MENU

segunda-feira, 17 de março de 2014 - 0:35#69, Classic Cup

HAPPY DAY

SÃO PAULO (Meianov vai a Guerra) – Ganhei. Ganhei uma corrida.

É incrível. Tem dia em que tudo começa errado, e foi assim ontem. Primeiro, porque não consegui dormir mais do que duas horas, entre o treino de classificação em Melbourne e a hora de acordar para ir a Interlagos. E quase perdi a hora.

Fui para o autódromo feito um zumbi. Menos de sono, mais de cansaço. Mas na hora em que entrei no carro, acabou tudo. Liga a ignição, a bomba de gasolina, o barulho do motor, muita gente para classificar, vamos em frente.

Meianov não estava bem das pernas. Motor falhando muito, me deixando irritado. Parei no box, Nenê deu uma olhada, viu que estava gotejando álcool num dos carburadores, algo que só daria para resolver depois do treino. “Vai lá, faz uma voltinha só para ter tempo e depois a gente vê.” Fui lá, virei uma voltinha vagabunda em 2min17s e alguma coisa, voltei para os boxes e quando estava entrando na garagem o motor apagou. Magrão e Marcônio, nossa dupla de mecânicos, se aproximaram, farejaram algo errado e vaticinaram: “É diferencial”.

Farejaram mesmo. O cheiro de óleo de câmbio era fortíssimo. Levantaram o carro, o diferencial tinha realmente quebrado. Pode levar embora.

Acabou.

69pretao7

Nessas horas a gente fica desorientado. Não sabia se ia embora, se tacava fogo no Meianov, se ficava para ver a corrida, até que fui à sala de briefing e o Carlão Estites perguntou se eu queria largar com o Puma preto dele. Carlão corre de Passat, anda lá na frente, e o Puma preto, já um personagem histórico da nossa categoria, estava reservado para um amigo que por alguma razão desistiu de participar da prova. “É só colocar álcool e pronto, não precisa pagar nada, vai se divertir”, falou.

Fiquei meio assim… Afinal, já tinha disputado a primeira etapa do ano com um carro emprestado, o Bianco do Peixoto. Mais uma? Desci ao box do Guerra, que já estava sabendo do convite. “Senta aí, vê se gosta”, disse. Sentei, vi que com umas almofadinhas a posição de dirigir não seria tão ruim, assuntei aqui e ali e no fim topei.

69pretao6

Faltava uma hora e meia para a largada e foi uma certa correria: mandar fazer os números, o nome, descer para colocar álcool, acertar o cinto, receber algumas instruções. Levei o carro até o abastecimento e voltei aos boxes. Foi toda minha experiência com o carro, que tem um baita de um motor e o resto, sinceramente, eu não tinha ideia do que encontraria.

69pretao3Fui para o grid e aproveitei as duas voltas antes de alinhar para pelo menos experimentar freio, câmbio, visibilidade, posição no banco. O carro é rápido, tem um canhão de dois litros lá atrás, mas eu mal conseguia enxergar entre o arco superior do volante e o painel, a perna esquerda, para acionar a embreagem, tinha de esticar pacas, e a terceira marcha não entrava direito.

Como classifiquei com um carro e tive de mudar a inscrição para largar com outro em outra categoria, a GTS, fui para a última posição do grid. Na minha contagem pela manhã, eram 37 carros para a largada. OK. Vamos ver o que vai dar. No mínimo, seria divertido.

69pretao1Larguei tranquilo, passei no motor uma meia-dúzia antes da primeira curva, outros quatro ou cinco antes do Lago e me acomodei tentando não fazer nenhuma cagada. Passeei várias vezes pelas áreas de escape por conta da terceira que não entrava e das rodas traseiras que travavam nas freadas mais fortes. Mas não rodei, e como não tinha grandes ambições, exceto terminar a prova, segui na minha toadinha para tentar aprender o máximo desse Puma que o Carlão fez a gentileza de me emprestar.

Aí, comecei a ver que os carros da GTS estavam tendo problemas. Primeiro, notei o Paulo Sousa lento. Depois, passei o Gulla, que se arrastava. Dois Pumas. Logo mais, vi o Porsche do Mauro Kern, que havia feito a pole na geral, encostando no S do Senna com o motor fumando. Eu não sabia quantos carros havia na GTS. Mas com três quebrados, era capaz de conseguir um pódio.

