MENU

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 - 19:58Kombi & cia.

BOATOS KOMBÍSTICOS

SÃO PAULO (bom demais pra ser verdade) – Seguinte, povo… Recebi informações de três fontes diferentes dando conta de que a Kombi será fabricada por mais dois anos. Isso teria sido informado pelo sistema de som de um caminhão do Sindicato dos Metalúrgicos lá na fábrica da VW, mesmo. Outro leitor me mandou o seguinte e-mail:

Recebi um Whatsapp de um amigo que trabalha na estamparia da VW, e ele informou que hoje pela manhã chegou uma noticia que o governo liberou que as montadoras produzam 30% dos carros sem airbag e sem ABS… Segundo ele, a noticia na VW é que com essa situação, a Kombi permanece em linha.

Agora há pouco pingou aí nos comentários algo parecido. Onde há fumaça, diz o ditado, há Kombi. Será? Estamos tentando apurar, mas a esta hora da noite não encontro ninguém entre meus contatos na indústria automobilística. Se realmente a informação se confirmar, a VW vai ter dificuldade para convencer os compradores da caríssima Last Edition de que fizeram um bom negócio.

Enquanto apuramos, vejam este espetacular álbum de fotos do Volksporsche, outro grupo de amantes de VW e motores a ar. Escolhi uma foto a esmo para ilustrar o post.

knavwdesp

136 comentários

  1. Norson Botrel disse:

    Enquanto o tema não passa, tamos aqui:

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/12/1386619-obrigatoriedade-de-airbag-e-abs-em-2014-deve-ser-mantida.shtml

    Antes eu critiquei o governo por considerar tirar obrigatoriedade. Agora eu elogio se mantiver. Simples assim.

  2. Renato Soares disse:

    Minha opinião é que a Kombi deve continuar em linha. Que façam as alterações , air bag , abs e o que mais quiserem , mas deixem a Kombi atender os consumidores que precisam dela.
    Quanto a Last Edition , sempre será uma série especial de grande valor histórico. Quem comprou para especular … rsrsrs … é o risco !

  3. Jão disse:

    Resumo da ópera: aparentemente é uma conspiração para manter no mercado algumas latas de lixo sobre rodas que envolve montadoras, sindicato e um ministro bunda mole. Tomara que a “presidenta” não volte atrás e mantenha a obrigação dos equipamentos de segurança sem pensar no impacto que um aumento de no máximo R$ 1.500 nos veículos implicará nas vendas em ano de eleições.

    • Flavio Gomes disse:

      Lata de lixo sobre rodas deve ser seu carro, se você tiver um.

      • Jão disse:

        Gomes, deixe o saudosismo de lado e assuma que segurança viária é algo primordial, principalmente em um país onde o trânsito mata anualmente mais gente que uma guerra civil.
        Talvez eu tenha me expressado mal ao tratar os carros obsoletos como “latas de lixo sobre rodas”, mas será um retrocesso se o governo der uma sobrevida a Mille, Kombi e outros modelos (vale lembrar que não são vendidos a preços acessíveis). E também não foi minha intenção irritá-lo ao falar de uma possível decisão da “presidenta’ em ano eleitoral. Afinal, acredito que ela ainda pode fazer muita coisa pelo País nos próximos quatro anos.
        Quanto a eu ter um carro, infelizmente não possuo uma coleção como a sua (muito bela, diga-se de passagem), mas os meus carros já são equipados com airbag e ABS, sendo que um deles já tem quase 20 anos de idade.

      • Flavio Gomes disse:

        Óitmo, faça bom uso deles e deixe a Kombi em paz.

      • Jão disse:

        É fácil argumentar assim quando se usa uma bela Kombi de coleção apenas para passear no final de semana. Quem depende dessas cadeiras elétricas para trabalhar e/ou percorrer o trajeto casa-trabalho-casa que fique sujeito à insegurança de projetos obsoletos, não é mesmo?

      • Flavio Gomes disse:

        É. Agora pode ir.

  4. Jackson Batista disse:

    Recontrata os caixas de banco que perderam lugar com a modernização.
    Recontrata os estivadores nos portos, os agricultores nas monoculturas.

    Então essa é uma das desculpas para manter o automobilismo brasileiro defasado?
    A kombi – menção a parte – é linda e merece respeito, mas os consumidores de hoje merecem segurança e é obrigação da VW e de qualquer outra empresa evoluir.

    Se nao ter bons itens de série for a solução para a economia, eu sou a favor de voltarmos a usar carroças..

  5. RIcardo Tavares disse:

    Uma vergonha se isso realmente acontecer
    Só num país que não respeita seu povo que uma porcaria como a Kombi pode continuar em produção
    Um lixo de carro(se é que dá para chamar de carro essa carroça)sem estabilidade, sem segurança nenhuma
    Será que na Alemanha, Inglaterra ou entro pais sério se faz carros sem segurança como nessa porcaria de Brasil
    O que me admira é um jornalista ache bom uma notícia dessas, uma verdadeira falta de respeito com os consumidores, Qualquer jornalista sério deveria ser contra essa noticia por mais que a Kombi seja um “carro” com valor histórico, ela já deveria ter saído de linha a muitos anos
    Cada vez com vergonha de ser brasileiro

    • Flavio Gomes disse:

      Meu filho, se você quer um carro com airbag e ABS, compre e não encha o saco.

      • Ricardo Tavares disse:

        Não tenho um carro 1.0 muito pelo contrário, meu carro tem um ótimo motor e toda a segurança atual e paguei (inclusive passou no crash test de institutos europeus) Apesar que qualquer 1.0 anda mais que uma kombi
        Quero ver se um de vocês baterem de frente com uma Kombi e ficarem paralíticos vão continuar defendendo ela
        Ela é produzida a 56 anos no Brasil, porque na Alemanha ela já mudou a muito e muitos anos, Se essa Kombi fosse feita lá ninguém ia comprar, porque o consumidor europeu tem inteligencia e quer respeito aos seus direitos

      • Flavio Gomes disse:

        O que não muda nunca é a dificuldade com o verbo “haver”.

