GRANDE IDEIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 6 de março de 2014 - 17:51Literatura

GRANDE IDEIA

carasecarros1SÃO PAULO (que frutifique) – Quem não tem uma história bacana com um carro? A namorada, a grande viagem, o resgate improvável, a restauração dolorosa, a alegria da descoberta, tudo isso faz parte das 36 histórias contadas em “Caras & Carros”, da editora Otto7, organizadas por Alexandre Badolato e Carlos Iotti. Entre elas a do famoso “homem do carro amarelo”, de São Paulo — quem é daqui sabe de quem estou falando; quem não é pode comprar o livro para saber, porque o caso é ótimo.

A Otto7 é uma editora especializada em publicações sobre carros e os três primeiros lançamentos têm os Dodges como tema principal — Badolato é o maior coleção de veículos Chrysler do Brasil e está montando um museu da marca que é de chorar.

Iotti esteve hoje no meu escritório. Iotti nada, Carlão. Figuraça, dono de um Dart, uma Belina 84 e um Galaxie 67, veio conversar sobre um possível novo best-seller, “Gerd, der Trabi”. Pedi, pelos direitos de publicação, um milhão de dólares. Carlão pechinchou e fechamos por um dólar.

Brincadeira, é apenas uma ideia, quem sabe rola. Quem vai se interessar pela história de um Trabant? Mas fica a dica de “Caras & Carros” porque é um livro muito legal mesmo para nosotros que gostamos de coisas que se movem. Quem quiser comprar é só entrar aqui na loja virtual da editora e pronto. Jurei para o Carlão que meus blogueiros iriam comprar pelo menos 50. Não me decepcionem. Afinal, é a história do automóvel no Brasil que está contada nesse livro através de casos deliciosos. E com muitos deles vocês vão se identificar.

19 comentários

  1. Christian Monteiro disse:

    Olá, Flávio e Bedolato!

    Acabei de comprar o meu exemplar!
    Que não deixemos nunca de perpetuar as nossas histórias automotivas.

    Parabéns!

    Christian Monteiro
    ________________________

    * Alexandre, aguardamos de cá as informações sobre a abertura do museu, Ok?!

  2. Flavio,

    Obrigado pelo post do livro e pelo mimo que me mandou pelo Carlão, que me informou mas ainda não me entregou !! rsss

    Vou estar fora por 3 semanas, no meu retorno te procuro para batermos um papo … E conforme as agendas podemos ir visitar as obras do Museu !

    Para quem reclamou do preço do livro:

    A Otto7 é uma editora feita para eternizar, exaltar e celebrar as nossas paixões automobilísticas … E dá um prejuízo desgraçado … Cada livro novo gera, grosso modo, o prejuízo equivalente ao valor de um carro antigo …

    Além da impressão ser cara devido a baixa tiragem (tiragens ficam econômicas a partir de 10.000 exemplares, 5 a 10 vezes mais do que um livro desses vende), há todo o custo de produção (sessões de fotos, diagramação, preparação de texto, revisões de português). Some se a isso o rateio dos custos fixos da editora (divididos por um número baixo de exemplars) e as margens que as livrarias e distribuidores tem sobre o preço de capa (chegam a 68% !!!). É quase impossível fechar a conta.

    Mas continuamos fazendo … Para mim é uma emoção tremenda ver o livro pronto, histórias eternizadas, fotos que poderiam ter se perdido salvas para sempre.

    Comprem o livro. Tem histórias espetaculares lá. E a tiragem é baixa. Dificilmente vai haver uma segunda edição.

    Abraços,

    Badolato

  3. o prefácio do livro sobre o Gerd eh meu, senao…

  4. Danilo disse:

    Pessoal, bom dia.

    Com todo o respeito ao valor da obra e sabendo que a Otto7 não é uma editora grande mas, R$ 79,90 + R$ 14,10 = R$ 94,00 é caro demais.

    Julgo justo um preço de R$ 59,90 + frete grátis.

    Nos atuais valores, terei que deixar para uma outra oportunidade.

    • Danilo disse:

      Só agora que vi que trata-se de uma edição de luxo; Com papel de alta gramatura, impressão toda em cores, capa dura, 300 páginas.

      Retirem o que eu afirmei, ser caro. Pensei que era um livro convencional !
      Agora notei que trata-se de uma edição para colecionadores.

      Então vale a pena !

      Como dica: Talvez se houvesse a opção de web-pickup, ou seja, compro on-line e retiro em loja física. Isso pouparia algumas migalhas do frete.

  5. ADONIS disse:

    Não se pode deixar de dar os créditos ao Alexandre Mesquita, que na verdade fundou a Otto 7 e é quem está por trás das idéias e desenvolvimento dos diversos livros lançados!

    • Adonis,

      Quando o Alexandre fundou a Otto7 era uma agência de publicidade. Eu que a transformei em editora. E aproveitamos o CNPJ e nome da ex-agência, haja visto os enorme prazos para se abrir uma empresa nova em terra brasilis ….

      O Alexandre tem um trabalho muito importante, cuida de toda a parte gráfica do livro,das fotos ao conceito gráfico. Bem lembrado.

      Abraços,

      Badolato

  6. Mario Buzian disse:

    Também estamos eu, a Família Scheid e o Dart Sumatra 1979 com o seu “causo” bacana no livro (capítulo 32, se eu me recordo bem).
    Ainda não chegou o meu exemplar por aqui, mas eu já vi o “boneco” antes de ir para a impressão e ficou muito legal !
    As histórias são incríveis, vale cada centavo investido na leitura !

  7. Fernando disse:

    ja esta comprado este e o seu!……. e o seu segundo também.

  8. Gilberto H disse:

    Cadê a versão digital na playstore?

  9. Daniel disse:

    Outro dia, passeando de conversivel pela Paulista, encontro o seu João postado ao lado do seu inconfundível Farus conversivel amarelo. Lenda paulistana viva, o seu João.

  10. Michel Matos disse:

    Flávio, você poderia fazer uma categoria sobre livros que falam de carros. Livros que você leu, que você não leu mas indica! Que tal? Acabei de comprar um: 1001 Carros Para Dirigir Antes de Morrer. Li alguns comentários na internet sobre ele e achei legal! Acabei comprando!

  11. A minha história com o meu Maverick GT 74 está no livro.

    Faço uma pequena homenagem ao meu pai, grande incentivador do meu gosto por carros antigos. Certamente não será a melhor história do livro, mas é de coração.

    Reinaldo
    http://reiv8.blogspot.com

  12. Luic Monteiro disse:

    A odisseia de Gerd é perfeitamente cabível à proposta da editora.

  13. sérgio castro disse:

    O Carlão é uma grande figura, dá pra conversar horas com ele, a diversão é garantida. No terceiro domingo do mês na Caixa Dágua da Vila Mariana, ele e mais um bando de loucos por antigos se reúnem, e posso dizer que é um dos ambientes mais agradáveis e simpáticos do meio.

  14. Alfredo Junior disse:

    Espero que um dia esse museu seja aberto ao público, e você Gomes poderia escrever um livro com seus causos como o do Goiabinha .

    • Alfredo,

      O Museu vai ser aberto ao publico sim. Obviamente apenas em datas pre estabelecidas, nao dá para deixar alguém plantado lá o dia todo esperando chegar alguém.

      Estou fazendo obras de infraestrutura para receber melhor as pessoas e exibir melhor os carros. Em breve.

      Abraços,

      Badolato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>