Fui levando sem maiores preocupações, sem nem saber os tempos de volta, já que não tinha hot-lap, apenas pensando em levar o bichinho para casa são e salvo. Com sorte, ainda levaria um troféu. E não é que quando faltam três voltas para o fim da corrida dou uma olhada na mureta dos boxes e vejo o Magrão com uma placa?

Nunca tinha recebido uma placa na vida, o #96 e o Meianov só andam atrás, outros pilotos da equipe brigam na frente, demandam maiores atenções, é algo totalmente compreensível.

69pretao2

Mas, ontem, o dia para a LF não foi dos melhores. Paulo quebrou, Gulla também, mais o Mauro, mais o Meianov, mais o Passat do Bottura, no fim das contas o único piloto do time na pista era… eu! E com o Puma do Carlão, preparado pela HT Guerra.

Situação inusitada, sem dúvida. Mas bem mais inusitada ainda era a placa: 69 P1.

69pretao4

P1? Como assim? Estou ganhando esse negócio? Ri alto no capacete. Fiz as contas mentalmente e concluí que todos os mais rápidos deviam ter quebrado, mesmo. E eu ali na pista, no meio de um monte de carros de outras categorias, prestes a ganhar uma prova. Ueba, pensei. Se é assim, vou ganhar, então.

Cuidei de fazer aquelas últimas três voltas sem grandes sustos. Já havia passado por vários naquele sábado, tanto com o Meianov quando com o Puma Mad Max. Se é P1 a três voltas do fim, será P1 no fim. E assim foi. Como também P1 foi o Carlão, na geral, com seu Passatão bala. Vitória dupla da equipe. O Guerra deve ter ficado contente.

Não vou ser demagogo a ponto de dizer que quando recebi a bandeira quadriculada fiquei com os olhos marejados e que um filme inteiro passou pela minha cabeça, desde aquele primeiro DKW de corrida que fiz em 1989 com o Salomão, chegando ao #96, aos farnéis, passando pela criação do campeonato, pelas aventura com o Lada e tudo mais. Mentira. Não pensei em porra nenhuma, apenas abri um sorriso invisível, diminuí a velocidade, passei bem pertinho do muro e vi o Guerra sorrindo, também. Acenei, e um pouco mais à frente, na mureta da LF, vi os meninos felizes e sorri de volta para eles, esses sorrisos de dentro do capacete são sempre com os olhos, e foi assim que voltei para o Parque Fechado e recebi meu troféu no pódio: sorrindo.

Ganhar é algo que te deixa feliz, e o sábado inteiro foi isso, um dia feliz.

69pretao5

139 comentários

  1. Parabéns camarada! Uma hora a vitória chega, nem que seja num Puma. E como diz meu mecânico: “corrida termina na bandeirada”…!

  2. 14 disse:

    havia ser de puma. bravo!!!

  3. Ron disse:

    Gomes: o cara certo na hora certa.
    Meianov pediu desculpas pela quebra, mas deve ter ficado com ciúmes. :)

  4. conrado disse:

    Parabéns Piloto,,,,,, Isso faz muito bem para o ego,,,,,, Abraço.

  5. Fabio Taccari disse:

    Legal caro jornalistapiloto e agora um pouco mais pilotojornalista.
    Bom trabalho.

    Quem sabe aquela vigia traseira com quatro saídas de ar que fabricamos para o GUERRA em cima da hora para instalar no Puminha também não deu 1% de sorte.Abs

  6. Humberto Guerra disse:

    Parabéns Flávio merecida vitória”!!! muito bom !!!

  7. Rafael disse:

    Parabéns, Flávio! Um dia perdido, você se virou e o dia virou de vitória!

    O 69 ficou bem no Puma, lindo carro!

  8. Adilson Bastos disse:

    Parabéns pela vitória, ante tanta adversidade.
    Apenas uma dúvida, Flávio: há algum sinal de obras em Interlagos?
    Abraços e sucesso!