      • Renato Soares disse:

        Então quem possui um veículo com ABS e airbag tem vida eterna ???

    • Ricardo disse:

      Mas que imbecil! Você está no lugar errado, sr clube do celta, suma daqui! Pra sua informação, não existe porcaria alguma que resista 56 anos no gosto dos consumidores MUNDIAIS! Porque até nos países que você mencionou tem apaixonado por kombi, e que devido ao excesso de consciência dos cidadãos, não tem o gostinho de tê-las em produção, e vem buscá-las onde? aqui no nosso PAÍS PORCARIA (que é porcaria porque tem gente como você) Faça um favor pra si mesmo…compra seu 1.0 de plastico com TOTAL SEGURANÇA porque tem um air bag e abs da melhor qualidade ,quase se equiparando ao 1º mundo e dá o pé daqui coxinha!

  6. emerson57 disse:

    uma m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a kombi 2014: R$ 43 mil
    um mustang 2014 básico (http://www.ford.com/cars/mustang/trim/v6/)
    us$ 22,200,00 = R$ 51 950,00
    além do mustang custar muito mais caro, não carrega UMA TONELADA de carga.
    e no mustang só cabem 4 garotas além do motorista.
    na Kombi, confortavelmente, você pode levar 8 meninas de boas famílias.
    chupa mustang!

  7. Marcus Rocha disse:

    Mas quem pagou os 80 mil? VW safadinha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Kiko disse:

    Em ano de eleições (2014), fazem de tudo para as vendas não caírem. Segundo o governo, o valor dos carros com ABS/Air Bag aumentaria em média, entre R$ 1.000,00 e R$ 1.500,00. Em ano eleitoral vale tudo. A grana fala mais alto que a segurança. Vergonha.

  9. Sabugo disse:

    Comprem Toyotas, comprem Hondas, comprem Renault, comprem Nissan, comprem os chineses, comprem somente das marcas que já oferecem o airbag e o ABS de série.

    Não comprem das quatro parasitas que chantageiam o governo nos últimos 50 anos.

  10. Luke disse:

    Sinceramente espero que isso não seja verdade ou será mais um capítulo da vergonha nacional. É dar um prêmio àqueles fabricantes que não se prepararam, não investiram, apesar de terem tempo e dinheiro suficiente para fazê-lo. Mudar uma regra que foi ajustada por todos há 4 anos a menos de 30 dias do prazo final é, no mínimo, suspeitíssimo. Ano que vem é ano de eleição, não? E o partido do prefeito da cidade onde está a fábrica da Volks é o mesmo da presidente, não é?

  11. Paulo Coelho disse:

    A que se pensar no seguinte:
    Não jogar a culpa nas montadoras pois já tinham assimilado o fim da produção da Kombi, G4 e Uno.
    A Volkswagen, por exemplo, não iria fazer o “papelão” de lançar a Last Edition se soubesse que o governo iria mudar de última hora a questão da lei de Air Bag+ABS para jan/2014 agora aos 48 do segundo tempo.
    Quanto a valorização da Last Edition, eu tenho Kombi faz anos e apesar de algumas pessoas criadas no carpete meterem o pau na perua, Kombi só valoriza, quanto mais rara, mais cara. O tempo dirá se a Last Edition valorizará, eu acredito que sim.
    Muitos de nós estão na zona de conforto, empregados e vamos passar o natal de 2013 comendo chocotone, mas e quem trabalha nas linhas de montagem e estava na berlinda com aviso prévio na mão ?
    Atrás da linha de produção de um carro, mesmo sem airbag e ABS, tem toda uma cadeia produtiva de milhares de pessoas, metalúrgicos das montadoras, fornecedores, importadores de peças e muitos outros.
    A Kombi é vendida aqui no Brasil há quase 60 anos, ficar mais 2 anos em produção faz diferença ?
    Seria bom que o governo tivesse pensado em mudar a lei antes e não em cima da hora, mas tudo bem, pelo menos mudou e muita gente terá emprego por mais 2 anos.

  12. Glauber disse:

    Nada disto me surpreende em um país onde banqueiros e montadoras é que mandam.

  13. rufles disse:

    As montadoras estão rindo a toa na cara desse governo, Produzem lixo de carros que atualmente só vendem com abatimentos tributários e ainda assim são absurdamente caros. Pra completar agem dessa maneira, pior ainda são os sindicatos que militam a favor destas empresas. Agora perguntem se querem baixar os preços dos carros cujo nível de segurança é correspondente ao dos veículos de primeiro mundo da década de 70 e 80?

  14. Lavoro disse:

    VW 1 x Segurança da população 0. Como já disseram aqui, as montadoras tiveram 3 anos para se adaptar as normas…Pois 2009 já sabem disso, conforme Lei 11.190 de 18 de MARÇO de 2009 e Resolução CONTRAN 312 de 03 de ABRIL de 2009.

  15. Alexandre Werner disse:

    Será que a continuidade vai desvalorizar mesmo a last edition? Quanto estão valendo os Fuscas 87 com chave dourada? Eu nunca nem vi para vender. Que a Kombi viva.

  16. Jason Vôngoli disse:

    Não entendo a grita. Mas ninguém será obrigado pelo Contran a comprar uma Kombi, uai…
    Quem preferir pode comprar as vans chinesas com airbags e ABS – ou pagar o dobro para levar uma Master, Sprinter ou Boxer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>