HART, 77 | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014 - 12:51F-1

HART, 77

SÃO PAULOBrian Hart morreu ontem aos 77 anos. Era dele o nome do primeiro motor com o qual Ayrton Senna disputou um GP na F-1, em 1984, na Toleman.

Nossas homenagens, lembrando daquele carro na foto de Miguel Costa Jr., o Miguelito, feita em Jacarepaguá num escaldante domingo de 30 anos atrás. O brother Rodrigo Mattar escreveu um excelente perfil de Hart em seu blog. Vale muito a leitura.

tolemanmiguelito

48 comentários

  1. Este Tolleman era tão feio que era bonito.

  2. Eduardo costa disse:

    Nas temporadas de 1984 e 1985 a Hart forneceu motores tb para a RAM, que tinha como pilotos Alliot, Palmer e Thackwell (1984) e winkelhok, alliot e acheson (1985)

  3. Rafael Lucas disse:

    Barrichello também estreou em 93 com um Jordan-Hart.

  4. marcelo silva disse:

    Como era boa a F1 desta época !!!

  5. Diego Garcia disse:

    Eles equiparam a Williams em 1988, Frank sempre teve esses intervalos de pouca grana, 88 foi mais um ano desses, com boa atuação no GP da Inglaterra com Mansell.

  6. chambel disse:

    O mais revolucionário dos motores turbos desse cara, principalmento o que equipava os Tolleman 84/85 era que o bloco e o cabeçote eram uma só peça fundida em alumínio.

  7. Michel disse:

    Alguém sabe onde/como conseguir as corridas de F-1 da década de 80??

  8. Ricardo Bigliazzi disse:

    Se não me engano o Senna queria tudo… menos o azar de bater de frente com esses carros da Tolemann.

    Acredito que foram os últimos suspiros dos garagistas,

    Imperador

  9. David Santos disse:

    Pra mim este carro virou uma lenda porque um dia, foi guiado por um dos maiores pilotos de todos os tempos! Aquele GP de Mônaco foi uma das maiores corridas que um piloto poderia guiar… Pela pista que é (o grau de dificuldade pra se guiar em Mônaco) e, pelo carro que o Ayrton guiava, sem dúvida uma das melhores corridas que a F1 já viu! Ah meus pêsames a família do Sr. Hart!

  10. Michel disse:

    O motor com o qual correu o melhor piloto de todos os tempos! Ayrton Senna!
    para aqueles que insistem em afirmar que Schumacher foi melhor do que Senna, que tal compararmos as corridas em que ambos correram juntos:

    Aí vêm as estatísticas: total de 41 corridas. Senna terminou 20 delas à frente, enquanto o Shumacher terminou 17 à frente e 4 vezes ambos abandonaram. Senna obteve 10 vitórias, Shumacher 5. Senna teve 8 poles, Schumacher nenhuma. Senna marcou 163 pontos e Shumacher 139.

  11. allan sá disse:

    Motor com ronco incrível, bem diferente dos demais, nunca esqueci!

  12. ALEX B. disse:

    Gira Mondo! Ele era fabricante de motores somente? Não fez carros tb?

  13. Marcos disse:

    Salvo engano, foi o primeiro motor de Barrichello também, não ?

  14. Robertom disse:

    Embora na F1 nunca tenha realmente brigado na frente por não ter grana para o desenvolvimento no mesmo nível dos grandes fabricantes, Brian Hart era um cara competente e criativo.
    Foi piloto e chegou até a F2.
    Antes de lançar seu motor turbo, preparou motores vencedores para F2 e Mundial de Rally.

  15. Yuri Nehy disse:

    E é dele também o motor da primeira pole do Barrichello – Spa, 1994.

    Fazia motores honestos para equipes médias.

  16. Ulisses disse:

    Vendo esse carro, a gente conclui o quanto é importante um piloto rapidíssimo, como Ayrton (hááá, “num” brinca! Só contaram para mim!!!).
    Esse carro, essa pintura, a Segafredo, o motor Hart,, o nome Toleman, foram “eternizados” com os desempenhos de Ayrton.
    Hart fornecia motores para várias equipes, Jordam inclusive, mas foi nesse carro que esse motor ganhou “alma”!
    Brian Hart foi, e vai ser sempre, um grande nome na história do automobilismo!

    • José Brabham disse:

      Com esse carro da foto Senna pouco fez. Reclamou (como sempre) nesta prova no Rio que não estava “curtindo” a F1 pois nem conseguiu “pegar o vácuo de Piquet” quando este lhe deu uma volta na Reta dos Boxes, e no máximo arrancou um sexto lugar em Kyalami na corrida seguinte. O Toleman no qual ele fez história foi o modelo seguinte, com o 2o. lugar em Mônaco, os 3os. em Brands Hatch e em Estoril e o “strike” na largada em Nurburgring…

      • Ulisses disse:

        Por isso sempre dou uma passadinha nesse blog, sempre aprendemos um pouco mais!
        Boa José!
        Mas mesmo assim, são interessantes os carros que passaram pelas mãos de Ayrton, talvez pelo fato de terem sido utilizados no limite de suas potências, as vezes até um pouco além … e isso ele fazia com maestria!

      • Tom disse:

        Da mesma forma que as pessoas idolatram o Michael ,o Vettel e o Alonso,qual o problema de idolatrar um piloto nacional,não precisa destilar ódio senão gosta do cara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>