  9. E o Flávio agora tem seu próprio cocozinho na estante. kkkkk
    Parabéns!!!

  10. Winston disse:

    Oi, você não acha que na hora de mandar esse russo pra Crimeia e arruma logo um carro?
    Piloto Bom assim que ganha corrida sem nem conhecer o carro, merece um CARRO!
    Agora esse troféu cocozinho heim?

  11. Mauri Floriani disse:

    Tudo bem, não fez um filminho da vida e tal e coisa. Mas que você procurou uma bandeirinha da Rússia para dar a volta da vitória, isso você procurou. Confessa, vai!

    Brincadeira, Gomes. Merecido.

  12. Silvana Castro disse:

    Parabéns FG, grande vitória do mezzo piloto e big jornalista!!!!#vitorialeoesdafabulosa

  13. carlos lima disse:

    Muito legal. Parabéns! Bravo!

  14. RENE FERNANDES disse:

    Taí a prova que tem piloto, falta é carro. Aposente o glorioso meianov, dando um lugar de destaque em sua coleção e arrume algo que deixe você competir Ganhar é bom!!! Desejo que esse seja o primeiro de muitos “Cocozinhos”….

  15. Luis Filipe disse:

    Parabéns Flavio ! Eu ainda espero um dia conseguir correr como vocês, mas tenho um longo caminho pela frente ainda a percorrer, mas sonhar é permitido ! Bela narrativa !

  16. Conde disse:

    Eu já sabia ! Eu já sabia !

  17. Maurício disse:

    Tá na hora de aposentar o 69… precisa arranjar um Samara e colocar motor VW AP ou, se ainda quiser o Laika, um motor Fiat mesmo.

  18. Eduardo Schmidt disse:

    Parabéns…só quem já ganhou algo pra entender esse gostinho…é demais mesmo!!!

  19. rodrigo moreira disse:

    Nossa que massa! estou me aventurando no campeonato de kart no RJ, sim no rj tem autodromo ou kartodromo em guapi. MAs parabéns , espero um dia conseguir a ter esta mesma emoção.
    abr,

  20. Celio Ferreira disse:

    Competir é muito bom, mas ganhar é muito melhor— Parabens.

  21. josé carlos disse:

    Parabéns Flávio…..neste final de semana foram comemorados o Dia de São Patrick ,dia da boa sorte….e você foi agraciado…..trevo de 4 folhas nele…

  22. Roger V disse:

    -Compra o Puma! E troca o número pra 169!

  23. Muega Vegas disse:

    Meu Deus !!!! QUE CARRO PRETO LINDO!!!!!!

    Ficou demais ele todo preto com esse adesivo!!!!!!!!!

    Disparado o carro mais bonito do grid!!!!!!!!!!

    Pena que não tem fotos só do carro… sem piloto…. coloca ai Flávio (se vc tiver claro!!)

  24. nelson disse:

    Estive pensando… O carro parece um mini Bat movel, o piloto é junior, seria o Bat Boy ? rsrsrsrsrsr

  25. Reinaldo Bascchera disse:

    Parabéns pela vitória! Pelo caráter épico lembra a 1ª vitória do Rubinho!!! Agora achei muito legal a carreta da Karmann Ghia que leva o 69 para a oficina.

  26. Parabéns cara!vc corre para se divertir mas ganhar é realmente muito bom, depois vc nos conta oquê vc conversou com o meianov não abandona o bólido não heim tenho quase certeza que irá se emocionar mais quando ganhar com ele, valeu!!

  27. Francis disse:

    Parabéns e merecido pelos anos de luta por uma categoria que vale a pena! Como idéia regulamentar, para que você não abandone o Meianov, seria melhor obrigar a todos correrem de Lada. Aí sim ficaria no pau a pau…

  28. Simão disse:

    Parabéns FG… desfrute bem dos louros da vitória… vc merece porque é um baita escritor!!!!

  29. Fabiano disse:

    cara você esta parecendo o senna de 91 ou 92 em interlagos

  30. Romeo Nogueira disse:

    Quando olhei, logo pensei: a galera vai pegar no pé do troféu “Santander”. Teve um comentário que deve ter sido postado por um grande amigo teu, pois chama os teus soviéticos de tranqueiras… Parabéns pela vitória!

  31. Pensa num cara que sabe contar uma História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>