) fiquei sabendo que o político pagava R$1500 ao Piloto. puta merda! pagar salário de miséria para um Comandante que fez trocentos cursos de formação é pedir pra se ferrar. não defendo a atitude do colega em transportar coisa ilegal mas também não me surpreende o fato de ele poder receber por 1 vôo mais do que o dobro do que ele ganha em 1 ano inteiro…

        2) qual o problema do amigo cruzeirence comemorar um título? se o campeonato da cbf/globo é falso e manipulado todo mundo sabe mas o clube ganhou e o torcedor tem o direito de ficar feliz…

        -até hoje eu tiro sarro do meu cunhado porque o time que eu torço ganhou do time que ele torce na NHL em um jogo. e tá tudo muito bem obrigado…

        3) todo mundo quer ver seu time com mais dinheiro. isso é fato. se um investidor chegasse na Portuguesa com milhões de dólares/euros topando investir no time e contratar jogador caro é claro que o presidente vai topar e a torcida vai comemorar e muito. o “mundo da bola” funciona assim ou você acha que o Neymar foi jogar na Europa só porque achou que o nível do futebol dele iria melhorar?

        Futebol é assim, em qualquer lugar

      • JOSE RENATO disse:

        Flávio, dessa vez, vc perdeu uma ótima oportunidade de ficar sem escrever…..

      • Flavio Gomes disse:

        Não vou dormir por causa disso.

    • Carlos D. disse:

      Fred, acho que ele não te entendeu direito. Você tá certo. O Botafoguense não xingou o outro torcedor, por que era um torcedor de um time que representa uma pequena aldeia gaulesa. Do contrário, haveria hostilidade.

    • Fred disse:

      Respondeu bêbado, Flávio?

      Soberba. Sua? Só se for. Está quase inexistente nesse texto – pontual e até mesmo singela. Todavia, é traço comum em outros escritos seus.

      2.000 de 2.700 sim. Ou 1.700; ou 1.900. Por aí, você estava lá e sabe. Torcidas de Cruzeiro e lusa a parte, talvez a maior concentração de pessoas naquela noite estava ao lado do estádio, no clube, acho, para a festa junina que acontecia. No Canindé fomos maioria, bem ali em cima da churrascaria. Não devia se incomodar com isso levando em conta a pureza do seu sentimento pela lusa e a forma como torce e lida com futebol descrita nesse e noutros textos.

      E os patifes da família Perrela? Que explodam! Que não só o tráfico, mas todos os outros crimes com os quais eles estão envolvidos sejam revelados e que, de alguma maneira, sejam punidos.

      Só esqueci do pão de queijo, não como desde sábado… tá brabo aguentar.

  12. Paulo Pinto disse:

    Enquanto isso, sigo antevendo a amarga possibilidade do meu Vascão disputar o título com o Fluminense, na Segunda Divisão…

  13. Marcos Gaspar Carvalho disse:

    Você é foda Flavio, escreve muito. Parabéns.
    O último parágrafo é simplesmente sensacional

  14. Andre Botelho disse:

    @FlavioGomes… sempre espetacular e tirando lagrimas nossa… enquanto o camiso 9 no alambrado nao tem preço… é demais… imagina a minha alegria de ver o Murilo de 2 anos no alambrado, torcendo, cantando… é muito amor… é diferente!!! PARABENS!!

  15. Carlos D disse:

    Flávio, esse amor é louvável. Imagino que você seria totalmente contrária a ideia de um sheik árabe comprar a Lusinha, mesmo que ela ganhasse vários títulos hahaha. Abs

  16. Ubaldir Jr. disse:

    Coloca o Atlético goianiense, meu Dragão aí nessa lista! Uma aldeia gaulesa ainda menor que a Lusa. kkkkk. E pela lógica do Gomes, esse ano fomos o 36º melhor time do universo, ora pois!
    Parabéns à torcida da Lusa. Garanto que não há um torcedor do Dragão que não simpatize com qualquer dos times ignorados pela mídia. No fundo, somos todos “farinha do mesmo saco”. E que Criciúma e Coxa consigam empurrar dois desses grandões aí pra uma temporadinha na segundona. Não mata ninguém, kkkkk.

  17. Felipe Beda disse:

    Saudações São Bentistas de Sorocaba. Compartilhamos desse mesmo amor pelo nosso clube.

  18. Thiago Rogério disse:

    Impossível torcer contra a Lusa te acompanhando, Flavio.
    Excelente texto. Parabéns!

  19. ANSELMO PEREIRA RIBEIRO disse:

    Mais uma vez, parabéns, Flávio Gomes! Conseguiu resumir todo o sentimento do que é torcer pela Lusa…

  20. Silvio Gouveia disse:

    Flavio e seus gominhos,
    Parabens pelas viagens heróicas e pelo rude e amoroso espirito luso gaulês
    desculpem a falta dos acentos…É minha ignorância tecnologica para ajustar este bagulho que escreve…
    forte abraço

  21. Augusto Silva disse:

    Jogo decisivo não só para o campeonato, principalmente para olharmos para 2014 com gente nova na direção do clube e pensamento grande. Futebol é paixão acima de tudo. Sentimentos irracionais que nos envolvem nas competições. Um time de futebol precisa ter uma única vocação : competir para vencer. Nosso time precisa ter apaixonados torcedores apoiando sempre para que possamos ter sustentação e sucesso.

  22. RENATO ALVES disse:

    Lindo texto……verdade pura……AMOR.

    PELA NOSSA LUSA..SEMPRE.

  23. Nathan disse:

    Dá-lhe América-MG, meu Coelhão! Se trocar onde tem Lusa por América fica igual, exceto na parte do estádio, pois o do Mecão deu lugar a uma arena por causa da Copa, modesta arena, mas com o espírito do antigo estádio, esse ano não deu pra gente, mas ano que vem voltaremos para séria A, mas se não voltarmos ainda sim continuaremos a torcer pelo coelho.

Deixe uma resposta para Eduardo Aranha Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>